Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Loja_Perfeita

Defina uma loja on-line perfeita:

Recommended Posts

Obrigado aos que participarem, eu estarei coletando tais informações para que um dia não muito distante eu lance uma loja que seja a cara de vocês e que tenha tudo o que vocês quiserem. Obrigado novamente e espero ajuda.

:bandeira:

____________________________________________________________

Resumo:

{

Preço: competitivo e baixo (A1Nettrading)

Marcas: variedades e qualidade (A1Nettrading)

Suporte: bom atendimento e a busca de satisfação do cliente

Pagamento: diversas formas de pagamento (cartão, boleto, e outros)

Garantia: garantia de até 2 anos e “estendida”

Nota Fiscal: completa e certa

Entrega: rápida e confiável (Submarino)

Pós-Atendimento: uma comunicação pós-compra do produto e troca de informações

Segurança: certificados SSL

}

:bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Vou começar B) para ver se alguem tenta também...

    Ah, uma loja com bons produtos e variedades de marcas boas seria bom... Como por ex a DFI, e hds da WD...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    -boas marcas

    -bons preços

    -um ótimo suporte com preocupação em atender bem e satisfazer o cliente

    -variedade de formas de pagamento

    -boas garantias

    -dar nota fiscal

    Talvez seja pedir demais, mas isso que eu esperaria de qualquer loja.

    Abraços!

    :bye:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    uma loja perfeita?

    preços e variedade de produtos iguais os da a1nettrading...

    velocidade de entrega igual da submarino...

    atendimento impecável, respeitoso e educado...

    uma loja transparente, onde vai se desdobrar para deixar o cliente satisfeito (em todos os casos: garantia, atendimento, pós-atendimento, etc)

    e finalmente, uma loja onde a frase "o cliente tem sempre a razão" seja mais do que uma frase de efeito para se colar na parede.

    essa é a minha loja dos sonhos, e se um dia conseguir acha-lá, serei um comprador e um cliente fiel.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Opa!

    Interessante esse tópico...rs

    Preço de Paraguai, qualidade de Alienware e condições de pagamento de Casas Bahia é impossível.

    Se o consumirdor quer garantia, entrega imediata, bom atendimento, vai ter de pagar mais por esses quesitos.

    Agora, vejamos o lado das lojas também, o que seria um cliente perfeito?

    Aquele que sabe o que quer, entende sobe o que está comprando, paga a vista e sem chorar preço, aceita dicas não maliciosas do vendedor e tem grana para pagar "upgrades" na compra. Esse vai ser bem atendido sempre, terá sempre boa garantia e comprará sempre com qualidade...rs

    Ah! Além disso sabe que nem sempre o cliente tem razão. Chega uma cara em uma loja, senta com o vendedor, compra um roteador, chega em casa rasga a embalagem, depois descobre que deveria ter comprado um Access Point Wireless, vai na loja com o produto que comprou lá, que ele pediu, com embalagem rasgada e quer trocar o produto. Este sequer tem direito legal de exigir troca e ainda acha que está com razão... Pior que não conhecer seus direitos e deveres e achar que os conhece.

    Não devemos nos esquecer que as lojas são feitas de pessoas, vendedores gostam de respeito e gostam de ser bem tratados com qualquer outra pessoa no mundo, se você trata bem um vendedor será bem atendido, acho que esta é a recíproca de qualquer relacionamento humano. Cliente arrogante geralmente não tem grana e com certeza acaba tomando um ferro de vez em quando.

    Acho mais raro cliente bom que loja boa.

    Té mais pessoal...rs

    :)

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Opa!

    Interessante esse tópico...rs

    Preço de Paraguai, qualidade de Alienware e condições de pagamento de Casas Bahia é impossível.

    Se o consumirdor quer garantia, entrega imediata, bom atendimento, vai ter de pagar mais por esses quesitos.

    Agora, vejamos o lado das lojas também, o que seria um cliente perfeito?

    Aquele que sabe o que quer, entende sobe o que está comprando, paga a vista e sem chorar preço, aceita dicas não maliciosas do vendedor e tem grana para pagar "upgrades" na compra. Esse vai ser bem atendido sempre, terá sempre boa garantia e comprará sempre com qualidade...rs

    Ah! Além disso sabe que nem sempre o cliente tem razão. Chega uma cara em uma loja, senta com o vendedor, compra um roteador, chega em casa rasga a embalagem, depois descobre que deveria ter comprado um Access Point Wireless, vai na loja com o produto que comprou lá, que ele pediu, com embalagem rasgada e quer trocar o produto. Este sequer tem direito legal de exigir troca e ainda acha que está com razão... Pior que não conhecer seus direitos e deveres e achar que os conhece.

    Não devemos nos esquecer que as lojas são feitas de pessoas, vendedores gostam de respeito e gostam de ser bem tratados com qualquer outra pessoa no mundo, se você trata bem um vendedor será bem atendido, acho que esta é a recíproca de qualquer relacionamento humano. Cliente arrogante geralmente não tem grana e com certeza acaba tomando um ferro de vez em quando.

