• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
OFAJ

Benefícios da Lei de Informática são prorrogados

4 posts neste tópico

Economia - O ESTADO DE S. PAULO - Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2004 .

Benefícios da Lei de Informática são prorrogados

A Câmara dos Deputados aprovou ontem o projeto que prorroga os benefícios da Lei de Informática de 2009 até 2019, dando às empresas que produzem equipamentos de informática o direito de pagar menos Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O projeto será enviado para a sanção presidencial. As empresas terão de fazer investimentos em pesquisas e desenvolvimento tecnológico para terem direito ao desconto no IPI.

* Noticia supra é fiel à íntegra publicada no jornal, com nome da Fonte, Autor Original e Link para acesso ao veículo inseridos no corpo do tópico.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por OFAJ@19 dez 2004, 04:00

[...] As empresas terão de fazer investimentos em pesquisas e desenvolvimento tecnológico para terem direito ao desconto no IPI. [...]

Companheiros Foristas,

Para ilustrar melhor o quanto o cenário é ruim, muito longe de otimista, mesmo com o surgimento da notícia do post inicial, segue adiante alguns trechos de uma excelente reportagem intitulada "O que impede um país criativo de se tornar uma referência mundial em inovação", da Revista Amanhã. Recomendo que leiam não só os trechos abaixo, mas à íntegra da reportagem de Novembro de 2004, disposta neste Link.

[...] "Nesse ponto, no entanto, entra em cena um dos maiores obstáculos à inovação no Brasil: a escassez de investimentos. O governo brasileiro aplica o equivalente a 0,67% do PIB em ciência. Da iniciativa privada sai mais uma parte, que representa 0,40% do total brasileiro. A soma resulta em tão somente 1,07% do PIB. É o equivalente à metade dos gastos da França e da Alemanha e a um terço dos investimentos do Japão ou da – sempre ela – Coréia do Sul. Isso sem falar na pouco lembrada Finlândia, terra da Nokia, que investe 3,4% do PIB em pesquisa e desenvolvimento. Todos os anos.

Para criar algo novo, é preciso dinheiro para bancar pessoal especializado, laboratórios e testes”, prega Roberto Rotondaro, professor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), uma das mais conceituadas faculdades de Engenharias do país. O problema, lamenta, é que tanto o governo quanto as empresas investem menos do que o necessário na área. “As companhias brasileiras geralmente têm menos recursos que as multinacionais e se preocupam com outras atividades, deixando a pesquisa de lado.”

Em resumo, o país não desenvolveu o que os especialistas chamam de “cultura” para a tecnologia. “Para termos um choque de inovação, seria necessário que milhares de empresas estivessem ativamente envolvidas no processo. Na Coréia, por exemplo, são mais de 10 mil. Nós aqui teríamos dificuldade para listar uma centena”, reclama Roberto Nicolsky, diretor-geral da Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec)." [...]

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0