Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
    • DiF

      Poste seus códigos corretamente!   21-05-2016

      Prezados membros do Fórum do Clube do Hardware, O Fórum oferece um recurso chamado CODE, onde o ícone no painel do editor é  <>     O uso deste recurso é  imprescindível para uma melhor leitura, manter a organização, diferenciar de texto comum e principalmente evitar que os compiladores e IDEs acusem erro ao colar um código copiado daqui. Portanto convido-lhes para ler as instruções de como usar este recurso CODE neste tópico:  
ezzyCry

VisualG Algoritmos - Simples Ou Complexos?

Recommended Posts

Códigos Simples Ou Complexos?

 

É sabido que, no inicio de tudo, sempre veremos introduções rasas sobre os mais diversos assuntos, e isso vem desde a época da escola, ou até mesmo da época de quando você era pequenino(a), e sempre foram essas introduções que nos deram o impulso e o apoio para resolvermos os mais diversos tipos de problemas. Vocês devem se lembrar bem de quando o professor de matemática passava um assunto novo. As introduções desses novos assuntos sempre foram como forma de nos auxiliar aos poucos para o que viria depois, e nos algoritmos não são diferentes, na verdade, o algoritmo e a lógica da programação é a introdução mais que perfeita já criada sobre programação de computadores, aos poucos, os usuários que entram nesse mundo maravilhoso, vão se deparando com certas instruções que podem ser usadas no seu algoritmo, instruções essas que podem servir para resolvermos certos problemas, como no caso do VisuAlg e de todos as outras plataformas de algoritmos, onde podemos criar um algoritmo que resolva Bhaskara <3

 

algoritmo "bhaskara_form"
var
	a, b, c ,x1, x2, delta : real
	cond_logical : logico
	condicao : caractere
inicio
	condicao <- "Y"
	
	escreval("Fórmula De Bhaskara")
	escreval("")
	escreva("Informe o valor de A: ")
	leia(a)
	escreva("Informe o valor de B: ")
	leia(b)
	escreva("Informe o valor de C: ")
	leia(c)
	
	escreval("")
	
	delta <- b^2 - 4 * a * c
	
	limpatela()
	escreval("O valor de delta é:")
	escreval("R:",delta)
	
	se (delta >= 0) então
			escreval("")
			escreval("Muito bem, você deseja encontrar o valor de X1 e X2? [Y/N]")
			escreva("R: ")
			leia(condicao)
			
		escolha (condicao)
			caso ("Y")
			limpatela()
			x1 <- (-b + RaizQ(delta)) / 2 * a
			x2 <- (-b - RaizQ(delta)) / 2 * a
				escreval("Muito bem, os valores de X1 e X2 são:")
				escreval("X1: ",x1)
				escreval("X2: ",x2)
			caso ("N")
				limpatela()
				escreval("Está bem, você tem o valor de deta que é:",delta)
		fimescolha
		
		cond_logical <- (condicao <> "Y") e (condicao <> "N")
		enquanto (cond_logical) faca
			limpatela()
			escreval("Opção inválida, tente novamente! [Y/N]")
			escreva("R: ")
			leia(condicao)
				escolha (condicao)
					caso ("Y")
					limpatela()
						x1 <- (-b + RaizQ(delta)) / 2 * a
						x2 <- (-b - RaizQ(delta)) / 2 * a
						escreval("Muito bem, os valores de X1 e X2 são:")
						escreval("X1:",x1)
						escreval("X2:",x2)
					caso ("N")
					limpatela()
						escreval("Está bem, você tem o valor de deta que é:",delta)
				fimescolha
		cond_logical <- (condicao <> "Y") e (condicao <> "N")
		fimenquanto
	senao
		escreval("Valor negativado, a equação terminou!")
	fimse
fimalgoritmo

 

Esses algoritmos, que são criados a partir de uma base ou introdução simples podem ocasionar diversos fatores favoráveis ao desenvolvimento de cada um, porém, a introdução e o estudo da programação, de nada vale, se o usuário não entender a lógica daquilo que o mesmo está criando. A lógica como um todo é a melhor forma de fazer uma pessoa curiosa desenvolver certos hábitos e instruções que o mesmo irá seguir para o resto da vida, e esses hábitos ao contrário do nome, é ilimitado onde quem decidirá o que vai acontecer será o usuário, na lógica da programação é a mesma coisa, a pessoa cria um código e o define da forma que bem entender, e a partir deste código ele entenderá como funciona as linguagens como um todo, é claro que os comandos e suas instruções são bem diferentes, quando relacionado de linguagem para linguagem, porém a estruturação e como as funções irão depender uma da outra serão iguais e pode ser aprendido no primeiro degrau, na base da lógica.

