Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Evandro

NVIDIA Project Denver

Recommended Posts

http://www.anandtech.com/show/4099/nvidias-project-denver-nv-designed-high-performance-arm-core

A NVIDIA pretende entrar no mercado de processadores, sejam eles pra desktops ou servidores, com um chip de arquitetura ARM.

Isso vem a calhar com o anúncio da versão ARM o Windows 8.

Começando o tópico pra ver no que isso vai dar. ^_^

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ações da nVIDIA sobem com a notícia do projeto denver e do futuro win8 com suporte nativo à arquitetura ARM. O resto da industria ARM mantém-se estável, basicamente, só a nVIDIA subiu.

http://fudzilla.com/home/item/21462-nvidia-shares-spiked-by-windows-8-for-arm

Nvidia shares have spiked to $19.20 at press time, some 13.31 percent up. Just for comparison, Nvidia was at $16.05 on Wednesday, January 5, and since then the stock grew by some 30 percent.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Particularmente, acredito que o Windows 8 (ou qualquer outra coisa que possa ser chamada de Windows) é uma variante da linha CE (ou sucessor do Windows Phone 7) com interface multitouch para Tablets e Smartphones com ARM.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Estou achando que estes processadores serão como os Power da IBM e os Solaris da Sun, mercado de alto desempenho mas ainda sim, de nicho.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Agora não me recordo exatamente onde li, mas, um dos mandatários da ARM disse que a Microsoft PRECISA da ARM, ou seja, ou eles começam a lançar um SO compilado para rodar em processadores ARM ou vão parar na Roça no futuro, pelo menos no setor mobile onde a RIM, APPLE e Google dão as cartas.

    ta aqui o link http://www.fudzilla.com/mobiles/item/21481-microsoft-needs-arm

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Estou achando que estes processadores serão como os Power da IBM e os Solaris da Sun, mercado de alto desempenho mas ainda sim, de nicho.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • porque mercado de nicho? O comportamento dessas CPUs é parecido das GPU onde só tem utilidade em uma pequena parcela do mercado de servidores?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Porque os programadores precisariam desenvolver programas especificamente pra esta arquitetura..

    Mais ou menos como foi o Itanium, que por exigir a reformulação dos programas (entre outros..), não pegou.

    E seinão se um ARM consegue concorrer com um IBM Power.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Acho que o poder da ARM no mercado mobile é indiscutível, agora querer se aventurar num mercado já "velho" de desktops e servidores, acho que terão que comer muito arroz com feijão, para chegar lá

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Pensando bem, acho que poderá ser alguma variante do Windows Embedded Compact (da qual é o nome atual do WinCE e Windows Mobile) ou mesmo do Windows Embedded Standard (versão embarcada e destrinchada dos Windows XP/Vista/7).

    Alguém já sugeriu isso. Mas acho que podemos descartar um Windows CE da vida (MS chame do que quiser, aquilo é o Windows CE), certamente não haveria estardalhaço por parte da MS por isso. E do Windows Embedded Standard para o normal é um passo...

    Pois ao meu ver não adiantaria nada criar três versões do Windows 8 (x86 32 Bits, x86-64, e ARM) se os programas em si (e que são importantes) não existirem.

    A MS fornecerá alguns... mas acho que não é essa a questão, não? Realmente, ninguém preferiria um netbook, ou pior, notebook, se não soubesse que rodaria as coisas que podem algum dia vir a achar que precisam.

    Mas existem alternativas de compilação JIT no mercado, que conseguem um desempenho aceitável em um processador rápido. Quer dizer, para falar bem a verdade não sei quem trabalha com isso hoje em dia, porque a Transitivie foi incorporada pela IBM. Mas a MS deve ter competência nessa área, ou deve saber quem tem. O que importa é a possibilidade...

    O desempenho dessas soluções consegue ser entre 30% e 60% do nativo, sob algumas condições de repetição, e como a maior parte dos programas em questão não são críticos em performance... resta saber o que as empresas conseguirão em termos de desempenho.

