Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
d0ug

Pfc = Jogada De Marketing Das Empresas?

Recommended Posts

Sem PFC gera mais carga que não é usada, como conseqüência aumenta a temperatura, e com o PFC a fonte tem um aproveitamento geral de 95%. É essa a vantagem de se ter uma fonte com essa característica? Ou os resultados não são tão expressivos caracterizando uma jogada de marketing das empresas?

Outra coisa, pelo que vejo, a não ser pelo ganho de eficiência da fonte, não ganhamos nada na conta de luz... Já que o Correção de Fator de Potência só se aplica a grandes consumidores, (indústrias e fábricas em geral) em que elas precisam controlar uma média desse fator de potência (não lembro o valor) ou paga-se uma multa... Então para nós usuários "comuns", conclui-se que não há diferença nenhuma na conta de luz no final do mês?

Falou!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Também não vejo muita vantagem nesse negócio de PFC não.Até porque algumas fontes topo de linha não usam isso,e são muito boas,como as TTGI.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nem vou discutir, pois opinião é como cabelo, cada um tem o seu.....ehehehe

Mas pensem tecnicamente, preferem um MOTOR 1.0 andando a 190Km/h(cuspindo óleo) ou um MOTOR 2.2 desfilando a 200Km/h sem gritar e nem chorar?!!!!!

PFC é tecnologia, desempenho com rendimento, não é isso que procuram? Eu sim....

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, PFC não vai mudar a potência da fonte como no seu caso hipotético, se fosse um carro com motor 1.0 a 190 por hora cuspindo óleo, e um outro com o mesmo motor a 200 por hora rodando na boa, aí sim seria uma comparação mais justa. Essa comparação que você fez é a mesma coisa que comparar uma fonte de 200W esquentando, com uma de 400W sustentando uma carga de 10W...

A questão do PFC é polêmica mesmo, mas a diferença é só essa: Eu não pago reativos ( por enquanto ), então porque eu devo me preocupar com isso ?!?! Então, se a minha fonte está com 10% de fator de potência ou 99%, só faz diferença para mim porque a vida útil vai se comprometer porque vai esquentar muito. Mas uma fonte normal tem fator de potência em torno de 65%, uma com PFC ativo tem fator de potência de 95% mais ou menos. O aquecimento quase não muda ( menos de 10 graus, se não estou enganado, o que está dentro da especificação do equipamento, e portanto não diminui a vida útil dele ).

Ora, se eu não pago energia reativa ( VAr ), só pago a energia ativa ( W ), e a minha fonte não vai mudar isso ( bom, se eu comprei uma fonte de 350W reais, ela vai me dar 350W, e não 600W... ), então que diferença faz se o fator de potência é 0,65 ou 0,99 ??? Eu vou estar pagando o mesmo tanto de energia elétrica com a minha fonte de 350W e fp=0,65, se comparado com outra pessoa que tem uma fonte de 350W e fp=0,99...

PFC é tecnologia sim, mas é desempenho com fator de potência, rendimento são outros 500...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pô Satoru

Nem vou estender-me sobre seus comentários!!!!! para mim, ter desempenho com rendimento otimizado, é tudo o que busco! Não tô preocupado com o valor da conta de energia.

Como dizem por ai....PFC não é fantasia, é tecnologia!!

para pensar....Qual a melhor situação? Um equipamento X que rende 95% ou um equipamento Y que rende 65%?

Ora pois, pois.....será que tô no caminho certo?! :wacko:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por MEIRANETO@13 jul 2004, 23:33

Pô Satoru

Nem vou estender-me sobre seus comentários!!!!! para mim, ter desempenho com rendimento otimizado, é tudo o que busco! Não tô preocupado com o valor da conta de energia.

Como dizem por ai....PFC não é fantasia, é tecnologia!!

para pensar....Qual a melhor situação? Um equipamento X que rende 95% ou um equipamento Y que rende 65%?

