Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Joao Fabri

Fontes de Tensão AC

Recommended Posts

Boa noite !!

 

Preciso desenvolver uma fonte de alimentação AC variável, encontrei muitos tópicos relacionados a fontes de alimentações para corrente continua, porém nao encontrei nada a respeito.
Não é nada complexo apenas ser alimentado com 110VAC e regular estes 110VAC ....

 

POR FAVOR ME AJUDEM!!!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já tive essa necessidade, pesquisei bastante e cheguei a conclusão de que a forma mais prática, confiável e barata é comprar um variac.

Resolveu meus problemas, mas tome cuidado com a potência, escolha um que se encaixe na potencia que precisa.

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-696301618-regulador-tenso-monofasico-variac-tdgc2-05-05kva-220vca-_JM

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boas,

 

Realmente a sugestão do Variac é a que fica mais em conta, a priori!

 

Mas, qual potência de saída você precisa? É pra ficar ligado direto ou só pra testes em bancada? Tu vai alimentar motores ou iluminação, etc?

 

Se a fonte for para uma bancada, Variac é o melhor, mas se você precisa de mobilidade, então o mais leve seria um retificador e inversor. 

 

O Variac utiliza um transformador (bruto mas resolve). No entanto, se for pra ficar ligado direto, o fator de potencia baixo aumenta o consumo elétrico. Sendo assim, responda as perguntas para podermos te ajudar conforme suas necessidades específicas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @Eletronortico  boa noite!!

     

    Trabalho com manutenção de maquinas de solda, e usamos a fonte para testar válvulas solenoides, contatores e etc...

    Creio eu que uma fonte de 0 a 110VAC por 2A já esta ótimo.

    Em relação ao variac a fonte que temos em nossa oficina é exatamente construída com variac, e por ser imprecisa e ser desameadamente grande queria desenvolver algo eletrônico...

    O que voce me sugere ?

     

    adicionado 2 minutos depois

    @cesardelta1 Boa noite !!

    A fonte que possuímos em nossa oficina possui um variac e por ser grande e as vezes imprecisa eu gostaria de desenvolver algo mais preciso e compacto.

    algo compacto mais eletrônico você tem alguma sugestão ??? 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    O Variac coube como uma luva para mim porque eu a uso para testar etapas de retificação, carregadores de baterias 6, 12, 24 e 48V ou etapas de potencia. Posso testar essas coisas todas com uma grande variedade de tensão e corrente sem ter que montar uma fonte para cada caso.

     

    O que eu poderia te indicar seria um transformador com vários tapes, com as principais tensões que você usa, mas não ficaria nada compacto e a precisão também dependeria da rede 127V/220V.

     

    Quanto a um circuito eletrônico, eu já vi alguma coisa tipo um circuito regulador de AC, mas lembro que é bem complexo e de baixa corrente.

    Observe que a maioria dos componentes eletrônicos são feitos para funcionar em corrente continua, e meu conhecimento em eletrônica só chega até aqui.

     

    Aguarde a opinião de pessoas mais capacitadas que eu.

    Abraço

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Se 10 vezes eu tivesse o mesmo problema seu ai, 11 delas eu adotaria um Variac...

    Um desses dai, por exemplo: http://itest.com.br/Eletro-Eletronica/variador-de-tensão-variac-estabilizador-de-tensão/variador-de-tensão-monofasico-variac-05-kva-2a-jng-tdgc-05.phtml?gclid=CK3E-PGvrdECFcRDhgodtYQGvA

    Editado por faller
    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Fonte AC de bancada. Possui muita precisão:

     

    adicionado 8 minutos depois
    Em 04/01/2017 às 22:14, Joao Fabri disse:

    Boa noite !!

     

    Preciso desenvolver uma fonte de alimentação AC variável.

     

    POR FAVOR ME AJUDEM!!!!!!

     

    Qual a sua formação? 

    Engenharia? 

     

    Se for engenheira eu posso de dar um norte.

    Mas um circuito que seja capaz de regular corrente AC é um pouco complexo.  

     

     

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Em 04/01/2017 às 22:14, Joao Fabri disse:

    Preciso desenvolver uma fonte de alimentação AC variável, encontrei muitos tópicos relacionados a fontes de alimentações para corrente continua, porém nao encontrei nada a respeito.
    Não é nada complexo apenas ser alimentado com 110VAC e regular estes 110VAC ....

     

    As suas duas frases são bem contraditórias, meu amigo.

     

    Regular os 110VAC é uma coisa, e fazer a tensão AC variável é outra bem diferente !

     

    E quanto ao "nada complexo" , creio que você não tem a ideia exata do que está pedindo.... é complexo !

     

    Eu faço coro com o resto dos membros : iria de Variac, um de boa potência, assim ele teria uma queda de tensão pequena conforme muda o consumo de corrente.

     

    Paulo

    Editado por aphawk

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Em 04/01/2017 às 22:14, Joao Fabri disse:

    Não é nada complexo apenas ser alimentado com 110VAC e regular estes 110VAC ....

     

     

    Você quis dizer estabilizar? ou variar?

    Um no-break estabiliza e com margem de 2% de variação para cima e para baixo. 

    Significa que de uma saída de 120Vac, pode chegar a 122.4V ou abaixar para 117.7.

     

    Mas acredite: 

    Isso é o melhor que se pode conseguir de estabilização em tensão AC. 

     

    Qual o percentual de variações que você precisa? 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @albert_emule Boa noite!!

     

    Para ser mais exato preciso de uma fonte de alimentação em que eu consiga variar minha saída em um range de tensão de 0V até 110V com capacidade de até 2 Amperes.

