Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

Recommended Posts

Assunto muito batido imagino para muitos aqui. Mas como sou novo nessa linha de PC para jogos, tenho uma dúvida.

 

Primeiro, friso que meu monitor é full HD 60 hz. Outra premissa: meu olho não está percebendo diferença entre 40 e 60 fps. Falo "40 fps" porque é tipo uma margem de segurança que estou deixando nos jogos, quando quero rodar no Ultra um jogo mais pesado. Eu valorizo bastante gráfico e não frames por segundo. Para mim 30 fps estáveis seriam SUFICIENTES para jogar. Admito que 60 fps seja o ideal, mas meu olho não tem percebido essa diferença toda que dizem. Parece mais "marketing" que realidade até. Ao menos para minha percepção, sinceramente falando.

 

Por fim, eu priorizo JOGOS OFFLINE. E não online. Online jogo pouco.

 

Então nos jogos eu tenho feito assim. Quando fica acima de 60 fps, coloco a opção para "cravar em 60 fps". Eu percebo que isso é MUITO BOM para a temperatura da GPU, a placa é menos usada, então a temperatura baixa. E, em alguns jogos, baixa bastante. Quando "deixo solto o fps", minha GTX 1050 TI tem dado acima de 70 graus, 76 graus às vezes.

 

Em termos de vida útil da placa de vídeo parece interessante, não? As duas perguntas:

 

1) Se um jogo está abaixo de 60 fps, o que seria melhor, deixar "cravado a 30 fps", ou deixar o game ficar oscilando entre 40-70 fps?

 

Será que, nesses casos, quando está abaixo de 60 fps, o ideal não seria "cravar em 30 fps" e, dessa forma, ganhar no quesito "temperatura da GPU", que vai baixar? Idem para um jogo acima de 60 fps. Melhor seria "cravar a 60 fps", não?

 

Aqui me preocupo com a questão da VIDA ÚTIL da placa, não exigir dela algo a mais sem motivo suficiente.

 

2) "Cravar a 30 fps" não seria o SEGREDO dos consoles? Tipo como o game roda estabilizado em 30 fps, dá uma sensação de estar fluído, embora não seja como 60 fps. Será que colocar essa opção no PC de "cravar ou limitar a 30 fps", nesses casos em que os jogos não seguram 60 fps constantes, não seria MELHOR em termos de FLUIDEZ nos jogos? Aqui me preocupo com a QUALIDADE DO JOGO EM SI. Sem ver a questão da temperatura.

 

Muito obrigado, senhores.

 

 

 

 

Editado por Diogo HF

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Diogo HF Vou responder apenas uma parte, as demais vou deixar pra quem saiba melhor do que eu.

 

13 minutos atrás, Diogo HF disse:

2) "Cravar a 30 fps" não seria o SEGREDO dos consoles?

Não exatamente.

Os consoles possuem "mais desempenho" que os pcs pois o hardware é conhecido, logo todos os jogos conseguem extrair o máximo dele. Muito diferente do que ocorre nos pcs, onde você desenvolve um jogo (ou software qualquer) sem saber qual processador, placa de vídeo (se houver) e quantidade de ram que o pc do consumidor terá. É o mesmo princípio dos iPhones, em termos de especificações técnicas eles perdem de muito pra outros smartphones na mesma faixa de preço, mas ainda assim entregam muita performance por terem o hardware bem definido, sem inúmeras variações.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 18 minutos atrás, Gabriel Merlo Ferreira disse:

    @Diogo HF Vou responder apenas uma parte, as demais vou deixar pra quem saiba melhor do que eu.

     

    Não exatamente.

    Os consoles possuem "mais desempenho" que os pcs pois o hardware é conhecido, logo todos os jogos conseguem extrair o máximo dele. Muito diferente do que ocorre nos pcs, onde você desenvolve um jogo (ou software qualquer) sem saber qual processador, placa de vídeo (se houver) e quantidade de ram que o pc do consumidor terá. É o mesmo princípio dos iPhones, em termos de especificações técnicas eles perdem de muito pra outros smartphones na mesma faixa de preço, mas ainda assim entregam muita performance por terem o hardware bem definido, sem inúmeras variações.

