• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
OFAJ

Dell é líder em PCs. Só com 4%

30 posts neste tópico

Economia - O ESTADO DE S. PAULO - Quarta-feira, 24 de Novembro de 2004.

Dell é líder em PCs. Só com 4%

Força do chamado mercado cinza, que usa produtos ilegais, deixa pouco espaço aos grandes fabricantes

Renato Cruz

A americana Dell fechou o terceiro trimestre com a liderança no mercado brasileiro de PCs, o que inclui computadores de mesa e notebooks, com cerca de 4% de participação, de acordo com a empresa de pesquisa IDC. Apesar disso, a condição do mercado não oferece tantos motivos para comemorar. O País deve fechar o ano com 75% de participação do chamado mercado cinza, que usa componentes contrabandeados, sonega impostos e chega a oferecer máquinas mais de 20% mais baratas. No fim do ano passado, a fatia era de 70%. "As vendas devem apresentar dois dígitos de crescimento este ano, mas, para o mercado oficial, o ano não está tão bom", afirmou o analista Denis Gaia, do IDC. No ano passado, foram vendidos cerca de 3 milhões de PCs no Brasil. "A alta do PIS e da Cofins onerou a cadeia do mercado oficial."

Está cada vez mais difícil para as gigantes mundiais da informática competir com os montadores de micros, principalmente para atender ao mercado de varejo. "Em grandes e médias empresas, estamos muito bem posicionados", afirmou o diretor de Assuntos Corporativos da Dell, Fernando Loureiro. "Mas no mercado doméstico e em escritórios, quase não se vê a Dell. Aliás, quase não se vê nenhuma grande marca." No trimestre passado, as vendas da Dell no Brasil aumentaram 20,7% sobre o segundo trimestre, enquanto o mercado como um todo teve expansão de 17,9%.

No começo do ano, a Dell entregou uma proposta ao governo federal para reduzir impostos de importação sobre componentes, junto com um estudo mostrando que o aumento da base de arrecadação compensaria qualquer perda. De acordo com a empresa, também haveria aumento de empregos formais e atração de investimentos. Foram bem recebidos, mas não houve qualquer resposta.

Para a concorrente HP, a preocupação com os clones, como também são conhecidos os PCs cinzas, é muito maior do que com a participação de cada empresa. "A liderança do mercado de PCs pertence aos clones", argumentou a empresa, por escrito. "O cenário atual mostra uma diferença muito pequena entre grandes fabricantes. A disputa é muito efêmera, marcada pelo fechamento de contratos pontuais."

Quando aportou no Brasil, há cinco anos, a Dell instalou-se provisoriamente em Eldorado do Sul (RS), a 15 quilômetros de Porto Alegre, planejando ocupar instalações maiores na cidade vizinha Alvorada. A reposta do mercado não foi a esperada e, até agora, a empresa não mudou. A Dell tem hoje 700 funcionários no Brasil. No Panamá, onde chegou há 17 meses, são quase 2 mil e na Índia, onde está há 3 anos, quase 6 mil. "Se tivermos ambiente favorável, podemos crescer mais", explicou Loureiro.

* Noticia supra é fiel à íntegra publicada no jornal, com nome da Fonte, Autor Original e Link para acesso ao veículo inseridos no corpo da mensagem.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por ofaj@25 nov 2004, 01:11

No começo do ano, a Dell entregou uma proposta ao governo federal para reduzir impostos de importação sobre componentes, junto com um estudo mostrando que o aumento da base de arrecadação compensaria qualquer perda. De acordo com a empresa, também haveria aumento de empregos formais e atração de investimentos. Foram bem recebidos, mas não houve qualquer resposta.

