• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   13-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware,

      Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:
        Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas ao formulário abaixo:    Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
Seguidores 0
mundoneo

Porq precisa do mount?

4 posts neste tópico

Olá galera,

sou usuario bem básico do Linux!, ( não manjo nada ) mas uma pergunta queima meus neuronios  ( porque precisamos montar um dispositivo para poder usa-lo?) ex. mount /mnt/cdrom!

alguem me explique o porque é será que tem como deixar ele permanente e ativo como no Win!, não que eu esteja reclamando so quero saber!

Bele!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom cara muitos motivos!

um deles é por ex. você tá gravando o cd e você ou alguem acidentalmente aperta o botauzinho de abrir o drive, se o cd tiver montado ele não abre e você não perde o cd!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola,

Bom complementando, o fato de ter q montar os perifericos esta inteiramente ligado a forma q o linux trata os dispositivos.

O Linux adota um sistema diferenciado de nomenclatura dos dispositivos de armazenamento. Assim, não existe para o sistema o disco "c:" ou disco "d:"; em vez disso utiliza o conceito de arquivos de dispositivos e pontos de montagem. O Linux organiza todos os seus arquivos e diretórios em uma "árvore" onde a raiz é o diretório /, logo, os novos dispositivos precisam ser encaixados em algum ponto abaixo do diretório raiz. Usualmente dispositivos adicionais de armazenamento são "montados" no diretório /mnt; o conteúdo de um CD-ROM, por exemplo, poderia ser acessado através do diretório /mnt/cdrom.

Usualmente, para se utilizar um novo dispositivo de armazenamento, quatro passos devem ser tomados:

- Inserir no kernel o módulo com suporte ao dispositivo desejado. Isso é necessário apenas para alguns dispositivos como discos ZIP/JAZZ e unidades de fita, pois discos IDE, CD-ROM IDE e disquetes são suportados nativamente pelo kernel.

Particionamento quando for necessário.

- Criação do sistema de arquivos (formatação), também quando for necessário.

- Montar o dispositivo no seu ponto de montagem apropriado.

O primeiro passo é específico para cada tipo de dispositivo, mas, para dispositivos IDE e disquetes ele não é necessário pois eles já estão "pre-configurados" no arquivo /etc/fstab...

é claro q o assunto é mais afundo, mas o básico é isso mesmo..

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:D Bom meu caro...

É bem simples,

Instale o SUPERMOUNT em seu Linux que suas unidades como CDRom e Floppy sempre ficaram ativos como o windows. Com o supermount instalado você não ira mais precisar de montar e desmontar para utilizar seu cd e seu disquete.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0