    Em tablets e celulares, a questão seria compatibilidade das aplicações do Windows CE... isso já deve ser mais fácil.

    Acho que o poder da ARM no mercado mobile é indiscutível, agora querer se aventurar num mercado já "velho" de desktops e servidores, acho que terão que comer muito arroz com feijão, para chegar lá

    Imagino que a nVidia se concentrará em netbooks, talvez notebooks, e servidores no caso são para aplicações específicas, que não precisam de desempenho single-threaded muito grande...

    sei que essa pergunta desvia um pouco o foco do tópico' date=' mas existem várias arquiteturas, sparc, ARM, x86, x86-64, a do Itanium que é o 64bit e só, IBM Power, alpha, enfim, temos um leque grande. Focando nos servidores de todos os tipos, a arquitetura mais usada seria a x86-64?!

    E as outras, onde se encaixam no processo?[/quote']

    x86-64, sim. As outras entram em áreas bem específicas: os Sparcs, POWERs, zSeries e Itaniums são vendidos em servidores muito grandes (> 8 Processadores) ou que necessitam de muita confiabilidade. No caso dos POWERs e antes dos Itaniums, também há vendas para computação técnica, exigências muito específicas de confiabilidade/escalabilidade/memória compartilhada/ambiente. E os SPARCs vendem alguma coisa para servidores web, através dos Niagaras.

    Alpha, PA-RISC e MIPS já foram arquiteturas que vendiam nos mesmos espaços que a POWER, mas que acabaram decapitadas pela HP (caso de Alpha e PA-RISC, a HP é parceira da Intel com a Itanium) ou vítimas da manobra suicida da SGI (que pirou, se assustou, largou a MIPS antes da hora e em geral só fez besteira). Atualmente a MIPS vende alguma coisa em embutidos, mas não é nenhum ARM... e as outras morreram mesmo.

    Estou achando que estes processadores serão como os Power da IBM e os Solaris da Sun, mercado de alto desempenho mas ainda sim, de nicho.

    Para servidores eles serão sim de nicho, mas é mais o nicho de servidores com desempenho single-threaded secondário rodando UNIX...

    Agora não me recordo exatamente onde li, mas, um dos mandatários da ARM disse que a Microsoft PRECISA da ARM, ou seja, ou eles começam a lançar um SO compilado para rodar em processadores ARM ou vão parar na Roça no futuro, pelo menos no setor mobile onde a RIM, APPLE e Google dão as cartas.

    A MS tem um Windows que roda em ARM... a questão é que sem a força da plataforma Win32 a MS tem dificuldade de competir com Symbian, Android, RIM, Apple e Intel+Nokia... são empresas grandes e sempre com pernas no mercado de celulares, o que não ajuda...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Eles portaram o WinNT para ARM.

    Se fosse o WinCE eles não teriam anunciado que ele agora roda em ARM simplesmente porque o WinCE já roda em ARM a muito tempo. Não teria anúncio nem seria notícia.

    E o objetivo da ARM não é concorrer com CPUs do tamanho do Power, Nehalem ou Phenom, assim como carros populares não concorrem com caminhões.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Então qual é o objetivo dela DT ? (ok, ganhar $$ :D, mas como ? Vendendo pra quem ?)

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Além de smartphones e tablets, onde eles já dominam, a ARM quer vender notebooks e desktops/servidores/clusters menores, mais baratos e de baixo consumo de energia (algo como Atoms/Bobcats ou no máximo Celerons/Semprons, em vez de Power, i7 ou Phenom).

    O maior obstáculo para notebooks e desktops ARM semelhantes aos x86 atuais seria a falta de software (SO's e aplicativos), e o anúncio feito pela Microsoft indica que esse problema será resolvido (coisa que a Google tenta fazer com o Android e ChromeOS). Indica também que nesta década talvez vejamos o fim do duopólio "Wintel" (e vale lembrar que própria Microsoft também comprou uma licença de arquitetura para CPUs ARM). Já a Intel e AMD terão grandes dilemas pela frente.