    Acho mais raro cliente bom que loja boa.

    Té mais pessoal...rs

    :)

    Bom dia cara...

    Primeiro devo dizer que discordo de seu ponto de vista. Deixe-me explicar o por que...

    Sou estudante de Propaganda e Mkt, trabalho em uma empresa no Depto. de Marketing e entendo o suficiente (não totalmente) sobre o relacionamento consumidor/lojista.

    Não é impossível ter uma loja perfeita. O problema é que a perfeição delas acaba durando pouco, por parte de má gerenciamento e também clientes inadimplentes. Mas os consumidores não tem que pagar mais para ter direitos básicos como garantia (a não ser a exendida), entrega rápida e EXCELENTE atendimento. Afinal, o tostão sai do nosso bolso, e a loja conta com isso.

    Já cansei de ser mau tratado como consumidor... Vendedores com caras de **, você dizer "Bom dia!!" e não receber resposta, você chegar com um sorriso e receber um "Não, não temos essa peça... e vai ficar difícil consegui-la" Que absurdo roney, que absurdo é um vendedor dizer a um cliente "Vai ficar difícil.." Ooo coisinha de vagabundo, sabe?

    Sobre a quantidade de dinheiro que um cliente possa ou não ter, isso não deve influir em NADA sobre o atendimento que ele deve receber. É a mesma coisa, se você é um cara mediano, uma mulher vai olhar você, julgar, e dizer NÃO sem antes você dizer uma palavra, por que sua camiseta tinha um furinho no lado direito. O dinheiro do consumidor é algo suado, e para consegui-lo, você precisa encantá-lo. Todos os benefícios, hoje em dia, são requerimentos mínimos.

    Você fala sobre um cliente mau encarado... Ok, é chato mesmo. Mas ele entrou em sua loja, de qualquer jeito. Ele está lá, olhando, com cara feia, mas olhando. É como sua namorada, de TPM... Você vai dar o dinheiro do busão e mandar ela cair fora? Ou vai tentar colocar um pouco de humor, satisfação, prazer nela. Todos somos seres humanos e temos sentimentos, o que vai fazer a diferença é a habilidade do vendedor. Sua maneira de conquistar o cliente, de maneira clara e legal (por meios da lei).

    É claro que o consumidor pode ter diversos problemas, e existem caminhos e leis para se resolver isso. Outra coisa, eu sempre pago a vista, pois crédito para mim não funciona. Então essa de pagar a vista é benefício, em meu ponto de vista.

    Sobre o seu exemplo, é mais um erro da loja/vendedor. Deixar sempre transparente os passos da troca para o cliente é NECESSÁRIO para evitar esse tipo de confusão.

    Portanto eu digo, sim, é possível uma loja perfeita. Já vi diversas, e quando as encontro viro cliente por tempo ilimitado. Fidelizar o cliente, isso sim é algo certo e lucroso para uma loja. É claro que sempre vai ter algo a desejar.. por exemplo a loja de informática perto de onde moro: Preços bons, variedade média, atendimento excelente e qualidade excelente. É ideal.

    []s e espero ter ajudado.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    só uma coisa cara: nunca minta p/ os seus clientes, quando eu digo nunca é nunca mesmo, as pessoas são bem flexíveis e aceitam muita coisa mas se você mentir vai manchar sua reputação de uma forma difícil de recuperar é muito melhor você dizer: "olha meu fornecedor está sem o produto você quer um similar?" do q dizer: "já te mandei olha o rastreamento" e ser mentira (como muitos vendedores fazem) a honestidade acaba sempre sendo recompensada nesse ramo a não ser q o cara seja bandido-golpista daí não adianta nada mesmo.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Não é impossível ter uma loja perfeita. O problema é que a perfeição delas acaba durando pouco, por parte de má gerenciamento e também clientes inadimplentes. Mas os consumidores não tem que pagar mais para ter direitos básicos como garantia (a não ser a exendida), entrega rápida e EXCELENTE atendimento. Afinal, o tostão sai do nosso bolso, e a loja conta com isso.

    Já cansei de ser mau tratado como consumidor... Vendedores com caras de **, você dizer "Bom dia!!" e não receber resposta, você chegar com um sorriso e receber um "Não, não temos essa peça... e vai ficar difícil consegui-la" Que absurdo roney, que absurdo é um vendedor dizer a um cliente "Vai ficar difícil.." Ooo coisinha de vagabundo, sabe?

    Correto stooge, mas se houvesse um bom gerenciamento (bem capacitado e tal) e que pela área financeira e gerencial do grupo estivesse sempre a frente, além de ter ótimos clientes e mante-los fidelizados, qual seria o problema?

    E sobre a garantia extendida, é apenas a garantia real. Aqui onde moro, as peças tem garantia de 6 meses só compradas separadas (como hardware), e se for um pc montado vira 1 saca? A questão é que tem muitas peças que tem garantia de 2 anos a 3, sem contar outras que estão expandindo para 5 como a marca de hd SEAGATE. Já pensou alguma loja oferecer uma garantia a um computador fechado de 2 anou ou até mesmo 18 meses?

