Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
EDNER DI SESSA

Ponte h com sg 3525 e drive ir2110

Recommended Posts

No SG2535, o pino 13 é para ser ligado aos 5V. você ligou junto com a alimentação do CI

adicionado 7 minutos depois

Fizeste bem em manter separados os terras do controle e da potência, mas tem um ponto em que eles devem ser unidos, não podem ficar flutuantes entre si. Não vi no circuito em que ponto físico foi feita a união, a escolha do ponto muitas vezes tem influencia a estabilidade do circuito. Minha sugestão é que essa união seja feita na saidas das  pontes retificadoras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 9 horas atrás, MOR disse:

    Bom.

    1 - O seu circuito EDMER.pdf na postagem #14 não está claro em um detalhe. Observe que a numeração dos pinos 10 e 12 estão corretas, mas a nomenclatura do pino 12 do CI à esquerda mostra LIN. Verifique se sua montagem está correta.

     

    2 - Se você tiver um osciloscópio para vermos a forma de onda na carga seria ótimo. Como você está tendo problemas com este circuito, seria melhor separá-lo em partes para eliminar cada possível problema. Daí a necessidade de um osciloscópio.

    Como ainda estão queimando componentes, primeiramente retire a carga com o transformador e a substitua por um resistor ou melhor ainda, por uma lâmpada incandescente para 220Vca, de baixa potência. Algo como até 10W. No seu PWM não ultrapasse cerca de 25% tanto para Ton positivo, como Ton negativo do período total. Ou seja, você terá no mínimo dois tempos mortos intercalados entre os dois Tons com 25% do período total. Você controla isso com o SG3525 (eu acho).

     

    3 - Com frequências de chaveamento elevadas e com potência, como ocorre no seu caso, a montagem do circuito é um fator importante. Não use Proto-Board ou similares. Use placa de circuito impresso para a parte sem potência (tudo menos os MOSFETs). Os resistores de 1K de gate podem ficar localizados junto aos mosfets e a placa de circuito impresso deve ficar próximo aos mosfets e com ligações curtas e diretas. 

     

    4 - Entre Vcc e o terra, na parte dos mosfets, tem que haver tanto um capacitor eletrolítico, que pode ser o da fonte de alimentação e um capacitor de 100nF junto com o eletrolítico. Atenção para as tensões de ruptura dos capacitores conectados em Vcc.

     

    5 - Com o osciloscópio se poderia observar, primeiramente, a tensão na carga. Posteriormente deve-se observar a corrente na carga.

     

    6 - Uma foto de sua montagem é sempre útil.

     

    MOR_AL

    BOA NOITE MOR_AL!!!!! Obrigado pela atençao, e realmente foi uma falha minha de digitaçao, e deveria ser hin, mas na montagem esta correto; nao consigo passar a limpo esse rascunho no proteus pois nao tem sg 3525 nem ir2110, tem o 2112 que da pra simular, mas sem o sg nao consigo; desculpe a bagunça,

    2 com certeza nao testarei mais com o trafo e sim do jeito que mensionou, pois evita a queima dos componentes;foi uma otima ideia utilizar a lampada; quanto ao osciloscopio, possuo um daqueles de notebook, e nao mede frequencias acima de 20khz, esta efetuando mediçoes malucas de tensão, e nem mede onda quadrada, para fazer um comparativo de temopo morto; no que diz respeito ao duty cicle, nao tenho contro sobre isso, pois o datasheet,menciona que ele ja é feito para o para nao ultrapassar 505 de ciclo ativo, exatamente para nao saturar o trafo; eu posso controlar a largura dos pulsos somente a partir do momento em tiver um circuito de feedback na saida do trafo com divisor de tensão;mas ainda nao fiz, então creio eu que esta com 50%;ativo;

    3 ok!! !vou fazer a montagem do circuito de controle fora do protoboard, deixar os mosfets no dissipador fora da placa, e ficar atento ao comprimento dos cabos, pois os meus estão longos, e resistor de 1k proximo aos fets;o que acho engraçado, e que meu dead time, tem 2us, e esta funcionando, pois ja alimentei a ponte com 40vcc, com carga, sem esses resistores de pull dow, e nao aquece os mosfets e nao queima; queimei os mosfets dessa vez, diminuindo o valor dos capacitores de bootstrap, para baixar a tensão de saida da ponte e estava baixando, mas teve uma hora que tirei o capacitor com a carga energizada, e acabou queimando so os fets do lado que fucei; a dica do Sergio lemos estava funcionando, e eu estraguei tudo foi culpa minha;

    4 voce quer dizer um capacior entre os drenos da ponte vcc+ e terra dos sources da ponte? no meu caso estou alimentando a ponte com 40 vcc, seria um capacitor de 22uf por50v, e um ceramico de 100nano?

    5 olha, eu acho que nao vou conseguir essas mediçoes, com o osciloscopio que tenho, mas assim que minha montagem estiver pronta novamente, farei este passo a passo e algumas mediçoes,e te envio as formas de onda que estou medindo;

    6 a foto é melhor eu diminuir o circuito do jeito que voce falou, pra depois te mandar, porque nao esta muito apresentavel, ok?

    MOR_ALL!!!! MUITO OBRIGADO POR TUODAS AS DICAS, ESTAREI REALIZANDO AS MUDANÇAS, E ASSIM QUE ESTIVER NO JEITO TE MANDO UMA NOVA MENSAGEM; VALEU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    adicionado 22 minutos depois
    13 horas atrás, Isadora Ferraz disse:

    De fato não tenho contato direto com eletrônica de potência. Quem  tem mesmo é nosso amigo @albert_emuleque , se achar que deve, vai confirmar que sim...

