Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
rtek

LED você sabe mesmo sobre eles?

Recommended Posts

Olá

 

Uma crítica para que sempre busquem mais informações!!!

 

Tenho visto muitos afirmar que sabem mesmo o que estão sugerindo, e até já ví gente dizer que o LED só suporta uma tal corrente.

 

E por acaso os LEDs de diferentes potencias não existem?

 

Os que apenas conhecem os vermelhos de 3 ou 5mm deem uma olhada no mercadolivre, pode levar um susto em saber de um LED de mais de 50W, e por acaso vão acender corretamente com a corrente do outro de 1W?

 

Só para ficar claro, sem acender o LED ainda, existe uma coisa chamada DATASHEET e neste arquivo tem os parametros que são seguros e os que são limites máximos, os quais se forem ultrapassados vão ocasionar danos irreparáveis.

 

Como devem saber os LEDs geralmente são controlados por corrente, seja com um simples resistor ou outro circuito mais complexo.

 

O caso é que este não é o único modo de controle, existe uma coisinha chamada PWM, onde uma alternancia de estado, ligado/desligado, ou seja um chaveamento por largura de pulso, alterna o período ativo e com isso o brilho dos ditos LEDs.

 

Hoje a tecnologia está ao alcance de muitos, para controle de LED, existem os controladores de ... LED.

 

E mesmo que pareçam iguais os LEDs podem ser diferentes, o mais indicado é não misturar marcas, se for um painel de LEDs então, é patifaria na certa!

 

Não estudamos mais de 5 anos por acaso, todos os que estão aí na raça são admiráveis pessoas que lutam para se manter em pé e não merecem ser orientados por pessoas que não tem fundamento apropriado!

 

Boa sorte a todos e muito Google para alguns!!!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ta de folga hoje  né rtek respondendo e  criando  tópicos  novos rsrsr é  bom de vez em quando renovar  seja  bem  vindo !

Editado por circuit
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 

Como devem saber os LEDs geralmente são controlados por corrente, seja com um simples resistor ou outro circuito mais complexo.

 

O caso é que este não é o único modo de controle, existe uma coisinha chamada PWM, onde uma alternancia de estado, ligado/desligado, ou seja um chaveamento por largura de pulso, alterna o período ativo e com isso o brilho dos ditos LEDs.

 

 

Olá tudo bem?

 

Acredito que nosso amigo tenha se irritado com algo rsrsrs.

 

Mas voltando ao PWM, vou acrescentar:

Não pode ser um simples PWM em cima do led, pois senão o Led queimará rapidamente. É que PWM puro não abaixa corrente de cada pulso individual e nem a tensão de cada pulso individual.

 

Segue um circuito apropriado para leds de 3A:

 10329160_540924199368891_271133226817130Este CI funciona com PWM de 2Mhz 

 

 

 

Para quem não sabe, na segunda situação a corrente só circula em circuito fechado no indutor, pois na primeira situação o indutor havia armazenado energia em forma magnética no núcleo.

 

Na primeira situação o indutor armazena energia em série com os ledes e na segunda situação o indutor descarrega a energia em paralelo com os ledes 

 

post-533544-0-59261500-1403324875_thumb.

Editado por albert_emule
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

maneiro  albert  não conhecia 

ele  controla o pwm por  tensão ?

o indutor é de quanto mas ou menos ?

não estou  podendo consultar data shet no momento

Editado por circuit

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mantem a corrente no led constante. 

A tensão de entrada mínima é de 10V, a máxima é de 30V.

 

É um PWM normal.

A característica do indutor de fazer a corrente subir em rampa, é que limita a corrente nos leds. porém o CI monitora a rampa. Quando esta rampa atinge o limite, o CI desliga o mosfet. 

 

Contudo indutores armazenam energia, então depois que o mosfet desliga, esta energia armazenada se inverte e descarrega através do Diodo Schottky, também mantendo os leds acesos.

