Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Flavia Dutra

Boletim 1.595 – 10/03/2017

Recommended Posts

Boletim do Clube do Hardware | www.clubedohardware.com.br
Boletim 1.595 – 10/03/2017
Editado por Flavia Dutra
boletim@clubedohardware.com.br
Proibido Copiar ou Republicar - www.clubedohardware.com.br/pagina/legal

Índice
1. Confira o novo layout do Clube do Hardware!
2. Teste seus conhecimentos no Clube do Hardware
3. Artigos da Semana
4. Ancine nega rumores de que o governo brasileiro pretende taxar jogos eletrônicos
5. Estudo revela que foram vendidos 33,9 milhões de dispositivos vestíveis no último trimestre de 2016
6. Pesquisa mostra que usar redes sociais em excesso causa sensação de isolamento nas pessoas
7. Inventor das baterias de íon-lítio cria nova bateria feita de eletrólitos de vidro
8. Instituto Gartner afirma que a maioria das pessoas ainda rejeita a tecnologia de Internet das Coisas

------------------------------------------------------------

1. Confira o novo layout do Clube do Hardware!

Migramos o nosso site para uma nova plataforma, mais moderna e funcional. Confira hoje mesmo!

http://www.clubedohardware.com.br

[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

------------------------------------------------------------

2. Teste seus conhecimentos no Clube do Hardware

Você sabia que no Clube do Hardware temos uma área de "provas", onde você pode testar seu conhecimento técnico sobre hardware, redes e eletrônica? Confira hoje mesmo!

http://www.clubedohardware.com.br/provas/

[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

------------------------------------------------------------

3. Artigos da Semana

Teste do processador Core i7-7700K
http://www.clubedohardware.com.br/artigos/processadores/teste-do-processador-core-i7-7700k-r36669/

Por que usuários defendem marcas?
http://www.clubedohardware.com.br/artigos/outros/por-que-usuários-defendem-marcas-r36670/

Teste do SSD WD Green de 120 GiB
http://www.clubedohardware.com.br/artigos/armazenamento/teste-do-ssd-wd-green-de-120-gib-r36664/

Mitos do hardware #05: fabricantes de antivírus criam vírus
http://www.clubedohardware.com.br/artigos/programas/mitos-do-hardware-05-fabricantes-de-antivírus-criam-vírus-r36671/

------------------------------------------------------------

4. Ancine nega rumores de que o governo brasileiro pretende taxar jogos eletrônicos

Depois da divulgação de que o governo brasileiro pretende cobrar o imposto Condecine (Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional) através da Ancine (Agência Nacional de Cinema), a serviços como o Netflix, rumores indicam que a taxa também deve ser aplicada na indústria de jogos.

Segundo informações, a Ancine entende que os jogos eletrônicos também estão incluídos em conteúdo de audiovisual e são um campo rico em produção cultural.

Entretanto, a Ancine emitiu um comunicado desmentindo a implantação da taxa adicional e dizendo que o estudo do qual surgiram os rumores tinha como objetivo analisar a situação do setor de jogos eletrônicos no Brasil e as barreiras ao desenvolvimento de uma indústria nacional. No comunicado, a Ancine cita ainda que o novo imposto seria na verdade uma contribuição específica, com a finalidade de financiar a produção de jogos eletrônicos nacionais, de modo a não aumentar a carga tributária atual. O valor seria repassado ao Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), responsável pela distribuição de verba entre interessados a partir do programa “Brasil de Todas as Telas”.

Atualmente, os jogos eletrônicos são classificados pelo governo como “jogos de azar” e, por isso, recebem alta carga tributária.

Até o momento, não há indícios de quando começará a substituição de taxas ou mesmo se a recomendação da Ancine será praticada.