    ...existe. Mas talvez pra altas e altíssimas potências, a sua é melhor mesmo. Aguarde-o. Ele é phd nisso e coloca a gente no chinelo. Provavelmente ele deve perguntar que tipo de carga vais alimentar com os 5Kva pra te conduzir melhor, se estás a medir com multímetro, tipo dele, pontos onde estás medindo, se tens osciloscópio e etc. Também nosso amigo @MOR tem muita bagagem. E muitos outros que penso que estão a ler apenas aguardando alguma coisa que toque o coração.

    Enfim, sucessos!

    FALA ISADORA!!!! eu nao quis dizer que voce nao tem contato com eletronica de potencia; muito pelo contrario, toda e qualquer sugestao que esta sendo dada sempre tem enorme valor, e as vezez um pequeno detalhe que é comentado, pode ser a solução de um enorme problema; quem nao tem conhecimento de eletronica sou eu, que estou pedindo socorro, e muito agradecido,pelo tempo que voce e todos dedicaram devido a minha incapacidade; continuo contando com seu apoio; o que estou fazendo ISADORA, é montando uma maquina de solda que estava toda desmontada, estou aproveitando o trafo de 5kva, o indutor de saida, e tentando colocar ela de volta pra funcionar; nas especificçoes da maquina, diz que ela trabalha chavenado esse trafo em 20 khz, e olhei a placa, e realmente é uma ponte h que estava sendo utilizado nele. por isso que estou insistindo em continuar com essa montagem; e serve tambem para montar um inversor senoidal, que pode ser com outro trafo de 12 para 110v com o mesmo circuito de controle,;obrigado pelo seu apoio;um abraço!!!

     

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Você pode estar sofrendo com componentes falsos.

    Dê preferência aos componentes comprados em lojas que são revendas oficiais dos fabricantes de componentes.

    Você vai no site do fabricante e procura por lojas no brasil. Da IR tem umas 7 lojas em são paulo. 

    https://www.infineon.com/cms/en/product/where-to-buy/

     

     

       

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • agora, albert_emule disse:

    Você pode estar sofrendo com componentes falsos.

    Dê preferência aos componentes comprados em lojas que são revendas oficiais dos fabricantes de componentes.

    Você vai no site do fabricante e procura por lojas no brasil. Da IR tem umas 7 lojas em são paulo. 

    https://www.infineon.com/cms/en/product/where-to-buy/

     

     

       

    Boa noite Albert!!!  Fico muito agradecido pela dica, e realmente essa loja em que compro componentes, ja teve a fama de vender componentes com defeito, ou shing ling; mas na ansiedade de montar o circuito acabo achando que isso nunca ia acontecer comigo; mas eu concordo contigo, tenho que eliminar todas as possibilidades de erro; estarei visitando o link da infineon, e vou trocar os ir 2110 por originais;

    acabei de assistir os videos que voce postou logo acima, e gostei do teste do trafo drive, que nao necessita de tempo morto para zerar os mosfets, e tambem da maneira como fez os testes, com partida suave, medindo corrente e tensão; eu nao tenho conhecimento de como fazer trafo driver para mosfets mas gostei porque funciona e o meu nao;

    gostaria de dizer que como voce deve ter visto nos comentarios que tive com nossos companheiros do clube, montei uma ponte h com o sg3525,, e coloquei um resistor de tempo morto que pelo datasheet, se aproxima de 2us, e realmente ele esta funcionando, pois ja fiz testes com carga em 12vcc, 24vcc,e outras tensoes mais elevadas , o cheguei ate mesmo a retirar do circuito, os resistores de vgs,; liguei meu trafo na ponte, simulando uma pequena carga, sem nada ligado no secundario, e os mosfets nao queimam, e nem aquecem na frequencia de 20khz; isto significa que realmente o tempo morto existe; mas como tenho apenas aqueles osciloscopio de notebook, ele nao me mostra onda quadrada, e nao sei qual é o ciclo ativo que esta sendo entregue para o circuito de potencia; pois meu trafo nao tem carga no secundario, e pelo que li  a respeito do sg 3525 ele é feito para entregar no maximo 50%, para nao haver saturaçao do trafo; nao sei a % de ciclo ativo sem osciloscopio; mas estou tendo problemas de aumento de tensão na saida saida de minha ponte; entro com 12vcc, e sai 25vac, vou comprar novos cis, montar em uma placa de circuito impresso,  e montar o mais proximo possivel dos mosfets como foi solicitado; eu nao passei a limpo, e nem consigo simular com o sg e ir no proteus, nao acho na biblioteca; mas estarei efetuando essas mudanças e fazendo novos testes, sem carga ou com uma lampada tambem como pode ter visto no dialogo com nossos companheiros do clube; muito obrigado pela atençao ,e assim que fizer as modificaçoes estarei postando no clube; valeu!!!!!!!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    23 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

    No SG2535, o pino 13 é para ser ligado aos 5V. você ligou junto com a alimentação do CI

     

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    23 horas atrás, EDNER DI SESSA disse:

