Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Rafael Coelho

Qual o melhor processador para jogos - novembro/2017

Recommended Posts

Tópico para a discussão do seguinte conteúdo publicado no Clube do Hardware:


Qual o melhor processador para jogos - novembro/2017


"Confira nosso comparativo atualizado para descobrir qual é o processador que oferece a melhor relação custo/benefício para computadores "gamer"."


Comentários são bem-vindos.


Atenciosamente,
Equipe Clube do Hardware
http://www.clubedohardware.com.br

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Citação

Por outro lado, se você está montando uma máquina poderosa para jogar em alto desempenho, o Core i5-8400 é a melhor escolha: apresenta o mesmo desempenho dos modelos Core i7, e oferece uma relação custo/benefício bem melhor.

Se levar em conta apenas o preço do processador, esta afirmação faz sentido. Porém esta argumentação cai por terra quando colocamos na conta o valor das MOBO Z370. Então, diferente de outro teste em que o custo total da plataforma não interferia pois as MOBOs se equivaliam no preço, aqui já interfere na questão do custo/FPS. 

No mais, esperar placas compatíveis com os Coffee Lake mais baratas, pois no processador a Intel fez a lição de casa, e muito bem feita. E viva a concorrência!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 2 minutos atrás, Kleber Peters disse:

    Se levar em conta apenas o preço do processador, esta afirmação faz sentido. Porém esta argumentação cai por terra quando colocamos na conta o valor das MOBO Z370. Então, diferente de outro teste em que o custo total da plataforma não interferia pois as MOBOs se equivaliam no preço, aqui já interfere na questão do custo/FPS. 

    No mais, esperar placas compatíveis com os Coffee Lake mais baratas, pois no processador a Intel fez a lição de casa, e muito bem feita. E viva a concorrência!!!

    Pois é, por isso a nossa observação no final da última página. Core i5-8400 é uma das melhores opções, mas só depois que houver uma boa oferta de placas-mãe série 300.

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Achei falta de uma explicação para o R5 1600, já que se trata de um processador bom para jogos e com uma quantidade boa de núcleos, podendo ser um ótimo produto tanto para jogos quanto em renderização/multitarefas. Sei que citou o R7 1700X neste quesito, mas o 1600 tem muito mais valor no custo/benefício.

    Outro ponto que não sei se eu deixei de perceber se foi mencionado ou não, foi os processadores quem podem vir ou não com coolerbox, o que pode influenciar também no custo/benefício final.

    Fora estes detalhes, foi um ótimo teste, com detalhes bem precisos de como foi feito e os vários cenários possíveis. :thumbsup:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Actualizaram as BIOS das boards antes do teste? Tenho um Ryzen 5 1600 e reparei que após o último microcode, o turbo dispara mais frequentemente e a velocidade normal passou de 3.2Ghz para 3.4Ghz.

    Não sei se é artimanha da ASUS (motherboard) ou se é normal. 

    cpu.jpg

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 3 minutos atrás, Lost Byte disse:

    Achei falta de uma explicação para o R5 1600, já que se trata de um processador bom para jogos e com uma quantidade boa de núcleos, podendo ser um ótimo produto tanto para jogos quanto em renderização/multitarefas. Sei que citou o R7 1700X neste quesito, mas o 1600 tem muito mais valor no custo/benefício.

    Outro ponto que não sei se eu deixei de perceber se foi mencionado ou não, foi os processadores quem podem vir ou não com coolerbox, o que pode influenciar também no custo/benefício final.

    Fora estes detalhes, foi um ótimo teste, com detalhes bem precisos de como foi feito e os vários cenários possíveis. :thumbsup:

    O foco do comparativo era em jogos, por isso não entramos no mérito dos melhores processadores para trabalho.

    Quanto ao fato de alguns processadores virem com cooler e outros sem, você tem razão, isso pode influenciar o preço final, mas na prática apenas os modelos mais topo de linha (Core i7, Ryzen 7 e o modelo superior dos Ryzen 5) é que vêm sem cooler. Ou seja, os modelos com melhor custo/benefício todos vêm com cooler.

    adicionado 1 minuto depois
    1 minuto atrás, Hélio Filipe Pinto disse:

    Actualizaram as BIOS das boards antes do teste? Tenho um Ryzen 5 1600 e reparei que após o último microcode, o turbo dispara mais frequentemente e a velocidade normal passou de 3.2Ghz para 3.4Ghz.

    Não sei se é artimanha da ASUS (motherboard) ou se é normal. 

    Sim, sempre atualizamos as BIOS antes de iniciarmos uma nova rodada de testes.

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    1 hora atrás, Rafael Coelho disse:

    O foco do comparativo era em jogos, por isso não entramos no mérito dos melhores processadores para trabalho.

