• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
netadmin

Teste da Fonte Thermaltake 560W

10 posts neste tópico

Thermaltake 560W APD

Modelo tem acabamento impecável mas falha nas promessas técnicas.

A Purepower é uma das mais potentes fontes para desktops já fabricadas, mesmo com algumas de suas especificações um pouco exageradas.

A 560APD é, na verdade, uma ST-522HLP. Não é novidade que há um grande intercâmbio entre marca e reais fabricantes; e não há problema algum nisso. O que é imperdoável é o inchaço proposital das características, para melhor, é claro, bem como omissão de certas limitações na documentação. Para a Seventeam o modelo suporta 520W, mas para a Thermaltake, que nem é mentora do projeto, o valor infla até 560W. Ta certo não é lá grande diferença (7,7%), mas certamente é uma tática deplorável.

A Thermaltake resolveu abolir a publicação das máximas potências combinadas.

E olha que o produto tem a até a intenção de abastecer servidores e workstations entry-level, cenários que o risco de ser desmascarada é maior; o kit vem com cabos adaptadores para o padrão EPS12.

Mas vamos ao que interessa. Uma imagem vale mais do que mil palavras, dizem. A 560APD tem o visual caprichado, com pintura de alta qualidade e todos os chicotes revestidos, boa ideia para melhorar o fluxo de ar, e melhor ainda para os case modders. Há oito conectores grandes para os periféricos e quatro dos pequenos, divididos em quatro chicotes. Há também um cabo com dois conectores SATA, já envolvendo uma via de 3,3V normalmente os cabos de força Serial ATA utilizam, apenas 5V e 12V.

Para a placa-mãe, além do ATX20 há um ATX12V e um AT de 6 vias, este último normalmente requisitado em placas para servidores.

Ventoinhas há duas, ambas da renomada Sunon. Elas são protegidas por grades com perfil arredondado, o que reduz um pouco o ruído. Um cabinho com o sinal de um dos tacômetros está disponível para conexão da placa-mãe.

O circuito de condicionamento da rede dispensa chavinha para comutar entre 110VAC e 220VAC, suportando de 90V a 264VAC automaticamente.

Quando a carga é muito exigente , a tensão de entrada deve ser no mínimo de 103VAC, segundo especificações da Seventeam. Um fltro de linha é encontrado logo na entrada, e mais adiante há até varistores para proteger o circuito de grandes picos.

Para a eliminação de flicker, pequenas quedas de energia, há um capacitor Hitachi de 470uF por 400V.

Uma curiosidade é a presença de dissipadores híbridos, com miolo de cobre e aletas de alumínio. Um sensor de temperatura fica em contato com um deles, controlando a rotação das ventoínhas.

Como de costume, a Seventeam não economiza nos pequenos detalhes , e mais uma vez mostra uma montagem extremamente cuidadosa.

Um destaque importante mas só para grandes corporações que têm centenas de máquinaa e a companhia de eletridade no pé, é o controle ativo do fator de potência (PFC). Ele pode reduzir a diferença entre potência real e aparente, mas não faz a fonte ser mais eficiente ou gastar menos energia. Muito pelo contrário, uma fonte com PFC consome ainda mais potência para alimentar o circuito de compensação.

560W só no papel

Que a fonte dificilmente conseguiria fornecer os 560W prometidos pela Thermaltake já dava para imaginar. Agora, que nem os 495W especificados pela Seventeam seriam possíveis, foi um pouco chocante. pela tabela de resultados percebe-se que o circuito responsável por 12V e 3,3V foi o causador da limitação. Ma há um lado bem positivo: a fonte não queimou. frente a sobrecarga, ou talvez superaquecimento, ocorria um desligamento amigável. Note que no teste 3, considerando a margem de 495W proposta pela ST, o total exigido estaria 2,8% acima.

Mas como sempre, só potência não é tudo. O circuito de auto proteção, por exemplo, é uma ótima pedida, já que garante a segurança das peças.

Regulação, ruído, rendimento e confiabilidade também devem estar sempre em pauta.

Na parte de regulação, o desvio do sinal de 3,3V foi o único a violar a margem de tolerância (que é +-4% segundo a especificação ATX). Nada realmente alarmante.

O rendimento, um indicador de quanta energia é disperdiçada, medido com o arranjo do teste 2, foi de aproximadamente 70%, considerando que o PFC leve o fator de potência a 90%. Trata-se de um bom valor.