    BOA NOITE MOR_AL!!!!! Obrigado pela atençao, e realmente foi uma falha minha de digitaçao, e deveria ser hin, mas na montagem esta correto; nao consigo passar a limpo esse rascunho no proteus pois nao tem sg 3525 nem ir2110, tem o 2112 que da pra simular, mas sem o sg nao consigo; desculpe a bagunça,

    2 com certeza nao testarei mais com o trafo e sim do jeito que mensionou, pois evita a queima dos componentes;foi uma otima ideia utilizar a lampada; quanto ao osciloscopio, possuo um daqueles de notebook, e nao mede frequencias acima de 20khz, esta efetuando mediçoes malucas de tensão, e nem mede onda quadrada, para fazer um comparativo de temopo morto; no que diz respeito ao duty cicle, nao tenho contro sobre isso, pois o datasheet,menciona que ele ja é feito para o para nao ultrapassar 505 de ciclo ativo, exatamente para nao saturar o trafo; eu posso controlar a largura dos pulsos somente a partir do momento em tiver um circuito de feedback na saida do trafo com divisor de tensão;mas ainda nao fiz, então creio eu que esta com 50%;ativo;

    Tente aumentar o tempo morto no SG3525 durante os testes só por proteção dos mosfets.

    É óbvio que o Ton do SG3525 fica limitado em 50%. É o limite para que os quatro mosfets não conduzam ao mesmo tempo. 

    Citação

    3 ok!! !vou fazer a montagem do circuito de controle fora do protoboard, deixar os mosfets no dissipador fora da placa, e ficar atento ao comprimento dos cabos, pois os meus estão longos, e resistor de 1k proximo aos fets;o que acho engraçado, e que meu dead time, tem 2us, e esta funcionando, pois ja alimentei a ponte com 40vcc, com carga, sem esses resistores de pull dow, e nao aquece os mosfets e nao queima; queimei os mosfets dessa vez, diminuindo o valor dos capacitores de bootstrap, para baixar a tensão de saida da ponte e estava baixando, mas teve uma hora que tirei o capacitor com a carga energizada, e acabou queimando so os fets do lado que fucei; a dica do Sergio lemos estava funcionando, e eu estraguei tudo foi culpa minha;

    Tenho quase certeza que, em funcionamento normal, os capacitores de bootstrap não controlam a tensão de saída. A função deles é prover uma tensão CC de gate para os mosfets conectados ao positivo de Vcc. Baixar o valor deles pode ou baixar a tensão cc usada para alimentar os gates, ou produzir uma tensão irregular. Procurei no manual, mas não encontrei menção sobre o valor dele. É função da frequência de chaveamento. Um valor muito alto deste capacitor vai demorar a gerar a tensão cc, usada para alimentar os gates. Tem uma faixa de utilização. Pesquise em "Application Notes" ou Notas de aplicação do fabricante do CI. Em algum local tem que constar a tal faixa de valores dele. Não é que a tensão cc vai ser aplicada aos gates dos mosfets superiores. Esta tensão alimentará o circuito que gera os pulsos de gate.

    Citação

    4 voce quer dizer um capacior entre os drenos da ponte vcc+ e terra dos sources da ponte? no meu caso estou alimentando a ponte com 40 vcc, seria um capacitor de 22uf por50v, e um ceramico de 100nano?

    Um eletrolítico com o positivo perto (não muito) dos drenos dos mosfets superiores e com o negativo perto dos sources dos mosfets inferiores. O mesmo para o capacitor de 100nF, com ligações o mais curtas possível. É este capacitor, que vai filtrar a tensão Vcc dos picos de alta corrente produzidos pelas comutações dos mosfets. A tensão de ruptura dos capacitores tem que ser aproximadamente 25% superior à tensão a que eles são submetidos, ou cerca de 125% de Vcc.

    Citação

    5 olha, eu acho que nao vou conseguir essas mediçoes, com o osciloscopio que tenho, mas assim que minha montagem estiver pronta novamente, farei este passo a passo e algumas mediçoes,e te envio as formas de onda que estou medindo;

    Se não houver isolamento galvânico entre a rede e o terra do seu circuito, o osciloscópio poderá queimar. Tome cuidado, pois isso já ocorreu comigo. E o osciloscópio tem que poder responder até umas 10 vezes a frequência de comutação dos mosfets. Só assim é que vai dar para observar, sem erros, as formas de onda. Mesmo assim, não vai dar para observar os pulsos instantâneos, que poderão ocorrer durante as comutações. Nestes casos a resposta do osciloscópio deveria ser maior ainda, mas nem sempre ocorrem estes pulsos.

    Citação

    6 a foto é melhor eu diminuir o circuito do jeito que voce falou, pra depois te mandar, porque nao esta muito apresentavel, ok?

     

    Ok!

     

    Citação

    MOR_ALL!!!! MUITO OBRIGADO POR TUODAS AS DICAS, ESTAREI REALIZANDO AS MUDANÇAS, E ASSIM QUE ESTIVER NO JEITO TE MANDO UMA NOVA MENSAGEM; VALEU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    adicionado 22 minutos depois

     

    Ok!

    MOR_AL

    Editado por MOR
    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • agora, MOR disse:

    Tente aumentar o tempo morto no SG3525 durante os testes só por proteção dos mosfets.

    É óbvio que o Ton do SG3525 fica limitado em 50%. É o limite para que os quatro mosfets não conduzam ao mesmo tempo. 