 

O CI é chinês e difícil de achar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ok !  eu  confesso  que so  fraco com  indutores preciso  estudar mas  sobre eles   aquele  soft que esta  no seu blog ajuda  a compreender como eles se comportam com frequência etc...?

avia  comprado um idultimetro  para montar um lcmiter com pic  mas acabei desanimado e dei uma abandonada   mas estou de volta

 

palpite

2 Brasil

0  Colômbia

Editado por circuit

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ok !  eu  confesso  que so  fraco com  indutores preciso  estudar mas  sobre eles   aquele  soft que esta  no seu blog ajuda  a compreender como eles se comportam com frequência etc...?

avia  comprado um idultimetro  para montar um lcmiter com pic  mas acabei desanimado e dei uma abandonada   mas estou de volta

 

palpite

2 Brasil

0  Colômbia

 

Ajuda sim!

É um simulador poderoso para circuito de fonte chaveada.

http://www.linear.com/designtools/software/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só acrescentando um pouco de informação baseada em uma experiência que eu fiz.

 

Há poucas semanas pensei em fazer um estroboscópio com leds e não com lâmpadas Xenon, com já fizera.

Considerei um led branco comum, 3 ou 5mm, não me lembro mais.

A corrente média seria de 10mA, o que permite uma longa vida para o led.

Considerei a necessidade de observar um objeto qualquer girando a uma rotação máxima e que o período em que o led permanecia acesso fosse equivalente a um grau, dos 360 que existem em uma rotação. Isso para ver o evento quase parado e em foco. Com período aceso maior, o objeto passa a não possuir definição. Algo como fora de foco.

Então multipliquei os 10ma por 360, chegando a 3600mA, ou 3,6A.

O led deveria suportar 3,6A por um período Ton de 1/360 e 0A por um período 359/360 de Toff, com repetibilidade igual a rotação máxima estipulada por mim.

Isso é um PWM.

Pois bem.

Sei que a frequência mínima deste PWM é importante. Quanto menor for a frequência, maior o período Ton e a temperatura tem a oportunidade de ultrapassar o limite. Não se pode acionar o led e desligá-lo em condições, que a temperatura suba além do máximo e desça durante o semi-período Toff. A variação da temperatura tem que ser tal que a máxima fique dentro das especificações.

Fiz isso para testar se daria certo. Não deu!

O led durou pouco e a iluminação que ele produzia nestas condições era tão pouca e quase imperceptível.

O led era Xing Ling e não possuía datasheet.

Bons projetos!

MOR_AL

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@MOR,

Esses Leds xing-ling não tem jeito mesmo.... Só por milagre que a gente recebe o Led verdadeiro, isso quando existe um datasheet !

Eu tenho alguns Leds de alta potência da Cree, é considerado um dos melhores do mundo, e tem datasheets fantásticos, com muita informação sobre tudo que precisamos, inclusive sobre os ciclos pulsados de alta corrente.

Caso alguém queira fazer projetos onde precisem levar os Leds perto dos limites, sugiro essa marca, são muito resistentes e tem um ótimo brilho.

@rtek,

Existem módulos prontinhos que limitam a corrente máxima para o Led, e aceitam uma ampla gama de tensões. O problema é entender a nomenclatura que utilizam....

Mas se voce tiver um Led com datasheet ( coisa 99,9% impossível aqui no Brasil porque a grande maioria dos Leds nem os importadores sabem o modelo real, e os lojistas acabam dando a esses Leds os modelos que mais tem procura.... ) , é só verificar a corrente máxima pulsada e a relação de tempo ligado/desligado para não destruir a pastilha por avalanche térmica.

O PWM não faz nenhum milagre nisso, ele apenas permite o controle da luminosidade , mas voce tem de respeitar a relação de tempo, e isso tem tudo a ver com a frequência E a maneira que voce faz o PWM, ou Adeus Led.

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@aphawk

 

Uma dúvida...

 

Digamos que eu tenha uma fonte de 12V e um led destes de 3A de alto brilho que dá de uns 3,3V, poderia eu acendê-lo apenas controlando o PWM, sem nenhuma limitação por resistor?

 

Um PWM não limita a tensão instantânea, e nem a corrente instantânea acredito eu.

Apenas controla a tensão RMS, já que vai existir uma média entre um pulso de 12V e zero V no outro momento.

 

Este Pulso de 12V não danificaria o Led?

 

Eu acredito só ser possível acender um led com eficiência elevada com aquele circuito do CI que postei, ou com CI ou circuito parecido.

 

Estou errado?  

Editado por albert_emule

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×