Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

OCZ Anuncia Série Core de Discos SSD SATA-300 2.5”

       
 5.236 Visualizações    6 comentários

A OCZ acaba de anunciar sua mais nova série de discos SSD SATA-300 2.

OCZ Anuncia Série Core de Discos SSD SATA-300 2.5”

A OCZ acaba de anunciar sua mais nova série de discos SSD SATA-300 2.5” chamada Core. Com opções de capacidades de 32 GB (US$ 169, nos EUA), 64 GB (US$ 259, nos EUA) e 128 GB (US$ 479, nos EUA), os discos desta série têm velocidades de até 143 MB/s para leitura e até 93 MB/s para gravação, medem 100,2 x 70 x 9,5 mm, pesam apenas 77 g e possuem garantia de dois anos nos EUA.

 

Core SSD

 

Mais informações

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Mas porque não fazem SSD 3.5"?

Uma das dificuldades na fabricação desses SSDs e memórias flash não é a densidade de dados?

Com o espaço de uma baia de 3.5" daria para ter uma capacidade de armazenamento maior em maior espaço, com uma densidade bem menor.

Aualmente são mais anunciados para notebooks, por ter uma maior confiabilidade ( se cair no chão a agulha do HD pode riscar o disco e perder os dados), e por ter uma maior economia de energia. Mas como foi anunciado no Tom's Hardware, esses dispositivos acabam aumentando o gasto de energia, o que diminui a duração da bateria.

Mas tb tem uma latência bem menor (por não ter partes móveis), sendo de grande ajuda nas tarefas rotineiras comocarregamentos do windows, de jogos e programas.

Por exemplo, meu HD principal é um seagate que uso particionado. Uma das partições é utilizada pelo sistema operacional, e essa partição raramente passa de 50Gb em uso. Para os arquivos de mídia usar um HD comum, com grande capadcidade.

Então se tivéssemos disponível por exemplo um SSD de 80Gb no tamanho 3.5" por uns 60, no máximo 80 dólares, estaria num preço decente. porque, afinal, quem não iria querer usar o computador com uma latência muito boa por esse preço?

Lembrando que a maioria dos programas atuais são divididos em arquivos menores, a diminuição grande de latência causaria um grande impacto no funcionamento do micro.

Abraços, se estiver errado, me corrijam....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Seu ponto é interessante, mas não sei se os SSD 3.5" conseguiriam competir com os convencionais no presente momento.

O que me intriga é que memórias flash de 4 GB não são mais tão caros e a cada dia o preço deles cai.. inclusive o Guru3D faz um tempo fez um artigo "como montar seu próprio SSD" utilizando cartões de memória e uma ou outra placa, bem interessante e bem mais viável que os SSDs como este anunciado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Até quando os SSD vão ser chamados de 'discos'? :)

Quanto ao alto preço comparado com as pendrives de 4GB, a resposta é bem simples, uma pendrive normal de 4 GB lê dados à uma velocidade máxima de 10 MB/s e grava dados à no máximo 6 MB/s, e esses SSD são dezenas de vesez mais rápidos. É a mesma coisa que comparar uma Brasília com uma Ferrari, os dois são carros e te levam de um lugar para o outro, mas alguem duvida que a Ferrari é muito melhor que a Brasília em todos os sentidos? Por isso que a Ferrari custa muito mais, apesar de fazer basicamente a mesma coisa...

Editado por gustavo.vanni
adicionar outro comentário

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Até quando os SSD vão ser chamados de 'discos'? :confused:

Você tá certo hehe, por isso SSD é "Drive de Estado Sólido", mas e aqui ficaria como ?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Me tirem uma dúvida, meu professor de fundamentos da computação comentou que não era viavel usar memórias flash como HD por tinha um limite de gravações, que depois que esse limite acabasse, você não poderia gravar mais nada. Isso é verdade?

Pois se não, então realmente esses SSD's são bem superiores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×