    Quanto ao fato de alguns processadores virem com cooler e outros sem, você tem razão, isso pode influenciar o preço final, mas na prática apenas os modelos mais topo de linha (Core i7, Ryzen 7 e o modelo superior dos Ryzen 5) é que vêm sem cooler. Ou seja, os modelos com melhor custo/benefício todos vêm com cooler.

    adicionado 1 minuto depois

    Sim, sempre atualizamos as BIOS antes de iniciarmos uma nova rodada de testes.

    Essa parte realmente é fundamental, no começo tive que refazer muito teste pois esquecia de fazer isso.. :-D
    Teste sensacional Rafa, parabéns.

    • Curtir 3

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 31 minutos atrás, Papa Hardware disse:

    Essa parte realmente é fundamental, no começo tive que refazer muito teste pois esquecia de fazer isso.. :-D
    Teste sensacional Rafa, parabéns.

    É nós mano!

    • Haha 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Olá, meu amigo possui um i7 7700k - (4 Cores, 8 Threads , 4.2GHz Kaby Lake (2017)

     . e um Ryzen 7 1700x - ( 8 cores, 16 Threads , 3.4ghz (2017)

    .  e uma placa gráfica -  gtx 1060 6gb 

    .  16 Gb Ram

    Fizemos teste em alguns jogos como :

    Battlefield 1  - Colocamos tudo no máximo em resolução 2k (2048 x 1080 pixels) i7 7700k se saiu melhor . (coisa de 7 fps)

    Battlefield 4  - Tudo no máximo também 2k , ambos tiveram um desempenho identico ( o jogo é leve) 

    Far Cry Primal - Tudo no máximo também 2k , Ryzen teve desempenho superior. (11 fps)

    The Witcher 3 - i7 7700k Se saiu melhor. (7 fps) 

     

    Eu acho que o processador ... depende muito do jogo...também

    Sim teve muita diferença de fps no Far Cry Primal do Ryzen para o i7 . Uma diferença muito grande.

    Mas Acredito que depende do jogo... 

    Assim que eu testar em mais jogos, criarei um tópico, com uma comparativa completa.

                                        

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Lucas TsugaT Acima de Full HD a diferença do CPU é pequena ou, dependendo do jogo, até inexistente. Nessas situações a GPU costuma ser o limitante.

    Editado por RobertoGB
    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Qual a frequência das memórias utilizadas? Li em alguns tópicos no fórum que os Ryzen com 3000 mhz tinha um ganho de desempenho de uns 10 % se achar o link edito aqui

    @Rafael Coelho

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 15 minutos atrás, nickxdac disse:

    Qual a frequência das memórias utilizadas? Li em alguns tópicos no fórum que os Ryzen com 3000 mhz tinha um ganho de desempenho de uns 10 % se achar o link edito aqui

    @Rafael Coelho

    A configuração dos testes está descrita na página 3 do artigo.

    De qualquer forma, há alguns pontos:

    1) é necessário utilizar a mesma configuração em todos os testes, para haver igualdade de condições.

    2) os processadores Ryzen suportam memórias no máximo a 2666 MHz. A própria AMD não recomenda utilizar memórias acima disto nos testes.

    3) é bem complicado colocar os Ryzen a trabalhar com memórias acima de 2666 MHz, poucos módulos são compatíveis com os Ryzen a 3000 MHz.

    4) o ganho de desempenho, caso exista, deve ficar na ordem de 1% ou 2%, nunca 10%.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Sei que fizeram os testes em Full HD no médio para gerar mais fps e deixar a cpu como limitador, mas poderiam ter testado com eles nas configurações máximas também, afinal ninguém usa 1080 pra jogar no médio.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • 4 minutos atrás, Henrique Tasca disse:

    Sei que fizeram os testes em Full HD no médio para gerar mais fps e deixar a cpu como limitador, mas poderiam ter testado com eles nas configurações máximas também, afinal ninguém usa 1080 pra jogar no médio.

    Como já explicamos, se usarmos configurações máximas a única coisa que iria mudar seria que a diferença entre os processadores diminuiria.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Valeu pelo teste! Me ajudou a bater o martelo! Vou de Rayzen 3 1200!:D

    • Curtir 2

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Novamente, como é possivel indicar qual melhor componente sem testes de frametimes?

     

    FPS medio é literalmente irrelevante sem eles.

     

     

    Pô, não é nem difícil registrar, 5 segundos e ele calcula tudo para você

     

    Chega a ser triste ver esses testes

    • Curtir 1
    • Obrigado 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Acho que o Rafael se preocupou demais com o "gargalo" e de menos com o que o título da matéria leva a crer.