    As cargas que serão testadas por estas fontes são Válvulas solenoide de 24V 42V; Contatores 24V, 42V, 110V e por ai vai, são apenas testes de bobinas dai a pouca necessidade de ser uma fonte de alta potencia.

    Minha ideia inicial era construir uma fonte desta usando a eletrônica puramente, porém com resposta do pessoal acredito que o uso de um bom e velho variac seja a melhor saída rsss

     

     

     

    adicionado 6 minutos depois

    @aphawk Boa noite!!

     

    Confesso ficou bem contraditório...

    Devido em nossa oficina ja ter uma fonte de faça esta variação de saída em um range de tensão de 0V até 110VAC, e por ela possuir um variac aonde as vezes não atende as necessidades quando as tensões exigidas são minimas próximas dos 10V,  por ela ser robusta e grande minha ideia inicial era a de construir uma fonte que faça esta mesma função porém puramente construída com a eletrônica.... porém com as respostas que deram percebi que um bom  circuito com um variac ainda é a melhor opção rssss

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Joao Fabri ,

     

    Creio que você pode dar uma melhorada nesse processo. É uma variação da ideia do @cesardelta1.

     

    Use um transformador de 220V para 110V, e ligue a entrada dele de 220V em sua rede de 110V, de potência adequada ao que seus solenóides e válvulas requerem.

     

    Assim, terá cerca de 55V na saída desse transformador. Use essa tensão para alimentar o seu Variac, e você terá bem mais precisão quando trabalhar com tensões baixas tipo 10V, pois não estará mais tão no início da faixa de variação do seu Variac. 

     

    Se quiser , pode levar esse princípio mais adiante, por exemplo usando um transformador de 110V para 20V, e nesse caso para obter seus 10V o Variac terá de estar ajustado perto do meio da faixa dele !

     

    Pode implementar uma chave de dois polos e duas posições para selecionar onde vai ligar o Variac, se nos 110V ou na saída do transformador.

     

    Paulo

    Editado por aphawk

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Em 06/01/2017 às 09:08, albert_emule disse:

     

     

    @albert_emule Sou técnico em Eletroeletrônica e estou cursando engenharia de controle e automação..

     

    Me ajudeeee rsss imagino que deva ser bem complexo.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    2 horas atrás, Joao Fabri disse:

    @albert_emule Sou técnico em Eletroeletrônica e estou cursando engenharia de controle e automação..

     

    Me ajudeeee rsss imagino que deva ser bem complexo.

     

    Ok

     

    Vou mostrar o que já andei estudando e ponto em prática: 

     

    adicionado 1 minuto depois

    O circuito que mostrei no vídeo, é este: 

    10303765_530001087127869_710862565834570

     

    adicionado 6 minutos depois

    Usar um chaveador na saída de um retificador para "fatiar" a senoide, não deu muito certo. 

    Os transistores e os demais componentes ficam sofrendo com a força contra-eletromotriz gerada pelo primário do transformador em razão do chaveamento.

     

    Só existe uma forma de resolver o problema da força contra-eletromotriz: 

    Um conversor Buck AC.

    14429555_987796868014953_374745092_n.png

     

    adicionado 38 minutos depois

    O princípio de funcionamento é o seguinte: 

    O indutor é de baixo valor, 1mH por exemplo.

    O capacitor também é de baixo valor, de uns 10uF daqueles não polarizados. 

     

    Sendo que a entrada é uma tensão alternada de 60Hz, em 127V ou 220Vac, O PWM não precisar ser modulado.

    Basta um PWM comum sem modulação de senoide. 

     

    Num exemplo: 

    Se entra 220Vac e você faz chavear PWM com 50% de duty cycle, a saída será de 110Vac.

     

    Digamos que você queira controlar a amplitude do semi-ciclo positiv0 da onda senoidal.

    Lá no esquema do conversor Buck AC, T1 tem que chavear o PWM. Digamos que com 50% de duty cycle, para poder entrar 220Vac e sair 110Vac. O PWM tem que ser de uns 20Khz.

     

    T1 chaveará um pulso dos 20Khz e em seguida desligará. Quando desligar, T4 tem que ligar imediatamente. 

    O segredo está em T4. 

     

    Quando T1 desliga, surge uma força contra-eletromotriz no indutor que tende a manter a corrente fluindo no mesmo sentido que fluía antes, quando o T1 estava ligado chaveando.

    Se a força contra-eletromotriz não encontrar um circuito fechado para se dissipar, a corrente produzida pela força eletromotriz se transforma em alta tensão que causará problema nos componentes.

     

    Por isso que quando T1 desliga, T4 tem que ligar imediatamente, para poder drenar a força contra-eletromotriz.

     

    Se formos analisar o semi-ciclo negativo, veremos que funciona do mesmo jeito:

    Quando T3 desliga, T2 tem que ligar imediatamente, para drenar a força contra-eletro-motriz 

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Editado por albert_emule

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @albert_emule obrigado pelo circuito, estou lendo e relendo varias vezes para tirar minhas duvidas, a primeira impressão ele parece realmente ser bem complexo

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Em 07/01/2017 às 14:31, Joao Fabri disse:

    @albert_emule obrigado pelo circuito, estou lendo e relendo varias vezes para tirar minhas duvidas, a primeira impressão ele parece realmente ser bem complexo

     

    Conseguiu compreender? 

     

    Veja:

    https://www.youtube.com/watch?v=avdc3RyxumM&t=296s

     

     

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×