    At,

    Loja Perfeita

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Correto stooge, mas se houvesse um bom gerenciamento (bem capacitado e tal) e que pela área financeira e gerencial do grupo estivesse sempre a frente, além de ter ótimos clientes e mante-los fidelizados, qual seria o problema?

    Nenhum! Seria excepcional. Só acho interessante que o Marketing + Publicidade devem ter um departamento próprio, ou pelo menos tercerizá-lo. O depto gerencial deve definir uma missão da empresa/loja, e o MKT vai fazer de tudo para cumprí-la. Vai facilitar na fidelização, e impedir que os outros deptos se sobrecarreguem. E se for uma loja online, é legal ter uma boa comunicação visual!

    E sobre a garantia extendida, é apenas a garantia real. Aqui onde moro, as peças tem garantia de 6 meses só compradas separadas (como hardware), e se for um pc montado vira 1 saca? A questão é que tem muitas peças que tem garantia de 2 anos a 3, sem contar outras que estão expandindo para 5 como a marca de hd SEAGATE. Já pensou alguma loja oferecer uma garantia a um computador fechado de 2 anou ou até mesmo 18 meses?

    Entendo.. e muito legal isso. Não sei como funciona em empresas que montam PCs como a Dell, mas se não me engano tem essa de comprar garantia extendida... (que não acho certo). Como consumidor acho muito mais interessante do jeito que você sugeriu. Afinal, como você disse, as próprias peças já vem com garantia de 3-5 anos.

    []s!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Nenhum! Seria excepcional. Só acho interessante que o Marketing + Publicidade devem ter um departamento próprio, ou pelo menos tercerizá-lo. O depto gerencial deve definir uma missão da empresa/loja, e o MKT vai fazer de tudo para cumprí-la. Vai facilitar na fidelização, e impedir que os outros deptos se sobrecarreguem. E se for uma loja online, é legal ter uma boa comunicação visual!

    Nesse caso stooge, para uma empresa que está começando, e vai abrir amas as lojas (on-line e física) você acha que esse departamento necessitaria de quantas pessoas +/-? Eu imaginei fazer algo assim, que cuidasse dessas coisas mas geral. Ah, e do que especificamente eles cuidariam por ex...

    Em relação a garantia, também não gosto dessa de pagar mais XXX,xx para ter mais 1 ano por ex, na onde no final das contas a maquina em si já tem 2 anos no minimo de garantia. Acho que única peça importante que ainda alguns tem 1 ano é a placa de vídeo e só eu acho (divres também).

    At,

    Loja Perfeita

    :bandeira:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Nesse caso stooge, para uma empresa que está começando, e vai abrir amas as lojas (on-line e física) você acha que esse departamento necessitaria de quantas pessoas +/-? Eu imaginei fazer algo assim, que cuidasse dessas coisas mas geral. Ah, e do que especificamente eles cuidariam por ex...

    pega meu msn q agente troca uma ideia ok?

    qotsa_stoner@hotmail.com

    []s!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Gostei de suas colocações stooge.

    Só para constar, eu sou vendedor de uma loja que o pessoal do forum aqui até gosta bastante...rs

    A profissão de vendedor é complicada, atendemos a todos bem aqui, mas com certeza há um atendimento diferenciado a um cliente gente fina, eu por exemplo terei uma atenção especial, ajudarei mais, irei além da função de vendedor com uma pessoa assim.

    Quanto a preço, toda loja bem gerenciada tem seu preço à vista, algumas colocam juros embutidos no preço para um falso parcelamento sem juros e um falso desconto à vista. Ninguém empresta dinheiro sem juros. Quando uma loja no Brasil adota a politica de transparencia e coloca os preços realmente à vista é taxada de mercenaria por não dar desconto. O brasileiro tem mania de se achar rei da situação, querer sempre levar vantagem, esquecer que vendedor é gente, e desconhece como funciona financeiramente uma loja. Mas isso já uma questão referente à educação deficiente deste país e não quero entrar no mérito desta questão.

    A questão legal conheço ainda melhor pois estou cursando o 8° periodo de direito e sei bem onde começam os direitos de uma loja e termina os do consumidor. E volto a repetir, muitas vezes os consumidores se atribuem direitos que não lhe são devidos, mais uma vez voltamos no mesmo ponto: educação, nosso povo não tem nenhuma.

    E a discução esquenta!!!...rs

    Abraço.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Hehe é uma honra falar com você Roney.. :D

    Nem estamos discutindo vai, estamos mais trocando uma ideia... :P

    Bom, concordo com suas idéias.. realmente, o vendendor é uma pessoa e tem que, também, ser respeitada. E infelizmente isso ocorre pouco no país que nós vivemos... Mas pense: Quando estamos trabalhando, temos que ter carisma, bom humor, etc... para conseguimos cumprir com nossas funções e conseguir fechar o dia numa boa. Já quando não estamos trabalhando, estamos mais relaxados, mais sucetíveis a qualquer sentimento.. e é ai que está o conflito. O vendedor está trabalhando, e recebe o consumidor, que, na maioria dos casos, está fora de seu período de trabalho.