Todo mundo sabe disso, até o meu cachorro. Só o governo federal que acha que só se arrecada mais dinheiro aumentando cada vez mais os impostos... esse pessoal da equipe econômica, ou seja lá quem define as alíquotas, deve fumar muito cocô durante as reuniões, não é possível !!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Satoru@25 nov 2004, 07:41

[...] Só o governo federal que acha que só se arrecada mais dinheiro aumentando cada vez mais os impostos... esse pessoal da equipe econômica, ou seja lá quem define as alíquotas, deve fumar muito cocô durante as reuniões, não é possível !!

Nossa rica "Equipe Econômica" quando chega em Brasília - no máximo 3 dias por semana - como sempre, está interessada sim é em articular os privilégios de suas proles pessoais e políticas, em detrimento dos interesses maiores da nação.

Informações de hoje, também daqui de São Paulo , dão conta que a montadora de veículos AUDI estará deixando o país após o primeiro semestre do próximo ano, quando deixará de produzir o modelo A3 no Paraná. Não é para menos, pois a carga tributária cumulativa de impostos em cima das montadoras é tanta, que 50% do valor de um automóvel desta linha é só de impostos, ou seja, vai direto para o Tesouro Nacional.

No caso da DELL o plenejamento que tinha previsão para instalações maiores, acabou por enganada diante dos resultados internos. Certamente ainda iremos ver muitas empresas gigantes saindo daqui e outras milhares quebrando diante dessa política. Assunto polêmico esse, todavia, fica o registro.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:D Fala ai,

O problema é estrutural!

Observem que 90% da população mundial vive com menos do que um salário mínimo (menos de 100 dolares por mês), e não estou certo disso, mas essa estatística só se refere aos em idade de trabalho e que deveriam estar econômicamente ativos, e o que ocorre?

Ocorre que para um governo capitalista essas pessoas não existem! pois se juntarmos o PIB de todos, isso deve dar uns 3% quando muito, aí o governo ao invés de criar uma estrutura dentro do sistema capaz de absorver essa mão de obra ao mesmo tempo em que a qualifica, deixa vazar por entre seus dedos essa oportunidade e direciona-se para os 90% restantes, onde uns 88% desse capital é dos mais ricos e os 2% restantes é da "classe média",

Aí os ricos bem acessorados, sabendo que a obrigação da segurança, educação dos filhos, e saúde seria do governo abate tudo isso de seus impostos, e por fim sonega um pouquinho do resto :huh: , tá certo, ué!

Então sobra pra quem?

Pra nós que temos os impostos descontados em folha, ou em produções legalizadas com notas fiscais,etc. e isso inclui essas empresas que vão puxar o carro daqui!

Mas ainda é falta de cultura pra cuspir na estrutura... com a permissão da palavra.

:-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por carmagedon666@25 nov 2004, 08:59

[...] Mas ainda é falta de cultura pra cuspir na estrutura... com a permissão da palavra.

:-BEER

Carmagedon666,

Sua análise e comentário são realistas, contudo, sua finalização ficou enigmática na minha leitura :muro:Você se refere à falta de cultura do nosso povo para criticar alguma situação estrutural, ou o mesmo aspecto saindo da ótica de quem vive, critica e toma decisões de fora do país? :help:<_<

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por ofaj@25 nov 2004, 08:42

Os nossos rico$ parlamentares quando chegam em Brasília - no máximo 3 dias por semana - como sempre, estão interessados sim é em articular os privilégios de suas proles pessoais e políticas, em detrimento dos interesses maiores da nação.

Não são os parlamentares que definem as alíquotas... eles fazem projetos de lei e votam. Alíquotas são determinadas por uma equipe econômica, pode até ter que passar pela aprovação do congresso, mas não são eles que definem valores.

Observem que 90% da população mundial vive com menos do que um salário mínimo (menos de 100 dolares por mês), e não estou certo disso, mas essa estatística só se refere aos em idade de trabalho e que deveriam estar econômicamente ativos, e o que ocorre?

