• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
gegel

Laboratório bate recorde de rapidez em

2 posts neste tópico

<font color='#000000'>Segunda, 10 de março de 2003, 10h11

O laboratório de aceleração linear da Universidade de Stanford, na Califórnia, bateu o recorde de velocidade de transmissão de dados através da Internet, informaram na última sexta-feira cientistas dessa instituição.

Os cientistas do laboratório, operado pela Universidade de Stanford e pertencente ao Departamento de Energia dos EUA, conseguiram transferir em menos de um minuto 6,7 gigas de dados por cabo óptico, o equivalente a dois filmes em formato DVD, a mais de 11.000 quilômetros de distância.

Os pesquisadores retransmitiram informação sem comprimir a 923 megabytes por segundo, durante 58 segundos, a partir de Sunnyvale, na Califórnia, até Amsterdã, na Holanda.

Esta velocidade é 3.500 vezes maior que a estabelecida em uma conexão normal, de banda larga, na Internet.

"Explorando os limites, estamos melhorando nossa capacidade para implementar novas tecnologias", disse Cottrell, diretor assistente do laboratório.

O experimento poderia ajudar a incrementar a velocidade das transmissões de dados através de Internet em múltiplas aplicações, como por exemplo a telemedicina, que se encontra estancada por culpa da lentidão de suas transmissões atuais.

Uma maior velocidade na transmissão de dados permitiria a médicos de diferentes partes do mundo compartilhar informações sobre um diagnóstico, por exemplo.

No caso de Stanford, os físicos desta instituição querem aproveitar a mais alta velocidade para compartilhar mais facilmente informação científica com outros centros educacionais.

Os cientistas assinalaram que, como meio, a quantidade de informação transferida na Internet se duplicou anualmente desde 1984, e se espera que continue aumentando ao mesmo ritmo nos próximos anos.

Embora seja possível transmitir grandes quantidades de informação a preços razoáveis, os pesquisadores assinalaram que os computadores pessoais ainda não são capazes de conduzir tantos dados.

"Ainda não temos uma visão do futuro da Internet", disse Harvey Newman, professor de física do Instituto de Tecnologia da Califórnia, que também participou de a investigação.

Para Newman, estas descobertas abrem a porta para um "novo mundo", sobre o qual conhecemos pouco.

Agência EFE

http://www.terra.com.br/informatica/2003/03/10/005.htm</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

<font color='#000000'>agora só me diga uma coisa, onde eles conseguiram um hd para gravar 6,7 gigas em menos de 1 minuto ?

imagine o lag de uma conexão como essa, que fera</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0