Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
mroberto98

Qual a qualidade e diferença entre amplificadores?

Recommended Posts

Qual a diferença entre amplificadores Hifi e os normais?

Esse amplificador: http://www.electronica-pt.com/index.php/content/view/181

Ele é de 300W rms, simulei no proteus e sinal que entra, sai exatamente o mesmo na saida mas amplificado, sai perfeito...

Mas isso no proteus, queria ssaber se na prática, ele vai ser assim... Se vai ter muito ruidos.. etc...

No esquema não fala nada de que ele é Hi-Fi... para 300W é um circuito mt pequeno.. poucos componentes...

Essa aqui diz ser de 5200Wrms... e também tem mt poucos componentes...: http://audio.yoreparo.com/foros/files/amplificador_5200w_1_.gif

No site diz ser audio profissional, mas nao fala nada se é hi fi...

Esse aqui é 300W mas diz que é Hi-Fi: http://www.free-circuit.com/wp-content/uploads/2011/07/300_watt_MOSFET_real_HI-FI_power_amplifier.gif

o que eu testei foi só o primeiro... que funcionou perfeitamente no proteus!

Estou com duvida porque vi um esquema de um amplificador Hi-Fi transistorizado com tip31 na saida... A alimentação é de 40V, não é simetrica, é de baixa potencia mas tem muito mais componentes que esse de 300W!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa pergunta essa de hi-fi.

Dúvido que alguém lhe possa dar uma definição.

Existe , que conheça , uma organização que "tenta" fazer digamos a coordenação .

http://www.aes.org/

Se vir na net vai ver que nada sobre hifi é fácil de ter acordo.

Como é lógico cada fabricante diz sempre "o meu sistema é o melhor".

-------

Quanto aos amplif. que colocou para se dar uma resposta seria preciso :

-análise completa teórica , mas aqui ficariamos apenas nisso.

-montar esses circuitos e medir as diferentes características.

Note que em qualquer dos casos o resultado final será sempre influenciado pela montagem final.

Isto é, um mau desenho de um circuito impresso ou uma má fonte pode deitar por terra o melhor dos esquemas.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, existe muita coisa envolvida no projeto de um amplificador. Pra começar existe um compromisso duro entre ganho e linearidade. você não pode simplesmente pegar uns transistores e amplificar um sinal muito baixo num ganho altissimo, pois você vai trabalhar em regiões não lineares da curva do transistor. Por isso existem amplificadores divididos em estagios.

Alem disso, um componente muitissimo importante é a fonte e toda a parte de alimentação. Tem muito amplificador no mercado que usa componentes excelentes, mas vem com uma fonte meia boca. Dependendo da demana de corrente a resposta do amplificador não fica totalmente estável, fora a questão de ruídos externos.

As vezes tambem existem muitos componentes extras pra proteções e compensações pontuais.

Enfim, é tanta coisa pra se pensar... fora a propria diferença de qualidade dos componentes.

Não adianta você simplesmente pegar uma senoide e simular ela entrando e ver ela saindo. Talvez se você pegar ele na pratica e fizer o mesmo com um gerador de sinais e um osciloscopio, terá o mesmo resultado. A diferença vem na dinamica, varias ondas junto, diferenças de temperatura, ruídos externos e etc. Nessas situações você consegue ver quais amplificadores se mantém coerentes ou não.

Um exemplo clássico é a faixa de resposta em frequencia. Por mais que a gente só ouça de 20Hz até 20kHz, muitos amplificadores hi-end as vezes atingem resposta estável até 200 ou 300kHz, porque quando se mistura varias componentes harmonicas (música), existem picos e transientes que não podem ser representados apenas com uma senoide simples. Dessa forma, se o amplificador talvez só atenda às especificações mínimas, talvez em situações específicas ou em situações limites ele não atenda bem a sua necessidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×