Ora pois, pois.....será que tô no caminho certo?!  :wacko:

Bom, aí já é outra situação... a questão que você está colocando é de rendimento. Aí sim, quanto maior o rendimento, melhor.... O seu computador muito, mas muito dificilmente vai trabalhar com a carga nominal da fonte e nem precisa disso para ter alto rendimento. Ele já é quase ( ou mais ) 90%, porque a fonte não vai puxar da rede mais do que o seu computador está consumindo, porque o que está dentro dela são componentes inertes, sem partes mecânicas móveis, e a única perda que tem é por aquecimento, que em fontes de qualidade não é tão acentuado... ( lembrando que rendimento é o que você consome dividido pelo que lhe é fornecido )

Rendimento não é a mesma coisa que fator de potência, e é aí que o marketing pega os desavisados.

É claro que para as concessionárias seria uma maravilha, um consumidor não faz diferença, mas se todas as pessoas em uma região resolverem adotar fontes com PFC ativo, ela vai agradecer. E se o preço de uma fonte com essa tecnologia fosse o mesmo ( o que eu acredito que não seja ), é lógico que eu iria preferir uma com PFC ativo, não porque eu gosto da Cemig, mas já que eu posso contribuir para melhorar a qualidade da energia, por que não fazer ??

A melhor situação para qualquer lado ( concessionária ou baixo consumidor ), é um equipamento com alto rendimento. Agora, para um baixo consumidor, tanto faz se o fator de potência é alto ou baixo, mas para a concessionária é melhor o alto.

Você está no caminho certo sim, mas uma andorinha só não faz verão. E no Brasil, as concessionárias de energia elétrica não merecem, mas seria muito bom se todas as pessoas colocassem fontes com PFC, não porque vai economizar na conta, mas para melhorar a qualidade da energia elétrica, que não é grandes coisas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendo o seu raciocínio e concordo, mas o que quero dizer e sei que você deve entender, é o seguinte: tendo um alto FP, a energia será de melhor qualidade quando alimentar o regulador da placa-mãe! Dessa forma, esse regulador irá trabalhar com menos interferências oriundas da rede elétrica e que a fonte não foi CAPAZ de resolver. Ao final, toda essa MELHORA, será vista como uma condição otimizada de funcionamento e será refletida como desempenho, estabilidade, confiabilidade....é disto que precisamos...

Se todos usassem fontes com PFC, com certeza a qualidade da energia seria melhor! Agora, e nessa condição, não ganharíamos todos? Claro que sim, independentemente das vantagens logradas pelas concessionárias....

Só para esticar mais um poukito....as perdas não são somente causadas por aquecimento!!!! Lembra-se do FP médio de eletroeletrônicos? Baixo..por quê? Porque nestes componentes, existem uma Reatância Capacitiva, Indutiva e a Resistência PURA, esta sim, responsável pelo aquecimento!!!

Ainda tem muito para ser discutido, mas no nível de discussão aqui do fórum, muitos ficariam perdidos nesse assunto...e não é conveniente atropelarmos o básico....

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não entendi... a que tipos de interferências da rede elétrica você se refere ?!?! Corrigir fator de potência não corrige falhas da rede, tipo picos de energia, ou harmônicos... corrigir fator de potência tem como objetivo básico manter a tensão constante e na nominal, ou seja, pro que está dentro do computador, uma fonte de qualidade já basta, porque as linhas de +5, +3.3 e +12V quase sempre já estão nestes valores mesmo em fontes sem PFC, o objetivo desse dispositivo nas fontes acho que é outra...

A melhoria do fator de potência no caso proposto no tópico, é que, usando-se uma fonte com alto fator de potência economiza-se energia, isso não é totalmente verdade... usando-se PFC, o transformador da fonte fica menos carregado e assim ela ( a fonte ) aquece menos, e aumenta a possibilidade de se colocar mais cargas. A economia é tão pequena que para pagar o PFC demoraria anos, e não em pouco tempo como dizem por aí... querem reduzir os gastos com energia minimizando as perdas da fonte, o que é pouco. Acho que deveriam atacar outras peças, como processadores e placas de vídeo, que gastam muita energia.

Eu não disse que perdas são causadas apenas por aquecimentos, mas nas fontes, quase toda a perda é causada pelo aquecimento, então nem considerei as outras formas. :joia:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como disse antes, o assunto é muito extenso e assim, vamos deixar como está!

Abraços :-BEER hoje é dia....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por wantedband88@16 jul 2004, 23:22

maxxtro

:tantan:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×