Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Fabio Gomes

Corrigir bad clock

Recommended Posts

Fabio Gomes    0

<font color='#000000'>Bom, meu problema é o seguinte, estou com um HD Maxtor de 40GB, ele está apresentando alguns Bad Blocks(cerca de 10). O que fiz então, tentei passar o software do fabricante para correção, e passei também o scandisk. O scandisk marcou as areas defeituosas e consegui formatar o HD e estou instalando os programas novamente, torcendo para não aparecer mais nenhum setor defeituoso. Acontece que o fornecedor que me vendeu o HD afirma que consegue recuperar o HD corrigindo os Bad Blocks, ou arrastando todos os erros para o final do disco? Minha pergunta é isto é possivel? Como arrastar para o final do disco se é um erro fisico? Minha pergunta final é ,, estou ficnado louco, ou realmente isto é impossivel?

Desde já agradeço pela ajuda.

Abraços.</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Cgomes    0

<font color='#000000'>ahahahahahhah :laugh:

Essa é boa....É como retirar o braço direito e passar para o esquerdo.... :laugh:  Eu não tenho conhecimento de uma ferramenta capaz de fazer isso, Fábio...Na minha opinião é impossível.

O que ocorre na verdade é o seguinte. Atualmente os programas de formatação física NÃO FORMATAM fisicamente o disco. Eles possuem utilitários para detectar os setores defeituosos e para apagar o disco.

A função destes programas é apenas atualizar o mapa de setores defeituosos do disco. Quando você usa essa opção, o programa varre o disco procurando por setores defeituosos e atualiza o mapa do disco.

Quando você faz uma formatação em alto nível (comando Format), esse comando "pula" os setores constantes nessa tabela. Dessa forma, não haverá nenhum setor marcado com "B" na FAT, embora os setores defeituosos CONTINUEM existindo no disco.

Os setores defeituosos não são "removidos", mas apenas marcados nessa tabela de setores defeituosos, fazendo com que o sistema os ignore.</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Deitos    0

<font color='#FF0000'>O que da pra fazer é o seguinte, nesse caso.

1 - Fazer o que você fez, que foi formatar em baixo nivel, com o software do fabricante. Fiz isso com um Quantum que funciona a 2 anos sem aparecerem bads.

2 - Particionar o HD, de forma que a parte defeituosa, fique sem uso, por exemplo. Os bads estão no inicio do disco, você cria uma partiçao, a partir do espaço bom, deixando fora o espaço defeituoso.

Que eu sei, são essas as opções, se alguem souber outra, postai.

falou</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Deitos    0
Postado Originalmente por Cgomes@01 Abril 2003,11:27

<font color='#000000'>ahahahahahhah :laugh:

Essa é boa....É como retirar o braço direito e passar para o esquerdo.... :laugh:  Eu não tenho conhecimento de uma ferramenta capaz de fazer isso, Fábio...Na minha opinião é impossível.

O que ocorre na verdade é o seguinte. Atualmente os programas de formatação física NÃO FORMATAM fisicamente o disco. Eles possuem utilitários para detectar os setores defeituosos e para apagar o disco.

A função destes programas é apenas atualizar o mapa de setores defeituosos do disco. Quando você usa essa opção, o programa varre o disco procurando por setores defeituosos e atualiza o mapa do disco.

Quando você faz uma formatação em alto nível (comando Format), esse comando "pula" os setores constantes nessa tabela. Dessa forma, não haverá nenhum setor marcado com "B" na FAT, embora os setores defeituosos CONTINUEM existindo no disco.

Os setores defeituosos não são "removidos", mas apenas marcados nessa tabela de setores defeituosos, fazendo com que o sistema os ignore.</font>

<font color='#FF0000'>Isso aí Cgomes!!!

Os caras ainda abrem o HD com a mao pra mover os bads do lugar... aahuahauahau</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
erimouse1    0

<font color='#000080'>O que o Cgomes falou sobre ignorar bad, aparentando estar tudo limpo no scandisk é o que eu sempre pensei e sabia, mas depois de um tempo soube de outra coisa que pode ser o que o vendedor tenha querido dizer: os hds saem das fábricas com alguns clusters no final do disco não marcados, como se fossem "sobresalentes", que entram em cena quando o formatador de baixo nível detecta um BB e desmarca este cluster e em seu lugar passa a usar um desses clusters extra. Ficaria algo como:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 [extras]que muda para:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 X 13 14 15 16 17 18 19 20 12 [extras]

Ainda que seja verdade, penso que seria melhor do 11 pular para o 13, pois o acesso ao HD fica bem mais lento se eu desfragmentar o disco e os dados sejam alocados em setores contínuos, mas se isso realmemte acontecer, a cabeça ao invés de ler a sequencia junta, vai lê-la em pedaços no começo e no fim do disco.</font>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Fabio Gomes    0
  • Autor do tópico
  • <font color='#000000'>É pessoal também não acreditei na conversa, como disse acima, mas fazer o que , acabou a garantia, não tenho muito o que fazer, deixei o HD na mão dele, deve me devolver hoje no fim do dia,, vamos ver qual a solução que ele deu,, assim que eu tiver noticia, posto aqui qual a magica que ele fez no HD...rs..

    Abraços.</font>

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Shuen    0

    <font color='#000000'>Colegas,

    Me corrijam se eu estiver errado... um bad block ocorre quando o HD não consegue determinar se determinada região (cluster) é "0" ou "1", certo?

    Se sim, programas como o Zero Fill, da Quantum e o MaxLLF, da Maxtor, deveriam corrigir o problema, pois ele atribuem o valor lógico "0" em todo o disco! Entretanto, alguns disseram que a formatação de baixo nível não corrige os bad blocks...

    Qual é a verdade sobre esses programas?

    falou!</font>

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    erimouse1    0

    <font color='#000080'>Shuen, a questão do zero fill realmente enche o HD de zeros, impossibilitando que programas de recuperação tenham acesso aos dados, mesmo que o disco tenha sido formatado. Essa operação deveria ser feita quando se vende um disco usado, para garantir a privacidade dos dados do dono anterior. Ou em empresas que queiram manter sigilo sobre seus projetos, etc.

    Um bad block pode ser uma dificuldade de ler um cluster, seja por bit corrompido (aconteceu muito com os IBM 75GXP) ou por falha física na mídia. Aí nem o zero fill consegue escrever o zero naquele cluster e o marca como ruim.

    Quanto aos programas que você citou, a menos que sejam falhas lógicas, de dados corrompidos, não há nada que recupere os bad blocks. O máximo que acontece é passar um programa desses que irão marcar o cluster como danificado e serão removidos da FAT. E quando o scandisk faz o exame de superfície, que é orientado pela FAT, não haverá BBs, parecendo que foram removidos, mas eles ainda existem, só que não aparecem...</font>

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário

    Entre para seguir isso  





    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×