    Tenho quase certeza que, em funcionamento normal, os capacitores de bootstrap não controlam a tensão de saída. A função deles é prover uma tensão CC de gate para os mosfets conectados ao positivo de Vcc. Baixar o valor deles pode ou baixar a tensão cc usada para alimentar os gates, ou produzir uma tensão irregular. Procurei no manual, mas não encontrei menção sobre o valor dele. É função da frequência de chaveamento. Um valor muito alto deste capacitor vai demorar a gerar a tensão cc, usada para alimentar os gates. Tem uma faixa de utilização. Pesquise em "Application Notes" ou Notas de aplicação do fabricante do CI. Em algum local tem que constar a tal faixa de valores dele. Não é que a tensão cc vai ser aplicada aos gates dos mosfets superiores. Esta tensão alimentará o circuito que gera os pulsos de gate.

    Um eletrolítico com o positivo perto (não muito) dos drenos dos mosfets superiores e com o negativo perto dos sources dos mosfets inferiores. O mesmo para o capacitor de 100nF, com ligações o mais curtas possível. É este capacitor, que vai filtrar a tensão Vcc dos picos de alta corrente produzidos pelas comutações dos mosfets. A tensão de ruptura dos capacitores tem que ser aproximadamente 25% superior à tensão a que eles são submetidos, ou cerca de 125% de Vcc.

    Se não houver isolamento galvânico entre a rede e o terra do seu circuito, o osciloscópio poderá queimar. Tome cuidado, pois isso já ocorreu comigo. E o osciloscópio tem que poder responder até umas 10 vezes a frequência de comutação dos mosfets. Só assim é que vai dar para observar, sem erros, as formas de onda. Mesmo assim, não vai dar para observar os pulsos instantâneos, que poderão ocorrer durante as comutações. Nestes casos a resposta do osciloscópio deveria ser maior ainda, mas nem sempre ocorrem estes pulsos.

     

    Ok!

     

    Ok!

    MOR_AL

    Boa noite MOR_AL!!!! ESTIVE MUITO OCUPADO NO DIA DE HOJE, E JA COMPRIEI OS COMPONENTES, MENOS O IR 2110 ORIGINAL DA INFINEON,POIS TEREI QUE ENCOMENDAR; JA ESTOU COM A PLACA PARA MONTAR O CIRCUITO MAIS PROXIMO DOS MOSFETS, E VOU AUMENTAR PARA 4US DE TEMPO MORTO, SO POR PRECAUÇAO;

    VOU PROCURAR O VALOR DESSE CAPACITOR NO APPLICATION NOTES DO FABRICANTE, VEIRFICAR O VALOR E VER SE TENHO ALGUM AQUI PARA TESTAR; EU VOU INICIAR OS TESTES COM 40VCC, POIS EU TINHA UMA FONTE DE PC COM VARIAS ALIMENTAÇOES, E ENTROU EM CURTO; TA NA HORA DE EU FAZER MINHA FONTE VARIAVEL; OBRIGADO POR TIRAR A MINHA DUVIDA DO CICLO ATIVO DO SG,  desculpe as letra maiusculas, foi  excelente a explicaçao do fincionamento dos capacitores de bootstrap; vou manter com 22uf, e ceramico de 100nano, para nao causar mais problemas; gostaria de saber qual é a funçao do resistor de gate de 10r. eu nao sei calcular, mas vou deixar com 10r; voce outra coisa, e comprar componentes originais na infineo, segundo o albert comentou; o Sergio lemos encontrou um problema grave no meu circuito; estou alimentando lin e hin com 12vcc, e o circuito logico do ir, esta configurado para 5vcc, e tambem vou mudar isso; como estou com osciloscopio ruim, estarei medindo a tensão que os capacitores estarao entregando ao gate dos mosfets; MAIS UMA VEZ MUITO OBRIGADO PELO SEU APOIO E DE TODOS DO CLUBE, vocês estão ME AJUDANDO MUITO; VALEU!!! FICA COM DEUS1!!!

    adicionado 7 minutos depois
    agora, albert_emule disse:

    20uf do pino 8 para gnd faz aquele acionamento suave. 

     

    agora, albert_emule disse:

    20uf do pino 8 para gnd faz aquele acionamento suave. 

    boa dica albert! estou utilizando 4,7 uf, e vou mudar para 20uf como solicitado; essa partida suave é para evitar correntes de pico? eu vi no seu osciloscopio o ciclo ativo aumentando aos poucos ate atingir o maximo; muito bacana!!!! amanha sera o dia das modificaçoes; assim que estiver pronto farei nova postagem ok? obrigado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    adicionado 17 minutos depois
    agora, sérgio lembo disse:

     

    olá sergio!!!! fiz um comentario para voce agora pouco e sumiu; voce tem razao!!!!! tive muitos problemas de aquecimento do ci, pois ele esta configurado para receber entradas logica de 5vcc, e estou mandando12vcc;que vergonha!!!! mas foi muito bem observado, e farei essa alteraçao, assim que tiver novidades estarei comentando os resultados!!!! valeu, fica com deus

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @EDNER DI SESSA

    ...gostaria de saber qual é a funçao do resistor de gate de 10r .

    Não sei se é exatamente isso, mas baseado na teoria e analisando o circuito, acho que é por este motivo.

    Vamos lá!

    Os gates dos mosfets de potência possuem uma capacitância intrínseca, assim como todas as entradas de todos os semicondutores. Mas o detalhe é que a capacitância dos gates dos mosfets, em particular, possuem um valor acima dos outros componentes ativos. 

