Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
edurm

Pc Equipado Com Novo Pentium Tem Operação Instável

Recommended Posts

A reportagem testou o micro Syntax Cerberus, um dos primeiros, no Brasil, a trazer o novo processador Pentium 4 560, recém-lançado pela Intel. O chip, cujos circuitos operam com freqüência de comutação de 3,6 GHz (200 MHz a mais do que o antecessor), exibiu resultados contraditórios nas duas provas de performance.

Na primeira, que consiste em converter um vídeo de três minutos com o software Windows Media Encoder (ajustes: VHS Quality VBR e CD Quality VBR), o novo Pentium 4 foi bem: terminou a tarefa em dois minutos e 51 segundos, bem menos do que um Pentium 4 de 3 GHz, que levou três minutos e 35 segundos.

Na segunda prova, que consiste em transformar um vídeo de 42 minutos para o formato MPEG-2, usado na gravação de DVDs, o novo chip foi mal: levou, com o software TMPGEnc (ajustes: CBR 4.000 Kbps, Motion estimate search), 30 minutos e 53 segundos, bem mais do que o chip de 3 GHz (20 minutos e 36 segundos).

Problemas

O mau desempenho no segundo teste pode estar relacionado a defeitos no novo processador e no chipset --circuito controlador da placa-mãe-- usado com ele.

Essa impressão é reforçada pelo comportamento do micro Syntax Cerberus, que apresentou travamentos freqüentes.

Após reinstalar o sistema operacional Windows e atualizar os drivers (programas adaptadores) do chipset usando arquivos disponíveis na página da Intel, os travamentos ficaram mais raros, mas não cessaram: ao terminar a prova com o TMPGEnc, por exemplo, o micro travou.

Para evitar dúvidas, esse teste foi feito três vezes --em todas elas, houve baixa performance e travamento, com um alarme do chipset, ao final da conversão.

O Syntax Cerberus, que custa R$ 5.700, tem o mérito de aliar o novo Pentium 4 a características atraentes, como disco rígido espaçoso (111 Gbytes livres), bastante memória RAM (1 Gbyte), monitor grande (tela convencional, mas de 17 polegadas) e três conectores do tipo PCI Express, que substituirá o padrão PCI atual na conexão de placas de expansão. A máquina também é silenciosa: embora o chip gere bastante calor (segundo a Intel, o nível "normal" é 73ºC), as ventoinhas do Cerberus têm sua rotação controlada automaticamente, reduzindo o ruído.

Apesar disso, os defeitos no Pentium 4 e no chipset e a migração da Intel para processadores de 64 bits tornam desaconselhável a compra imediata da máquina.

Fonte: Folha Online

http://www1.folha.uol.com.br/folha/informa...124u16340.shtml

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:(

Fala galera,

fui dar uma olhada em algumas informações e olha só :

O P4 northwood tem como temperatura de junção (Tcase) igual a 69C até 3.4GHz

O tal do extreme edition é 73C

Este novo aí , o Prescott varia de 72 até 74C dependendo do clock. O mais alto é p/ o 3.6GHz

O Athlon 64 com clock de real de 2.4 GHz (eu disse real ok ? apenas como referência) é de TCase 70C .

Pelo que eu entendí nos data sheets dos produtos o P4 pode alcançar até 80 C.

Passando dos 76 C por exemplo ele entra em modo de segurança e reduz o clock p/ não queimar.

O da AMD vai até os 70C e se auto desliga se a board suportar este recurso.

Pelo que lí no datasheet térmico deles , o processador manda um sinal p/ board.

Já o da Intel tem algo nativo que não depende da board.

Favor me corrigir se entendí algo errado.

Fique surpreso quando lí isto .. eu nem imaginava este lance aí.

Eu acreditava que o tal do Prescott pegava fogo .. realmente o danado é quente mas lendo as informações do site entendí melhor como ele funciona.

Bom , "taca"gelo em todo mundo !!!!

Hey , olha só o que eu descobri.

Entrei em contato com os caras desta máquina da Folha e descobri que o equipamento que eles enviaram era uma board de pré-produção.

Se realmente for verdade acho que todo mundo fez burrada:

1) Não deviam ter enviado a máquina p/ avaliação.

2) O jornal poderia ter informado isso nos testes ... ou melhor , devia ter esperado um produto final p/ não queimar o filme de todo mundo ...

3) Caracas .. eu quero resultados de produtos finais , não de pré-produção !!

4) Comprova que a Intel cagou no projeto .