Apesar das decisões discutíveis da TT, a fonte é muito boa. Agora, para compensar o preço, é preciso ter uma máquina que vá consumir bastante, caso contrário, é melhor ficar com uma de 300W"reais".

Thermaltake 560W APD sob fogo!

Teste 1

Saída  Medida Desvio Carga Potência utilizada

5V     5,14V  +2,8%  119W  60%

12V    12,52V +4,3%  141W  53%

3,3V   3,56V  +7,8%  71W   71%

                           Potência total: 67%

Teste 2

Saída  Medida Desvio Carga Potência utilizada

5V     5,13V  +2,6%  149W  74%

12V    12,50V +4,2%  219W  83%

3,3V   3,62V  +9,7%  74W   74%

                           Potência total: 78%

Teste 3

Saída  Medida Desvio Carga Potência utilizada

5V     5,07V  +1,4%  160W  80%

12V    12,56V +4,7%  254W  96%

3,3V   3,63V  +10%   97W   98%

                           Potência total: 90%

Teste 4

Saída  Medida Desvio Carga Potência utilizada

5V     5,07V  +1,4%  160W  80%

12V    12,54V +4,5%  195W  74%

3,3V   3,62V  +9,7%  97W   98%

                           Potência total: 80%

Fonte: Revista PCs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

nossa o pessoal vive fazendo perguntas de fontes e comparações, quando aparece um teste não falam nada...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A fonte é muito boa mas essa tecnica de TT de colocar fontes informando a potência errda é muita sacanagem e é desnecessário.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por pereira13@15 jan 2005, 22:47

A fonte é muito boa mas essa tecnica de TT de colocar fontes informando a potência errda é muita sacanagem e é desnecessário.

é sacanagem mesmo mas pelas informações que verifiquei sobre estas fontes remarcadas com exagero, isso ocorre somente com duas fontes a TT420 SEM PFC que na verdade é uma Seventeam 350W e com a TT560W que é a Seventeam 520W.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mas será que não existe uma associação que possa processar a Tt por propaganda enganosa e outros mais processos??

Com isso acordaria, e ela talvez colocasse os valores reais que a fonte fornece...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos

Estão esquentando a cabeça sem nescessidade! O que ocorre não é tão somente propaganda enganosa, mas sim, falta de uma NORMA que regule os métodos usados para teste e que os fabricantes sejam obrigados a informar a potência das fontes, com base nesse REGULAMENTO. Seria o mesmo para todos e não permitiria essa disparidade de informações e confusões!

Se houvesse um método fixo, padrão, para medir a potência real das fontes, teríamos de fato, a verdade explicitada em números. Sem isso, a Tt diz uma coisa, a ST outra e por ai vai....não é questão de propaganda enganosa, são as "brechas" de um Regulamento Normativo que se quer existe!

Por enquanto, temos de nos contentar com nossos testes caseiros e com reviews de Sites que se propõem a fazer. Nesses testes e ensaios, como citou o Gabriel Torres em seu artigo, muitos detalhes técnicos são relevados, por falta de condições ideais para a realização dos testes. Na minha opinião, os testes são falhos por não serem completos, mas apresentam resultados mais que satisfatórios para as nescessidades diárias dos usuários dessas fontes.

Acredito, que com o aparecimento dos novos hardwares que despontam no mercado, melhores produtos já estão surgindo. Fontes melhores, mais confiáveis e o que ninguém esquece, mais potentes!

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ps como a minha antiga fonte BestExpress 450 watts faleceu <_< estou adquirindo uma Fonte Thermaltake 420 watts será que ela aguenta um over na minha maquina a da assinatura :blink:

Eu estava falando com um camarada meu e ele falo que essa Fonte Thermaltake de 420 watts é uma pouco melhor que a Seventeam 420 watts isso é mesmo verdade :huh:

Comprei essa Fonte Thermaltake por 379,91 reais +/- a bom o preço.

Abraços :-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu tambem to pensando em comprar uma fonte boa pra mim ja que to montando um pc novo e to em duvida entre uma thermaltake de 420w e a seventeam de 420w, o que chamou a atençao nos produtos thermaltake foi a garantia vitalicia, alguem aqui ja teve oportunidade de testar essa garantia? valeu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vou ser sincero, o pessoal na maioria das vezes não comenta porque vocês colocam informações muito técnicas!

custa colocar no fim do teste assim:

Portanto, chega-se a conclusao de que a fonte X é de boa/ruim qualidade

e possui uma potencia real de xxxW

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0