• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
jocgon

O preço criminoso das câmeras digitais

33 posts neste tópico

Olá a todos,

Estou pensando em comprar uma câmera digital

e descobri o que sempre descubro quando

preciso recorrer a algum tipo de tecnologia:

- o crime faz parte de minha vida.

Utilizamos o Speedy em vários pontos pagando apenas por um.

Utilizamos sofware pirata e PC´s vindos do Paraguai.

E, agora, com a câmera, não é diferente.

Tenho me perguntado qual a solução para que isso deixe

de acontecer - tornar-me um homem mais rico poderia

resolver meu caso, mas não o da maioria das pessoas

que chega a um padrão aquisitivo médio e deseja (ou precisa)

ter acesso a tecnologia.

Mas, digamos que eu possa dispor de R$ 1300,00 (e não de meus

sofridos R$ 550,00) para comprar uma câmera digital. Vou até

a FNAC (loja aqui em São Paulo) e compro uma Olympus D540.

Alguém, nessas condições, ficaria satisfeito em gastar R$ 1300,00

(que equivalem a 360 Euros) num equipamento bom, mas limitado,

sabendo que poderia utilizar apenas 220 Euros (R$ 794,00) para comprar

uma CANON A75, caso morasse em Lisboa, Paris, ou qualquer

cidade européia?

(- basta fazer uma cotação rápida para constatar)

E diga-se de passagem: a CANON tem 2 anos de garantia por lá.

Poderia me estender e fazer a cotação da NIKON e outras mais.

Mas creio que já deu para perceber que o contrabando não faz

o menor sentido nos países em que os preços são mais acessíveis

e que a média salarial é mais satisfatória. Aqui faz sentido sim

e maléfico, não para as indústrias e comércio legal - que

sempre viveram ao lado dele -, mas para os consumidores.

Sou CONTRA o contrabando, assim como sou CONTRA a pirataria.

Porque não acredito que seja digno gastar meus sofridos 550,00 reais

no ML ou na Pagé, aqui em São Paulo, sem sair com os direitos

que as pessoas de posse têm quando compram seus produtos

nas lojas, com garantia, nota fiscal e direito de troca.

Sou contra o contrabando porque ele é uma válvula de escape

que permite que as pessoas aceitem silenciosamente a exploração

dos comerciantes brasileiros feita em conjunto com as taxações

do governo.

Sou contra o contrabando porque quero que meus R$800,00

tenham o mesmo valor que os 220 Euros de um europeu.

Sou contra o contrabando porque quero fazer valerem

os meus reais com bons produtos e garantias.

Sou contra o contrabando porque enquanto existir contrabando,

a nossa classe média resignada não se mobilizará para exigir

que esse mercado corrpupto das taxações e exploração

comercial tome um rumo que dê mais dignidade ao seu dinheiro.

Por isso, escrevo esse tópico pedindo ajuda a todos os que puderem

ler. Gostaria de saber algumas coisas:

- Onde estão as mobilizações nesse sentido?

- Existe alguma atuação política com relação a esse assunto por parte

de algum dos membros e participantes deste CH?

- Alguém sabe como é a margem de lucro aqui e nos países europeus?

(pelo que ouvi falar é bem maior aqui do que na Europa, alguém saberia

confirmar?)

Sei que aqui o debate é técnico, mas acredito que as discussões

técnicas não podem existir alienadas desse processo infernal

que os consumidores vivem no Brasil.

Obrigado,

abraços,

JocGon

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Enquanto tivermos um governo sangue-suga e comerciantes que somente visam o alto lucro será assim. Pois não vou me privar de ter um bem porque ele é contrabando. Até porque depende do ponto de vista. Pra mim é importação, só que sem dar dinheiro pro governo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu também não gosto de comprar produts dessa forma. Estava a pouco tempo pensando em comprar uma camera digital, afinal parece valer a pena e tal... bem começo a pesquisar..deixa eu ver...MINHA NOSSA!!!! R$700,00 reais a camera mais barata da sony e ainda do mercado livre???!!!??? deixa eu ver na loja....R$980,00 !!!! se tá louco.... se você for comprar uma mais em conta...já vai querer trocar por uma melhor logo, logo...é nessa parte que complica...eles quase que obrigam a pessoa que quer ter uma camera mas não disponhe de tanto dinheiro a comprar essa mesma sony na santa efigenia, no ml, ou em outro lugar "mais camarada"....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O problema maior é a taxa de importação....