    EDIT: Em servidores não há tanta falta de software já que CPUs ARM rodam Linux e os principais programas usados em servidores. No youtube você acha vídeos de pequenos sistemas ARM rodando Ubuntu, já que você se me lembro bem usa Linux no desktop.

    Editado por Dick Trace

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Se essa década for a computação de desempenho bom e portátil a nvidia até que começou fazendo a lição de casa. A AMD também, fornecendo processadores de baixo consumo, desempenho aceitável e vídeo de boa qualidade. Resta saber se ARM e x86 conseguem sobreviver juntas.

    Apple irá perder forças, vide Samsung Galaxy. Google vai decidir a vida dele, M$ vai tentar pegar o bonde que já começou a andar - e rápido.

    Guardem minhas palavras! :D

    Editado por Gun'ss
    português deprimente.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Obrigado ao Dick e ao Thiago pelos esclarecimentos. Mas, continuemos com as perguntas :D

    Ok, a MS faz lá sua versão Windows para os processadores ARM, os programas que hoje rodam em x86, precisariam ser portados para os processadores ARM, ou simplesmente rodariam tranquilamente?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Valeu DT !

    Sim, eu emigrei pro pinguim e não pretendo sair, é que acho estranho falar em processadores com baixo poder de cálculo para servidores, mas eu esqueço do que você disse acima: eficiência e confiabilidade.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Precisam ser portados, mas é mais fácil portar de Win/x86 para Win/ARM do que para Linux (Android). Programas .NET podem ser mais fáceis de portar, e se me lembro bem os preparativos para tornar os programas Windows mais independentes de plataforma já estão incluídos no Win7 (dica: o Win7 quebra a compatibilidade com vários aplicativos compatíveis com WinXP, a ponto de precisar de um "XP Mode" que é uma cópia quase completa do WinXP instalada no Win7, por um bom motivo). Mas muitos programas Win/x86 jamais serão portados. A Microsoft já tem várias versões do Windows (XP a Seven) rodando em ARM nos seus laboratórios já faz vários anos, mas vamos esperar para ver como será a versão lançada.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Obrigado ao Dick e ao Thiago pelos esclarecimentos. Mas, continuemos com as perguntas :D

    Ok, a MS faz lá sua versão Windows para os processadores ARM, os programas que hoje rodam em x86, precisariam ser portados para os processadores ARM, ou simplesmente rodariam tranquilamente?

    Depende. Algumas aplicações rodam em JVM com código livre de arquitetura, e não precisariam de porte. As outras podem ser portadas com relativa facilidade (em relação a outros portes, não estou dizendo que é coxa manter duas releases), pelo menos se o programa for relativamente moderno. De resto, é teoricamente possível desenvolver algum tipo de compilador JIT, como eu disse... mas isso diminuiria radicalmente o desempenho.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    No passado a Microsoft já havia incluido um tradutor e nada os impede de fazer isso de novo, mas pra que?

    Windows em ARM compete com outras plataformas recentes que surgiram no mercado sem software nenhum, tudo que é .Net vai rodar e pelo que parece a MS só está disposta a liberar o .Net como plataforma para os ARM.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Também tem que ver que programas escritos para o Windows Mobile 6.x são incompatíveis com o novo Windows Phone 7, por conta de que esse último foi "escrito" tendo em mente processadores de 1GHz, acelerômetro, e interface touchscreen.

    Imagino a salada mista de que mesmo sendo ARM, os programas para "os Windows" não poderão ser transferidos por um simples cartão microSD. Só espero que o futuro Windows 8 ARM (ou sabe-se-lá-que-nome-terá) não deixe de lado o ecossistema de programas.

    No fim, não importa qual WinARM o Tablet terá, mas sim quais e quantos programas ele rodará de fato.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Tem que ver outa coisa: licenciar uma CPU já conhecida (ARM) e adicionar partes é bem mais fácil do que desenvover uma microarquitetura do zero (a.k.a. VIA Nano, Nano X2).

    Pelo pouco que conheço de ARM, modularidade é uma coisa que já vem desde o berço.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×