Acho que aí você pegou pesado... 10% da população mundial são 600 milhões de pessoas. Junta toda a população dos países ricos que não vivem de salário mínimo, já dá muito mais que isso... só EUA e Canadá juntos já deve ter uma população de 250 milhões que não vive de salário mínimo, juntando com uns 100 milhões do Japão já dá quase a metade. Junta Europa e resto do mundo, passa de 1 bilhão. Seria mais real dizer que 1/6 ( ou 1/5 ) da população mundial vive com menos de 100 dólares por mês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:D heheheheehhe! Eu gosto de ser enigmático! :bored:

Mas, não quero cair no simplismo de criticar o Governo, até porque embora sejam quase marajás ou quase Reis onde sua majestade é transferida em família, também são do povo, brasileiros, ou pelo menos naruralizados o suficiente para, e quer queiram quer não, refletem essa falta ... embora não saibam, ou ignorem, ou até pensem que na verdade são Europeus, Americanos, etc. e que ainda vivem na época das explorações à colônia recém desbravada, mas;

estou querendo levar ao campo das ideias livres, de que falta uma estrutura para os que estão nessa massa e não são QIs de ameba, e veja, o dinheiro é como cocô, quanto mais se espalha mais presta, pois aduba e fertiliza, e mesmo que não gere frutos o tempo todo, podemos adubar o campo e "cultivar grama" antes para não deitar e rolar em cima de belas folhas de "Urtiga" e "formigueiros" depois se é que me entendem...

... e seguindo esse pensamento poético, uma empresa que olha para um campo gramado e bonito, e outro cheio de ervas daninhas e formigueiros, vai plantar seu pomar aonde?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Satoru@25 nov 2004, 11:31

[...]

Não são os parlamentares que definem as alíquotas... eles fazem projetos de lei e votam. Alíquotas são determinadas por uma equipe econômica, pode até ter que passar pela aprovação do congresso, mas não são eles que definem valores.

[...]

Senão todas, pelo menos a esmagadora maioria das decisões de cunho governamental, estão sim senhor, nas mãos dos 'Excelentíssimos Senhores Parlamentares', estando eles licenciados ou não de suas funções no executivo, não fosse assim inexistiria a legitímidade para eles serem os representantes legais dos interesses de cada cidadão brasileiro.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por carmagedon666@25 nov 2004, 11:38

[...] se é que me entendem... [...]

Carmagedon666,

Agora você foi mais pragmático, possibilitando uma rapída leitura da sua linha de raciocínio. O enigma foi decifrado. Era só isso mesmo...:joia:

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por ofaj@25 nov 2004, 01:11

No começo do ano, a Dell entregou uma proposta ao governo federal para reduzir impostos de importação sobre componentes, junto com um estudo mostrando que o aumento da base de arrecadação compensaria qualquer perda. De acordo com a empresa, também haveria aumento de empregos formais e atração de investimentos. Foram bem recebidos, mas não houve qualquer resposta.

O bom senso diz isso, mas o problema é esperar bom senso por parte de nossas "autoridades". Parece até que existe algum tipo de vírus lá nos gabinetes em Brasília que atacam os neurônios das pessoas deixando-as completamente estúpidas e dissociadas da realidade.

Recentemente foram vinculadas na imprensa que o governo estava estudando uma redução dos impostos incidentes sobre os automóveis para estimular o mercado interno, visto que o aumento na produção deste ano deveu-se principalmente às exportações. :zoio: pensei: será que finalmente a coisa começa a mudar ?

Pouco depois vi um entrevista com o ministro Furlan onde ele dizia que, como na aquisição de um automóvel a carga tributária representa um peso considerável na formação do preço, eles estariam estudando uma forma de PARCELAR o pagamento dos impostos :angry: . Pode uma coisa desta ? Isso aqui não tem jeito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Satoru+25 nov 2004, 11:31QUOTE (Satoru @ 25 nov 2004, 11:31) ofaj@25 nov 2004, 08:42

Os nossos rico$ parlamentares quando chegam em Brasília - no máximo 3 dias por semana - como sempre, estão interessados sim é em articular os privilégios de suas proles pessoais e políticas, em detrimento dos interesses maiores da nação.

