Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
ViniciusTI

Fonte Simétrica

Recommended Posts

Olá,

Tenho que montar uma fonte simétrica que saia no maximo 50 +50 v a 50A.

Tenho duvida em qual devera ser a tensão de saída do trafo. para que depois que passe por todo o processo de retificação e filtragem(Capacitores) a tensão resultante seja os 50 + 50v desejados . e tambem qual seria o valor da capacitancia certa para ser aplicada na fonte( quantos e quais capacitores).

a finalidade seria um amplificador de audio 1kW

Abraço! ^_^

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tensão de saída do trafo = A

depois da retificação = A * 1,414

Assim, para ter 50v na saída da retificação, o trafo teria que ter aprox. 35v de tensão antes dela.

A capacitância segue a regra:

Vripple(rms) = 0,0024 * amperes / capacitância (em farads)

(0,0024 para correntes de ciclos de 60Hz, a mais comum no Brasil)

Ou seja, para um ripple de, digamos, 5v (50v ± 10%),

5 = 0,0024 * 50A / x

5 = 0,12 / x

x = 0,024F

24.000 uF

Não sei da prática disso (se esse ripple é razoável, por exemplo) mas dá prá fazer um banco de capacitores, talvez...

E tudo isso x 2, ou seja, entre o (+) e o terra e entre o (-) e o terra.

http://www.centelhas.com.br/biblioteca/retificando_filtrando_e_regulando.pdf

Editado por rmlazzari
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • tensão de saída do trafo = A

    depois da retificação = A * 1,414

    Assim, para ter 50v na saída da retificação, o trafo teria que ter aprox. 35v de tensão antes dela.

    A capacitância segue a regra:

    Vripple(rms) = 0,0024 * amperes / capacitância (em farads)

    (0,0024 para correntes de ciclos de 60Hz, a mais comum no Brasil)

    Ou seja, para um ripple de, digamos, 5v (50v ± 10%),

    5 = 0,0024 * 50A / x

    5 = 0,12 / x

    x = 0,024F

    24.000 uF

    Não sei da prática disso (se esse ripple é razoável, por exemplo) mas dá prá fazer um banco de capacitores, talvez...

    E tudo isso x 2, ou seja, entre o (+) e o terra e entre o (-) e o terra.

    http://www.centelhas.com.br/biblioteca/retificando_filtrando_e_regulando.pdf

    Muito bom me ajudou de mais.valeu

    Só um detalhe o trafo 35* 1.414 = 49.49 + 5(ripple) = 54.49v .passaria do valor de 50v teria que ser um trafo de 32v aproximadamente prara dar certo.

    Só mais uma duvida . :P

    Teria algum outro problema alem da variação de tensão de eu fazer uma fonte simétrica sem transformador . direto da rede?

    Eu retifico as 2 fazes do 220 e uso o gnd como centro certo?

    a fonte teria que ser 150 + 150v . o bom disso que a unica limitação de corrente seria as pontes ,que é coisa fácil

    Editado por ViniciusTI

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Uia! 220v dá um choque perigoso, hein?

    Só tomar cuidado é que o amp vai ser de 5200wrms

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Use duas fases e um neutro. O neutro vai ser o zero V.

    Vai dar 179V + 179V DC.

    A quedas de tensão serão bem acentuadas nos picos de consumo.

    Isso é contras as normas pois não é isolado.

    Eu já quis fazer uma fonte desta estabilizada.

    A ideia era usar retificador dobrador como nas fontes ATX, asim ele funcionaria em 127 dobrando a tensão e em 220V sem dobrar a tensão (Seria Bvolt).

    Para estabilizar eu usaria dois conversores Buck, um em cada saída + - veja:

    http://schmidt-walter.eit.h-da.de/smps_e/abwandl_e.png

    Usaria dois UC3843 em cada conversor para gerar o PWM e estabilizar a tensão de saída.

    Veja a forma de onda do UC3843:

    Mas me deparei com a dificuldade de acionamento dos mosfets, já que um chaveador ficaria no + e o outro no -.

    porém recentemente tentei ajudar um colega daqui do fórum num regulador PWM, onde eu acabei desenvolvendo algumas ideais para ele, e vi que poderia servir para mim também:

    http://forum.clubedohardware.com.br/regulador-tensão-atraves/1102783

    Ou seja, usando transistores bipolares o acionamento de cada chaveador fica facilitado.

    Editado por albert_emule

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Use duas fases e um neutro. O neutro vai ser o zero V.

    Vai dar 179V + 179V DC.

    A quedas de tensão serão bem acentuadas nos picos de consumo.

    Isso é contras as normas pois não é isolado.

    Eu já quis fazer uma fonte desta estabilizada.

    A ideia era usar retificador dobrador como nas fontes ATX, asim ele funcionaria em 127 dobrando a tensão e em 220V sem dobrar a tensão (Seria Bvolt).

    Para estabilizar eu usaria dois conversores Buck, um em cada saída + - veja:

    http://schmidt-walter.eit.h-da.de/smps_e/abwandl_e.png

    Usaria dois UC3843 em cada conversor para gerar o PWM e estabilizar a tensão de saída.

    Veja a forma de onda do UC3843:

    Mas me deparei com a dificuldade de acionamento dos mosfets, já que um chaveador ficaria no + e o outro no -.

    porém recentemente tentei ajudar um colega daqui do fórum num regulador PWM, onde eu acabei desenvolvendo algumas ideais para ele, e vi que poderia servir para mim também:

    http://forum.clubedohardware.com.br/regulador-tensão-atraves/1102783

    Ou seja, usando transistores bipolares o acionamento de cada chaveador fica facilitado.

    Sim seria uma excelente escolha tentar gerar por pulsos em PWM no gate de alguns MOSFET'S. Mas teria que criar uma plaquinha com trafo e tal. Eu só queria saber se eu ligas-se direto da tomada daria algum problema.Mas valeu a ideia

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×