• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
red viper

Boletim 424 - 28/01/2005

1 post neste tópico

Boletim do Clube do Hardware | www.clubedohardware.com.br

Boletim 424 - 28/01/2005

Editado por Rodrigo Chia

boletim@clubedohardware.com.br

Índice

1. Bolsa Gamer

2. Novidades Clube do Hardware

3. Itanium 2 Montecito só no fim do ano

4. Teorias sobre marca misteriosa da Intel

5. ATI estuda aquisição de empresa

6. Rambus processa por memórias DDR2

7. Teclado virtual para celulares e PDAs

-----------------------------------------------------------------

1. Bolsa Gamer

Esta é "a" bolsa para você carregar o seu micro para cima e para baixo. Seja você um freqüentador assíduo de LAN parties, seja você um técnico que vira e mexe precisa carregar os micros de seus clientes, esta bolsa é a ideal. Feita de material ultra resistente e com três bolsões para você guardar o teclado, mouse e mais o que você quiser, a bolsa ainda vira uma mochila. Duvidamos que você encontre no mercado uma bolsa melhor do que a nossa!

http://loja.clubedohardware.com.br/detalhes.php?id=38

-----------------------------------------------------------------

2. Novidades Clube do Hardware

- Teste da GeForce 6600 GT da XFX

A XFX é uma marca bastante popular aqui no Brasil, fazendo parte do grupo Pine,

marca igualmente famosa no Brasil. Desta vez testamos a GeForce 6600 GT da XFX.

Confira nossos testes!

http://www.clubedohardware.com.br/xfx-gf6600gt.html

- Teste da GeForce 6600 GT da Gigabyte

Na nova série GeForce 6 da nVidia, o modelo 6600 GT é o chip mais rápido dentre os

chips intermediários, concorrendo diretamente com o Radeon X700 Pro da ATI. Como recebemos também para testes uma placa de vídeo dotada de seu concorrente direto, neste teste veremos qual chip é mais rápido, o GeForce 6600 GT ou o Radeon X700 Pro, ambos usando o novo barramento PCI Express. O modelo da Gigabyte traz como vantagem sobre o modelo da Leadtek que já testamos o seu preço, mais baixo. Confira nossos testes!

http://www.clubedohardware.com.br/giga-gf6600gt.html

- Impostos Que Matam - Parte 3

Você também tem uma empresa prestadora de serviços? Pois é. Enquanto a gente

estava na praia enchendo a cara de sidra Cereser na virada do ano, nosso querido

presidente enterrava sem vaselina um aumento de 25% nos impostos deste tipo de

empresa naquele lugar, sem avisar e sem qualquer tipo de preliminar. Desta vez não adianta ficarmos apenas "indignados". Temos de nos juntar e fazer algo de concreto. Veja a voracidade tributária deste governo, que em apenas dois anos de governo já aumentou em 50% os impostos das empresas prestadoras de serviço.

http://www.clubedohardware.com.br/ed250105.html

-----------------------------------------------------------------

3. Itanium 2 Montecito só no fim do ano

Um artigo do site The Inquirer indica que o processador Itanium 2 de núcleo duplo

conhecido pelo nome-código Montecito só deverá chegar ao mercado no último

trimestre deste ano. O chip para servidores de quatro e oito vias suportará barramento externo de até 667 MHz e novas tecnologias como Vanderpool, para criação de máquinas virtuais, Foxton, para gerenciamento de desempenho, e Pellston, para correção de erros de cache.

Na mesma época, a Intel lançará o chip Millington, bastante parecido com o Montecito, mas destinado a servidores de duas vias. Os dois processadores deverão dispor de 24 MB de cache L2 (12 MB em cada núcleo). O Millington também terá uma versão de baixa tensão com barramento de 400 MHz. Antes dos dois, no terceiro trimestre, será lançado um Itanium 2 de núcleo simples com 9 MB de cache e barramento de 667 MHz.