Não são os parlamentares que definem as alíquotas... eles fazem projetos de lei e votam. Alíquotas são determinadas por uma equipe econômica, pode até ter que passar pela aprovação do congresso, mas não são eles que definem valores.

Observem que 90% da população mundial vive com menos do que um salário mínimo (menos de 100 dolares por mês), e não estou certo disso, mas essa estatística só se refere aos em idade de trabalho e que deveriam estar econômicamente ativos, e o que ocorre?

Acho que aí você pegou pesado... 10% da população mundial são 600 milhões de pessoas. Junta toda a população dos países ricos que não vivem de salário mínimo, já dá muito mais que isso... só EUA e Canadá juntos já deve ter uma população de 250 milhões que não vive de salário mínimo, juntando com uns 100 milhões do Japão já dá quase a metade. Junta Europa e resto do mundo, passa de 1 bilhão. Seria mais real dizer que 1/6 ( ou 1/5 ) da população mundial vive com menos de 100 dólares por mês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por ofaj@25 nov 2004, 12:00

Senão todas, pelo menos a esmagadora maioria das decisões de cunho governamental, estão sim senhor, nas mãos dos 'Excelentíssimos Senhores Parlamentares', estando eles licenciados ou não de suas funções no executivo, não fosse assim inexistiria a legitímidade para eles serem os representantes legais dos interesses de cada cidadão brasileiro.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Sim, as leis... o máxmo que eu vi até hoje foram votar a CPMF, e isso porque ela foi criada por medida provisória. É lógico que todas as decisões legais saem de lá, eu não disse o contrário... mas na economia, muito pouco. Você acha realmente que são eles quem definem as alíquotas de importação ?!?! Fala sério... o que eles podem fazer é discutir, e aprovar caso tenha que passar pela câmara. Alíquotas, taxas de juros e afins são de responsabilidade de outro setor. Eles fazem projetos de lei, não mandam na economia como você está dizendo.

Mas, sem querer ser pessimista, essa sua matemática é pra inglês ver, já que na verdade os 2% mais ricos detém 50% do capital, e os outros 50% é dividido nos outros 98%, então esse PIB foi calculado em "conta de padeiro", ou não estamos medindo o desemprego de forma correta, ou não estamos medindo o poder aquisitivo do salário mínimo de forma correta.

Para inglês ver ?!?! 2% dos mais ricos são 120 milhões de pessoas... e já estão entre os 600 milhões da conta anterior. Isso sem levar em consideração que pelo menos 5 funcionários que trabalham diretamente para cada um desses 2% da população que detém toda essa grana são bem pagos ( ou você acha que um vice-presidente, acionistas ( empresas que tem ações na bolsa ) e diretoria trabalham por menos de 100 dólares ?!?! ). Então, temos 600 milhões que trabalham para esses 120 milhões que ganham muito mais de 100 dólares, e isso jogando por baixo, porque eles tem uma equipe grande que ganha muito bem.

E considerando que cada um desses 600 milhões tem uns 2 acessores ou subordinados ( nunca vi um diretor que não tem equipe ) que trabalham ganhando mais de 100 dólares ( isso não é difícil, uma pessoa com esse cargo geralmente tem mais empregados ganhando mais que 100 dólares ), então teremos 1 bilhão de 200 milhões de pessoas recebendo mais que 100 dólares. Somando esses com o outros acima deles, temos quase 2 bilhões de pessoas ganhando mais que 100 dólares. E além disso, você ignora as pessoas que trabalham para o governo ou militares, que geralmente recebem mais que 100 dólares ?? E em países como EUA, Inglaterra, Japão entre outros, profissões desvalorizadas aqui, como professores, são muito bem remunerados e respeitados por lá. Essa sua conta cai muito bem aqui para o Brasil, mas não dá para generalizar...

