• Comunicados

    • gandalfnho

      Regras adicionais, olhe aqui antes de postar   30-12-2012

      ATENÇÃO! LEIA AS REGRAS ABAIXO ANTES DE POSTAR E EVITE QUE SUA MENSAGEM SEJA APAGADA. - Procure sempre pesquisar antes de postar para ver se o assunto já não está sendo discutido ou se já existe uma solução para seu problema. - Evite títulos do tipo "Socorro", "Me ajudem", "Estou desesperado" e similares. - Não é permitido citar cracks, seriais e keygens. - Não são permitidos mensagens sobre pirataria, que façam referência a ela ou apologia. - Proibido auto-promoção de blogs/sites pessoais, inclusive canais do Youtube. - Seja paciente. Não espalhe sua dúvida por vários lugares do fórum ou várias vezes ao dia esperando ganhar uma resposta mais rápida. Isso é flood e você poderá ser advertido por isso. - Tópicos indevidos ou postados aqui quando deveriam ser postados no fórum correto, serão movidos/apagados sem aviso prévio. - Procure escrever num português legível. Esse é um fórum técnico e mensagens escritas em internetês/miguchês ou simplesmente assassinando o português dificultam a compreensão, além de prejudicar a ferramenta de busca do fórum. Mensagens assim poderão ser editadas ou até apagadas.
    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Chrno_Crusade

Prince of Persia Versão Mulher.....

8 posts neste tópico

cara, esse game pra PC foi melhorado nos gráficos, vi comentários de sites elogiando este blood rayne 2 (outros sites não gostam só por causa da extrema violencia do game) deve ser mais violento que "manhunt"..........tipo, é com certeza o mais sangrento do mundo, tem parte no jogo que você decepa o braço do inimigo e ele agoniza por um tempo antes de morrer.

:P Eu sou da paz, mas essa mulher é demaiz!! hehheheeehe :D

ALGUEM SABE O DIA DE ESTREIA NAS LOJAS?????

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deve ser muito arrebenta esse jogo...

deve ser mais violento que "manhunt"..........

Cara....deve ser ignorante esse jogo!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deve ser muito arrebenta esse jogo...

QUOTE 

deve ser mais violento que "manhunt"..........

Cara....deve ser ignorante esse jogo!!!!

Não concordo! :angry: A vampira só parte pra violência quando a vida dela está em perigo!..... agora em "manhunt" é violência sem necessidade!!! isso sim que é um game ignorante!!! :muro::bye: essa é minha opinião! :bye:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:D

A vampira regressa... e ainda bem!

Embora nesta altura do ano já pensarssemos estar a jogar a nova aventura de Bloodrayne, a Majesco decidiu adiar o lançamento para 2005. No entanto já existem mais pormenores e uma demo, portanto já podemos fazer uma segunda antevisão um pouco mais detalhada de Bloodrayne 2.

Quem no ano passado jogou o primeiro Bloodrayne lembra-se que embora sendo um jogo divertido, não passava disso. Uma jogabilidade simples, um fraco enredo e níveis demasiadamente simples não chegaram para o elevar acima da média. No entanto, o maior trunfo do jogo era a sua heroína, Bloodrayne, uma vampira sexy e curvilínea que tinha maneiras muito especiais de despachar os seus inimigos.

Sabendo disto, a Majesco investiu forte na promoção da menina Rayne, usando-a como inspiração de uma banda desenhada, um videoclip, um filme e até uma aparição na Revista Playboy. E com isto despertou o apetite de muitas pessoas para este segundo jogo.

A história começa algumas décadas depois das aventuras do primeiro capítulo. Como se devem lembrar, Rayne é na verdade uma Dhampir, uma mistura de vampira com humana, fruto da violação da sua mãe por um vampiro. Isto proporciona-lhe uma força e agilidade fora do normal, no entanto precisa de sangue humano para sobreviver. Depois de no primeiro capítulo se aliar à sociedade Brimstone, ela procura vingar-se de Kagan, o seu pai. Após a morte deste, Bloodrayne passa vários anos a combater os discípulos de Kagan que entretanto fundam um culto. Até que chegamos ao tempo presente, o culto conseguiu produzir uma substância que lhes permite sobreviver à luz do sol e prepara-se para conquistar o mundo… ou não.