    Só o fato de ter colocado alguns processadores sabidamente medíocres no teste já acaba tirando um pouco de sua credibilidade, tendo em vista que o intuito seria justamente demonstrar "qual é o MELHOR processador para jogos em Novembro/2017".

     

    Voltando ao tal do "gargalo", ele estaria, na maioria dos casos DESTE TESTE, nos processadores utilizados - já que a placa de vídeo que foi utilizada é excelente.

    Isso sem mencionar que o processador escolhido para jogos (o i5 8400) provavelmente rodaria pior do que o i7 7700K se todas as configurações de detalhamento estivessem no máximo - e pior ainda se estivessem em 4K.

     

    Vale dizer que há pessoas que procuram pelo melhor custo/benefício, outros buscam o melhor desempenho independentemente de preço, e por aí vai... portanto, não desmerecendo o trabalho realizado, mas ele me parece incompleto. Seria mais consistente uma comparação em várias configurações de detalhamento e de resolução para, só então, expressar uma opinião mais robusta.

     

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Em 08/11/2017 às 08:48, Rafael Coelho disse:

     

     

    Em 08/11/2017 às 08:48, Rafael Coelho disse:

    Pois é, por isso a nossa observação no final da última página. Core i5-8400 é uma das melhores opções, mas só depois que houver uma boa oferta de placas-mãe série 300.

    Sendo o i5 8400 um processador bloqueado para overclock qualquer placa com chipset Z370 me parece ser superflua. A outra vantagem do Z370, seria a possibilidade de SLI; mas segundo a própria NVidia não se deve esperar um ganho significativo em termos de performance com o SLI na geração atual; mesmo assim nem todas as placas baseadas no Z370 dão (ou darão) suporte à SLI. O i5 8400 deve ter uma relação custo benefício melhor quando chipsets intermediários ou de entrada e placas-mãe baseadas nestes em forem lançadas. Até lá, inclusive, os preços dos processadores de 8ª geração podem ser reduzidos.

    Editado por Staionof
    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Montei uma máquina a poucos meses, com o Ryzen 5 1600, e estou muito feliz com seu desempenho!! E esse teste, só confirmou que eu acertei em cheio ao escolhe-lo!!!

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Atretador

    É a velha história de custo/benefício/FPS. Para muita gente já seria difícil explicar a questão de que núcleo/threads a mais podem ser bem mais vantajoso, imagina expor algo mais profundo como os 1% e 0.1% que já seria bem mais complexo para quem apenas quer ver o "melhor CPU para jogos, rodando CS:GO em 300FPS, e 180FPS no GTA V com monitor de 60Hz"?

    O que o teste do CdH propõe acho aceito, mas claro que se fosse em análise bem mais profunda em custo/benefício e desempenho líquido para várias situações, aí sim a coisa teria que ser repensada.

     

    9 horas atrás, Don Drácula disse:

    Voltando ao tal do "gargalo", ele estaria, na maioria dos casos DESTE TESTE, nos processadores utilizados - já que a placa de vídeo que foi utilizada é excelente.

    Mas o objetivo em sí é mostrar a capacidade máxima dos processadores em jogos. O padrão em FullHD foi devido a praticamente 95% dos interessados em jogos usarem esta resolução.

     

    9 horas atrás, Don Drácula disse:

    Isso sem mencionar que o processador escolhido para jogos (o i5 8400) provavelmente rodaria pior do que o i7 7700K se todas as configurações de detalhamento estivessem no máximo - e pior ainda se estivessem em 4K.

    Aumentar a carga da GPU iria diminuir o uso do processador, o que no caso a GPU começa a virar o fator limitante. Em 4K, provavelmente o i5-8400 e o i7-7700K teriam o mesmo desempenho, no entanto carga de uso diferentes, o que não é abordado no teste.

     

    9 horas atrás, Don Drácula disse:

    Vale dizer que há pessoas que procuram pelo melhor custo/benefício, outros buscam o melhor desempenho independentemente de preço, e por aí vai...

    O importante para o interessado é sempre procurar mais informações, e nem sempre depender apenas de um único teste. Aliás, o fórum do CdH ajuda ao pessoal a decidir certos pontos em custo/benefício em diversas situações, e então cabe cada pessoa a correr atrás se ela ainda não se convenceu. Sei que a realidade é diferente, mas quem pesquisa mais, tende sempre a ter melhores resultados.

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    10 horas atrás, Don Drácula disse:

    Acho que o Rafael se preocupou demais com o "gargalo" e de menos com o que o título da matéria leva a crer.

    Só o fato de ter colocado alguns processadores sabidamente medíocres no teste já acaba tirando um pouco de sua credibilidade, tendo em vista que o intuito seria justamente demonstrar "qual é o MELHOR processador para jogos em Novembro/2017".