Você não foi poético, foi muito pouco realista...

O bom senso diz isso, mas o problema é esperar bom senso por parte de nossas "autoridades". Parece até que existe algum tipo de vírus lá nos gabinetes em Brasília que atacam os neurônios das pessoas deixando-as completamente estúpidas e dissociadas da realidade.

Não haverá bom senso da parte do governo. Alguém lá em cima fatura alto com o contrabando, só pode...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Satoru@25 nov 2004, 14:08

[...] Eles fazem projetos de lei, não mandam na economia como você está dizendo. [...]

Diante das circunstâncias retro, segue retificação.

Onde constava:

[...] "Os nossos rico$ parlamentares quando chegam em Brasília - no máximo 3 dias por semana - como sempre, estão interessados sim é em articular os privilégios de suas proles pessoais e políticas, em detrimento dos interesses maiores da nação. [...]

Consta agora:

[...] Nossa rica "Equipe Econômica" quando chega em Brasília - no máximo 3 dias por semana - como sempre, está interessada sim é em articular os privilégios de suas proles pessoais e políticas, em detrimento dos interesses maiores da nação.[...]

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:D faLA ai, pode apagar se quiser, mas vou lançar algum PIB aqui pra ver se é serio o que postei ou se estou "fora da realidade", observe e veja se isso está ou esteve certo:

Veja um pouco da má distribuição de renda, e onde você se encaixa nela:

"O MUNDO

Países:

268 nações e áreas dependentes

População: 6.379.157.361

Renda per capita: US$ 8.200

Crescimento populacional: 1.14%

Alfabetização: 77%

Religiões:

Cristianismo 32.71%, islamismo 19.67%, hinduísmo 13.28%, budismo 5.84%, judaísmo 0.23%. Outras religiões 13.05%, não religiosos 12.43% e ateísmo 2.41% "

Alguém tira U$8.200, ou isso é conta de padeiro?

Brasil Capital: Brasília

Chefe de Estado e de Governo

Presidente Luiz Inacio "Lula" DA SILVA (desde 1 de janeiro de 2003)

POPULAÇÃO

Total: 184,101,109

Renda per capita: 7,600 (2003)

Alfabetização: 86.4%

Língua: Português

Religião: Maioria católica.

Estatuto: República Federativa

Moeda: real (R$)

Organizações: ONU, OEA, Mercosul

Independência: 7 de Setembro de 1822, de Portugal

Feriados nacionais: Dia da Pátria, 7 de Setembro. Proclamação da República, 15 de novembro (1822) e Nossa Senhora de Aparecida, 12 de outubro

TELEFONIA

Código de Área 55 Brasil Como Discar pra lá ?

Telefones fixos: 38.81 milhões (2002)

Telefones celulares: 46.373.300 (2003)

TELECOMUNICAÇÕES

Estações de rádio: AM 1.365. FM 296. Ondas curtas 161 , das quais 91 transmitem em conjunto com estações de AM. (1999)

Emissoras de TV: 138

INTERNET

Sufixo Internet: .br

Número de hosts: 3.163.349 (2003)

Número de usuários: 14.3 milhões (2002)

TRANSPORTES

Ferrovias: 29.412 km (1.610 km eletrificados)

Estradas: 1.724.929 km

Hidrovias: 50.000 km

Aeroportos: 3.803 (2003)

Aeroportos Pavimentados: 677

Heliportos: 417 (2003)

Alguém ganha 7.600? ganhou isso em 2003? ou isso é conta de padeiro?

Quer a realidade? ou é melhor ficar na poesia?

:-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso não ajudou nada. Onde nesses dados diz que 90% da população mundial vive com menos que 100 dólares por mês ?? E depois, poucas pessoas ganham 7600 reais mensalmente mesmo, não discordo disso, mas conheço várias e várias que recebem entre 700 e 3000 reais. Ora, isso é muito mais que 100 dólares, e esses 7600 é média. Nove pessoas podem receber 760 reais e uma receber 69160 reais. A média vai ser 7600 reais... esses dados que você deu só mostram a distribuição desigual de renda.

