Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
hlopes

Adquirindo uma nova fonte - Manual para leigos

Recommended Posts

hlopes    0

Olá a todos,

Meu objetivo não é dizer aqui quais são os critérios necessários para a escolha de uma boa fonte, mas sim abrir o tópico para que vocês, entendidos do assunto, possam dar o caminho das pedras para pessoas leigas em fonte, como eu.

Antes de comprar o meu novo computador (ou melhor, até agora só as peças, pois falta uma coisa muito importante: fonte), eu tinha a ideia de que fonte deveria ser apenas um item sem tanta importância, barato de preferência, e que normalmente deveria vir com o gabinete. Então, nesta visão, era só eu comprar um gabinete legal, e ele já viria com a fonte necessária.

Acontece que, em algum lugar, não lembro onde, antes de comprar o computador, eu li ou vi que a fonte deveria ser de pelo menos 400W reais. Ai começou a minha jornada. O que eram 400W reais?

Hoje eu sei que W reais são na verdade os W que a fonte DEVERIA ter, se ela comprisse suas próprias especificações.

O primeiro obstáculo estava ultrapassado, tudo o que eu deveria fazer era comprar uma fonte de 400W reais. Acontece que também surgiu outra coisa: a quantidade de pinos. Não bastava a fonte ser de 400W reais, eu ouvi falar ou li que ela deveria ter 24 pinos. Mas o que são estes pinos? Depois de alguma pesquisa eu descobri que é aquela conexãozinha da placa mãe onde você liga a fonte. Então tá! A minha placa utiliza 24 pinos, mais um obstáculo ultrapassado.

Outro obstáculo: não basta a fonte ter 400W e 24 pinos, ela deve ser de uma marca boa, senão, mesmo com anúncio dizendo que ela tem o W reais, na verdade ela não tem. Novo obstáculo: achar fontes boas e com preço acessível. Depois de muita pesquisa, descobri que, na faixa que eu estava procurando, havia fontes com excelente custo benefício. Aqui estão por ordem de preferências dos usuários avançados:

Thermaltake TR2 430W

Huntkey 6450GS 450W

Seventeam 420W

Estava ficando mais fácil, pelo preço, compensaria comprar a Thermaltake. Ai surgiu uma dúvida cruel:

Mas será que mesmo a Thermaltake, fonte boa, aguenta o tranco do meu computador?

PLACA-MÃE ASUS AM2 M2N-SLI DELUXE DDR2

PROC. AMD AM2 ATHLON 64 X2 3800+

MEM DDR2 1GB 667 PC5300 KINGSTON

VGA GF 7300GS DVI/TV XFX

MODEM 56K AMBIENT (INTEL) PCI BOX VOICE

HD SATA 250.0 GB SAMSUNG 7200

GRAV. DVD LG 48X32X48/16X- 4166B OEM DUAL

A resposta estaria em sites como este: http://www.extreme.outervision.com/psucalculator.jsp

Pelo cálculo, seria necessário 344W para esta configuração, e prevendo mais um pente de memória no futuro (pois eu fiz a ######## de pegar só um de 1 GB!).

Ficou mais simples: a minha fonte seria a Thermaltake TR2 430W, melhor custo benefício.

O problema é que sempre surge um novo dilema. O que são os itens "Surge Compensation" e "Capacitor Aging" do site acima?

Por estes malditos itens, colocando como 15% a minha fonte ideal vai por água abaixo. Eu agora teria que ter uma fonte de 447W. Pior: eu não estava prevendo nem a possibilidade de usar mais um HD, colocar mais uma placa de som nem nada. Se eu prevesse estes dois itens, a minha necessidade pularia para 473W, e ai vai, mais um ou dois itens, eu precisaria de mais de 500W.

É uma decepção para quem pensava inicialmente que a fonte era apenas um detalhe.

Agora, fonte está se tornando um detalhe caro. Se eu quiser algo em torno de 500W de boa qualidade eu acabo gastanto mais de R$ 400,00.

A questão é a seguinte: tudo isso é necessário? Deve-se sempre respeitar todos estes critérios por que passei? O que são os malditos: "Surge Compensation" e "Capacitor Aging" que acabaram com toda a minha pesquisa? Preciso levá-los em consideração?

Como no inicio do tópico eu sugeri fazer um manual para leigos, aqui vão os critérios iniciais, que espero que sejam complementados por usuários mais avançados:

1. Verifique quantos pinos são necessários para ligar a fonte à sua placa-mãe. Ex.: 20, 24. (obs.: se 24, considere um único conector com 24 pinos, não 20+4).

2. Verifique quais conectores são necessários pelos seus componentes. Ex.: HD SATA exige cabo SATA, placa de vídeo PCI Express pode ou não exigir cabo PCI Express.

3. Verifique a potência necessária através do site: http://www.extreme.outervision.com/psucalculator.jsp

4. Verifique quais fontes estão dentro das necessidades.

5. Descubra quais fontes selecionar e quais fontes descartar através de fóruns como este. Ex.: eu descobri que teria que descartar a Seventeam 420W pois ela seria muito simples comparando com a Thermaltake e a Huntkey do mesmo preço.

6. Leia comparações sobre as marcas de preços e especificações semelhantes.

7. Adquira a nova fonte, tendo a certeza de que é melhor opção em termos de custo benefício para o seu computador.

obs.:

- Há outros itens a considerar: se será utilizado o recurso SLi ou não, etc.

- Já que eu postei tudo isso, não vou perder a viagem: afinal, a Thermaltake TR2 430W aguenta ou não a minha configuração?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Evandro    3.041

Hudson, muito boa sua ideia !

Vou acrescentar um cadin nesse tantão de coisa que você falou posso ?

As linhas 12v são o "calcanhar de aquiles" no assunto fonte, porque são as mais demandadas especialmente pelas placas de vídeo mais potentes e processadores também, por isso prestar atenção nas correntes geradas pelas fontes (A).

Por isso tem muita discussão sobre fontes "de marca" e fontes "genéricas", o que diferentemente de medicamentos, tem diferença.

T+ :-BEER

PS, OFF.

Hudson, você disse que seu processador é 939 e a placa-mãe AM2.. tem algo errado :ZZZ:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
leomkt    0

Tem mais um detalhe que você esqueceu... essa thermaltake TR2 430W é versão ATX 1.3, e as novas placas mãe pedem ATX 2.0... e tem mais.... algumas placas de vídeo pedem corrente alta no canal 12v da fonte, algo em torno de 20 a 26 amperes.......... ou seja, comprar fonte é uma ######..

Estou no mesmo dilema que você. Onde você achou essa huntkey?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×