Mais informações:
http://bit.ly/2myS77L

------------------------------------------------------------

5. Estudo revela que foram vendidos 33,9 milhões de dispositivos vestíveis no último trimestre de 2016

De acordo com estudo da consultoria IDC, as vendas de dispositivos vestíveis alcançaram 33,9 milhões de unidades ou 16,9% do mercado mundial no quarto trimestre de 2016.

Ramon Llamas, gerente da equipe de pesquisa do IDC, disse que a principal razão para o aumento da comercialização de equipamentos vestíveis está ligada ao funcionamento independente dos smartphones.

Ainda segundo a pesquisa, uma em cada cinco pessoas afirmaram que os smartphones são muito volumosos para serem usados em treinos físicos.

Llamas comentou que a estratégia atual é fazer com que os consumidores comprem dispositivos multiuso, usados como acessórios de roupas e que ofereçam diversas informações sobre saúde, localização e o ambiente ao redor.

Os pesquisadores estimam também que o número de vendas do segmento de vestíveis aumente com a promessa de novos produtos neste ano.

Mais informações:
http://bit.ly/2lVvsyj

------------------------------------------------------------

6. Pesquisa mostra que usar redes sociais em excesso causa sensação de isolamento nas pessoas

Pesquisa realizada pela Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, indica que as pessoas que utilizam mais de duas horas por dia as redes sociais tendem a se sentir solitárias e socialmente excluídas.

Segundo o autor do estudo, Brian A. Primack, existem problemas de saúde mental e isolamento social no nível epidêmico entre jovens adultos principalmente por causa do Facebook.

Além disso, Primack disse: “A vida moderna tende a nos compartimentalizar em vez de nos unir. Enquanto parece que as mídias sociais apresentam oportunidades para preencher esse vazio social, o estudo sugere que essa pode não ser a solução que as pessoas procuram”.

No entanto, a pesquisa não afirma com certeza se é a sensação de isolamento que leva pessoas para as redes sociais ou se a dependência de internet que provoca os efeitos nocivos.

O estudo foi realizado nos Estados Unidos com 1.787 pessoas com idades entre 19 e 32 anos.

Mais informações:
http://cnet.co/2lzamuB

------------------------------------------------------------

7. Inventor das baterias de íon-lítio cria nova bateria feita de eletrólitos de vidro

O inventor das baterias de íon-lítio e professor da Universidade do Texas, John B. Goodenough, anunciou a criação de uma nova bateria em estado sólido mais segura, em parceria com a pesquisadora Maria Helena Braga, da Cockrell School, e uma pequena equipe de cientistas.

A nova bateria tem capacidade de armazenar o triplo de energia, que pode ser carregada em poucos minutos, suporta grande quantidade de ciclos de carga e descarga, funciona a partir do uso de eletrólitos de vidro, não formam dendritos, elemento responsável por criar curtos-circuitos, e opera em temperaturas abaixo de 20 graus Celsius.

No momento, o professor Goodenough e sua equipe procuram parcerias com fabricantes que tenham interesse em testar a tecnologia em veículos elétricos e sistemas de armazenamento de energia.

Mais informações:
http://bit.ly/2m36wZz

------------------------------------------------------------

8. Instituto Gartner afirma que a maioria das pessoas ainda rejeita a tecnologia de Internet das Coisas

Conforme pesquisa do Instituto Gartner, realizada no segundo semestre de 2016 com mais de 10 mil pessoas nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália, 58% dos entrevistados rejeitam a tecnologia de Internet das Coisas (IoT), principalmente por receio de serem hackeadas.

A pesquisa apontou ainda que 10% das pessoas tinham pelo menos um aparelho eletrodoméstico conectado em casa e 75% deles estão satisfeitos com controles manuais e sem dispositivos inteligentes.

Amanda Sabia, analista de pesquisa do Instituto Gartner, disse que apesar de famílias no mundo desenvolvido já terem começado a adotar a casa conectada, os fornecedores precisam avançar para além do grupo dos entusiastas.

Mais informações:
http://tcrn.ch/2lwLBix

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×