     

    Console com mais desempenho? Meu ps4 está parado para jogos. Só não vendi por causa de exclusivo da Sony. Eu acho os jogos no PC bem melhores. Especialmente no gráfico. Eu acredito que otimização não signifique MILAGRE. Força bruta ganha, ao menos é o que estou vendo na prática. Nenhum jogo multiplataforma eu compro mais no console.

     

    Para mim, otimização seria tipo montar um PC com hardware igual a de um console. Mesmo poder. No console iria rodar melhor com certeza, pois um PC precisa ganhar na força bruta mesmo. Caso contrário, perde.

     

    Mas minha dúvida seria mais o seguinte: cravar/limitar a 30 fps ou deixar oscilando entre 40 e 70 fps?

     

     

    Editado por Diogo HF

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Diogo HF

    Acho que isso está mais para um gosto pessoal... vsinc tras tearing também, menos mas trás, mas a 30fps você percebe mais do que a 50fps.

    Eu pessoalmente uso ou gsync ou nada, não vejo grandes benefícios no vsync hoje.

    Sobre temperatura da GPU, eu parto do seguinte princípio, ela é feita para isso, se ela chegar a 90 graus, ela é feita para isso, e tem muitos dispositivos de segurança para você não queimar ela nisso, e todos dão muita sobra, o que incomoda é em algumas GPU's o barulho dos fans, fora isso não vejo problema, anos atrás eu comprei a 780ti quando lançou, se eu fosse jogar pacman ela chegava a 90 graus e eu vendi ela com 2 anos de uso e o cara que comprou está usando ela até hoje, tudo numa boa.

     

    Sobre consoles, eles ficam a 30 (normalmente) porque precisam travar o hardware em algum lugar, o hardware é fraco, eles precisam impor limites para garantir estabilidade, e mesmo assim não funciona muito bem...

     

    O limite de FPS de um jogo nem sempre é cosmético, muitas vezes é devido ao engine do jogo, em especial a física, quer um exemplo divertido, destrave os FPS do skyrim ou fo4 e veja o que rola, tudo fica descompensado...

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Diogo HF Note que eu usei aspas: "mais desempenho".

    Um XBox One ou PS 4 custam cerca de R$ 1100 a 1300, com este valor você monta um pc decente sem placa de vídeo ou um pc com placa de vídeo mas extremamente limitado. Então os consoles tem sim mais desempenho que um pc de mesmo preço.

    Não é justo comparar um console de 1.3K com um pc de 4k, né.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 19 minutos atrás, Rolf William Gewers disse:

    @Diogo HF

    Acho que isso está mais para um gosto pessoal... vsinc tras tearing também, menos mas trás, mas a 30fps você percebe mais do que a 50fps.

    Eu pessoalmente uso ou gsync ou nada, não vejo grandes benefícios no vsync hoje.

    Sobre temperatura da GPU, eu parto do seguinte princípio, ela é feita para isso, se ela chegar a 90 graus, ela é feita para isso, e tem muitos dispositivos de segurança para você não queimar ela nisso, e todos dão muita sobra, o que incomoda é em algumas GPU's o barulho dos fans, fora isso não vejo problema, anos atrás eu comprei a 780ti quando lançou, se eu fosse jogar pacman ela chegava a 90 graus e eu vendi ela com 2 anos de uso e o cara que comprou está usando ela até hoje, tudo numa boa.

     

    Sobre consoles, eles ficam a 30 (normalmente) porque precisam travar o hardware em algum lugar, o hardware é fraco, eles precisam impor limites para garantir estabilidade, e mesmo assim não funciona muito bem...

     

    O limite de FPS de um jogo nem sempre é cosmético, muitas vezes é devido ao engine do jogo, em especial a física, quer um exemplo divertido, destrave os FPS do skyrim ou fo4 e veja o que rola, tudo fica descompensado...

     

    Resumindo, não existe padrão então. O lance é testar em cada jogo para ver o que fica bom. Em alguns jogos, pode ser bom. Em outros, não. Isso?

