Ir ao conteúdo

Teste da placa de vídeo ASUS Radeon RX 560

       
 31.969 Visualizações    Testes  
 7 comentários

Testamos a placa de vídeo ASUS ROG-STRIX-RX560-O4G-GAMING, baseada no novo chip gráfico intermediário/básico da AMD, Radeon RX 560. Confira!

Teste da placa de vídeo ASUS Radeon RX 560
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

A Radeon RX 560 é uma placa de vídeo intermediária/básica da mais recente geração de chips gráficos da AMD. Ela tem 1.024 núcleos de processamento e 4 GiB de memória de vídeo acessada a 128 bits. Vamos ver como ela se sai contra a sua principal concorrente, a GeForce GT 1050.

A Radeon RX 560 é baseada no chip Baffin XT, que é uma nova versão do chip utilizado na Radeon RX 460, com mais núcleos e clocks mais altos. Assim como seu antecessor, ele é fabricado em tecnologia FinFET de 14 nm.

O clock padrão do chip Radeon RX 560 é de 1.175 MHz com clock turbo de 1.275 MHz. Porém, na placa de vídeo testada, modelo "ROG-STRIX-RX560-O4G-GAMING" da ASUS, o clock base utilizado é de 1.326 MHz, com clock turbo de 1.336 MHz, o que representa um overclock de 4,8%.

A Radeon RX 560 testada tem 4 GiB de memória GDDR5 (há modelos com 2 GiB também), rodando a 7 GHz, com barramento de 128 bits. Isso proporciona uma largura de banda de memória de 112 GiB/s.

Importante notar que o chip gráfico Radeon RX 560 utiliza conexão PCI Express 3.0 x8, e não x16. Porém, já fizemos testes mostrando que isto não causa redução de desempenho, principalmente em placas de vídeo de entrada.

Sendo produtos do segmento intermediário/de entrada, as placas de vídeo baseadas no Radeon RX 560 são voltadas a jogos tipo "e-sports" e mesmo para jogadores casuais de jogos mais exigentes. Elas são voltadas a jogadores que não querem investir tanto quanto em uma placa de vídeo topo de linha e pretendem jogar títulos recentes em resolução Full HD e qualidade de imagem média ou alta.

Seu preço nos EUA (US$ 110 para os modelos mais baratos baseados neste chip) a coloca como concorrente direta da GeForce GTX 1050, embora o modelo da ASUS que testamos seja uma placa de vídeo com o preço um pouco superior ao dos modelos mais básicos, principalmente por vir com 4 GiB de memória e por usar uma solução de refrigeração mais caprichada.

Assim, nós fizemos os testes de desempenho contra a GeForce GTX 1050, mas também incluímos, por curiosidade, os resultados obtidos com a Radeon RX 550 e a GeForce GT 1030, duas placas de vídeo de uma faixa de preço um pouco inferior.

A Radeon RX 560 suporta DirectX 12, Vulkan, codificação e decodificação H.265 por hardware, além das tecnologias CrossFire, LiquidVR (realidade virtual), ReLive (captura de vídeo), Freesync (compatível com monitores de vídeo que trazer este recurso de sincronização), Eyefinity (recurso a múltiplos monitores) e XConnect (uso de uma placa de vídeo em um gabinete externo) da AMD.

Na Figura 1 você confere a placa analisada.

RadeonRX560-01.jpg

Figura 1: a ASUS Radeon RX 560 (ROG-STRIX-RX560-O4G-GAMING)

Na tabela abaixo, comparamos as principais especificações das placas de vídeo incluídas neste teste. Os preços foram pesquisados na Newegg.com no dia da publicação do teste.

Placa de vídeo Clock dos núcleos Clock turbo Clock da memória (efetivo) Interface de memória Taxa de transferência da memória Memória Núcleos de processamento TDP DirectX Preço
ASUS Radeon RX 560 (ROG-STRIX-RX560-O4G-GAMING) 1.326 MHz 1.336 MHz 7,0 GHz 128 bits 112 GB/s 4 GiB GDDR5 1024 80 W 12 US$ 140
Zotac GeForce GTX 1050 Mini(ZT-P10500A-10L) 1.354 MHz 1.455 MHz 7,0 GHz 128 bits 112 GB/s 2 GiB GDDR5 640 75 W 12.1 US$ 110
Gigabyte Radeon RX 550 (GV-RX550GAMING OC-2GD) 1.206 MHz 1.219 MHz 7,0 GHz 128 bits 112 GB/s 2 GiB GDDR5 512 50 W 12 US$ 80
Gigabyte GeForce GT 1030 (GV-N1030D5-2GL) 1.227 MHz 1.468 MHz 6,0 GHz 64 bits 48 GB/s 2 GiB GDDR5 384 30 W 12.1 US$ 70

Você pode comparar as especificações destas placas de vídeo com outras através dos nossos tutoriais “Tabela comparativa dos chips Radeon da AMD (desktop)” e “Tabela comparativa dos chips GeForce da NVIDIA (desktop)”.

