• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Guest Fracarolli820

Overclocking pode colocar handhelds em risco

1 post neste tópico

<font color='#0000FF'>Agumas empresas de software tem desenvolvido pequenos programas que permitem que os usuários de handhelds amantes da velocidade acelerem o clock de seus processadores bem acima do que o anunciado. Entretanto, não é pelo fato disso ser tecnicamente possível que deveria ser feito, dizem alguns analistas.

Por um longo tempo, entusiastas de PCs tem mexido em suas máquinas de modo a obter um desempenho melhor do que o anunciado em seus processadores, placas-mãe e outros componentes, numa prática popularmente conhecida como overclock.

Entretanto, tal prática não é tão fácil de ser realizada pelos usuários médios nos pequenos computadores de mão, de modo que algumas empresas estão oferecendo programas que podem ser baixados pela rede, capazes de aumentar a velocidade dos processadores de seus PDAs com apenas alguns toques na tela e alguns dólares.

programas Velozes

Dois applets, o XScaleCtrl da empresa Wibble-wobble.com e o Clear Speed da Revolutionary Software Front, permite que os usuários ajustem a velocidade de seus processadores de 100 MHz até 500 MHz, precisando apenas baixar um pequeno programa e pressionar alguns botões na tela. O XScaleCtrl pode ser comprado por US$ 3,50 no site da Handango.com empresa especializada em produtos para handhelds.

Handhelds equipados com processadores mais velozes podem custar até US$ 100 a mais que os modelos mais lentos. No geral os usuários costumam adquirit memória extra e alguns acessórios com o modelo mais veloz, mas a possibilidade de obter alto desempenho com um modelo básico por menos de US$ 5 pode ser tentador para consumidores de orçamento mais limitado.

Dave Linsalata, analista para dispositivos portáteis inteligentes da IDC comentou que os programas de overclock parecem estar limitados ao mundo dos handhelds eq*uipados com processadores Intel e sistema opeacional Pocket PC,

Comandos internos

A série de processadors Intel PXA200 utilizam uma tecnologia chamada XScale que possuem comandos específicos que permitem que o processador configure facilmente a velocidade de seu clock, disse David Rogers, gerente de marketing do grupo de clientes PCA da Intel. Isso permite que os handhelds com processadores XScale aumentem sua velocidade para executar alguma tarefa mais complexa, para depois voltar rapidamente para sua velocidade normal, poupando energia durante as aplicações de rotina, explicou Rogers.

Esses applets tiram vantagem dessa técnica permitindo que o usuário trave a velocidade de seu handheld na velocidade máxima, obtendo assim um melhor desempenho em qualquer aplicação — e não apenas naquelas que demandem mais do processador como reprodução de vídeo ou grandes downloads de dados — disse Linsalata.

Do mesmo modo, esses programas também permitem que os usuários desacelerem seus handhelds, de modo a (por exemplo) elevar a autonomia de suas baterias durante uma longa viagem longe de qualquer tomada.

Pagando o preço

O aumento de desempenho tem seu preço. Clocks mais elevados realmente aumentam o consumo de energia, diminuem a autonomia da bateria e aumenta a quantidade de calor que o dispositivo deve eliminar, Isso pode levar a falhas no sistema e até a perda de dados críticos, alertam analistas e revendedores.

Tanto a Intel quanto a Dell energicamente desaconselham o uso de programas de overclocking. De fato, se um usuário danificar seu equipamento utilizando um programa desse tipo, a garantia do produto pode se tornar inválida, dizem os representantes de ambas as companhias.

Quando a Intel recorta os chips bons de um wafer, ela testa e valida cada um deles em certas freqüências, ou seja, se um processador PXA250 falha durante os testes de validação de 400 MHz, ele é normalmente mandado de volta para fila e retestado a 300 MHz. Se ele funcionar nessa frequência, ele será marcado como um chip de 300 MHz e liberado para venda, disse Rogers.

Isso não ocorre com muita freqüência, mas alguns handhelds podem ser equipados com processadores de 300 MHz que não funcionaram a 400 MHz, de modo que seu dono pode ter alguns problemas caso ele tente elevar o clock acima do especificado pelo fabricante, disse ele. A Intel dão divulga detalhes sobre o número de processadores revalidados numa segunda vez.

Representantes da Wibble-wobble.com e Revolutionary Software Front não responderam às nossas solicitações via email.

Logo, enquanto o processo de acelerar a velocidade do processador está mais fácil do que nunca, os usuários deveriam ter em mente sobre os riscos inerentes à essa prática.

"Para a maioria das pessoas, o número de tarefas que você pode executar em processadores mais antigos está muito bom sem ter que recorrer ao overclocking," disse Alex Slawsby, um analista da IDC. "E a medida que os preços tendem a cair, a necessidade por ganho de desempenho por menos dinheiro começa a ser viável por outros meios."

PC World</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0