Isso só mostra a razão pela qual 9 entre cada 10 pessoas optam por comprar computadores montados a comprar um computador da Dell, IBM, ou qualquer outro fabricante. É a diferença de preços entre um produto legalizado e que paga todos os impostos, dos produtos ilegais que sonegam tudo o que podem, é quase o dobro do preço só na carga tributária...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Satoru@25 nov 2004, 16:11

Isso não ajudou nada. Onde nesses dados diz que 90% da população mundial vive com menos que 100 dólares por mês ?? E depois, poucas pessoas ganham 7600 reais mensalmente mesmo, não discordo disso, mas conheço várias e várias que recebem entre 700 e 3000 reais. Ora, isso é muito mais que 100 dólares, e esses 7600 é média. Nove pessoas podem receber 760 reais e uma receber 69160 reais. A média vai ser 7600 reais... esses dados que você deu só mostram a distribuição desigual de renda.

Isso só mostra a razão pela qual 9 entre cada 10 pessoas optam por comprar computadores montados a comprar um computador da Dell, IBM, ou qualquer outro fabricante. É a diferença de preços entre um produto legalizado e que paga todos os impostos, dos produtos ilegais que sonegam tudo o que podem, é quase o dobro do preço só na carga tributária...

:D herhehehehehe!

Não caro Satoru! não é assim o calculo de Renda per Capita

:rolleyes: São 7600 reais por ano! o que daria 7600/12=633,3333333... uma dízima periódica!

Quem ganha 630 reais por mês? <_<

Resposta: Assalariados! e as empresas que pagam seguindo o C.L.T. (código de Leis trabalhistas), tipo assim,

O cara recebe no fim do Mês e já vem descontado em folha o seu imposto, e a empresa que registrou o cara tem que pagar mais um salario pro governo seguindo o código, então os caras tiraram 1200 reais, mas tem um sócio que leva 50% chamado Governo, que não quer ser chamado de culpado de nada, se isenta da participação no seu negócio, não trabalha e ainda se duvidar fecha o seu negócio!

O que é dito nas pesquisas de distribuição de renda é que os 10% mais ricos tem tanto capital quanto os 40% mais pobres, mas, isso ainda é conta de padeiro!

Nos 10% mais ricos estão os seus Diretores, Executivos, Assessores, e você é parte dos 2% se for o patrão, mas ABSOLUTAMENTE ninguém desse meio tirou 600 e poucos por mês, mas como pagam TUDO em separado, descontam no imposto de renda (afinal o governo incompetente tinha a obrigação de garantir Educação gratuita de boa qualidade, assim como segurança e saúde!), e eles não estão inclusos na Renda Per Capita, é como se o único capital do País fosse dos assalariados e isso é MENTIRA! :looka:

E nos 40% mais pobres inclua os desempregados, aos indigentes, aos que entram em idade de trabalhar, aos que estão se aposentando sem histórico, etc., às vezes pode ter um até na sua casa, mas que usufrui da renda da família, isso os coloca junto dos 50% restantes que são exatamente os ASSALARIADOS, que sustentam o País e são roubados ininterruptamente pelo seu sócio de domingo a domingo, enquanto tem que bater cartão pra justificar cada horinha de salário.

Os chamados incentivos fiscais visam dar alguma compensação às empresas que geram emprego e renda (per capita), mas o contrabando ganha, obviamente, começando que não tem um sócio que leva 50% sem fazer nada, às vezes trabalhando contra.

