Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Rafael Alquati

Vem mais fusões por ai...

Recommended Posts

Setor de tecnologia vê mais fusões apesar de crédito difícil.

O setor mundial de tecnologia deve se consolidar ainda mais à medida que empresas procuram adquirir recursos que atendem nichos de mercado e obter economia de escala, ainda que os problemas nos mercados de crédito tornem mais difícil levantar dinheiro para as transações.

A maioria dos executivos participantes da Reuters Global Technology, Media and Telecoms Summit, esta semana, disseram que esperam mais fusões e aquisições em seus setores, sejam em software, serviços de computação ou operadoras de redes.

"Acredito que as avaliações sejam atraentes agora, e creio que teríamos vantagens, em uma estrutura como essa, porque nosso balanço é muito sólido, temos forte geração de caixa e um bom volume de recursos disponível", disse Mark Loughridge, vice-presidente financeiro da International Business Machines (IBM) .

"Quando adquirimos a Lotus, 10 anos atrás, agíamos de maneira oportunista no que tange às fusões e aquisições. Agora, essas transações são muito mais um aspecto operacional do nosso negócio", disse ele.

Mesmo com o recuo nas operações de aquisição comandadas pelo setor de capital de risco, as empresas de tecnologia não deixaram de ver bom número de transações, este ano, entre as quais o acordo que levará à aquisição da Electronic Data Systems pela Hewlett-Packard, em uma transação avaliada em 13,2 bilhões de dólares.

E o maior negócio no Vale do Silício este ano pode ainda estar por vir, já que a Microsoft e o Yahoo continuam a se contemplar sorrateiramente.

Dados da Dealogic mostram que as empresas de tecnologia de todo o mundo anunciaram 1.991 fusões e aquisições este ano, 16 por cento a mais do que no mesmo período em 2007. Mas o valor menor das transações reduziu o montante total envolvido de 105 bilhões no ano passado para 94 bilhões de dólares.

Refletindo a abordagem de que "menor é melhor", executivos de grupos de software como a Adobe e a McAfee expressaram mais interesse na aquisição de tecnologias específicas do que em fusões grandes e transformadoras.

O presidente-executivo da Adobe, Shantanu Narayen, afirmou que a empresa mira neste momento companhias com 10 a 50 empregados que tenham tecnologias complementares às suas. Já o principal executivo da McAfee, Dave DeWalt, disse que a empresa busca aquisições que envolvam de 50 milhões a 350 milhões de dólares.

Por Ritsuko Ando

Nova York, Reuters.

Fonte: G1 com informações da Reuters.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×