    Por tanto, mesmo que o consumidor seja um mala sem educação, e concordo com você que tem muito que é, o vendedor deve "compreender" e manter o bom humor. Pode não ser nem pelo cliente, mas por ser um bom profissional. É de pessoa em pessoa que se muda.. pelo menos eu tento acreditar nisso. Se eu puder atender bem um cara mala, e ensinar ele (com leveza) que ser um animal na hora da compra não vai adiantar nada, é menos um consumidor estúpido, e mais vários vendedores felizes.

    Sobre legislação, ai é complicado. No Brasil, não se pode alegar que você desconhece das leis caso você seja julgado por algo. Isso eu sei. Mas a verdade é que poucos vão saber seus direitos. Eu mesmo não os sei por completo. É bem provável que Ética e Legislação deveria ser um requisito básico, tipo ensinado no colegial... mas não é. Uma loja tem gastos violentos, realmente, mas o unico jeito de supri-los, mesmo que infelizmente, é tendo clientes felizes entrando e saindo de sua loja :) O cliente sair feliz é a alma do negócio, pois ele vai vir aqui no forum e dizer: "Poxa cara.. aquela loja é 10... Recomendo!" E sei que você sabe disso, afinal, é um vendedor de sucesso aqui no fórum.

    Só fiquei desapontado uma vez, quando li que alguem reclamou dos preços, e algum vendedor da loja do Clube do Hardware (não sei se você é vendedor daqui) disse "Se não gostar, procure um outro lugar". Isso não é legal, nem pro cliente, nem pro vendedor. Acho que existe outros meios de satisfazer ambas partes. E acho que a critica dos preços deve ser olhada de maneira positiva :)

    Estou feliz em poder ajudar aqui o sr. loja perfeita hehe :)

    abraços!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    stooge,

    Concordo e assino em baixo do que você disse.

    Como vendedor acabamos nos lapidando a sermos frios e tratar com delicadeza uma pessoa grossa, eu já estou acotumado com isso, podem me chamar de qualquer coisa quando estou trabalhando que sequer fico nervoso. Mas como tudo, existe o vendedor mais despreparado, que nem vendedor é, chamos de tirador de pedido. Mas isso é outro caso.

    Agora chegamos no ponto chave da questão, como qualquer outra questão esbarramos nos valores básicos que deveriam ser ensinados na escola:

    - Educação

    - Bom senso

    - Respeito

    - Honra

    Com isso toda loja é perfeita e todo cliente também.

    Foi um prazer tratar deste assunto contigo também. :)

    Abraço,

    Roney Carvalho.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Roney, em questão a forma de pagamento, poderia existir uma forma a qual aceitasse cartão mas que não fosse direto (como uma aprovação, uma conversa antes para confirmar isso mesmo o que ele precisa), seria algo viável? e se tem como fazer isso também, pois pensei e é algo meio complicado.

    Falous

    :bandeira:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Roney, em questão a forma de pagamento, poderia existir uma forma a qual aceitasse cartão mas que não fosse direto (como uma aprovação, uma conversa antes para confirmar isso mesmo o que ele precisa), seria algo viável? e se tem como fazer isso também, pois pensei e é algo meio complicado.

    Falous

    :bandeira:

    ou fio, me autoriza lá no skype..

    <_<

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Colê pessoal

    Interesante topico...

    Interesantes colocações...

    Só pra no sair do assunto, aqui as minhas sugestões:

    1.- Bom visual, acessibilidade e informação: seja loja fisica, seja loja virtual.

    Um exemplo de loja virtual: http://www.newegg.com/

    O melhor são as opiniões dos compradores sobre os produtos, classificadas até por "helpfulnes" (se são de ajuda ao outros clientes). Aí você consegue ler e descobrir se determinada peça se da bem com outra, se você atualiza ou não a Bios da MB, desempenho, dicas, etc. Eu utilizei esses comentarios como guia para montar meu PC.

    2.- Asistencia dos vendedores. Uma pessoa que seja mais um consultor que um vendedor... que te ajude na compra, mesmo tu não comprando. Eis aqui um trecho da revista "Pequenas Empresas Grandes Negocios" de este mes:

    <span style="font-family:Arial">A vez do supervendedor

    O consultor americano Neil Rackham diz que a área de vendas está em mutação: saem os profissionais agressivos e entram aqueles que sabem ouvir (de verdade) o cliente.

    Roberta Rossetto

    Confira a seguir um trecho dessa reportagem que pode ser lida na íntegra na edição da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios de setembro/2006, já nas bancas.

