Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa de Vídeo Diamond Viper II

       
 37.028 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Testes realizados com a Placa de Vídeo Diamond Viper II (S3 Savage 2000).


Introdução

A S3, fabricante de chipsets gráficos, comprou a Diamond na última onda de fusões das empresas de tecnologia. O primeiro fruto dessa parceria foi a Viper II. Com chipset Savage 2000 – Z200 a Viper II promete desempenho digno da nova geração de placas de vídeo.

Para não perdermos muito tempo com os nomes difíceis você pode ver todas as especificações técnicas detalhadas clicando aqui. O chipset Savage 2000 de 128 Bits tem desempenho muito bom. A incorporação do Hardware Transformation & Lighting (S3TL) é um avanço considerável mas os drivers da S3 parecem não disponibilizar toda a capacidade da placa, como percebemos nos nossos testes. O painel de controle (In Control Tools) de ajuste da Viper II é bem completo incluindo funções de atalhos para programas e bookmarks. A instalação é feita sem problemas e os driver são reconhecidos facilmente pelo Windows98. Nós habilitamos o Hardware Transformation & Lighting para o Direct 3D na realização dos testes. Essa função não aceita ajuste em OpenGL e já está habilitada como padrão o que nos impossibilitou comparações.

A placa tem saídas VGA, S-Video e Composite, suporte a DVD e 32 MB de memória SDRAM de 6 nanossegundos e suporte ao AGP 4X o que possibilita transporte de grandes texturas, apesar dos jogos atuais não utilizarem muito desse recurso. Uma falha da Diamond é não colocar um ventilador na placa. O resfriamento ativo é essencial para a estabilidade do sistema e um futuro overclock. Nós providenciamos um ventilador de processadores 486 que serviu perfeitamente sobre o dissipador da placa com dois parafusos fixando. Comparando com nossas outra placas, a Viper II é mais moderna em termos de recursos. O ganho em desempenho não decepcionou, mas poderia ser melhor e confiamos no desenvolvimento dos drivers para isso. Nós perdemos ao tentar o mesmo overclock do barramento que fazíamos utilizando a Voodoo. A Viper não se mostrou amigável ao overclock. O máximo que conseguimos foi 120 MHz com o AGP aperture size em 4MB. Com as mesmas configurações de antes e com o sistema estável, só conseguimos 115 MHz, que significa nosso Pentium III-450 a 520 MHz.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×