Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Flavia Dutra

Boletim 1.648 – 10/10/2017

Recommended Posts

Boletim 1.648 – 10/10/2017
Boletim 1.648 – 10/10/2017
Editado por Flavia Dutra
Enviado para
Proibido Copiar ou Republicar


Chegou: curso de redes online do Gabriel Torres

Acabamos de colocar no ar o curso online "Arquitetura de redes", de Gabriel Torres, que é o primeiro de uma série. Usuários do Clube do Hardware têm um desconto exclusivo, pagando R$ 150 em vez de R$ 200. Para isso, basta usar o cupom "CLUBEDOHARDWARE". Confira e esperamos ter você como aluno!

O link abaixo já traz o cupom aplicado:
http://bit.ly/m1-boletim


[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

 

Presidente Michel Temer vetará a emenda que censura conteúdo da internet

 

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República informou que o presidente Michel Temer vetará a emenda que permite a remoção de conteúdos da internet.

 

Segundo a secretaria, o pedido do veto foi feito pelo deputado federal Áureo (SD-RJ), autor do Artigo 57-B, parágrafo 6º, que diz: “A denúncia de discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato, feita pelo usuário de aplicativo ou rede social na internet, por meio do canal disponibilizado para esse fim no próprio provedor, implicará suspensão, em no máximo vinte e quatro horas, da publicação denunciada até que o provedor certifique-se da identificação pessoal do usuário que a publicou, sem fornecimento de qualquer dado do denunciado ao denunciante, salvo por ordem judicial”.

 

O deputado Áureo comentou que a emenda foi mal interpretada, pois a intenção era coibir perfis falsos, com conteúdo mentiroso, que poderiam impactar o resultado político, e que a questão ainda precisa ser discutida.

 

No dia 5 de outubro de 2017, o Senado aprovou o projeto de lei que prevê a suspensão de publicações na internet, como aplicativos, sites e redes sociais, quando existir denúncia de informação falsa ou discurso de ódio até a identificação do autor. Essa proibição também poderia ser imposta mesmo sem autorização judicial a partir das eleições de 2018.

 

A medida foi classificada como censura e cerceamento à liberdade de expressão pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ).

 

O presidente da Abranet, Eduardo Parajo, disse que a medida vai contra o Marco Civil da Internet, que estabelece que apenas um magistrado do Judiciário pode julgar o que é considerado ofensivo, falso e impróprio.

 

Cientistas criam sistema com IA que acaba com furtos e fraudes na rede elétrica

 

Pesquisadores da Universidade de Luxemburgo e da empresa Choise Technologies criaram um sistema com Inteligência Artificial (IA) que identifica com mais de 65% de precisão atitudes suspeitas nos medidores e na rede elétrica, além de mostrar quando o consumo do local está abaixo do estimado, para ser implantado no Brasil.

 

Os cientistas disseram que a IA também poderá diminuir perdas e aumentar a eficiência das companhias fornecedoras de energia para o consumidor final.

 

A pesquisa está em desenvolvimento há cerca de cinco anos, período em que foram analisadas e coletadas informações em 3,6 milhões de domicílios brasileiros para treinar o software e capacitá-lo para reconhecer possíveis casos de fraudes e a vulnerabilidades dos equipamentos de eletricidade.

 

A Choise Technologies planeja oferecer o sistema para as distribuidoras de energia em toda a América Latina, porém ainda não há data para isso acontecer.

 

Atualmente, cerca de 22% da energia gerada no Brasil é desperdiçada com adulterações.

 

Governo chinês aprova com restrições a compra do setor de impressoras da Samsung pela HP

 

O Ministério de Comércio da China aprovou a compra da divisão de impressoras da Samsung Electronics pela HP por US$ 1,1 bilhão com algumas restrições, alegando preocupação com o domínio da companhia norte-americana no mercado local de impressoras a laser.

 

Com a aquisição, a HP deve absorver um portfólio de mais de 6.500 patentes de impressão e quase 1.300 pesquisadores e engenheiros especializados em tecnologia de impressora a laser, eletrônica de imagem e suprimentos de impressão.

 

A instituição chinesa divulgou comunicado informando que as empresas devem reportar seus preços a cada seis meses. Além disso, a HP está impedida de adquirir quaisquer parcelas em outros fabricantes de impressoras A4 no país e não deve adaptar seus produtos para restringir a compatibilidade com terceiros ou propagar incompatibilidade com outros fornecedores.

 

Um porta-voz da HP disse que a empresa espera concluir a compra no quarto trimestre deste ano, mas não quis comentar sobre o processo de regulamentação.

 

A Samsung não quis comentar sobre o assunto.  

 

O acordo da HP com a Samsung foi anunciado em setembro de 2016, com o objetivo de dividir o mercado de copiadoras e focar em impressoras multifuncionais, na ocasião avaliado em US$ 55 bilhões.

 

ASUS deve diminuir as encomendas para os fabricantes Winstron e BYD em 2018

 

De acordo com fontes da cadeia de abastecimento, a ASUS pretende reduzir as encomendas dos componentes de notebooks para os fabricantes Wistron e BYD em 2018, aumentando os pedidos para a Pegatron e a Quanta Computer, com o intuito de melhorar a qualidade dos seus produtos.

 

As fontes revelaram ainda que a ASUS adotou um sistema de licitação eletrônica para suas cotações, permitindo que fornecedores chineses possam se candidatar oferecendo baixos orçamentos.

 

Os fabricantes recusaram-se a comentar sobre o assunto.

 

Estimativas apontam as remessas mundiais de notebooks aumentarão 4,6% até o final de 2017, atingindo mais de 150 milhões de unidades.

 

Consumidores reclamam de iPhones 8 com baterias “inchadas” e descolamento de telas


A Apple admitiu que está investigando relatos dos usuários sobre baterias “inchadas” e descolamento de telas durante o carregamento dos iPhones 8.

 

Até o momento, apareceram seis denúncias formais sobre os defeitos em países como Canadá, Grécia, China e Taiwan.

 

Conforme os relatos, durante o carregamento por fio, a bateria esquenta, se expande e a tela desloca do corpo do smartphone, inutilizando-o.

 

A empresa ainda não descobriu a causa dos defeitos e não quis detalhar as investigações, mas orientou que consumidores com problemas do mesmo tipo levem os aparelhos à Apple Store, onde receberão um modelo novo.

 

O iPhone 8 está à venda desde o dia 22 de setembro de 2017, mas ainda não tem previsão de lançamento no mercado brasileiro.

 

Baterias “inchadas” geralmente afetam aquelas que estão próximas do seu ciclo de vida útil e acontecem por um desenvolvimento de gases dentro da célula.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×