A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  NÚMEROS
449 TERMOS ♦ LISTAR TODOS ♦ LISTAR CATEGORIAS
Imprimir artigo
PWM
07/04/2005 às 16h14min por Gabriel Torres em Eletrônica
424 visualizações

Pulse Width Modulation - Modulação por Largura de Pulso

Circuitos digitais só produzem dois números: "0" e "1". Já circuitos analógicos podem ter uma infinidade de variações. Por exemplo, em um circuito digital só podemos ligar ("1") ou desligar ("0") um motor ou uma lâmpada, enquanto que em um circuito analógico podemos controlar em infinitos gradientes o brilho da lâmpada desde o seu estado total de apagamento até o seu brilho máximo. Com um motor acontece o mesmo, podemos controlar em inifitos gradientes sua velocidade, desde o seu estado de não rotação até a sua velocidade máxima.

Para um circuito digital poder controlar um circuito analógico - um brilho de uma lâmpada ou a velocidade de um motor - há basicamente duas técnicas. A conversão D/A (Digital/Analógico) e a modulação por largura de pulso (PWM).

A conversão digital/analógico usa uma quantidade de bits proporcionais à quantidade de gradientes (brilhos, velocidades, etc) que pretendemos ter. Por exemplo, se forem usados 4 bits, temos uma possibilidade de 16 (2^4) gradientes de brilho/rotação, de 0000 a 1111.

O problema desta técnica é que quanto mais gradientes você quiser, mais bits são necessários.

Já a técnica PWM utiliza apenas um bit. Nela é gerada uma forma de onda quadrada onde o ciclo de carga (tempo em que a forma de onda permanece em "1") define a velocidade/brilho do sistema analógico.

Por exemplo, supondo uma forma de onda perfeitamente quadrada, onde 50% do tempo ela está em "0" e 50% do tempo ela está em "1", o resultado final será que a lâmpada terá 50% do seu brilho e um motor 50% de sua velocidade.

Se configurarmos esta forma de onda para ficar 30% do seu tempo em "1" e 70% do seu tempo em "0", o resultado será um brilho/velocidade de 30% de sua capacidade total.

Em resumo, o PWM é uma técnica para conversão digital/analógico usando apenas um bit, onde é gerada uma forma de onda quadrada onde o tempo em que esta forma fica em "1" define o valor da saída (velocidade/brilho).

AUTOR
Gabriel Torres
Gabriel Torres
Editor-Chefe

Gabriel Torres criou o Clube do Hardware em maio de 1996, onde escreve artigos e coordena o trabalho dos nosso diversos colaboradores. É também autor de 23 livros sobre hardware, redes e eletrônica. Foi, de 1996 a 2007, colunista do suplemento de informática do jornal O DIA (RJ). Mora atualmente nos Estados Unidos.

ÚLTIMOS ARTIGOS EM OUTROS
ÚLTIMOS ARTIGOS
432.794 usuários cadastrados
1.635 usuários on-line