Não quero também parecer um pessimista, agora temos um governo novo, e cada vez mais temos que renovar, mas se até eu "sei" um pouco dessas coisas proporcionado pela Internet, imagino por que será então que querem manter a população analfabeta e excluida digital, ? :stupid:

Eu mesmo respondo, porque quando a população perceber que ela é a responsável direta pelos seus destinos e não ficar achando que tá ganhando as coisas do governo, então será um sócio mais osso duro de roer, e de enganar.

:joia:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:P Continuando, ...

:huh: Como eu sei que são só os assalariados a renda per capita do Brasil?

Simples! se incluísse-mos os demais (principalmente os 10%) a renda iria pra cima, tipo algo em torno de 50000 por mês, e a população se revoltaria! por isso simplesmente é negada essa informação!

:( Como eu sei que 90% da população mundial está abaixo da linha de pobresa?

Talvez eu até não seja um deles, mas estou entre eles, moro neste mundo e não tenho o rabo preso com os 10% que fazem um gargalo pra o capital ficar estancado em lugares onde não auxiliam no progresso da humanidade por puro egoísmo e falta de respeito para com a propria imagem (já que são semelhantes aos que despresam), e outros MORREM DE MEDO de serem roubados, estorquidos e assassinados, mantendo-se assim em seu castelinho ilhado por um lago que so se tem acesso ao descer uma ponte pensil.

Triste imagem a que vejo em ambos os lados...todos ebrios em seus mundicos.

:devil:

Mas, ainda há esperança, até porque temos essa liberdade de expressão, o nosso "estadista" é gente do povo a que me referi, a polícia pode não dar conta de prender todo mundo, mas, o Governo liberou as prisões até de juíses (como já vimos) e a democracia cada vez mais se fortalece, os antigos tubarões estão velhos e senís, a força do povo honesto se multiplica, isso honrará o sofrimento de nossos ancestrais, se tudo der certo não haverá mais espaço pra essas vergonhas, e esses tipos de maquiagem serão matéria de História na escola, onde os alunos ficarão achando que na verdade não existiu!

:bandeira:

:stupid::tantan:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por carmagedon666@25 nov 2004, 15:26

Alguém ganha 7.600? ganhou isso em 2003? ou isso é conta de padeiro?

Isso é conta de padeiro :P É o seguinte: a renda per capita é calculada dividindo-se o valor do PIB (Produto Interno Bruto) pelo número de habitantes do País.

É um simples modelo estatístico utilizado internacionalmente para se efetuar comparações entre as economias dos países. Estatística é uma ciência muito subjetiva, ou seja, não se deve olhar somente os números absolutos.

Por exemplo: se você colocar em uma sala 9 mulheres, sendo que uma delas está grávida de 9 meses, pela estatísca (média) você obterá o resultado que na sala existem 9 mulheres grávidas de 1 mês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Ctenaglia+25 nov 2004, 12:30QUOTE (Ctenaglia @ 25 nov 2004, 12:30)ofaj@25 nov 2004, 01:11

No começo do ano, a Dell entregou uma proposta ao governo federal para reduzir impostos de importação sobre componentes, junto com um estudo mostrando que o aumento da base de arrecadação compensaria qualquer perda. De acordo com a empresa, também haveria aumento de empregos formais e atração de investimentos. Foram bem recebidos, mas não houve qualquer resposta.

O bom senso diz isso, mas o problema é esperar bom senso por parte de nossas "autoridades". Parece até que existe algum tipo de vírus lá nos gabinetes em Brasília que atacam os neurônios das pessoas deixando-as completamente estúpidas e dissociadas da realidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por macsei+26 nov 2004, 17:22QUOTE (macsei @ 26 nov 2004, 17:22)
Postado Originalmente por Ctenaglia@25 nov 2004, 12:30

ofaj@25 nov 2004, 01:11

No começo do ano, a Dell entregou uma proposta ao governo federal para reduzir impostos de importação sobre componentes, junto com um estudo mostrando que o aumento da base de arrecadação compensaria qualquer perda. De acordo com a empresa, também haveria aumento de empregos formais e atração de investimentos. Foram bem recebidos, mas não houve qualquer resposta.