    No instante da aplicação do pulso no gate, esta capacitância se encontra descarregada e o pulso vai ter que carregar. Então, durante um breve período, o drive terá que fornecer uma boa corrente, que pode ser maior que o projetado para aguentar. Um resistor em série com o gate TERÁ QUE LIMITAR o pico de corrente inicial para valores suportáveis do drive.

    Então a conta é a seguinte.

    Ache, no manual do drive, a máxima corrente (I0) que ele pode fornecer em sua saída. Observe que não é a máxima ABSOLUTA, que aparece em uma das primeiras tabelas do manual.

    Verifique a tensão (V0) que o drive envia para o gate. 

    Rgate > = V0 / I0.

     

    Por outro lado, não aumente muito este valor de resistor, já que ele contribui para aumentar o tempo de transição, pois o resistor R0 e a capacitância Cgate formam um filtro passa-baixas frequências. O aumento do tempo de transição faz com que a tensão e a corrente entre dreno e source dissipem mais potência, por passar mais tempo na região linear do mosfet. Esta região produz mais consumo de potência (aquece mais) no mosfet, o que é indesejável, pois exige um aumento do dissipador. 

     

    Finalmente. Não sei se a inclusão do diodo em paralelo com o resistor de 10 ohms consegue ter uma resistência dinâmica menor que o próprio resistor de 10 ohms. Supostamente a função do diodo é a de descarregar a capacitância de gate do mosfet mais rapidamente, para que o mosfet corte rápido.

    MOR_AL

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    18 minutos atrás, MOR disse:

    Não sei se a inclusão do diodo em paralelo com o resistor de 10 ohms consegue ter uma resistência dinâmica menor que o próprio resistor de 10 ohms. Supostamente a função do diodo é a de descarregar a capacitância de gate do mosfet mais rapidamente, para que o mosfet corte rápido.

    Tb, mas principalmente porque o gate é mais chato na descarga do que na carga, tanto é que nos integrados de PFC é comum no driver do mosfet a corrente de sink ser entre 150% e 200% da corrente de source.

    • Curtir 3

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • agora, MOR disse:

    @EDNER DI SESSA

    ...gostaria de saber qual é a funçao do resistor de gate de 10r .

    Não sei se é exatamente isso, mas baseado na teoria e analisando o circuito, acho que é por este motivo.

    Vamos lá!

    Os gates dos mosfets de potência possuem uma capacitância intrínseca, assim como todas as entradas de todos os semicondutores. Mas o detalhe é que a capacitância dos gates dos mosfets, em particular, possuem um valor acima dos outros componentes ativos. 

    No instante da aplicação do pulso no gate, esta capacitância se encontra descarregada e o pulso vai ter que carregar. Então, durante um breve período, o drive terá que fornecer uma boa corrente, que pode ser maior que o projetado para aguentar. Um resistor em série com o gate TERÁ QUE LIMITAR o pico de corrente inicial para valores suportáveis do drive.

    Então a conta é a seguinte.

    Ache, no manual do drive, a máxima corrente (I0) que ele pode fornecer em sua saída. Observe que não é a máxima ABSOLUTA, que aparece em uma das primeiras tabelas do manual.

    Verifique a tensão (V0) que o drive envia para o gate. 

    Rgate > = V0 / I0.

     

    Por outro lado, não aumente muito este valor de resistor, já que ele contribui para aumentar o tempo de transição, pois o resistor R0 e a capacitância Cgate formam um filtro passa-baixas frequências. O aumento do tempo de transição faz com que a tensão e a corrente entre dreno e source dissipem mais potência, por passar mais tempo na região linear do mosfet. Esta região produz mais consumo de potência (aquece mais) no mosfet, o que é indesejável, pois exige um aumento do dissipador. 

     

    Finalmente. Não sei se a inclusão do diodo em paralelo com o resistor de 10 ohms consegue ter uma resistência dinâmica menor que o próprio resistor de 10 ohms. Supostamente a função do diodo é a de descarregar a capacitância de gate do mosfet mais rapidamente, para que o mosfet corte rápido.

    MOR_AL

    BOA TARDE MOR_AL!!!!! Demorei um pouco para responder, pois ontem fiquei ate as 2 da madruga montando novamente essa ponte; Troquei os 4 mosfets que tinha por originais, ainda nao montei em placa de ci, pois fiquei em duvida com as mediçoes que estou realizando; Procurei dar uma atençao especial ás medidas de tensão que estão chegando aos gates da parte suprior e inferior da ponte. Estou iniciando os testes, alimentando a ponte com 12vcc sem carga alguma; 

    Já medi com o osciloscopio, e esta oscilando ok nos 4 gates; medi com o multimetro analogico na escala ac, do terra para o pino7 dos ir2110, queé a parte alta da ponte, e esta dando 30vac para os gates dos dois irs; medi do terra para a parte baixa, pino 1, e esta ok, ta dando 15vac; como o datasheet diz que a tensão de gate é +/-20v, tem alguma coisa errada com a tensão que a parte alta da ponte esta fornecendo, ou seja esta fornecendo 30vac, e esta acima do que os mosfets suportam; por esse motivo ainda nao finalizei a montagem na placa de pcb soldando os componenetes ja definitivos; 