     

    Voltando ao tal do "gargalo", ele estaria, na maioria dos casos DESTE TESTE, nos processadores utilizados - já que a placa de vídeo que foi utilizada é excelente.

    Isso sem mencionar que o processador escolhido para jogos (o i5 8400) provavelmente rodaria pior do que o i7 7700K se todas as configurações de detalhamento estivessem no máximo - e pior ainda se estivessem em 4K.

     

    Vale dizer que há pessoas que procuram pelo melhor custo/benefício, outros buscam o melhor desempenho independentemente de preço, e por aí vai... portanto, não desmerecendo o trabalho realizado, mas ele me parece incompleto. Seria mais consistente uma comparação em várias configurações de detalhamento e de resolução para, só então, expressar uma opinião mais robusta.

     

     

    Bom, acho que você não parou para ler a matéria com atenção. Logo na introdução o Rafael deixou bem claro que o objetivo do teste era analisar qual é o melhor processador CUSTO/BENEFÍCIO P/ JOGOS do mercado atualmente, em momento nenhum ele disse que o objetivo era simplesmente analisar qual o processador mais potente.

    Outra coisa, sua falta de atenção ao ler a matéria e também sua falta de conhecimento o levaram a afirmar o seguinte:

     

    "Isso sem mencionar que o processador escolhido para jogos (o i5 8400) provavelmente rodaria pior do que o i7 7700K se todas as configurações de detalhamento estivessem no máximo - e pior ainda se estivessem em 4K."

     

    Qualquer usuário com um mínimo de conhecimento sabe que quanto maior a resolução utilizada e quanto maior o nível de detalhamento gráfico, mais o gargalo fica na placa de vídeo do que no processador. Essa afirmação é totalmente equivocada. Em 4k com nível de detalhes máximo tanto o i5 8400, quanto o i7 7700k ou mesmo o i7 8700k teriam exatamente o mesmo desempenho, pois todos estariam limitados ao desempenho da GTX 1080, ou qualquer que seja a placa de vídeo que você queira usar nessa resolução.

     

    @ RafaelCoelho - Rafael, eu concordo que fazer a analise dos 1% e 0,1% realmente seria muito bom para o teste. Eu mesmo vim aqui com o objetivo de perguntar se entre o i5 8400e o Ryzen 5 1600X, qual era o processador que teve melhor estabilidade nos frames, já que está bem claro que o i5 8400 entrega maiores máximos, mas para quem joga sempre com Vsync ligado, travado a 60 fps, como é o meu caso, a estabilidade nos frames importa muito mais do que os frames máximos.
     

    Tirando isso, excelente análise como sempre. Obrigado ao CdH mais uma vez.

    Editado por William Ricardo Maia
    • Curtir 4

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Então, segundo os testes, os processadores da intel são melhores e mais baratos, ou o mesmo preço, que os processadores da AMD. Então, porque comprar um Ryzen se Intel é melhor?

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Lost Byte O problema é que uma analise raza dessas só serve para desinformar, e manter o usuario na ignorância em relação a questões mais importantes que FPS medio.

     

    @raphavini 7 Gen? Não, infelizmente os testes realizados aqui não servem para medir performance, infelizmente só usam FPS medio, que por sua natureza, é uma forma enganosa de medir performance. Ninguem vive na media, e os momentos de quedas para numeros baixos acabam sendo escondidos por picos altos de FPS. Por isso que sempre reclamando destes testes que simplesmente não servem para mostrar o poder de um componente, e mesmo assim insistem em criar estes artigos, que no fim, só servem para desinformar.

     

    De uma lida tambem:

     

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    4 horas atrás, raphavini disse:

    Então, segundo os testes, os processadores da intel são melhores e mais baratos, ou o mesmo preço, que os processadores da AMD. Então, porque comprar um Ryzen se Intel é melhor?

    Essa diferença de fps só ocorre usando uma placa de vídeo topo de linha jogando em 1080p. Também vale ressaltar que os i5 7XXX costumam ficar próximos de 100% de uso. Eu não gosto de usar esse termo, mas pelo uso de CPU próximo do máximo nos i5 7XXX, eu diria que os Ryzen são mais "future proof", os i3/Pentium G nem se fala. Sem nenhum esforço você consegue setar um R3 1200 ou R5 1400 pra 3.7 Ghz sem alterar VCore, usando o cooler box em uma placa B350 (que terá suporte a processadores lançados até 2020), que é mais barata. A Intel disse que pode levar até abril para saírem placas mais baratas para os 8th gen, então até lá o custo da plataforma está mais caro do lado da Intel.

    Editado por RobertoGB
    • Curtir 3

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×