O bom senso diz isso, mas o problema é esperar bom senso por parte de nossas "autoridades". Parece até que existe algum tipo de vírus lá nos gabinetes em Brasília que atacam os neurônios das pessoas deixando-as completamente estúpidas e dissociadas da realidade.

Esse "vírus" tem nome, chama-se ideologia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Ctenaglia+26 nov 2004, 12:04QUOTE (Ctenaglia @ 26 nov 2004, 12:04) carmagedon666@25 nov 2004, 15:26

Alguém ganha 7.600? ganhou isso em 2003? ou isso é conta de padeiro?

Isso é conta de padeiro :P É o seguinte: a renda per capita é calculada dividindo-se o valor do PIB (Produto Interno Bruto) pelo número de habitantes do País.

É um simples modelo estatístico utilizado internacionalmente para se efetuar comparações entre as economias dos países. Estatística é uma ciência muito subjetiva, ou seja, não se deve olhar somente os números absolutos.

Por exemplo: se você colocar em uma sala 9 mulheres, sendo que uma delas está grávida de 9 meses, pela estatísca (média) você obterá o resultado que na sala existem 9 mulheres grávidas de 1 mês.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Em grandes e médias empresas, estamos muito bem posicionados", afirmou o diretor de Assuntos Corporativos da Dell, Fernando Loureiro. "Mas no mercado doméstico e em escritórios, quase não se vê a Dell. Aliás, quase não se vê nenhuma grande marca."
"O cenário atual mostra uma diferença muito pequena entre grandes fabricantes. A disputa é muito efêmera, marcada pelo fechamento de contratos pontuais."

Um dos pontos destacados na reportagem, conforme trechos replicados acima, foi o fato da Dell ter seu crescimento todo sustentado pelo mercado corporativo, focado nas grandes empresas do país, portanto, não fosse a aloção de verbas destas empresas para investimentos em tecnologia, não haveria sustentabilidade para os negócios da Dell no Brasil.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por ofaj@26 nov 2004, 20:21

Um dos pontos destacados na reportagem, conforme trechos replicados acima, foi o fato da Dell ter seu crescimento todo sustentado pelo mercado corporativo, focado nas grandes empresas do país, portanto, não fosse a aloção de verbas destas empresas para investimentos em tecnologia, não haveria sustentabilidade para os negócios da Dell no Brasil.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Não é só dela não... de todos as grandes montadoras...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por ofaj+25 nov 2004, 01:11QUOTE (ofaj @ 25 nov 2004, 01:11)[...] A americana Dell fechou o terceiro trimestre com a liderança no mercado brasileiro de PCs, o que inclui computadores de mesa e notebooks, com cerca de 4% de participação [...]

ofaj@25 nov 2004, 01:11

[...] O País deve fechar o ano com 75% de participação do chamado mercado cinza [...]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O que revolta (Além dos altos impostos que o governo cobra) é ouvir das grandes HP DELL etc.. que todos os micros que não são delas (de marca) são clones ou piratas???

Clone e pirata em que sentido??? Clone seria uma cópia dos micros deles e pirata seria dizer que são falsificados?????

Eu monto computadores com peças legalizadas (Placas Intel, FIC, Gigabyte) que são fabricadas no Brasil , o mesmo com memórias EASYCHIP DA ITAUCOM, Hard Disks Samsung Brasil, gabinete CASETEK Brasil e CDROM/Gravador montados pela LG aqui em Taubaté. Ou seja componentes que eles também usam. O processador que eu compro é fornecido pela Intel do Brasil ou AMD através de seus distribuidores credencias. igualzinho ao processador que eles utilizam.. E quer dizer que o micro que eu monto é pirata????

Hahahahaha quanta petulância da DELL.. Aliás empresa predadora no mercado que elimina as revendas... só ela quer ganhar dinheiro no Brasil...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0