    Outra mediçao que fiz, foi na saida da ponte h, com multimetro analogico escala ac, deu 20vac, invertendo as ponteiras tambem; Só que era para sair 12 vac na saida da ponte h; O Sergio lemos descobriu tambem um erro que existia no meu oscilado sg3525, pois eu estava alimentando o pino 13 do ci com a tensão de 12vcc, e o circuito logico do ir é 5vcc, ja fiz a modificaçao, e agora sim tenho os 5vcc na entrada logica; tudo bem, estamos eliminando os erros, e li tambem os seus comentarios referentes ao resistor de gate, e dos capacitres de bootstrap; como eu nao sabia mais o que fazer, para tentar baixar esses 30vac que estão chegando na parte superior, resolvi, sem carga alguma, aumentar e diminuir os capacitorres dentro deuma faixa de 1uf, ate 33uf, e continua chegando 30vac nos gates; então resolvi deixar como estava, e parti para a troca dos resistres de gate; Mudei para 5r, 10r, 20r, 50r, 100r, e nao mudou em nada, atensao continua dando 30vac; Mas falta ainda aquele capacitor que voce mensionou entre o dreno e o source da ponte h; acho que voce deixou um link e vou bater em cima dessa tecla agora, ok?MOR_AL, SEM PALAVRAS, FICO MUITO GRATO PELO SEU APOIO E DE TODOS DO Clube do Hardware!VALEU!!!!

    adicionado 22 minutos depois
    agora, Sérgio Lembo disse:

    Tb, mas principalmente porque o gate é mais chato na descarga do que na carga, tanto é que nos integrados de PFC é comum no driver do mosfet a corrente de sink ser entre 150% e 200% da corrente de source.

    BOA TARDE SERGIO!1!!! ontem, fiz essa modificaçao do pino 13 do sg3525; Realmente estava sendo alimentado com a tensão da fonte, e ja modifiquei para 5vcc no pino 13; agora sim estou conseguindo meir 5vcc no pino 9 do ir2110; Foi uma grande tacada; Então, como voce deve ter observado a conversa com o companheiro MOR_AL, fiz varios testes de mediçao, e  iniciando  a alimentaçao da ponte com 12vcc, esta saindo 20ac da ponte; continuo ainda tendo aquele problema de aumento de tensão na saida da ponte h; vou entrar agora em um link , que o companheiro postou, que mostra como colocar, ou calcular um capacitor que deve existir entre o dreno e o source da ponte. vou bater nessa tecla, pois nao tenho mais alternativa, e por que nao tentar; estou encomendando ir2110 original na infeneon, para ver se esse ci nao é ching ling, mas vai demorar um pouco pra chegar, enquanto isso, vou tentar esse capacitor; outra coisa que esqueci de mensionar, é que na parte baixa, pino 1 dosir2110 esta dando12vac em relaçao ao terra, e a parte alta pino 7 dos irs, esta dando 30vac, e essa tensão esta acima do que o mosfet suporta no gate; tentei baixar e aumentar capacitores, resistores de gate, e essa tensão nao abaixa; estou com medo de queimar o gate dos mosfets da parte alta da ponte h; isso tudo com multimetro analogico na escala ac,e sem carga alguma na saida da ponte; então parei por aqui, e assim que tiver alguma novidade, estarei comentando; um abraço e muito obrigado!!!!!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Em 17/10/2017 às 22:47, MOR disse:

    Tente aumentar o tempo morto no SG3525 durante os testes só por proteção dos mosfets.

    É óbvio que o Ton do SG3525 fica limitado em 50%. É o limite para que os quatro mosfets não conduzam ao mesmo tempo. 

    Tenho quase certeza que, em funcionamento normal, os capacitores de bootstrap não controlam a tensão de saída. A função deles é prover uma tensão CC de gate para os mosfets conectados ao positivo de Vcc. Baixar o valor deles pode ou baixar a tensão cc usada para alimentar os gates, ou produzir uma tensão irregular. Procurei no manual, mas não encontrei menção sobre o valor dele. É função da frequência de chaveamento. Um valor muito alto deste capacitor vai demorar a gerar a tensão cc, usada para alimentar os gates. Tem uma faixa de utilização. Pesquise em "Application Notes" ou Notas de aplicação do fabricante do CI. Em algum local tem que constar a tal faixa de valores dele. Não é que a tensão cc vai ser aplicada aos gates dos mosfets superiores. Esta tensão alimentará o circuito que gera os pulsos de gate.

    Um eletrolítico com o positivo perto (não muito) dos drenos dos mosfets superiores e com o negativo perto dos sources dos mosfets inferiores. O mesmo para o capacitor de 100nF, com ligações o mais curtas possível. É este capacitor, que vai filtrar a tensão Vcc dos picos de alta corrente produzidos pelas comutações dos mosfets. A tensão de ruptura dos capacitores tem que ser aproximadamente 25% superior à tensão a que eles são submetidos, ou cerca de 125% de Vcc.

    Se não houver isolamento galvânico entre a rede e o terra do seu circuito, o osciloscópio poderá queimar. Tome cuidado, pois isso já ocorreu comigo. E o osciloscópio tem que poder responder até umas 10 vezes a frequência de comutação dos mosfets. Só assim é que vai dar para observar, sem erros, as formas de onda. Mesmo assim, não vai dar para observar os pulsos instantâneos, que poderão ocorrer durante as comutações. Nestes casos a resposta do osciloscópio deveria ser maior ainda, mas nem sempre ocorrem estes pulsos.

     

    Ok!

     

    Ok!