Mas enquanto isso só aqui no "shopping OI" em BH :D:D

Mas realmente por isso que a SONY não investe nada no pais...

Nada de PC, nada de camera, nada de quase nada...

ps.: minha camera eu podia ter comprado no Shopping "oi" ou no ML, mas preferi comprar num lugar "seguro", acabei comprando uma de menor potencia mas que estava dentro do meu bolso, consegui manter a qualidade e realizar meu sonho, até porque a camera me satsfaz tem OTIMA qualidade e realiza tudo o que quero... Ainda por cima tenho a segurança da garantia...

mas muitas vezes acabei comprando de outras formas justamente por ver o ROUBO que é nos meios LEGAIS, estranho né?

t+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se as empresas ganham cobrando preços acima do que o produto realmente vale e o governo com impostos exagerados, ganhemos então com o contrabando e pirataria.

Pode ser mesquinho da minha parte, mas eu não quero ser o único a sair perdendo...

:-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou contra o contrabando de Drogas, Bebidas, Cigarros esse tipo de coisas (entorpecentes) por que isso agride gravemente a sociedade. Mas acho que um computador aqui e uma câmera digital ali não representa mal nenhum em ser contrabandeado (importado eu prefiro dizer), pois de certa forma isso estimula o pais a consumir tecnologia e isso é bom...mas por outro lado sonega impostos do governo...mas fazer o que?? NÃO PODEMOS AGRADAR A TODOS! :bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se você está com a consciencia pesada por trabalhar 12 meses num ano e deixar 5 meses de salários para pagar imposto...

Na hora de comprar sua camera, é só imaginar quem comprou sua camera foi lá no Paraguai e usou a cota de US$ 150,00 e trouxe sua camera dentro da lei.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá galera!

Creio que um dos principais problemas em relação ao governo é a má estruturação da "grade" de impostos. Quando um imposto não cobre de maneira satisfatória algum serviço ou bem (quando o governo não arrecada o que ele tinha em mente com o imposto), um outro imposto é criado e "indexado" ao primeiro, "disfarçando" que os impostos não aumentam. Claro que não! Apenas são criados novos impostos. Tudo isso forma uma enorme rede, e com o "ótimo" sistema fiscal que nós temos aqui (no Brasil) um mesmo serviço ou bem é cobrado e recobrado várias vezes... Isso aumenta o preço geral das coisas, não só dos importados. E isso NÃO é culpa APENAS do governo LULA. Isto é um legado de várias administrações. Acho que podemos dizer até que já faz parte da cultura Brasileira. Se alguém acha que isto que eu disse é exagero, pergunte pra qualquer empresa estrangeira aqui no Brasil. A matriz (fora do país, logicamente) se esforça, mas não consegue entender como o Brasil consegue ir pra frente com uma rede tão complexa e abusiva de impostos e taxas. Acho que é isso.

Falou gente!!! B)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O alto valor está todo nos impostos mesmo. :bandeira:

O pobre do lojista, é vitima neste processo, pois o governo recolhe toda a tentativa de lucro da loja. :bandeira:

Já tive loja de informatica, mas já vendi. :(

Se trabalhar corretamente, vai ter que colocar seu produto quase o dobro do seu concorrente, e logicamente não vai vender nada. Pra vender mais em conta tem que sonegar, mas corre o risco de ser pego. Conclusão: para não viver na ilegalidade vendi minha parte na sociedade. Quem comprou, tentou ser honesto, não vendeu nada, depois sonegou, e foi pego. Fechou a loja e foi trabalhar de empregado em outra e está supersatisfeito ... Loja nunca mais :P

Terceiro Mundo é bom para montar fábrica. Mão-de-obra barata e consegue-se isenção de um monte de impostos dependendo do lugar, depois, manda prá fora que lá vende em dolar. :blink:

Quem já foi ao Parahuai já abasteceu o carro lá ? A gasolina é nossa, e é vendida com bom lucro pelo posto a um preço bem mais barato que nosso. Quem mora perto da fronteira vai lá só para abastecer ! O importo para outro pais é menor que para o mescado interno !?!?!? :tantan:

E VIVA O BRASIL :bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Quem não tem 1 cd pirata que atire o primeiro gabinete"

mais enquanto não fizerem algo pra benificiar quem vende honestamente, vai continuar isso dai mesmo =/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom, fugindo um pouco do assunto, se o preco fosse justo eu pagaria, ex,: atualmente compro alguns jogos originais, pois seus precos variam de 30 a 45 reais, acho que esta bem pago, mesmo sendo longe dos 5 ou 10 reais.