     

     

    adicionado 8 minutos depois
    16 minutos atrás, Gabriel Merlo Ferreira disse:

    @Diogo HF Note que eu usei aspas: "mais desempenho".

    Um XBox One ou PS 4 custam cerca de R$ 1100 a 1300, com este valor você monta um pc decente sem placa de vídeo ou um pc com placa de vídeo mas extremamente limitado. Então os consoles tem sim mais desempenho que um pc de mesmo preço.

    Não é justo comparar um console de 1.3K com um pc de 4k, né.

     

    Eu acho injusto comparar um console com computador. Totalmente injusto. Dá para estudar no console? Editar textos? Trabalhar? Navegar na internet com qualidade?

     

    Então esse papo "o que vale mais, montar um PC Gamer ou comprar um console" é totalmente sem noção para mim. Injusto contra o computador.

     

    Sempre um console será mais barato no curto prazo, se a pessoa for montar um PC do zero. Assim foi em full HD. Assim será em 4K. Em 8 K. Em 12 K.

     

    Agora um computador é um baita investimento para a vida, além de jogos. Um console não. Não pelo preço que eles estão vindo.

     

    Lembra do Ps4? Era o "monstro" há dois anos atrás. Hoje está defasado. O XBOX saiu de fabricação. Li esses dias que o Ps4 poderia sair de fabricação em 2019.

     

    Ps3 não lançam mais jogos para ele. Ou lançam jogos capados, com partes do game faltando. Como um console existe BASICAMENTE apenas para rodar games.... o produto perdeu sua finalidade, seu valor.

     

    PC não é assim. Vamos supor que você monte um bom PC para jogos. Além de ter possibilidade de ter jogos com mais qualidade, vai pagar BEM MENOS nos jogos. E vamos supor que daqui a 4 anos você não queira mais jogar no PC. O computador perdeu sua utilidade? Não.... ainda mais que você montou um BOM PC. Ele será ainda MUITO ÚTIL para a sua vida.

     

    Já um console não. Possui uma VIDA ÚTIL muito curta. O One X hoje é o "monstro", em termos de console. Ele será o futuro Ps4 daqui a 3 anos.

     

    Sob qualquer ângulo que se analise, um computador é muito mais completo e melhor investimento. Logo, justo que seja mais caro.

     

    Para mim isso é tudo muito claro. A vantagem de fazer upgrade no PC é tremenda. E, mesmo analisando em termos de jogos, pensa bem o preço dos jogos nos consoles.... sendo que essa é sua finalidade PRINCIPAL, rodar jogos..... e no PC você consegue rodar melhor e com preço bem mais em conta.... e jogos de qualquer ano praticamente.

     

    Conclusão: para mim, é INJUSTO comparar um console com um computador. E ficar "contando reais" para ver alguma vantagem no console a curto prazo, pois, como PRODUTO, um computador é MUITO MAIS ÚTIL para a vida, possui um PACOTE DE SERVIÇOS que deve ser levado em conta em termos de custo benefício/investimento.

     

    Agora se alguém conseguir ir na concessionária da Honda comprar um Civic pelo preço de um Uno Fiat e venderem pelo MESMO VALOR, por favor me avisem aqui. Eu quero também! Embora eu acredite que o vendedor seria demitido pela empresa no dia seguinte...

     

    Abraços.

    Editado por Diogo HF

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Diogo HF Não vou usar o recurso da citação do fórum pois eu iria citar toda a sua resposta à mim, então vai só o meu comentário mesmo:

    Concordo plenamente com tudo. Comparação injusta, pc é de longe um investimento melhor justamente por ser mais geral.

     

    Sem contar que montar o seu próprio pc é muito melhor que comprar um console e tirar ele da caixa. =D

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 14 minutos atrás, Gabriel Merlo Ferreira disse:

    @Diogo HF Não vou usar o recurso da citação do fórum pois eu iria citar toda a sua resposta à mim, então vai só o meu comentário mesmo:

    Concordo plenamente com tudo. Comparação injusta, pc é de longe um investimento melhor justamente por ser mais geral.