5) Como é que uma ##### destas acontece ??? hahahahaha

Bom de qualquer forma ficou feio pra empresa e pra própria Intel ... mas que o jornalista podia ter explicado melhor, ah , isso ele podia.

Como eu disse , não sei se realmente é verdade este papo.... anyway , vamos ver aonde este lance vai parar ..

[]s

Raven

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que essa de ser placa pré-produção não convence muito. Se está montado na máquina de exposição/testes é porque já é da revisão que deve ser produzida e usada por eles. Pode ter outros fatores, como BIOS, mas não convence muito dar a desculpa que deram, pois quase todo lançamento (chipset novo) ocorre na mesma circunstância, quando as placas ainda não estão maduras. Por curiosidade o primeiro Athlon foi lançado e enviado para testes em um placa feita pela própria AMD, que nunca fez motherboards e essa placas (denominada Fester, que era a motherboard de referência para produção), nunca foi além de um experimento. E deve muito bem ter sido feita as pressas, pois os fabricantes de boards estavam com medo da reação da Intel contra elas por ajudarem o concorrente. Nada desses problemas de travamentos. Mas eu também não li sobre esses problemas nos outros testes do novo chipset. Isso pode muito bem ser algo localizado, tipo fonte mal dimensionada, etc...

Ah, essas temperaturas que você apresentou são as de funcionamento com confiabilidade. O A64 só desliga bem depois disso. O processador apenas desliga a alimentação em caso extremo, aonde a temperatura é muito alta (100ºC ou mais). O P4 também se desliga nessa faixa de temperatura.

Tem gente que acha isso moderno, ter um controle independente, mas isso é apenas uma necessidade de um processador que foi planejado para trabalhar com clock altissímo e consumir muita energia. Sem isso seria extremamente arriscado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Sledge !!

Valeu pelos comentários.

Bom , de qualquer forma a Intel fez uma grande #####.

Acho que os caras da empresa que enviou a máquina não deu sorte mesmo. Eles podem ter recebido uma das primeiras boards ou sei lá...

Eu acho muito arriscado avaliar este tipo de produto . Mesmo sendo um "quase" produto final ou melhor dizendo , um pré-release, os caras ficam na sede de lançar o produto que acaba dando uma ##### destas ...

De qualquer forma as danadas tão dando pau ...

já foi a época que a Intel tinha um bom pré-produção...heheheheh

Sei lá ... eu não curto muito a Folha..

Eles já deram muita paulada na AMD também e foi sem razão ... fiquei fulo da vida !!

Tá certo que os caras tem que ser imparciais mas falar abobrinha também é f@#$ !!

Abraços meu chapa!!

Raven

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Apollyon_antichrist@30 jun 2004, 16:48

73º "normal"  :ahh:

sem noção!!!

muito comedia essa intel!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Ravenloft@02 jul 2004, 13:56

Bom , de qualquer forma a Intel fez uma grande #####.

Acho que os caras da empresa que enviou a máquina não deu sorte mesmo. Eles podem ter recebido uma das primeiras boards ou sei lá...

Eu acho muito arriscado avaliar este tipo de produto . Mesmo sendo um "quase" produto final ou  melhor dizendo , um pré-release, os caras ficam na sede de lançar o produto que acaba dando uma ##### destas ...

De qualquer forma as danadas tão dando pau ...

já foi a época que a Intel tinha um bom pré-produção...heheheheh

Realmente, a Intel já foi insuperável nos seus lançamentos. Lembra do chipset Camino? Lembra do P3 Coppermine 1.13GHz? Esses são lançamentos insuperáveis :rolleyes:

Eu realmente acho que a Intel não sabe viver sobre pressão. Sempre que toma um sufoco ela faz um monte de besteiras. Mas não acho que dessa vez seja um caso grave.

Eu acredito mais em incompetência da empresa que montou o micro (mandar algo meia boca é pedir para se queimar), pois outros não relataram esse tipo de problema (outros sim). Se bem que as empresas além de enviar o material para testes, eles indicam como deveria ser feito os testes. Aqueles que procuram fugir um pouco da forma como é indicado o teste pela empresa é que costumam encontrar as sujeiras. Mas a Folha não fez nada demais que outros não fizeram. Acho que o problema é essa máquina ai. Não é o caso de condenar tudo, apesar de terem sido recolhidas as placas, pois em alguns casos a placa não dava boot (mas instabilidade não tinha).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu também acredito que possa não ser o processador...

Existem inumeras causas que podem acarretar instabilidade...

Mas se for mesmo defeitos no processador, não seria a primeira vez que a INTEL comete uma kgada assim, alguem se lembra? :rolleyes:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×