    MOR_AL

    boa noite!!!!! estou lendo o aplication notes do ir2110, mas acho que esta fora de meu alcance de conhecimento; acho qu vou mudar de driver; agradeço muito pela atençao que todos me deram, mas nao foi dessa vez; obrigado Clube do Hardware!!!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Estava vendo um video sobre fonte LLC  e quando falava sobre topologia foi comentado que ponte H dobra a tensão, ou entendi errado.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • agora, Sérgio Lembo disse:

    Estava vendo um video sobre fonte LLC  e quando falava sobre topologia foi comentado que ponte H dobra a tensão, ou entendi errado.

    BOA NOITE SERGIO1!! MEU irmão, estive lendo o aplication notes do ir 2110 e tive vontade de chorar;acho que esta muito acima de meus conhecimentos, tem que por indutor para perdas dos fio, coloquei capacitor do dreno prosource, e nao adiantoj nada; estou pensando em montar com ir 2101, que é mais simples e gostaria que visse o circuito que encontrei na net; a potencia de meu trafo é bem maior, mas de uma olhada, ele é meia ponte e um dos lados do trafo vai direto para um ponto flutuante, e usa apenas 1 ir 2110;segue em anexo, valeu!!!

    fonte 900w.jpg

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @EDNER DI SESSA

    medi com o multimetro analogico na escala ac, do terra para o pino7 dos ir2110, queé a parte alta da ponte, e esta dando 30vac para os gates dos dois irs

    Caro Edner.

    1 - Pelo que entendi, você mediu com o osciloscópio, que não responde na frequência de oscilação de seu SG3525, então sua medida não é válida.

    2 - A tensão de gate nos mosfets superiores é determinada entre os pinos 7 e 5 do SG3525 e não entre o pino 7 e o terra.

    3 - Seu multímetro em AC não vai te dar o valor de pico da tensão, que é a parte importante a ser determinada. mesmo que seu multímetro fosse "True RMS".

    Então, infelizmente, nenhuma de suas medidas são relevantes.

    É imperativo que se possa dispor de um osciloscópio, que responda a essas frequências, nos projetos de circuitos com chaveamento. Depois, também é importante poder se verificar as formas de onda de tensão e de corrente na carga.

    4 - Finalmente e não menos importante, é necessário possuir o conhecimento de eletrônica o suficiente, para poder resolver os problemas, que certamente aparecem durante o projeto. Você está dando muita importância a detalhes, que não são importantes e pouca a detalhes que são necessários. Ex. O tal valor do resistor de gate. Isso se vê depois, caso o mosfet esteja esquentando. 10 ohms ou 100 ohms, agora não é importante.

    Estude sobre configuração push-pull, sobre o correto funcionamento do SG3525 e sobre acionamentos de mosfets.

    Com estes conhecimentos, você vai poder resolver a maior parte de suas dúvidas atuais. Vai dar mais trabalho? Claro, mas você vai acrescentar conhecimento, que será útil em projetos futuros.

    Bons estudos.

    MOR_AL

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • agora, MOR disse:

    @EDNER DI SESSA

    medi com o multimetro analogico na escala ac, do terra para o pino7 dos ir2110, queé a parte alta da ponte, e esta dando 30vac para os gates dos dois irs

    Caro Edner.

    1 - Pelo que entendi, você mediu com o osciloscópio, que não responde na frequência de oscilação de seu SG3525, então sua medida não é válida.

    2 - A tensão de gate nos mosfets superiores é determinada entre os pinos 7 e 5 do SG3525 e não entre o pino 7 e o terra.

    3 - Seu multímetro em AC não vai te dar o valor de pico da tensão, que é a parte importante a ser determinada. mesmo que seu multímetro fosse "True RMS".

    Então, infelizmente, nenhuma de suas medidas são relevantes.

    É imperativo que se possa dispor de um osciloscópio, que responda a essas frequências, nos projetos de circuitos com chaveamento. Depois, também é importante poder se verificar as formas de onda de tensão e de corrente na carga.

    4 - Finalmente e não menos importante, é necessário possuir o conhecimento de eletrônica o suficiente, para poder resolver os problemas, que certamente aparecem durante o projeto. Você está dando muita importância a detalhes, que não são importantes e pouca a detalhes que são necessários. Ex. O tal valor do resistor de gate. Isso se vê depois, caso o mosfet esteja esquentando. 10 ohms ou 100 ohms, agora não é importante.

    Estude sobre configuração push-pull, sobre o correto funcionamento do SG3525 e sobre acionamentos de mosfets.

    Com estes conhecimentos, você vai poder resolver a maior parte de suas dúvidas atuais. Vai dar mais trabalho? Claro, mas você vai acrescentar conhecimento, que será útil em projetos futuros.

    Bons estudos.

    MOR_AL

    BOA NOITE MOR_AL!!!! voce tem razao, pois estou perdendo muito tempo nessa montagem , e nao sei nem ohde medir, e nao tenho osciloscopio para analisar melhor, e nem conhecimento necessario para resolver os problemas que estão aparecendo; vou eatudar mais a respeito de push pull, e sg3525, te agradeço demais pelo apoio e pelo tempo dedicado a minha dificuldade, mas ganhei com isso um novo rumo que devo seguir para o melhor entendimento; fica com DEUS!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Durante esse tempo falou-se das dificuldades em se utilizar o transformador que já dispõe, mas não recordo de ter lido a finalidade do projeto. Depois de pronto, pretende utilizar isso pra quê?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    10 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

    Depois de pronto, pretende utilizar isso pra quê?

    me lembro vagamente disso também

    Em 15/10/2017 às 07:16, Isadora Ferraz disse:

    o que pretendes alimentar ou controlar com isso?

