• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
OFAJ

Setor de Software pede rapidez ao Governo

1 post neste tópico

Economia - O ESTADO DE S. PAULO - Sábado, 25 de Dezembro de 2004.

Setor de software pede rapidez na implementação

Renato Cruz

Em reunião esta semana com empresários, na sede da Microsiga, em São Paulo, o ministro de Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos, ouviu alerta sobre a demora da política industrial, que tem entre seus objetivos incentivar a exportação de software. "Sem desoneração fiscal, podemos não só deixar de exportar, como começar a transferir empregos para outros países, como Índia e China", afirmou o presidente da EDS Brasil, Chu Tung.

Tung destacou que as empresas de tecnologia no Brasil têm se esforçado para se manterem competitivas no mercado internacional, transferindo operações para regiões onde o salário é mais baixo, mas esta solução está chegando próxima do limite. "Em outros países, as coisas se definem em ciclos menores", afirmou Ruy Mendes, presidente do Instituto Brasil para Convergência Digital (iBCD), que organizou o encontro.

Campos afastou a ideia de que a política industrial não tenha andado desde seu anúncio, em março. Ele admitiu fechar uma proposta de revisão da legislação trabalhista para o setor de software na primeira metade de 2005.

O ministro considera possível atingir a meta de US$ 2 bilhões de exportação de software em 2006. A última medição, em 2001, apontou US$ 100 milhões em vendas externas. Tanto Campos quanto empresários do setor vêem o número como subestimado, por excluir áreas como a de software embarcado (embutido em produtos eletrônicos, como celular) e serviços de programação entre empresas do mesmo grupo.

Campos apontou a redução das alíquotas do PIS e da Cofins sobre o software como uma das medidas da política industrial. A aprovação da Lei de Inovação, que incentiva o investimento em pesquisa e desenvolvimento, também foi citada como prova de que a política está andando.

* Noticia supra é fiel à íntegra publicada no jornal, com nome da Fonte, Autor Original e Link para acesso ao veículo inseridos no corpo do tópico.

ABS.,

ATT., :joia:

OFAJ.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0