    "Foi-se o tempo em que o papel do vendedor se resumia a convencer o cliente das qualidades de um produto. Com a consolidação das vendas pela internet e a existência de mercadorias cada vez mais parecidas, é hora de rever as estratégias para fisgar a clientela. Quem diz isso é o consultor americano Neil Rackham, conhecido no mundo por seu estudo que, para identificar boas formas de venda, analisou, durante 14 anos, 35.000 ligações feitas por vendedores em mais de 20 países. "A razão de ser da área de vendas está em franca mutação", afirma ele. "Hoje em dia, com produtos pouco diferenciados, a forma como se vende é mais importante do que aquilo que está sendo vendido." No novo cenário, muda o papel do vendedor. Saem de cena os profissionais extremamente agressivos e ganham espaço aqueles que sabem ouvir o cliente e fazer as vezes de consultores."</span>

    http://empresas.globo.com/Empresasenegocio...25,2487,00.html

    No final, algumas frases interesantes do artigo:

    "...os vendedores precisam estar treinados a fazer perguntas que ajudem o cliente a entender a dimensão de seu proprio problema."

    "...os vendores confiaveis são aqueles que, com perguntas e sugestões, demonstram mais preocupação com os intereses do cliente do que com a venda em si."

    3.- Variedade de marcas e modelos. De preferência manter um estoque atualizado.

    4.- Formas de pagamento, as mas variadas se possivel. Sobretudo cartões de credito para pagamento online (obviamente com um bom certificado SSL no site). Isto pois varios preferimos dividir sem juros, mesmo que seja 3 vezes. E claro, isto possibilita uma compra maior por parte do cliente.

    5.- Garantia, assistencia tecnica e devoluções. Onde melhor se ve é na hora da troca. Tem que ser rápido e descomplicado. Que nem o sistema das Americanas.com. Minha sogra trocou um aparelho eletrico na hora. Todos os fretes pagos pela empresa.

    6.- Entrega. Rapida e segura. Tudo bem embrulhado e com boa apresentação.

    7.- O preço. A maioria de vocês começou pelo preço, mas o preço é a parte final. Tudo isto acima tem um custo.

    O visual da loja, vendedores treinados (pois ninguém nasce sabendo) , bom e variado estoque, formas de pagamento (incluir cartões e certificados custa caro), garantia e assitencia tecnica tem ainda um custo "eventual" muito mais elevado. Entrega rapida e segura também.

    Ou seja, se você, cliente, quer este serviço, tem que pagar. Se você, dono de loja, quer implementar este serviço, vai ter que pagar. E ate com juros.

    E aqui entramos nos assuntos e empecilhos tangiveis e intagiveis da compra e venda.

    Os tangiveis todo empresario conhece:

    - Juros e impostos:

    E olha que não só os empresarios... todos pagamos juros... todo o dia. Só o açucar tem um imposto embutido de 51%. Os unicos que não deveriam reclamar são os diabeticos... ;)

    - Burocracia:

    Só mais uma reportagem de exemplo:

    Inimigos dos empreendedores

    Estudo do Banco Mundial revela quais são os estados que mais dificultam a abertura de empresas no Brasil

    Adriana Monteiro Fonseca

    Confira a seguir um trecho dessa reportagem que pode ser lida na íntegrana edição da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios de setembro/2006, já nas bancas.

    "Abrir, manter e fechar empresas no Brasil não é fácil, mas há estados onde isso é ainda pior. Um estudo realizado pelo Banco Mundial em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC), intitulado Doing Business no Brasil, mostra que abrir uma empresa, registrar uma propriedade, obter crédito, pagar impostos e cumprir contratos, cinco itens essenciais para a vida de um negócio, é muito diferente nas 13 capitais pesquisadas. Entre Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Porto Velho, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo, quem levou o título de capital mais burocrática foi Fortaleza, no Ceará (veja a lista completa no quadro Nota zero, ao lado). "Há uma ampla diferença entre os estados brasileiros na facilidade ou dificuldade de se fazer negócios", afirma Mierta Capaul, principal autora do documento Doing Business no Brasil. "A diversidade das exigências regulatórias tanto no âmbito estadual como no municipal, e as diferenças na implementação de regulamentações federais, contribuem para expandir ou inibir as atividades econômicas de cada região."

    Aqui o ranking:

    As 13 cidades nas quais é mais difícil fazer negocios no país, de acordo com o estudo "Doing Business no Brasil", elaborado pelo Banco Mundial:

    1° Fortaleza - Ceará

    2° Cuiabá - Mato Grosso

    3° São Paulo - São Paulo

    4° Salvador - Bahia

    5° Florianopolis - Santa Catarina

    6° Rio de Janeiro - Rios de Janeiro

    7° Campo Grande - Mato Grosso do Sul

    8° Porto Alegre - Rio Grande do Sul

    9° São Luís - Maranhão

    10° Porto Velho - Rondônia

    11° Belo Horizonte - Minas Gerais

    12° Manaus - Amazonas

    13° Brasília - Distrito Federal

    Vocês sabiam que no Brasil, em promedio, metade das empresas morre antes de completar um ano de vida? :blink:

    Pois é.

    Pra montar um negocio em São Paulo leva-se 152 dias. Sorte para o amigo Rooney, em Minas Gerais o promedio é de 19 dias.

    O pior, para fechar uma empresa no Brasil, depois de falir, leva-se quase 10 anos... :wacko:

    Veja esta reportagem e tenha medo:

    http://www.mastersaf.com.br/_new/site/noti...ex.php?id=11526

    E assim poderiamos seguir pela frente.