     

    Só não me lembro da resposta e nem o que comi na janta ontem

    • Haha 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • agora, Sérgio Lembo disse:

    Durante esse tempo falou-se das dificuldades em se utilizar o transformador que já dispõe, mas não recordo de ter lido a finalidade do projeto. Depois de pronto, pretende utilizar isso pra quê?

    Fala Sergio! Eu tenho um trafo de maquina de solda, que esta bom, ele era de uma maquina de solda inversora,5kva, e tenho tambem o indutor de saida, a placa de entrada ja pronta com os filtros, ponte retificadora,e banco de capacitores que formam um barramento dc de 310vcc, olhando as posiçoes onde os mosfets se encontram, esses 310 vcc eram chaveados com uma ponte h, e um sg 3524 era utilizado como oscilador. no secundario virao os diodos de retificaçao de saida e indutor; eu preciso pelo menos conseguir chavear o primario, depois eu me viro com o restante; ja tenho um resistor de shunt para a regulagem de referencia de corrente no amplificador de erro do sg;; voce chegou a ver o esquema  da fonte chaveada acima? a maquina de solda nada mais é que uma fonte chaveada de potencia, onde a carga é o curto circuito com eletrodo; como ta difícil de montar ponte h com ir2110, encomendei ir 2101, que é mais simples, espero que o problema seja solucionado; muito obrigado por tudo, e caso tenha passado por algum problema parecido com o meu, conto com seu apoio; nao sei se estou conseguindo transmitir minha duvida e meu problema para voce, mas  existe uma maneira correta de fazer mediçao dessa ponte. quais sao os pontos que devo dar importancia , como mencionado, meu osciloscopio esta medindo bem a frequencia do circuito, caso queira posso te enviar as imagens; o meu medo esta nas tensoes que o os pinos 1 e 7  do ir2110, estão entregando aos gates dos mosfets ; o tempo morto esta perfeito consigo fazer a ponte funcionar com 15vcc tranquilo, e esta funcionando depois que fiz a alteraçao do pino 13 que me falou, mas quando mudo a alimentaçao para 24vcc na ponte, a tensão de saida quase dobra, inclusive a tensão ac que chega aos gates tambem; obrigado!!!!

    adicionado 1 minuto depois
    agora, Isadora Ferraz disse:

    me lembro vagamente disso também

     

    Só não me lembro da resposta e nem o que comi na janta ontem

    rsrsrsrsrsr! me identifico!!!!!!!!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    10 horas atrás, Sérgio Lembo disse:

    Depois de pronto, pretende utilizar isso pra quê?

    O que vai fazer com o equipamento que está tentando montar? Qual a finalidade de tudo isso?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    22 minutos atrás, EDNER DI SESSA disse:

     voce chegou a ver o esquema  da fonte chaveada acima? a maquina de solda nada mais é que uma fonte chaveada de potencia, onde a carga é o curto circuito com eletrodo;

     

    Na verdade a carga não é um curto-circuito.

    É um arco, voltaico formado por ar ionizado. 

    Apesar da maquina ter 54V a vazio, essa tensão inicial é para abrir o arco fácil. A condição de máxima corrente é quando a distância do arco-voltaico diminui a ponto da corrente da máquina atingir o valor máximo. 

     

    Eu estive lendo uns dois manuais de manutenção.

    A condição de corrente máxima é atingida quando a tensão abaixa a uns 20V. A carga aumenta com a diminuição da distância do arco e ao mesmo tempo a corrente vai aumentando junto e a tensão vai caindo proporcionalmente. 

    Em aproximadamente 20V atinge a condição de corrente máxima. 

     

    https://www.youtube.com/watch?v=LGFSLGTuzD8&feature=youtu.be

     

     

     

     

    adicionado 0 minutos depois
    32 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

    O que vai fazer com o equipamento que está tentando montar? Qual a finalidade de tudo isso?

    Acho que ele quer fabricar artesanalmente maquinas inversora de solda para vender.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @albert_emule , vai ter um fator de potência sofrível com o retificador que montou, de orelhada estimo em 0,4. Se for possível levantar a tensão de barramento para 380Vcc com um PFC CCM  até que ficaria bem interessante, o circuito é simples, os simuladores dos fabricantes de CI (On Semiconductor, Infineon e outros) até calculam tudo pra ti,  mas o cara ia sofrer um bocado montando o indutor do PFC.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    4 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

    @albert_emule , vai ter um fator de potência sofrível com o retificador que montou, de orelhada estimo em 0,4. Se for possível levantar a tensão de barramento para 380Vcc com um PFC CCM  até que ficaria bem interessante, o circuito é simples, os simuladores dos fabricantes de CI (On Semiconductor, Infineon e outros) até calculam tudo pra ti,  mas o cara ia sofrer um bocado montando o indutor do PFC.

     

    A maioria destas maquinas usam retificador simples mesmo. 

    Esta que mostrei no vídeo é assim. Retificador simples.  

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Pensei que ele queria alimentar um motor ou coisa do tipo onde tem limite de corrente... O curto para arco voltaico não vai fritar os power mosfets dele como esta* corrente*? Vai passar mais que 5.1A contínuo ... ou estou enganado? 

    A lampada tá limitando e tal, mas o uso que ele quer é um curto ou arco ou seja o que for...

     

     

    Editado por Bommu Perneta

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×