Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
lopesdogabriel

Nível lógico médio ?!

Recommended Posts

Galera, me tira uma dúvida por favor, vou explicar:

 

Quero desenvolver um sistema simples de transmissão de dados através de luz (laser), vou explicar bem por cima pois é um assunto complexo e requer muito escrito. Continuando...  queria uma ajuda sobre como fazer para modular (não sei se essa é a palavra certa) o sinal óptico, por exemplo: a cada segundo, se o laser estiver acesso, o nível lógico seria alto, ou seja, bit 1, se o laser estiver apagado, o nível lógico seria baixo, ou seja, bit 0. Até ai beleza, enquanto estiver enviando os dados, o laser vai ligando e desligando. Mas e quando não estiver enviando nada? O que eu faço com o laser? Se eu apagar o laser, a parte receptora do sistema vai ficar detectando nível lógico baixo a todo instante, e isso vai "estragar" os pacotes, creio eu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

se você der uma olhada nos protocolos de comunicação da internet você vai ver que tem um endereçamento e além disso um cabeçalho ou início do código, ou seja, só ocorre a recepção de determinado pacote se tiver uma "chave de entrada" e também uma chave de termino, fora outros protocolos que vão ver se os pacotes estão bons (são camadas de protocolos que fazem isso). Então ficar recebendo zero todo o tempo não vai ser estragado nada se  você tiver uma chave de início e fim.

 

Não sei como vai ser seu trabalho... você pode inventar seu próprio protocolo assim como seguir algum já feito, pesquisando é claro.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @Bommu Perneta Cara, você me ajudou tanto com seu comentário que você não faz nem ideia kkkkk. Não vou criar protocolo não, complicado demais. Vou pegar os pulsos elétricos do cabo de rede, modular para pulso óptico e depois desmodular para pulso elétrico novamente, e enviar para a placa de rede.

    Não sei se no cabo de rede é assim, mas em uma foto que vi, -5 volts indicava o bit 0, 0 volts indicava nada e 5 volts indicava bit 1. Por isso eu fiquei com essa dúvida. Pesquisei muito sobre o funcionamento da fibra óptica, que é a mesma coisa que quero fazer, mas nunca achei algo parecido com o que você disse. Valeeu

    Screenshot_20170723-233509.png

    Editado por lopesdogabriel

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    8 horas atrás, lopesdogabriel disse:

    Cara, você me ajudou tanto com seu comentário

    Não sei se foi sarcasmo... Mas sua missão ...

    8 horas atrás, lopesdogabriel disse:

    pegar os pulsos elétricos do cabo de rede, modular para pulso óptico e depois desmodular para pulso elétrico novamente, e enviar para a placa de rede.

    penso que não é ...

    9 horas atrás, lopesdogabriel disse:

    um sistema simples de transmissão de dados através de luz (laser)

     

    você pode ser basear no sistema do infravermelho de controle remoto onde : tem pulso de 38khz= nível 0, não tem=nível 1. Mas claro isso é pra baixa velocidade. Pra altas, penso ser um pouco + complicado.

     

    No seu caso, o que você que é transmitir só 0 / 1 com luz / sem luz, a intenção é boa mas está sujeito a "influências de outros mundos". Mas que isso não seja obstáculo pra você desistir ok?

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @Isadora Ferraz não foi sarcasmo não, ele realmente me ajudou, o que eu não estava entendendo se chama transmissão assicrona.

     

     

    Você acha que é complicado isso? Claro que não é só isso, mas o que você acha?

     

    O que seria influência de outro mundos? Não quero desistir não kkk, abraço, aguardo sua resposta.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    O que eu me lembro de ter visto há muitos anos atrás, quando as canetas laser começaram a aparecer no Brasil, (tá, sou novinho, e daí?) foi um circuitinho que modulava o laser para transmissão de áudio. 

    Ou seja, não dealigava nunca o feixe, mas o modulava em amplitude, atuando no driver.

    Talvez seja outra maneira...

     

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @Ricardo S Ferreira se da pra mandar áudio, por que não dados também! Sobre a amplitude, eu também pensei em fazer assim, até agora eu conheço dois jeitos: piscando o laser ou variando a intensidade. Preciso comprar os negócios necessários para ver qual é mais rápido. Eu acho que variando a intensidade é mais rápido, só que eu não sei se o fotoresistor vai conseguir detectar essa variação por conta disso mesmo. Até mesmo piscando eu não sei se vai dar pra detectar os piscas. Tenho que fazer os testes kkkk. Abraço, valeu por comentar.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    1 hora atrás, lopesdogabriel disse:

    O que seria influência de outro mundos?