Mas em relação as digitais o preco anda muito abusivo, pois é moda, fazer o q.

[]s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É exatamente o que o Bob Crazy postou: o que menos tem culpa é o comerciante. Também já tive uma empresa (área de redes LAN, WAN) e o maior sócio é mesmo o governo. É desaminador chegar no final do mês para fazer as contas e ver que 90% do que você conseguiu "lucrar" vai embora sob a forma de impostos, taxas e contribuições.

%7Boption%7Dhttp://www.cdlfor.com.br/cargatributaria/cartaz/cartaz1.jpg' border='0' alt='' />

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é pessoal mas não vamos desanimar, pois a tendencia é piorar....rsrsr

agora chegar janeiro e IPTU, IPVA, IR.....

:muro::muro::muro::muro::muro::muro::muro::muro:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Hawker Hurricane AII@24 nov 2004, 07:48

Creio que um dos principais problemas em relação ao governo é a má estruturação da "grade" de impostos. Quando um imposto não cobre de maneira satisfatória algum serviço ou bem (quando o governo não arrecada o que ele tinha em mente com o imposto), um outro imposto é criado e "indexado" ao primeiro, "disfarçando" que os impostos não aumentam. Claro que não! Apenas são criados novos impostos. Tudo isso forma uma enorme rede, e com o "ótimo" sistema fiscal que nós temos aqui (no Brasil) um mesmo serviço ou bem é cobrado e recobrado várias vezes... Isso aumenta o preço geral das coisas, não só dos importados. E isso NÃO é culpa APENAS do governo LULA. Isto é um legado de várias administrações.

Olá,

De fato. O que se paga de impostos é quase

uma proibição ao consumo e além do mais,

não se vê esse dinheiro retornar ao cidadão

sob a forma de um Estado que ofereça serviços

básicos.

Sou contra o contrabando mas também sou contra

todo o abuso do mercado. Os lojistas pequenos - nada

a comentar, visto que a situação é difícil mesmo.

E é difícil porque os fabricantes não respeitam

volume de compras que uma loja pequena pode

fazer. Os fabricantes vendem a um lojista pequeno

com um preço que chega a quase o dobro do que vendem

aos grandes. Portanto, o preço final das grandes redes

é semelhante ao preço que o pequeno lojista paga

do fabricante, tornando impossível a concorrência

Quanto às grandes redes, que conseguem,

através de compras de lotes inteiros da produção do

fabricante, não sei o que se passa com elas.

Mas as odeio. Sempre que é possível, não compro

em grandes supermercados, mas na lojinha

do seu Dadinho e da Dona Fabinha, a uns quarteirões

daqui. Sei, como consumidor e ex-funcionário, que as grandes

redes cobram caro e tratam o consumidor, e diga-se de passagem

os funcionários também, à base de muita exploração.

Não sugiro o boicote ao contrabando, aliás, não

sugiro boicote de nenhum tipo. Estou apenas lembrando

que o contrabando é proibido mas não é impedido!

Proibir é diferente de impedir!

O governo proibe mas fecha os olhos e impede só um

pouquinho - para a indústria nacional ficar alegrinha

de vez em quando.

Se o governo impedisse o contabando, a CANON, FUJI,

OLYMPUS, etc. deixariam de vender milhões no Brasil!

Sabem o que isso significa? Eu não sei direito.

Mas tenho uma hipótese:

As grandes insdústrias formariam seu lobby, grupinho que

sempre formam quando querem defender seus interesses

(vide Microsoft e IBM), e conseguiriiam de uma noite para

outra passar no Congresso leis mais justas que as permitissem

preços adequados ao padrão de consumo do Brasil.

Isso quer dizer que o contrabando não é impedido para que

as grandes indústrias possam vender milhões aqui no Brasil

sem terem o mínimo de compromisso com os seus consumidores

-vendendo sem garantia e tudo o mais.

Enfatizo que quando falo o Governo estou falando da Instituição

Estado Brasileiro. O governo atual tem esse problema nas mãos

e, pelo que vejo, não o trata como um problema que mereça

soluções rápidas. Mas certamente não é culpa dele, mas sim,

uma das grandes instituições do sistema capitalista - o lucro

está acima do cidadão.

