• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Daniel Barros

Mais um distribuidor desmascarado

11 posts neste tópico

Esse ano foram apreendidas muitas mercadorias contrabandeadas... um lucro considerável para os federais. Mas, e nos outros anos ?? Quanto o governo deixou de arrecadar ?? Será que não valeria mais a pena reduzir os impostos para incentivar a entrada legal dessas mercadorias ?? Uma apreensão dessas não deve representar mais do que 5% do contrabando que entra no país e não deve cobrir o prejuízo com essa entrada ilegal.

Acho que falta bom senso de algumas pessoas que preferem ganhar muito em pouco tempo do que ganhar muito por muito tempo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O ideal seria uma queda e simplificação dos impostos e continuar com ações como essas que eliminam a concorrência desleal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho que muita gente está ganhando com esses impostos altos, não é possível. Porque todos os economistas, contadores, administradores, micro e pequenos empresários e afins, pregam pela redução e simplificação dos impostos há anos !! E até hoje muito pouco ou nada foi feito nesse sentido.

Enquanto pessoas com poder ganharem com isso, nada vai mudar...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa discusão sobre redução de impostos é briga de cachorro grande e dificilmente terá fim... O governo em todos os niveis, tem um gasto elevadissimo, nisso já incluíndo as dividas internas e externas, então como o governo não tem outro meio para gerar receita que não os impostos e contribuições, as quais não deixam de ser impostos, só encontram uma forma de receber, a qual gera inadimplencia, que baixa a receita gerada, que por sua vez, força a criação de novos impostos e assim segue a bola de neve...

Para o governo não adianta baixar os impostos ou simplificá-los de uma única vez, pois isso causaria um verdadeiro rombo no orçamento, por outro lado, não fazendo, aumentam os casos de omissão por conta das empresas...

Esse tipo de mudança tem de ser feito aos poucos, infelizmente, procurando manter um equilibrio para o estado, pois de nada adiantaria o estado simplificar tudo e não ter receita para sanar duas dividas... é algo extremamente delicado e de difícil solução...

Se pensarmos apenas no lado das empresas e, logicamente, no nosso, parece simples, reduz-se os impostos, as empresas passam a pagar em dia e tudo se resolve... mas não é assim, reduzir impostos significa para o estado, reduzir caixa, mesmo que as empresas passem a pagar em dia, isso somente poderia cobrir as despesas atuais, que fossem orçadas já com base nos novos valores, mas e o rombo que vem de outros anos? se não pagar fica pior...

Então o jeito é esperar e cobrar nossos representantes no poder para que consigam, no minimo, montar um fundo de caixa para que se possa efetuar as mudanças sem maiores riscos ou torcer que ao menos façam as modificações necessárias, ainda que aos poucos e de forma sensata.

Eu acredito que isso vai ocorrer, hoje alguns impostos são cobrados no em outros países, no momento em que você compra e não acumulam mais impostos nas fases seguintes, como as bebidas e outros, a regulamentação dos impostos não cumulativos sobre cerveja, refrigerantes e outros produtos, já reduzem significativamente os impostos das empresas, mas é só um começo.

E aproveitando a deixa, lembrem-se que o governo federal pretende mudar, novamente, a tabela do Imposto de Renda já para o ano que vem... vamos ver o que vem agora...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

comprar um micro hoje sem ser via paraguai está bem mais fácil....só que ou você paga muito mais caro por causa dos impostos, ou tem que comprar as porcarias do tipo show do milhão ou micros carrefour...

os micros de "grife" continuam sendo uma boa pra quem num sabe nada de computador e prefere que seu computador tenha o tratamento de um televisor ou videocassete, se der algum problema, leva na assistência técnica ou coloca o cd de instalação e pronto...

desde a época da reserva de mercado já haviam contrabandos e não vão parar, até que o imposoto passe a ser algo que pelo menos possa ser pago.

É só comparar o preço de uma placa de vídeo no submarino ou amercianas e na navenet, a diferença é muito grande...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas ai não tem como comparar...

Navenet é no paraguay país que suga toda a riqueza do Brasil. O Brasil financia os bandidos e os mafiosos do Paraguay.

Como o José disse as mudanças vão ocorrer, o Brasil terá que llimpar a corrupção, mas isso será devagar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Navenet é no paraguay país que suga toda a riqueza do Brasil. O Brasil financia os bandidos e os mafiosos do Paraguay.

Hehhe coitado do paraguay também, não podemos esquecer que foi o Brasil um dos culpados por deixar o paraguay na ##### (junto com o uruguai e argentina) na guerra que dizimou a população adulta e capaz do nosso país vizinho...estimativas falam que ele poderia ser hoje um país muito rico, em comparação com o que é hoje...algo no nivel até do Brasil...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apesar de tudo acho que isso tem um lado bom.

Com essa pressão grande contra o contrabando fica mais fácil para quem faz tudo na legalidade.

Assim, o número de empresas legai tende a aumentar.

Com esse número aumentando, vai existir mais concorrência, coisa que hoje é extremamente fraca.

Creio que assim o amadorismo de certas lojas (que operam na legalidade mas que não tem a mínima noção sobre que peças comprar, sobre a política de preços) tende a diminuir.

Assim, os preços dos equipamentos legalizados tende a diminuir. Quem sabe daí poderemos ter equipamentos de qualidade (leia-se NADA DE A7V8X-X com MX4000) com preços bons.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Jose@19 nov 2004, 13:45

Essa discusão sobre redução de impostos é briga de cachorro grande e dificilmente terá fim... O governo em todos os niveis, tem um gasto elevadissimo, nisso já incluíndo as dividas internas e externas, então como o governo não tem outro meio para gerar receita que não os impostos e contribuições, as quais não deixam de ser impostos, só encontram uma forma de receber, a qual gera inadimplencia, que baixa a receita gerada, que por sua vez, força a criação de novos impostos e assim segue a bola de neve...

Não há como simplificar todos os impostos ou a maioria deles ( nem a longo, nem a curto prazo ). Mas existe um ponto de equilíbrio... do jeito que está o governo tem gasto muito maior para colocar agentes na aduaneira e fiscalizando, e o retorno é ínfimo, pois grande parte da mercadoria apreendida ou retorna para o mercado negro, ou pára nas mão de policiais corruptos que repassam a mercadoria ( claro que isso em menor escala ). Eles deveriam procurar uma forma que seja vantajoso para o comerciante pagar imposto e que não tenha prejuízo para o governo. Do jeito que está isso não é difícil... além de ter uma equipe enorme para pensar nisso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0