Agora vamos dar uma olhada mais de perto na placa de vídeo testada.

Compartilhar

  • Curtir 6


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Boa tarde, não seria interessante começar a colocar resultados de 1% e .1% de frames mínimos nos gráficos? E gráficos de frame time talvez? Vocês também poderiam analisar o ruido das ventoinhas e mostrar alguns dados da temperatura em idle e em jogos, e também incluir o consumo médio de energia do sistema com as placas. 

E como é uma placa de mediana~entrada não faria mais sentido testar com um computador mais simples? Um Ryzen 1400 ou um Ryzen 1200 com 8GiB de ram?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
36 minutos atrás, Godzilla_Giroflex disse:

Boa tarde, não seria interessante começar a colocar resultados de 1% e .1% de frames mínimos nos gráficos? E gráficos de frame time talvez? Vocês também poderiam analisar o ruido das ventoinhas e mostrar alguns dados da temperatura em idle e em jogos, e também incluir o consumo médio de energia do sistema com as placas. 

E como é uma placa de mediana~entrada não faria mais sentido testar com um computador mais simples? Um Ryzen 1400 ou um Ryzen 1200 com 8GiB de ram?

Estamos analisando começar a fazer esta análise dos 1% mínimos.

Dados de temperatura são complicados porque dependem de fatores externos, só fariam sentido caso fossem comparadas duas placas com mesmo chip, e dados de consumo são praticamente impossíveis pois, mesmo que a gente coloque um wattímetro no conector PCI Express, ainda precisaríamos de um extensor de slot com wattímetro, que nós não temos.

Em relação ao computador de testes, utilizar um computador mais simples ia aumentar o risco de limitar o desempenho da placa por causa de gargalo de processador ou memória. Para medir o desempenho da placa de vídeo é necessário usar um sistema o mais poderoso possível.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, Rafael Coelho disse:

Em relação ao computador de testes, utilizar um computador mais simples ia aumentar o risco de limitar o desempenho da placa por causa de gargalo de processador ou memória. Para medir o desempenho da placa de vídeo é necessário usar um sistema o mais poderoso possível.

 

Eu entendo que em alguns casos poderia limitar o desempenho da placa (testar uma RX570 com um g4560 por exemplo) porém dificilmente alguém que tem um i7 7700k vai comprar uma placa assim "simples".

Ah, e esqueci de falar antes, vocês poderiam mostrar overclocks nas placas de vídeo testadas também, dependendo do caso melhora bastante o desempenho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Godzilla_Giroflex, você não entendeu. Usa-se o processador mais poderoso possível pra extrair todo o desempenho da placa, para mostrar do que ela realmente é capaz. Quem tem um 7700K não vai mesmo comprar uma RX560, mas quem tem um processador de entrada precisa saber qual das placas de vídeo que ele está de olho é de maior desempenho, e essa dúvida só é sanada quando elas são testadas com o melhor processador e memória disponíveis no mercado. Espero ter explicado bem. Abração.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 10/08/2017 às 10:06, Alexandre V. Machado disse:

@Godzilla_Giroflex, você não entendeu. Usa-se o processador mais poderoso possível pra extrair todo o desempenho da placa, para mostrar do que ela realmente é capaz. Quem tem um 7700K não vai mesmo comprar uma RX560, mas quem tem um processador de entrada precisa saber qual das placas de vídeo que ele está de olho é de maior desempenho, e essa dúvida só é sanada quando elas são testadas com o melhor processador e memória disponíveis no mercado. Espero ter explicado bem. Abração.

Deu pra entender sim, vocês utilizam um sistema superdimencionado para evitar gargalos, mas a questão é que pouco importa o desempenho máximo dela aliada a um i7 para uma placa que será utilizada com um i3, ryzen 3 ou até Pentium, o que importa é o desempenho dela aliada desses processador, se elas tiveram desempenhos similares devido a um gargalo, já é um dado importante, pois o usuário poderá optar pela opção mais barata ou de sua preferência, ou a melhor refrigerada etc, o desempenho total dela é o menos relevante para ele, então, talvez seja interessante fazer os testas com um processador parrudo e com um de médio ou baixo custo, equilibrado com a proposta da placa, e não só um sistema impraticável.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 25/08/2017 às 13:34, Okuyasu disse:

Creio que seria mais interessante se tivessem feito com a RX 560 de 2Gb...

 

Também esperava! comprei um DELL Inspiron Gamer com ela. E queria ver teste de desempenho com a de 2gb.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×