    Agora, logo disto, va aqui e deixe seu comentario de apoio: http://www.queromaisbrasil.com.br/

    É difícil acreditar que isto vai dar em alguma cosa, mas pior é ficar de b-u-n-d-a presa na cadeira do computador sem fazer nada.

    Os assuntos intangiveis, ou idiosincracia (procure dicionario) do consumidor brasileiro:

    - Educação, respeito, consciencia de deveres e direitos (sobre todo dos deveres), etc etc.

    Aí já entramos a discutir as carencias e problemas na educação basica e media no Brasil. Só para constar. 80% dos fundos da educação no Brasil são para as universidades. O restante, 20%, é dividido para educação basica e media.

    Resultado, nenhum aluno de escola publica poderá aceder a faculdade nehuma, mesmo que de graça, pois não poussui as bases para concorrer (na hora do vestibular) com alunos da rede particular. Isto nos leva a ter universidades federais gratuitas para alunos de escolar particulares, a grande maioria, de clase media alta para cima.

    Como gritaria algum associado a um partido laboral-trabalhista: "Universidade gratis para os ricos!".

    E o cara teria toda a razão. :huh:

    - Falta de grana. Bem, tem alguns que não sofrem disso... mas são os menos... <_<

    Bem, espero que este meu "discurso" não tenha sido muito chato. Acho que as coisas vão melhorar quando a gente faça uma revolução de pensamento neste país.

    Em quanto todo mundo fique na maior acomodação curtindo a cervejinha e o jogo do "time do coração" o negocio e os negocios vão continuar do mesmo jeito.

    Ah, antes que me esqueça. Sou arquiteto com mestrado na UFBA. Fiz varios cursos no SEBRAE, na sede aqui na cidade e também pela internet. Sou do país do meu nick, casado com brasileira e com um filho de 2 anos e meio.

    Alem do meu trabalho de arquiteto tenho minha propria loja virtual (com uma socia gringa) e vendemos exclusivamente para fora do Brasil. Até agora, na nossa area, podemos dizer que temos as melhores qualificações na net. Mas isso, como sempre, é algo relativo e do qual você não pode-se confiar. Hoje você está no top... dé um vacilo e você vai pra baixo.

    Um abraço galera

    .

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Opa!

    Preço de Paraguai, qualidade de Alienware e condições de pagamento de Casas Bahia é impossível.

    eheuheheuheuheuuheuuhehuheue

    quem nos dera!

    Chile

    tem uma materia na EXAME desse mês.. falando sobre como é difícil abrir, manter ou fechar uma empresa no Brasil.. país de #####

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Só quero acrescentar uma coisa, a relação entre vendedor e consumidor, não pode ser jamais uma queda de braço, tem que haver uma certa harmonia e amizade. Assim os dois ganham. Pessoas arrogantes não têm vez mesmo, não só na hora de comprar, mas em geral.

    Abraço a todos.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Defina uma loja on-line perfeita

    Bem bem, vamos lá:

    1) Atendimento impecável. Como assim? Colocar vendedores capacitados a vender (essa frase parece *****, mas não é).

    Vou explicar citando justamente hardware. Você vai comprar um hardware, tipo uma VGA. Aí, quando você vai buscar informações (como inclusive vi num post aqui no Clube do Hardware outro dia), no site tá que a VGA é PCI-E e ao conversar via msn com um vendedor, o cara diz que o que eles vendem é AGP. (já começa uma proganda enganosa praticamente. Se o cara não tivesse perguntado, teria comprado errado). Ou seja, o cara nem sabe o que ele vende. Ou podia ser pior: cliente quer saber se uma memória DDR2 800MHz serve numa A8N-E e o vendedor ***** diz que sim sem pesquisar, nem nada. pra poder vender.

    Nisso entra também um atendimento atencioso ao cliente, pois comigo mesmo aconteceu outro dia (durante uma das minhas compras na Hardplus) um quase descaso, pois estava eu no msn tentando obter informações do que eu ía comprar e o vendedor ficava literalmente (eu contei no relógio) uns 6 ou 7 minutos pra responder cada pergunta minha. Isso foi irritante. Só dei ponto positivo a loja, pois a compra ocorreu sem erros, chegou no prazo e o produto estava funcionando normalmente.

    2) Site com informações precisas e, claro, fotos do que é vendido. Sei que nem sempre é fácil conseguir isso, pois não dá pra ficar abrindo tudo quanto é caixa e tirando fotos. Mas se a loja que informar bem o que está vendendo pra não ter problemas depois.... tem que fazer esse esforço.

    Especificações do que é vendido também é muito bom. Cito como exemplo do que estou dizendo o site da WAZ. Clico no produto você já vê fotos e especificações. Isso é muito bom. Tem coisa lá que nem faço ideia do que é nem pra que serve, mas tá valendo. Se alguém que entende quiser ver... sem erro. Não poderá falar que não sabia ou que não estava descrito antes da compra.