A Tecnologia deve ser vista como cultura. Livros não são taxados.

A tecnologia para o cidadão comum é instrumento de acesso

a cultura, portanto, é uma grande burrice do governo taxar

o acesso do cidadão à cultura. Isso impede as forma mais

atuais de formação individual.

Acho que está na hora de o governo perceber isso e talvez seja

necessária alguma forma de mobilização.

abraços,

JocGon

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Discussões políticas à parte, não sou a favor do contrabando nem da pirataria, PORÉM, vivemos em um país onde o interesse maior é lucrar o máximo possível.

Você vê muitas empresas, por exemplo, as gravadoras, reclamando que tem prejuízos com a pirataria.

Porém a toda ação corresponde uma reação. Se existe pirataria, é porque os cd's são caros. Imagine se uma pessoa que ganha salário mínimo teria dinheiro para comprar um cd de 40,00 reais ou mais. E alguém acha que as empresas gravadoras estão preocupadas se a Dona Maria, empregada doméstica, que mora num barraco numa favela, tem possibilidade de comprar o último cd do Alexandre Pires ?

Aliado ao fato de que certas empresas agem de má-fé colocam 2 músicas boas que fazem sucesso e 10 outras que não são aquilo. Aí o consumidor se obriga a comprar a coletânea por causa de 2 músicas. Sem falar nas travas que são colocadas para impedir a cópia e que acabam fazendo com que o "cd" não toque em muitos aparelhos de som.

Da mesma forma, o governo coloca impostos altíssimos sobre a importação. Porém a finalidade do imposto, que seria regular a importação para favorecer as indústrias nacionais não é atingida. Porque, no ramo de informática, existem poucas empresas nacionais.

Os governos brasileiros, tradicionalmente se comportam como parasitas, sugando o trabalho do povo, e não investindo NAS ÁREAS QUE DEVERIA.

Trabalhamos 5 meses de cada ano para sustentar um governo que não dá o mínimo retorno, engessa a economia sobrecarregando os empresários com impostos e mais impostos.

Isso obriga as pessoas a arranjarem meios para driblar esses encargos.

Infelizmente no Brasil, o contrabando e a pirataria são um mal necessário. Enquanto o Governo mantiver essa postura, infelizmente não acabará com eles.

Espero estar vivo para ver um dia um Governo que se preocupe realmente com o desenvolvimento do país, tanto tecnológico como social, e que não se preocupe apenas em arrecadar verbas para sustentar uma máquina burocrática antiquada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por rickg@25 nov 2004, 11:45

Discussões políticas à parte, não sou a favor do contrabando nem da pirataria, PORÉM, vivemos em um país onde o interesse maior é lucrar o máximo possível.

Você vê muitas empresas, por exemplo, as gravadoras, reclamando que tem prejuízos com a pirataria.

Porém a toda ação corresponde uma reação. Se existe pirataria, é porque os cd's são caros. Imagine se uma pessoa que ganha salário mínimo teria dinheiro para comprar um cd de 40,00 reais ou mais. E alguém acha que as empresas gravadoras estão preocupadas se a Dona Maria, empregada doméstica, que mora num barraco numa favela, tem possibilidade de comprar o último cd do Alexandre Pires ?

Aliado ao fato de que certas empresas agem de má-fé colocam 2 músicas boas que fazem sucesso e 10 outras que não são aquilo. Aí o consumidor se obriga a comprar a coletânea por causa de 2 músicas. Sem falar nas travas que são colocadas para impedir a cópia e que acabam fazendo com que o "cd" não toque em muitos aparelhos de som.

Da mesma forma, o governo coloca impostos altíssimos sobre a importação. Porém a finalidade do imposto, que seria regular a importação para favorecer as indústrias nacionais não é atingida. Porque, no ramo de informática, existem poucas empresas nacionais.

Os governos brasileiros, tradicionalmente se comportam como parasitas, sugando o trabalho do povo, e não investindo NAS ÁREAS QUE DEVERIA.

Trabalhamos 5 meses de cada ano para sustentar um governo que não dá o mínimo retorno, engessa a economia sobrecarregando os empresários com impostos e mais impostos.

Isso obriga as pessoas a arranjarem meios para driblar esses encargos.

Infelizmente no Brasil, o contrabando e a pirataria são um mal necessário. Enquanto o Governo mantiver essa postura, infelizmente não acabará com eles.

