Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Sagara Sousuke

Evitar choque de motor de microondas

Recommended Posts

Comprei um motor de microondas e queria saber se é possível utilizar algum componente (Componentes) ou criar um circuito para poder evitar acidente elétrico. Acontece que se a pessoa girar o motor com a mão e pegar nos terminais onde entra a alimentação, obviamente que um motor serve como gerador elétrico, ela vai tomar um choque violento. Preciso construir algo que evite que a pessoa tome choque caso esse tipo de situação ocorra. Acontece que isso é para um projeto de churrasqueira com espeto giratório, e todo o cuidado é pouco, inclusive por causa de crianças, e não to afim de ser processado depois por que um cliente descuidado não viu os filhos brincando com o negócio, ou por qualquer outro motivo.

 

Resumindo, preciso saber como evitar que a carga chegue até a ponta do plug de tomada, caso alguém tenha a brilhante ideia de girar o motor. O motor tem 4 W, funciona com 110 volts.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mesmo sendo um motor engrenado (reduzido), não acho que geraria mais que 40vac.

Até procurei um aqui para testar mas não o achei.

Você chegou a medir?

Acho que está preocupado à toa.

Editado por cesardelta1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu medi uma vez @cesardelta1, da uns 350v se girar rápido, já levei uns choques desse dai uma vez também, não é nada extraordinariamente forte, só um choquezinho...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, FelipeZ. disse:

Eu medi uma vez @cesardelta1, da uns 350v se girar rápido, já levei uns choques desse dai uma vez também, não é nada extraordinariamente forte, só um choquezinho...

Sim, se você girar em uma rotação relativamente alta e constante, eu concordo.

Estou dizendo no caso de uma pessoa propositalmente girar com a mão, não deve gerar muita coisa, aliás medi uma furadeira engrenada aqui e não consegui dar dois giros completos e nem 20milivolts.

 

Eu já tomei um choquinho doído em uma bomba d'agua. A dita não tinha uma válvula de retenção, então quando a desligava, a água voltava e girava o motor ao contrario até a água acabar.

Então já posicionado para desemendar os fios para tirar o motor, pedi que o desligasse e metí a mão nas emendas, não foi muito gostoso não.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Eu vi um cara no youtube falando q ele girou esse negócio e tomou o pior choque da vida dele. Isso não é a mesma coisa que uma furadeira. Uma furadeira quando é acionada gira numa velocidade extremamente alta, então a gente tem que girar ela bem rápido com a mão pra produzir energia. Um motor de microondas é diferente, ele gira a 3 - 5 RPM então nao é preciso um grande esforço para produzir Alta Tensão girando com a mão, e aí é que mora o perigo. Talvez um circuito com diodos possa evitar isso?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Um circuito com diodos poderia evitar isso se fosse um motor de corrente contínua. 

    Este é de corrente alternada, se colocar diodos o motor não vai funcionar. 

    Não sei pra que se preocupar com isso, pois quem vai ter a ideia de segurar as duas pontas da tomada e girar o motor ao mesmo tempo? 

    E outra, se é pra churrasqueira tem que ter um suporte pra encaixar o espeto e tudo mais. Vai ficar lá, preso na churrasqueira, não é?

    No fim o tal eixo ficará impossível de girar com a mão em alta velocidade.

    Mas se isso realmente for necessário, a solução mais simples seria ligar um relé de 110V. Pois os contatos só ficariam fechados quando estiver na tomada. 

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Pior choque da vida dele? ta brincando né? huahauha Isso ai só da um choquezinho de leve, o cara nunca levou choque então.... Enfim a uns 20 rpm ja gera uns 300v, o que é altinho mas não faz absolutamente nada por causa da baixíssima corrente, só mataria alguém se você ligasse isso ai diretamente no coração da pessoa....

     

    PS: Os piores choques que já levei estão entre um capacitor de 300uf carregado a 320v que eu tive a infelicidade de encostar, e um de uma desses geradores de alta tensão ZVS, não pelo estrago, mas sim pela sensação horrível de euforia que eu fiquei depois do choque, parece que te injetaram epinefrina na veia

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Penso que de fato tal motor (que tem ímã) pode gerar uma potência (no caso tensão) considerável.

    Penso também que um relé que só liga na presença da rede pode ser uma boa pedida. Inclusive usando o contato n.f. para deixar o motor em curto dificultando o giro

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    19 horas atrás, cesardelta1 disse:

    Sim, se você girar em uma rotação relativamente alta e constante, eu concordo.

    Estou dizendo no caso de uma pessoa propositalmente girar com a mão, não deve gerar muita coisa, aliás medi uma furadeira engrenada aqui e não consegui dar dois giros completos e nem 20milivolts.

     

    Eu já tomei um choquinho doído em uma bomba d'agua. A dita não tinha uma válvula de retenção, então quando a desligava, a água voltava e girava o motor ao contrario até a água acabar.

    Então já posicionado para desemendar os fios para tirar o motor, pedi que o desligasse e metí a mão nas emendas, não foi muito gostoso não.

    O giro ao contrário carregou o capacitor. \por isso tomou choque.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    8 minutos atrás, Dom Bonilla disse:

    O giro ao contrário carregou o capacitor. \por isso tomou choque.

    A bomba era trifásica, eu tomei o choque porque ela estava girando a uns 2000 RPM hehehe.

    7 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

    Penso que de fato tal motor (que tem ímã) pode gerar uma potência (no caso tensão) considerável.

    Penso também que um relé que só liga na presença da rede pode ser uma boa pedida. Inclusive usando o contato n.f. para deixar o motor em curto dificultando o giro

    Eu não sabia que esses motores eram de ímã.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Bom, sobre o cara ter dito que tomou o pior choque da vida dele, foi o que ele disse ne, não eu.... Já no meu caso, pior choque que tomei mesmo foi de tomada de 220v, por acidente.

    A tensão gerada pelo motor, em alta velocidade, é bem alta, mas a corrente é muito baixa mesmo. Tirei o meu da embalagem hoje, não será mais necessário o circuito. Os modelos de agora estão vindo com o eixo travado, então só gira quando liga, não da pra girar com a mão.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×