Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
sparklehusky

Aparelho 127v tomada 20 amperes em apartamento 220v

Recommended Posts

Boa tarde,

tô com uma dúvida, talvez vocês possam me ajudar...

Me mudei de Salvador para João Pessoa, e entre várias coisas, trouxe uma fritadeira Philco Air Fryer Saúde. Em Salvador, a tensão é 110 (ou 127, não sei). Mas aqui em João Pessoa, é 220V.

Ok, até aí seria necessário apenas comprar um transformador. Só que tem mais um detalhe: os pinos dessa fritadeira são de 20 amperes (mais grossos que o normal), logo, não encaixam em nenhuma tomada da rede elétrica do meu apartamento.

Queira saber então o que realmente fazer para ligar o aparelho... se além de obter o transformador, se é necessário realizar alguma adaptação no fio ou na tomada que vai receber o pino.

Observações:

O apartamento é novo, construído a uns 2 anos
O fato de ser de 20A vai "puxar" mais energia da rede elétrica ou algo assim? Por ser um prédio novo, a rede elétrica já deve ser adaptada a receber aparelhos com 20 amperes?
O consumo do aparelho é de 1300W. O transformador deve ser de uns 2000W, não é? Para operar com folga?


Enfim, queria saber qual o modo mais eficiente de ligar este aparelho que é 127V com pino de 20 amperes em uma rede elétrica de 220V com tomadas de 10 amperes.


Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, deve ter um transformador de 2000VA. 

E também uma tomada de 20A para conectar ao seu transformador. Isso se ela já não vir conectada a ele. 

As tomadas do seu apartamento pode deixar como está, em 220V a corrente é menor e sua fritadeira funcionará bem com a tomada de 10A. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 5 minutos atrás, Mestre88 disse:

    Sim, deve ter um transformador de 2000VA. 

    E também uma tomada de 20A para conectar ao seu transformador. Isso se ela já não vir conectada a ele. 

    As tomadas do seu apartamento pode deixar como está, em 220V a corrente é menor e sua fritadeira funcionará bem com a tomada de 10A. 

    Beleza, vou providenciar um transformador então... o problema é que dei uma pesquisada e transformadores para altas potências custam uns  200 conto!:(

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Dependendo do preço do aparelho compensa. 

    Já cogitou em tentar comprar um usado? 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Gastar 200 contos para aproveitar um aparelho que custa uns 300 não me parece inteligente. Compre um novo e coloque pra vender o usado na internet. Ofereça por 100~140 que consegue.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 17 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

    Gastar 200 contos para aproveitar um aparelho que custa uns 300 não me parece inteligente. Compre um novo e coloque pra vender o usado na internet. Ofereça por 100~140 que consegue.

    O problema é que não vou conseguir vender um aparelho 127v aqui em João Pessoa.

    E vender um trambolho desse pelo mercado livre também é inviável...

     

    Será que eu não posso simplesmente pegar o ponto da tomada e adaptar para 110v e 20a ? Sendo prédio novo, não deve a rede estar adaptada para ser 110/220 (se não me engano, uma rede trifásica, é isso?)

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    1 hora atrás, sparklehusky disse:

    Será que eu não posso simplesmente pegar o ponto da tomada e adaptar para 110v e 20a ? Sendo prédio novo, não deve a rede estar adaptada para ser 110/220 (se não me engano, uma rede trifásica, é isso?)

     

    Se sua rede ai já é de 220 Volts deve ser fase neutro nessa tensão e ai não tem maneira de você conseguir 110 ou 127 Volts..Lá em Recife, 127 Volts era fase neutro e lá sim poderias conseguir 220 fase fase, mas ai em João Pessoa não vais ter alternativa, o fase fase é 380 Volts, só piora...

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Se o aparelho for 100% resistivo, com apenas um timer mecânico, use um diodo. 

    Nos diga a marca e modelo da fritadeira e ainda nos mande uma foto. 

     

    Vamos calcular o diodo.

     

     

    Um diodo vai conduzir apenas metade do semi-ciclo da corrente na tensão de 220Vac.

    Logo a potência entregue será mais ou menos a metade e num valor que o aparelho irá funcionar normalmente. 

    Só que o aparelho precisa ser 100% resistivo, sem circuitos eletrônicos. 

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Pensei isso também porém achei pouco seguro (pra pessoas normais). Vai ser um belo diodo duns 20...30A/500V com um preço não muito saudável pra quem tem pressão alta.  Vai ter que colocar um dissipador no diodo. Isolar e tal...

     

    Também espero que o autor saiba diferenciar

    17 minutos atrás, albert_emule disse:

    um timer mecânico

    daqueles eletromecâncios

     

    Mas pela adrenalina.. tá valendo

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    13 minutos atrás, Isadora Ferraz disse:

    Pensei isso também porém achei pouco seguro (pra pessoas normais). Vai ser um belo diodo duns 20...30A/500V com um preço não muito saudável pra quem tem pressão alta.  Vai ter que colocar um dissipador no diodo. Isolar e tal...

     

    Também espero que o autor saiba diferenciar

    daqueles eletromecâncios

     

    Mas pela adrenalina.. tá valendo

     

     

    Fritadeira tem no máximo 1500 watts que em 127V dará no máximo 12 amperes.

    O resistor de aquecimento vai ter na faixa de 10.5 Ohms...

     

    A corrente de pico do topo da senoide em 127Vac já seria de 12 amperes vezes 1.41 = 17 amperes...

    Em 220V, a corrente do topo da senoide já seria de uns 30 amperes. 

    Estes cálculos de corrente topo da senoide servem apenas para o calculo do diodo.

    Para a potência dissipada na fritadeira ficaria valendo apenas o valor em RMS de apenas um semi-ciclo, que será de 110V RMS.

    Com esta tensão de 110V RMS em cima de um resistor de 10.5 Ohms, fará dissipar potência de 1152 watts.

     

    Pode-se usar diodos 6A6 associados em paralelo: 

    5 diodos 6A6 em paralelo. 

    https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-712113827-diodo-6a6-pacote-com-5-pecas-_JM

    Peça para enviarem por carta registrada. 

     

     

     

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    O aparelho tem timer e coisa e tal. Com um transformador pequeno para o comando e vários diodos em paralelo para a potência dá para implementar o aquecimento por meia onda. Vai ter que fazer uma engenharia reversa para ver como é que tá e poder decidir como é que fica.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×