Espero estar vivo para ver um dia um Governo que se preocupe realmente com o desenvolvimento do país, tanto tecnológico como social, e que não se preocupe apenas em arrecadar verbas para sustentar uma máquina burocrática antiquada.

opa, posso comentar um pouco de que você disse?

Um não é nosso pais que vive pelo lucro é o mundo meu rapaz... não vê as guewrras do petroleo?

Essa crise nas gravadoras é mundial aliás elas são mundiais (multinacionais)

Mas pra salvar o brasl dessa encrenca, gracas a politicas governamentais temos o carro popular mais barato e mais bem equipado do mundo...

Sobre pirataria e volto a questionar: vale a pena o preco pela inseguranca?

Produto com defeito, etc...

Não sei e foi nisso que pensei ao gatar 600 paus numa camera + cartão de memória, sendo que pagaria 300 nela no ML e por 600 comrparia dessas aí que aqui no forum tem aos montes...

Pela garantia e pela possibilidade de dividir a perder de vista sem juros (hehe) vida de universitário é Fods... eu preferi comprar a Digimax, claro antes pesquisei pra danah.. não é a toa que não me arrependo mesmo...

Meus 2 pc e o do meu irmão são legias, meu modem ADSl tambem, meus cd todos tambem...

pois muitas vezes peso, e vejo quantos problemas dá um produto legalizado ai logo penso se vale a pena uma mumba...

Ceis acreditam que já entrei na justica do consumo 4 vezes!!! contra empresas safadas?

Uma contra a editora da revista INFO, que ficou 6 meses sem me enviar nada e depois ainda por cima me cobrou e a desculpa dela era falah tecnia (GANHEI), depois teve o problema com a safada da OI Telemar, que me tirou meus 31 anos do nada sendo que eu estava lotado de créditos, e sabe como descobri esse "agradavel" presente da OI? Estava aproveitando um sábado pra usar meu 31 anos e PIMBA acabou meus creditos? MAS COMO?!? ligava pra lá eles viaum com a desculpa de que nunca tinve 31 anos, sendo que eu tinha todos os documentos.... e fora que a ligacaum toda hora caia (ENTREI NA JUSTICA E GANHEI), depois comprei um Notebook IBM novinho e a vista... levei na garantia pois o monitor dele ficava palando o tempo todo... ele ficaram 3 meses com meu notebook, me enrolando e querendo que eu meiasse o pagamento da peca, depois alegaram que eu levei fora do prazo, coo sempre tenho todos os documentos (entrei na justica e GANHEI!!) hehehe, depois ainda teve mais um com uma loja de roupas que sai debitando no meu cartaum um monte de coisa de crianca sendo que nem filho eu tenho, provei que nunca havia comrpado lá e eles não paresentaram nenhum registro de saida dakelsas pecas, logo eu GANHEI!

então galera demora pra danah sim, mas vale a pena, eu luto por meus direitos, pois sse fico um dia sem saldo no Banco eles me rancaum juros e não quererm nem saber o porque, logo eu como consumidor tenho que exigir a mesma qualidade que eles me exigem como comrpador!

já no mercado ilegal, se isso tivesse acontecido como eu ficaria?

t+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ai galera,

Acredito que o problema todo seja um pouco mais embaixo, vou tentar explicar a minha lógica, e vejam se concordam.

porque o governo cobra tantos impostos? porque nunca tem dinheiro para nada, e sempre que precisa o que faz? cria novos impostos, afinal para que trabalhamos?

E por ele nunca tem dinheiro? Simples, porque existe muita corrupção, e muitos politicos, que não estão nem ai para o Brasil, e só pensam em si mesmos, aproveitam a sua posição para roubar, roubar e roubar, e desta forma falta dinheiro para as obras publicas, e adivinham o que acontece? Mais impostos.

Acredito que enquando não for resolvido o problema da corrupção no Brasil, isto não vai ter solução, e o problema não são apenas os impostos, é tudo, nosso pais tem tudo para ser uma grande nação, só falta mudar a mentalidade das pessoas que estão no poder, eu não estou falando que a culpa é do Lula, do FHC, ou outro presidente, e sim de todo o processo.

Não sei como fazer para mudar isso, pois sou apenas um simples cidadão, sem nenhum tipo de poder, apenas o do voto, por isso temos que escolher melhor os nossos politicos, para que um dia, quem sabe, comecemos a crescer.