 

Por fim, na minha opinião a lógica da programação te faz entender perfeitamente como as linguagens funcionam e como elas deverão se encaixar, além disso, penso que em um código, tanto faz se for em algoritmos ou linguagens de programação, sempre o criador deverá optar pela complexidade e pela segurança, mesmo tirando bastante tempo do mesmo, é claro que esta é uma opinião de um iniciante, não à tomem como a verdade absoluta.

 

E vocês? concordam que a lógica da programação assim como todos os tipos de maneiras lógicas de se ensinar e de aprender são perfeitos e ilimitados? concordam também que um código, mesmo que complexo e bastante extenso, é bem melhor que um código simples e com brechas na segurança?

 

Um abraço, do seu amigo Junior Botelho :)

Editado por Simon Viegas
Alterado tag CODE para "C Languages"
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para aprendizado sim, concordo que devemos tal como na matemática, ter vários níveis de complexidade nos algorítimos estudados.

 

Na prática o uso de menor quantidade de código que solucione determinado problema é o mais comum, por pura questão de produtividade.

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 minutos atrás, ezzyCry disse:

concordam também que um código, mesmo que complexo e bastante extenso, é bem melhor que um código simples e com brechas na segurança?

Não concordo. Pois o modo de programar, é algo bem pessoal da parte de cada desenvolvedor.

Não necessariamente um código simples vai ter brechas.. ou  código complexo e extenso não vai ter.

 

Particularmente, prefiro fazer códigos simples, objetivos e funcionais do que fazer um código complexo, sem indendação, sem comentários.

 

Na programação não existe um jeito certo ou errado de fazer. 

Um exemplo disso é o javascript.  Tem desenvolvedor que prefere o Javascript puro, fazer os efeitos, funções e implementações com centenas e milhares de linhas. Outros preferem fazer o mesmo usando jQuery com pouquíssimas linhas. 

 

Sou programador já faz alguns anos e por experiência, posso dizer que é melhor desenvolver códigos claros, objetivos e com muita documentação. Assim quando você for trabalhar em equipe, o outro pode entender seu código.

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Em 26/10/2017 às 23:56, DiF disse:

    Particularmente, prefiro fazer códigos simples, objetivos e funcionais do que fazer um código complexo, sem indendação, sem comentários.

     

    Respeito a tua opinião completamente, e respeito mais ainda por ser um programador, mas devo discordar dessa afirmação, uma vez que, um código complexo ao meu ponto de vista não está isento de comentários ou indentação, ele só é mais formulado com códigos a mais como forma de tapar uma brecha, obrigado pela sua resposta :)

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    O lance de falta de identação e comentários foi só um exemplo. Mas por exemplo:

     

    Fazer uma requisição assíncrona em javascript puro, seria pelo menos umas 20  a 30 linhas, que facilmente poderia conter algum erro( que muitas vezes falta de atenção principiante), Em jQuery faria o mesmo com 5 a 10 linhas. Ambos métodos são eficientes mas podem possuir falhas.

     

    Nenhum código está isento de falhas.

     

    Ao meu ver, código complexo atrapalha a produtividade. Seja individual ou em grupo. Principalmente em grupo.

    É errado código complexo? Não e nunca será. As vezes o código começa simples  e torna-se complexo.

     

    Um exemplo é criar uma classe em PHP em orientada a objetos.

    A maioria dos profissionais no mercado dão preferência a produtividade. Isto é, o quanto você consegue desenvolver.

    Um bom exemplo, é desenvolver com ajuda de algum Framework.

     

    Por exemplo o Zend, CakePHP... e etc

     

    Ou até mesmo criar um jogo, usando o motor gráfico que tem já as funções desenvolvidas para diversas coisas... enfim. 

    O que quero dizer é que tudo isso é questão de gosto do desenvolvedor.

    No início, na faculdade eu só queria fazer códigos complexos para impressionar o professor e aprender também..mas depois de um tempo caí na real, que não precisa ser um código complexo ou cheio de coisas..  o ideal é ter a produtividade, desenvolver algo eficaz e objetivo. Se tiver comentários, melhor ainda, pois a documentação é sempre muito importante até para nos lembrar das coisas.

     

    Já me aconteceu de fazer um código bem grande de mais de 1500 linhas e depois de 1 ano nem sequer mais lembrava do que se tratava o código.

    • Amei 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Opinião muito esclarecedora, principalmente para novatos na área como eu, muito obrigado por compartilhar informações assim conosco, sempre lembrarei desse comentário.

    • Obrigado 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×