    Ruídos, luz ambiente, seres voadores bloqueando, ovnis, etc. Por isso você tem que ter algo inteligente (to fora portanto) fazendo a comunicação e com um protocolo. Do jeito que você teclou achei que queria algo simples d+ como emitir um nível lógico de um lado e receber o mesmo do outro apenas baseando na intensidade da luz. Percebe agora que tem forças ocultas envolvidas? kk

    Muito 10 a dica do amigo Paulão @aphawk

    Ah e perdão por ter julgado um possível sarcasmo. É que só eu tenho autoridade pra tal. kk

    Boa sorte.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • @Isadora Ferraz a luz ambiente é fácil de resolver, basta colocar outro fotoresistor e "fazer" uma continha, luz ambiente - luz recebida = nivel lógico ( não estou levando em conta uma provável variação.

     

    Os link que o paulo mandou são excelentes, vai me ajudar d+.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

     

    24 minutos atrás, lopesdogabriel disse:

    luz ambiente - luz recebida = nivel lógico

    Dá certo sim mas penso que pra velocidades altas a altíssimas deixa um pouco a desejar.

    E tamo junto. De fato já usei este artifício num projeto.  Por segurança, usei artifícios adicionais (que não posso publicar). E existe bem mais de 50% de chance de você ter passado beeemmm perto de um circuito deste.

     

    Aliás, esta técnica é uma das usadas para detectar planetas em torno de estrelas. Algo como:

    se (luz de ontem != luz de hoje)  => pode haver planeta. Pra garantir, provavelmente há artifícios adicionais

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  •  @Isadora Ferraz Nossa, não sabia desse negócio de descobrir planetas não, da hora mesmo. Fica assim então, muito obrigado por comentar e me ajudar. Quando eu fizer o circuito eu posto aqui, se funcionar também kkkk. Abraço, vlwww

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    5 horas atrás, lopesdogabriel disse:

    @Isadora Ferraz a luz ambiente é fácil de resolver, basta colocar outro fotoresistor e "fazer" uma continha, luz ambiente - luz recebida = nivel lógico ( não estou levando em conta uma provável variação.

     

    Os link que o paulo mandou são excelentes, vai me ajudar d+.

     

    Não se iluda com essa simplicidade.....  normalmente os receptores são acondicionados com lentes de proteção, que só deixam passar as frequências luminosas do mesmo comprimento de onda dos Leds transmissores. 

     

    Se deixar exposto à luz branca ambiente, ela vai interferir e com isso sua sensibilidade vai cair bastante, o que vai prejudicar muito a velocidade de transferência de dados em seu link.

     

    Prepare-se para um excelente aprendizado prático , e boas experiências !

     

     

    adicionado 5 minutos depois
    4 horas atrás, lopesdogabriel disse:

     @Isadora Ferraz Nossa, não sabia desse negócio de descobrir planetas não, da hora mesmo. Fica assim então, muito obrigado por comentar e me ajudar. Quando eu fizer o circuito eu posto aqui, se funcionar também kkkk. Abraço, vlwww

     

    Pesquise sobre o KEPLER da NASA, ele tira "fotos" de milhares de estrelas de uma vez, e várias fotos ao longo do dia, então tem-se várias fotos com pouca diferença de tempo entre elas, e da mesma região.

     

    A seguir, essas fotos são comparadas, e eventuais diferenças de brilho de estrelas são capturadas e enviadas para um melhor processamento aqui em terra, e quando detectam uma variação de brilho periódica e do tipo que pode ser causada por um planeta em trânsito que acaba ficando exatamente alinhado entre o Kepler e a estrela, é uma evidência enorme de um planeta !

     

    Mesmo com toda essa tecnologia, a chance de um planeta ficar exatamente no local preciso , na mesma reta entre a estrela e a Terra é menor do que 1%, então podem existir no mínimo 100 vezes mais planetas do que os milhares já detectados....

     

    Paulo

    Editado por aphawk
    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Seria interessante aplicar fibra ótica no teu problema, os cabos podem ficar protegidos e dentro de caixas, mas não sei se esse seria algo positivo ou não no projeto... apesar de que não foi especificado o meio que o laser vai percorrer, se é ar ou outro ^^

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×