Everson

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por eversonpiza@26 nov 2004, 09:56

Ai galera,

Acredito que o problema todo seja um pouco mais embaixo, vou tentar explicar a minha lógica, e vejam se concordam.

porque o governo cobra tantos impostos? porque nunca tem dinheiro para nada, e sempre que precisa o que faz? cria novos impostos, afinal para que trabalhamos?

E por ele nunca tem dinheiro? Simples, porque existe muita corrupção, e muitos politicos, que não estão nem ai para o Brasil, e só pensam em si mesmos, aproveitam a sua posição para roubar, roubar e roubar, e desta forma falta dinheiro para as obras publicas, e adivinham o que acontece? Mais impostos.

Acredito que enquando não for resolvido o problema da corrupção no Brasil, isto não vai ter solução, e o problema não são apenas os impostos, é tudo, nosso pais tem tudo para ser uma grande nação, só falta mudar a mentalidade das pessoas que estão no poder, eu não estou falando que a culpa é do Lula, do FHC, ou outro presidente, e sim de todo o processo.

Não sei como fazer para mudar isso, pois sou apenas um simples cidadão, sem nenhum tipo de poder, apenas o do voto, por isso temos que escolher melhor os nossos politicos, para que um dia, quem sabe, comecemos a crescer.

Everson

já que o nivel da discução está bem legal, cvom bastante respeito...

na minha modesta opiniãop corrupcaum é um mal necessário numa democracia, ou melhor é algo quye vai sempre se ter nela.

Pra mim é como aquelas pessoas que acreditam no fim da pobreza e da fome, fim das guerras e das matancas, é algo inerente a sociedade atual... não tem como acbar

E também na minha opinião a corrupção do Brasil nem é tão alta, vide os americanos se você pesquisar, não sei se já o fez, verás que o nível de corrupção dele é muito mais alto que o nosso...

t+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

estranho eles tem mais corrupção e estão trilhões de anos luz na nossa frente em desenvolvimento e qualidade de vida... <_<

acho q no quesito corrupção ninguém vence o Brasilzão...rsrsr é muita (inimaginavel) sacanagem com o dinheiro dos nossos impostos..... :muro:

esta é minha opnião... claro q respeito todas as outras opiniões...

afinal estamos num pais democrativo...kkkkkkkkkkkkk (as gargalhadas são só da parte do pais democratico.....)

um abraço

e viva a sexta-feira

:-BEER

vamos esquecer a CPMF. PIS, COFINS, I*.*....

putz vou ouvir legião.... advinha q musica....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

TA COM A CONSCIENCIA PESADA DE COMPRAR PRODUTOS MAIS BARATOS E DE ORIGEM DUVIDOSA??? COMPRA NA LOJA.... :D

NO WAL MART AQUI PERTO DE CASA TEM

:blink:

FUJI A205 990,00

FUJI A210 1430,00

CANON A75 1890,00

SONY P43 1780,00

TUDO COM NOTA, PARCELA EM XX VEZES COM E SEM JUROS, E GARANTIA...

:D

ENQUANTO ISSO TEM SENADOR VIAJANDO 6 VEZES POR ANO PRO EXTERIOR E GASTANDO SEU RICO DINHEIRINHO!!!

:bandeira::bandeira::bandeira::bandeira::bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por FOCAMAN@26 nov 2004, 23:16

TA COM A CONSCIENCIA PESADA DE COMPRAR PRODUTOS MAIS BARATOS E DE ORIGEM DUVIDOSA??? COMPRA NA LOJA.... :D

Olá a todos,

Tecnologia é cultura.

Taxar tecnologia [para uso pessoal] é burrice.

Abri esse tópico com o objetivo de expor meu ponto

de vista e saber o que as pessoas pensam a respeito.

Acho que a maioria entendeu o teor da discussão.

Mas como alguns insistem em observar o problema

como algo pessoal, vou esclarecer alguns pontos

a respeito do que penso. Tudo isso se refere à tecnologia

digital em fotografia, mas deve ser estendido a todas

as áreas culturais que dependam de tecnologia.

1) O contrabando é um benefício para as grandes indústrias

porque permite a elas a venda em grande escala sem ter

o mínimo de compromisso com as pessoas que consomem

seus produtos.