    3) Um acompanhamento excelente para saber do seu pedido, seja qual for o valor dele. Se já foi enviado, se está sendo solicitado, se deu algum problema, se o que tinha em estoque estava zuado, sei lá. Toda e qualquer informação que puder esclarecer algo ao cliente que aguarda a encomenda.

    4) Um RMA excelente também. Nada de empurrar pro fabricante e pronto! Se a loja diz que dá garantia, então a loja terá que cumprir.

    Prazos bons e muita atenção com um cliente que precisa de RMA é algo óbvio também. Se fizer pouco caso do cliente... vai perder o cliente (pelo menos se for eu esse cliente) e ainda ganhará fama ruim!!

    5) Pagamento facilitado: cartão, cheque, transferência bancária, DOC, sei lá, mas várias opções são válidas.

    6) Uma loja ou sede física [sei que é uma loja on-line, mas o cliente se sente mais confiante se a loja tiver um local físico, pois se o cliente tiver algum problema, sabe que, em último caso, poderá ir atrás do prejuízo (literalmente) e esclarecer cara à cara].

    7) E claro, preços competitivos. Se possível (o que não é!) os menores do mercado. Digo que não é possível, pois se tiver qualidade, garantia, infra-estrutura e os produtos forem vendidos legalmente... não dá, não tem como ter os menores preços do mercado (se tivesse, já teria alguma loja super famosa por isso. Eu pelo menos não conheço nenhuma).

    Pessoas arrogantes não têm vez mesmo, não só na hora de comprar, mas em geral.

    Digo o mesmo. Como já disse outro dia, trabalho com suporte e cliente que chega falando besteira pra pessoa errada(eu no caso), leva na cabeça. Jogo na cara a verdade.

    Não devemos culpar as pessoas erradas. Eu já liguei pra TIM outro dia, pois minha conta apresentou sérios problemas, mas nem por isso descontei no atendente que me atendeu, pois sei que não é culpa dele se o sistema da empresa é problemático e cobra o que não deve. Da mesma forma o vendedor não pode levar a culpa se comprou coisa errada, se não esclareceu todas as dúvidas e/ou se o produto apresentou defeito (lembre-se que O VENDEDOR E/OU CARA DO SUPORTE NÃO FABRICARAM OS EQUIPAMENTOS).

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Em relação aos topicos anteriores vou ler com cuidado e postarei depois uma resposta. Muito obrigado pela ajuda e cooperação de todos!

    :bandeira:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Post rápido.

    Coisas que eu admiro muito em uma loja:

    Atendimento rápido, e se possivel em horarios alternativos. Digo, possibilidade de responder a e-mails e perguntas 24h, porque, e por exemplo, sempre que compro On-Line, faço compra depois das 22h, que é quando não estou trabalhando e tenho tempo de sentar no computador com calma e buscar preços e etc.

    Acho que isso é um fato que impressiona bastante o cliente. Você poder enviar um e-mail de pergunta, ou mesmo uma compra, e já ter um retorno na sua caixa de e-mail.

    E o TRACKING ao vivo. Eu acho isso a coisa mais brilhante que já inventaram. Poder se programar e saber exatamente onde a mercadoria se encontra é muito motivador e mostra, ou pelo menos, parece mostrar, a qualidade da empresa. Sei que isso vai muita da transportadora, mas acho que isso poderia ser mais especifico aqui pro Brasil.

    Vou dar um exemplo:

    Fiz uma compra na AMAZON um dia desses, e olha como foi o tracking deles:

    September 20, 2006 01:01:00 PM WILLIAMSTOWN MA US Delivered

    September 20, 2006 08:42:00 AM PITTSFIELD MA US Out for delivery

    September 20, 2006 07:54:00 AM PITTSFIELD MA US Arrival Scan

    September 20, 2006 06:11:00 AM WINDSOR LOCKS CT US Departure Scan

    September 19, 2006 06:24:00 PM WINDSOR LOCKS CT US Arrival Scan

    September 19, 2006 04:21:00 PM LOUISVILLE KY US Departure Scan

    September 19, 2006 12:24:00 PM LOUISVILLE KY US Shipment picked up from seller's facility

    September 18, 2006 10:39:10 PM US Carrier notified to pick up package

    Esse controle de saber onde sua mercadoria está, principalmente para os apressados é excelente. E aqui no Brasil isso só vai acontecer, quando as lojas, principalmente as grandes, pressionarem as transportadoras a terem um sistema mais claro de como está o transporte.

    Fora os outros pontos que já abordaram, pra mim esses são também bons pontos.

    At

    C.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • "1.- Bom visual, acessibilidade e informação: seja loja fisica, seja loja virtual.

    Um exemplo de loja virtual: http://www.newegg.com/

    O melhor são as opiniões dos compradores sobre os produtos, classificadas até por "helpfulnes" (se são de ajuda ao outros clientes). Aí você consegue ler e descobrir se determinada peça se da bem com outra, se você atualiza ou não a Bios da MB, desempenho, dicas, etc. Eu utilizei esses comentarios como guia para montar meu PC."