Vou começar pela melhor parte. Rayne está com muito bom aspecto, bem melhor que no primeiro jogo, portanto preparem-se para ficar deliciados com os atributos físicos da vampira. Até a chupar o sangue dos seus adversários ela é sexy, o que demonstra que a Terminal Reality não deixou os créditos por mão alheias e decidiu melhorar ainda mais a aparência da sua heroína. A voz de Rayne é novamente responsabilidade de Laura Bailey, que já não é novata nestas andanças (também fez a voz da versão feminina de Alex D. em Deus Ex: Invisible War).

No entanto os inimigos contrastam com esta boa aparência da personagem principal. Pelo que foi dado a ver na demo, os modelos usados são demasiadamente simplistas. Esperemos que este pormenor seja melhorado na versão final.

Mas como um jogo não vive só de aparências, muitos outros aspectos foram também actualizados em relação ao título anterior. No primeiro Bloodrayne o sistema de câmaras era no mínimo confuso. Na demo notei que este problema já foi em parte resolvido, mas vai ser necessário algum tempo de adaptação ao jogador até que se habitue. Para facilitar este processo, no menu encontra-se a opção para inverter o sentido da rotação da câmara, o que é uma ajuda bem vinda.

O sistema de combate também sofreu algumas mudanças. Temos à disposição três tipos de ataques, o pontapé, muito útil para desarmar inimigos, as duas lâminas que Rayne usa de uma forma exímia para desmembrar os seus adversários e o arpão. Este último foi o que sofreu mais alterações em relação ao jogo anterior. Agora, depois de o disparar podemos lançar o nosso alvo em qualquer direcção. Este pormenor fez-me lembrar um pouco a Gravity Gun do Half-Life 2.

Para além dos ataques normais, Bloodrayne tem à sua disposição mais alguns truques. Através de combinações de teclas podemos realizar uma série de ataques devastadores. O mesmo acontece quando a vampira chupa o sangue dos seus adversários, quando saciada, temos seis formas diferentes de nos livrarmos do corpo, qual delas a mais brutal.

O que para já parece estar menos bem implementado são as armas de fogo. Além do estranho pormenor de usarem sangue para serem recarregadas, pareceu-me que devido ao modo de funcionamento da câmara, não será o ataque preferido dos jogadores.

De regresso estão os três tipos de visão especiais. A visão Aura ajuda-nos a orientar nos níveis e a descobrir objectos e passagens secretas. A Dilated Perception funciona como uma espécie de bullet-time, que é uma boa ajuda quando fazemos frente a vários inimigos simultaneamente, e finalmente a Bloodrage. Quando activamos este tipo de visão, tudo fica de uma cor avermelhada e os nossos golpes são muito mais poderosos, o que é bastante útil para derrotar os bosses finais.

Neste segundo jogo BloodRayne é bastante mais atlética. Onde existir um corrimão, trave ou um tubo das canalizações será possível executar acrobacias de belo efeito, já para não dizer mortais. Qualquer inimigo que esteja no caminho de Rayne no momento em que ele escorrega por um corrimão arrisca-se a ficar sem cabeça.

A evolução gráfica do primeiro para o segundo jogo é impressionante. Embora não ao mesmo nivel de Half-Life 2 ou Doom 3, o motor gráfico de Bloodrayne 2 (Infernal Engine) consegue produzir reflexos e efeitos de luz muito interessantes. Os níveis já não serão tão confusos e despidos. Na demo a acção decorre num palácio, com corredores recheados de estátuas, armaduras, quadros entre muitos outros elementos decorativos e a melhor parte é que tudo é destrutível, o que normalmente acontece durante os combates.

Este jogo promete muito. A Terminal Reality soube reconhecer os erros cometidos em Bloodrayne fez um esforço para os corrigir. Desde Tomb Raider que o mundo dos videojogos não tem uma rainha, esperemos que este título seja arrebatado por Bloodrayne, a vampira mais sexy que já existiu...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0