2) O governo [não somente o atual ou anterior, mas o Estado]

proíbe mas não impede o contrabando. Não impede porque não

quer. Não é porque não pode nem porque não sabe. É mais

fácil fazer vista grossa do que ter que lidar com o problema

da qualidade da indústria nacional - que não tem como competir

com a estrangeira. Mas com o contabando, o governo lava as

mãos, dizendo que faz o pode pela indústria nacional [isto é,

taxando a estrangeira] e que ele não tem culpa do comércio

que vem por baixo do pano.

3) Taxar produtos de tecnologia impede a criação tecnológica e

cultural do país. É um círculo vicioso: para defender a tecnologia

nacional, inviabilizam a entrada de tecnologia de qualidade no país e,

com isso, limita muito nossa capacidade de pesquisa e criação.

Como a tecnologia poderá se desenvolver um dia aqui se a população

está limitada por falta de recursos de informática?

Como o cinema, música e a fotografia podem ser artes de qualidade

se não temos acesso aos seus instrumentos básicos de produção?

Quem pode produzir cinema no Brasil? Livros não são taxados,

porque devo ser taxado quando quero ter acesso à Internet?

4) A classe média brasileira é conformista e se contenta com

poder consumir contrabando, acreditando que, com isso,

esteja "levando vantagem" sobre o governo. Critica o governo

nos ambientes informais mas nunca se mobiliza formalmente

para governar junto de seus representantes e fazer com que

as coisas aconteçam em seu país.

Por isso tudo, estou dizendo que deverá haver, por parte da

comunidade que trabalha com tecnologia, que trabalha com

arte que depende de tecnologia e que faz pesquisa que depende

de tecnologia, uma tomada de consciência. Tomar consciência

do problema é um passo e o outro é encontrar soluções

governamentais - que possam ser usufruídas por todos,

dentro da lei e com incentivo do governo.

Por isso, digo:

Tecnologia é cultura. Taxar tecnologia [para uso pessoal] é burrice.

abraços a todos,

JocGon

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

rpz, o Brasil tá precisando tambem de uma boa reforma tributaria... desses precos aí, 50% é so de imposto...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é, este ano trabalhei feito um condenado na firma, fazendo 3o. turno e uma média de 80 horas extras por mês. Surpresa: o leão comeu nada menos que 11.230,00 do meu salário durante o ano!!! O mais duro é que é descontado na fonte, sem choro nem vela, todo mes!! :help::help:

Por isso que se puder optar por comprar sem imposto irei fazê-lo com a consciência tranquila, pois minha parte eu já fiz!!!! :angry::angry:

Acho que o Brasil não é capitalista é socialista, pois trabalhamos pro governo!!!

Que bom seria se este meu dinheirinho fosse bem empregado, daria para sustentar umas 3 famílias por mês....

:bandeira::bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou contra que não se pague impostos, porém, ao ver os gastos com mordomias e frivolidades do governo e parlamentares, dá uma raiva.

Ou seja, se meus impostos fossem revertidos para escolas, saúdes, estradas e outras benfeitorias necessárias até não me lamentaria.

Porém o que se vê é gente que prega moral lá em cima para que compremos produtos importados legalmente, não pensando nos lojistas, pois se pensassem nos lojistas baixariam os impostos para estimular as vendas. Querem que paguemos impostos para que a máquina burocrática mal-administrada despenque e não percam as regalias.

Enquanto um trabalhadopr tem que suar para poder comprar uma reles máquina digital, vê-se políticos que ganham um monte além de verbas suplementares.

Se eu pudesse não daria um tostão para gente assim, se querem mordomias que paguem com o dinheiro que ganharem honestamente.

Enquanto eu puder vou comprar artigos que custam mais baratos sejam eles vindos do Paraguai ou não.

Quando tivermos uma política de impostos decente e voltada para o desenvolvimento nacional, aí sim, pagarei meus impostos com prazer. Enquanto esta política predatória que está aí persisitir, o contrabando e a pirataria continuarão a existir, não que sejam atitudes corretas, mas são uma oposição ao abuso do poder.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o amigo rickg, pois se eu soubesse que toda a arrecadação de impostos revertesse em benefício ao cidadão como reza a Constituição Brasileira, eu seria contra ao contrabando. Mas só em pensar que os parlamentares possui uma cota mensal de R$ 12.000,00 para gastos com revistas, hotéis, viagens, gastos com combustíveis e outras cositas mais, bastando somente apresentar as Notas Fiscais para ressarcimento no final do mês, e se ele não gastar a cota mensal, o valor acumula para o mês seguinte até fechar o semestre!!!! :priv: ....no meu não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0