     

    Sem contar que montar o seu próprio pc é muito melhor que comprar um console e tirar ele da caixa. =D

     

    Sim, eu leio por aí matérias e até vídeos no Youtube comparando e acho NADA A VER. São propostas bem diferentes. Não dá para analisar um PC apenas na parte de jogos.... você está investindo num pacote para sua vida.

     

    Eu conheço pessoas que montaram um bom PC, jogaram muitos anos e depois enjoaram. E estão num console agora. Legal, se a pessoa prefere, ótimo. Mas esse investimento ele perdeu? O computador que ele montou não serve para nada mais? Impossível, até porque o PC que ele deve ter montado, se a função não é mais tanto jogos, deve ser ainda MUITO BOM para as finalidades normais de um computador. Enfim, eu não vejo como um PC possa ser um investimento errado na vida de alguém..... Já um console, dependendo do VALOR dele...

     

    E para você mais ainda, pois você sabe montar e desmontar tudo hehehe Eu me viro com algum upgrade, algo mais complicado preciso de assessoramento. Para pessoas como você MAIS AINDA um computador compensa muito...

    Editado por Diogo HF

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Diogo HF @Gabriel Merlo Ferreira Montar o PC é a parte mais divertida.

    Mas minha opinião em relação a PC vs Console é que é igual comparar um SUV com um carro esporte, ambos tem seus lados positivos e negativos, o que vai definir o que você quer é sua necessidade.

     

    Eu tenho um ps4 aqui, ele demora mais para iniciar que meu notebook, mas ele tem uso aqui em casa, eu jogo com minha esposa (mortal kombat é melhor que uma DR!) ou quando meu sobrinho vem aqui em casa, jogar no PC até rola com mais gente, mas é cada um em um canto, console tem aquela interação que o PC não da... a última vez que joguei um jogo no video game sozinho era na época do atari, depois disso só PC.

     

    @Diogo HF

    Exatamente, não existe um padrão não... se for jogar battlefield, deixe tudo solto que você vai ter um jogo mais fluido, se for jogar skyrim, você meio que será obrigado a ficar em 60 fps... Mas tudo isso também depende do seu hardware, vsync apesar de pouco, consome um pouco de recursos também.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 23 minutos atrás, Rolf William Gewers disse:

    Mas tudo isso também depende do seu hardware, vsync apesar de pouco, consome um pouco de recursos também.

     

    E aquela opção de "limitar em 60 fps", isso não é a mesma coisa que vsnync, correto? Apenas vai impedir que fique além de 60 fps, isso?

     

    Aí não exige muito pelo jeito, pois eu noto que a temperatura da GPU fica mais baixa, às vezes bem mais, tipo se o jogo ia naturalmente a 100 fps, por exemplo. "limitar a 30 ou 60 fps" e "usar vsync" são coisas diferentes né?

     

     

    Sim, console tem essa comodidade, mas eu passei dessa fase. Prefiro jogar no meu canto mesmo hehehe até poderia jogar sentado no sofá diante de uma TV boa que tenho, mas monitor tem uma imagem mais bonita que TV não adianta. E mouse e teclado é tudo de bom.

    adicionado 5 minutos depois
    23 minutos atrás, Rolf William Gewers disse:

     

    @Diogo HF

    Exatamente, não existe um padrão não... se for jogar battlefield, deixe tudo solto que você vai ter um jogo mais fluido, se for jogar skyrim, você meio que será obrigado a ficar em 60 fps... Mas tudo isso também depende do seu hardware, vsync apesar de pouco, consome um pouco de recursos também.

     

    Última pergunta.

     

    Se você tivesse que optar entre rodar um game "limitando em 30 fps" ou variando entre 40 e 60, você optaria por qual dos dois? Deixar constante em 30 fps é melhor que deixar essa variação de 40-60, 40-70? Ou não tem como saber, apenas testando mesmo?

     

    Pelo que o colega falou acima, deixar "limitando em 30 fps" não seria a mesma coisa que acontece num console que "crava em 30 fps", isso? Um PC "cravando em 30 fps" não seria o padrão do console? Ou não fica a mesma coisa, por ser no PC?