    "2.- Asistencia dos vendedores. Uma pessoa que seja mais um consultor que um vendedor... que te ajude na compra, mesmo tu não comprando."

    "...os vendedores precisam estar treinados a fazer perguntas que ajudem o cliente a entender a dimensão de seu proprio problema."

    "...os vendores confiaveis são aqueles que, com perguntas e sugestões, demonstram mais preocupação com os intereses do cliente do que com a venda em si."

    "4.- Formas de pagamento, as mas variadas se possivel. Sobretudo cartões de credito para pagamento online (obviamente com um bom certificado SSL no site). Isto pois varios preferimos dividir sem juros, mesmo que seja 3 vezes. E claro, isto possibilita uma compra maior por parte do cliente."

    Pois é Chile, eu moro em Cuiabá e sei como é.. Ainda mais quando o Governo (estadual) não ajuda, muito menos o Federal :angry:

    Sobre o visual; sim, o site será feito de uma forma acessível, com um bom design e muita informação de fácil acesso. Da opinião dos compradores abriremos um 'canal' dentro do site para as opiniões dos compradores (tanto positivas quanto negativas, censurar as negativas não seriam uma boa política e muito menos justa).

    Em relação a "consultor de venda" é o que eu fazia na onde trabalhava aqui numa loja de informática. O principal não é você vender o Maximo que puder, mas sim o melhor e o que seja adequado para seu cliente. Isso em hardware, software e games, nem que demore um dia ou dois para pesquisa mas o cliente precisa ficar satisfeito.

    E obviamente não abriríamos com pagamento em varias vezes mas é preciso ao menos 3x sem juros mesmo e outras como deposito, doc, etc... Forma de pagamento é um dos principais, pois quantas vezes não indicava a loja por ex do WAZ para amigos meus mas ficavam com medo ou desconfiados porque não aceitava cartão e tal... é complicado.

    E no final, obrigado pela opinião. A ajuda é sempre bem vinda :-BEER E, se você puder também, passe-nos seu site para visitarmos _o/

    :bandeira:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • "1) Atendimento impecável. Como assim? Colocar vendedores capacitados a vender (essa frase parece *****, mas não é).

    Vou explicar citando justamente hardware. Você vai comprar um hardware, tipo uma VGA. Aí, quando você vai buscar informações (como inclusive vi num post aqui no Clube do Hardware outro dia), no site tá que a VGA é PCI-E e ao conversar via msn com um vendedor, o cara diz que o que eles vendem é AGP. (já começa uma proganda enganosa praticamente. Se o cara não tivesse perguntado, teria comprado errado). Ou seja, o cara nem sabe o que ele vende. Ou podia ser pior: cliente quer saber se uma memória DDR2 800MHz serve numa A8N-E e o vendedor ***** diz que sim sem pesquisar, nem nada. pra poder vender.

    Nisso entra também um atendimento atencioso ao cliente, pois comigo mesmo aconteceu outro dia (durante uma das minhas compras na Hardplus) um quase descaso, pois estava eu no msn tentando obter informações do que eu ía comprar e o vendedor ficava literalmente (eu contei no relógio) uns 6 ou 7 minutos pra responder cada pergunta minha. Isso foi irritante. Só dei ponto positivo a loja, pois a compra ocorreu sem erros, chegou no prazo e o produto estava funcionando normalmente."

    "3) Um acompanhamento excelente para saber do seu pedido, seja qual for o valor dele. Se já foi enviado, se está sendo solicitado, se deu algum problema, se o que tinha em estoque estava zuado, sei lá. Toda e qualquer informação que puder esclarecer algo ao cliente que aguarda a encomenda."

    "4) Um RMA excelente também. Nada de empurrar pro fabricante e pronto! Se a loja diz que dá garantia, então a loja terá que cumprir.

    Prazos bons e muita atenção com um cliente que precisa de RMA é algo óbvio também. Se fizer pouco caso do cliente... vai perder o cliente (pelo menos se for eu esse cliente) e ainda ganhará fama ruim!!"

    "7) E claro, preços competitivos. Se possível (o que não é!) os menores do mercado. Digo que não é possível, pois se tiver qualidade, garantia, infra-estrutura e os produtos forem vendidos legalmente... não dá, não tem como ter os menores preços do mercado (se tivesse, já teria alguma loja super famosa por isso. Eu pelo menos não conheço nenhuma)."

    Pois é Ricardo_Usuario, o atendimento precisa ser 'ao vivo', se possível manter um 'chat' no site para conversar com atendentes ou até responder os e-mail num prazo curto (esperado no mesmo dia ou então até o final da tarde). Sobre estoque, sempre atualizado e antes de fazer a compra a verificação no estoque dos produtos é indispensável. No rma, a loja precisa substituir a peça imediatamente se em estoque, e o rma eles que mandam e esperam a respostada fabricante. E sobre os preços... um preço razoável pela qualidade do produto desde a comunicação cliente-vendedor até a pós-venda.

    Obrigado pela ajuda _o/

    :bandeira:

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×