Leia o artigo do The Inquirer:

http://www.theinquirer.net/?article=20885

-----------------------------------------------------------------

4. Teorias sobre marca misteriosa da Intel

Duas marcas registradas pela Intel nos Estados Unidos, Europa e Ásia - Intel Inside

VIIV e Intel VIIV - estão despertando a curiosidade de analistas e usuários. As teorias mais populares apontam para as duas principais novidades da companhia para 2005. Na primeira, o VIIV representaria os novos chips de núcleo duplo (Smithfield), previstos para o segundo trimestre. Os dois Vs seriam os dois núcleos do suposto Pentium 5 e os Is seriam, na verdade, linhas estilizadas.

A segunda teoria é de que o VIIV significa 64 - de 64 bits - em algarismos romanos.

Neste caso, a representação seria dos números 6 e 4 separados, já que 64 em

algarismos romanos é LXIV. Todas as especulações, no entanto, podem ser apenas

perda de tempo. As fabricantes de chips costumam registrar várias marcas que acabam não sendo usadas. A AMD, por exemplo, possui os direitos sobre os nomes Adepton, Forton, Metaron, Tegron e Vanton, entre outros.

-----------------------------------------------------------------

5. ATI estuda aquisição de empresa

A ATI pode estar se preparando para anunciar a aquisição de uma empresa do

segmento de produtos de consumo. Depois do encontro anual da companhia, esta

semana, o presidente Dave Orton disse que "é hora de pensar em dar um passo

maior", embora tenha negado que exista qualquer negócio concreto. O segmento de

produtos digitais para o consumidor final, segundo o executivo, é um dos mais

interessantes para a empresa.

A última grande aquisição da ATI aconteceu em 2000, na compra da desenvolvedora

de chips ArtX, de onde veio o próprio Dave Orton, por cerca de US$ 400 milhões. Em

2001, a empresa também fez um negócio importante, ao assumir a divisão FGL graphics da Sonicblue, incorporando a linha de placas profissionais FireGL.

Leia o artigo do Xbit Labs:

http://www.xbitlabs.com/news/video/display...0126065152.html

-----------------------------------------------------------------

6. Rambus processa por memórias DDR2

A Rambus entrou com uma ação por violação de patentes contra as fabricantes de

memória Hynix, Infineon, Nanya e Inotera (uma joint-venture das duas últimas). A

alegação é de que as empresas utilizam uma série de tecnologias desenvolvidas pela

Rambus em seus chips DDR2, GDDR2 e GDDR3. Se a violação for reconhecida, as

quatro fabricantes poderão ter de pagar bilhões de dólares em royalties e taxas de

licenciamento à Rambus.

A Rambus já tem ações em andamento contra a Infineon, Hynix e Micron envolvendo

memórias DDR. No entanto, algumas empresas, como a Samsung, cederam e

resolveram pagar royalties pela tecnologia, sob a condição de que as patentes não

sejam invalidadas no futuro. Uma vitória da Rambus nos dois casos seria um pesadelo para as fabricantes, que veriam seus custos, já considerados bastante altos, crescerem ainda mais.

Mais informações:

http://www.rambus.com/news/newsroom/pressrelease.cfm?id=157

-----------------------------------------------------------------

7. Teclado virtual para celulares e PDAs

Uma parceria entre a empresa israelense VKB e a HRR, de Hong Kong, transformou

em realidade o conceito de teclado virtual. O Virtual Keyboard consiste de um aparelho reunindo um laser, que projeta a imagem de um teclado de 215 x 90 mm em qualquer superfície plana, e um sensor infravermelho, que detecta os movimentos do usuário. Segundo as empresas, o resto funciona como um teclado comum, inclusive com os sons característicos das teclas sendo pressionadas.

O Virtual Keyboard - com dimensões de 90 x 34 x 24 mm - suporta 18 modelos de

celulares e PDAs e também pode ser usado com notebooks e desktops. A conexão é

feita por cabo ou Bluetooth. Os sistemas operacionais suportados são os seguintes:

Pocket PC 2002 e 2003, PalmOS 4.x e 5.x, Smartphone 2003 e Windows

98/NT/2000/XP. O preço do "teclado", nos EUA, é de US$ 199,99.

Mais informações:

http://www.virtual-laser-keyboard.com

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0