     

     

     

     

    Editado por Diogo HF

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Diogo HF

    Não é a mesma coisa...

    Vsync vai forçar um frame completo no seu monitor, assim você não terá tearing, a teoria é linda a prática é mais ou menos assim... o limitador de FPS vai forçar sua GPU a renderizar apenas um X de frames, o que vai fazer ela ficar fria.

     

    Mas entenda que o que ferra peça eletrônica não é necessariamente a temperatura alta, mas sim a variação de temperatura, uma GPU tem que durar a vida toda, se não durar é porque teve algum problema no meio do caminho, e você conservar ela com baixo FPS não vai mudar isso...

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 6 minutos atrás, Rolf William Gewers disse:

    @Diogo HF

    Não é a mesma coisa...

    Vsync vai forçar um frame completo no seu monitor, assim você não terá tearing, a teoria é linda a prática é mais ou menos assim... o limitador de FPS vai forçar sua GPU a renderizar apenas um X de frames, o que vai fazer ela ficar fria.

     

    Mas entenda que o que ferra peça eletrônica não é necessariamente a temperatura alta, mas sim a variação de temperatura, uma GPU tem que durar a vida toda, se não durar é porque teve algum problema no meio do caminho, e você conservar ela com baixo FPS não vai mudar isso...

     

    Interessante. Tipo em jogos qual seria uma variação normal numa placa? Quantos graus para cima e baixo?

     

    Tipo 65 para 75 isso é normal? 70-75? 70-80?

    Editado por Diogo HF

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Diogo HF

    Depende de muita coisa... desde o fluxo de ar do seu gabinete, o tipo de cooler da gpu, e a própria gpu.

     

    Posso te dar alguns exemplo... em tenho aqui em um pc uma 1080 e no outro uma 980ti, a 1080 é mais fria que a 980ti, ela fica em idle a 45 graus e quando jogo vai a 70-75 graus, a 980ti fica em idle a 45 graus e quando jogo vai a 75-85 graus, o gabinete dos dois PC é o mesmo, mas se pegar essas mesmas placas e colocar em um gabinete P3 por exemplo, o idle provavelmente vai ser mais baixo.

     

    Eu tive uma 780ti que em idle ela ficava a 60 graus e jogando chegava a 90... placa mais quente que eu já vi até hoje.

     

    O que tem de padrão é o quanto ela chega, normalmente é 90 graus, passou disso ela começa a se limitar para não fritar, mas depois desses 90 ainda tem chão para ela fritar, 90 é uma margem de segurança bem tranquila.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 6 minutos atrás, Rolf William Gewers disse:

    @Diogo HF

    Depende de muita coisa... desde o fluxo de ar do seu gabinete, o tipo de cooler da gpu, e a própria gpu.

     

    Posso te dar alguns exemplo... em tenho aqui em um pc uma 1080 e no outro uma 980ti, a 1080 é mais fria que a 980ti, ela fica em idle a 45 graus e quando jogo vai a 70-75 graus, a 980ti fica em idle a 45 graus e quando jogo vai a 75-85 graus, o gabinete dos dois PC é o mesmo, mas se pegar essas mesmas placas e colocar em um gabinete P3 por exemplo, o idle provavelmente vai ser mais baixo.

     

    Eu tive uma 780ti que em idle ela ficava a 60 graus e jogando chegava a 90... placa mais quente que eu já vi até hoje.

     

    O que tem de padrão é o quanto ela chega, normalmente é 90 graus, passou disso ela começa a se limitar para não fritar, mas depois desses 90 ainda tem chão para ela fritar, 90 é uma margem de segurança bem tranquila.

     

    Pois é... e se o cara pensa em fazer upgrade no máximo a cada 3 anos numa placa de vídeo, nem compensa tanta frescura, vai dizer. Pensando melhor... claro, cuidar da temperatura sim, mas placa é feita para "gastar".

     

    De nossa conversa concluí que vou deixar limitado apenas em 60 fps. Até porque meu monitor é de 60 hz, então acima disso seria apenas aumento desnecessário de temperatura na GPU e pior, consumo maior de energia... conta de luz.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×