Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

CCE Info Lança Desktop Trend com Core 2 Quad

       
 22.253 Visualizações    14 comentários

A CCE Info lança no Brasil um novo computador da linha Trend, equipado com o processador Intel Core 2 Quad, Windows Vista Home Premium, 2 GB de memória DDR2, HD 250 GB SATA 2, DVD-RW, placa de TV, mouse óptico, teclado multimídia, caixas de som, placa de rede, conexão s-vídeo, 6 portas  USB, leitor de cartão de memória e barramentos PCI Express x16, PCI Express x01 e 2 PCI.

CCE Info Lança Desktop Trend com Core 2 Quad

A CCE Info lança no Brasil um novo computador da linha Trend, equipado com o processador Intel Core 2 Quad, Windows Vista Home Premium, 2 GB de memória DDR2, HD 250 GB SATA 2, DVD-RW, placa de TV, mouse óptico, teclado multimídia, caixas de som, placa de rede, conexão s-vídeo, 6 portas  USB, leitor de cartão de memória e barramentos PCI Express x16, PCI Express x01 e 2 PCI.

O gabinete do novo desktop é em acrílico branco, bem como a tela do Monitor LCD Widescreen de 15 polegadas e todo kit que o acompanha. Preço médio sugerido: R$ 3.499.

cce trend

Mais informações

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


A pergunta que não quer calar é, "Quem se arrisca???" Pela descrição eles estão querendo colocar no mercado um computador de nivel medio-alto, uma atitude louvavel pois o que se encontra a venda são sempre PCs com uma configuração extremamente basica. Mas o que não podemos deixar de levar em consideração é o historico da marca, sei que muito vão concordar e outros discordar, mas eu não arriscaria comprar um PC da CCE, mas ai é gosto de acda um. Prefiro com esses R$ 3.499,00 montar um....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

é, tem que levar em conta que nada ali é da CCE

As caixinhas de som talvez... o resto é só o "logo" deles colado em cima

Eles nao fazem Core 2 Quad

Eles nao fazem memorias, pelo menos eu acho kkk

Eles nao fazem placas mãe

Eles nao fazem HD SATA lol

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
é, tem que levar em conta que nada ali é da CCE

As caixinhas de som talvez... o resto é só o "logo" deles colado em cima

Eles nao fazem Core 2 Quad

Eles nao fazem memorias, pelo menos eu acho kkk

Eles nao fazem placas mãe

Eles nao fazem HD SATA lol

Mas são eles que vão fazer a assistencia tecnica:(

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa tarde a todos,

Primeiramente não conheço uma mágica de manter uma empresa há 43 anos somente consertando e estragando produtos, se alguém souber como fazer isso me passe à receita, pois, irei abrir e me tornar um dos homens mais ricos do Brasil assim...

Agora vou simplificar a história da CCE Info...

No grupo CCE existe uma empresa chamada Placibras que graças a Deus tem competência e muita qualidade reconhecida por pessoas que realmente conhecem informática diferentemente de pessoas que simplesmente falam coisas sem ter algum conhecimento do assunto.

Grandes fabricantes do ramo de informática largaram na mão da Placibras (CCE) a produção de seus componentes, vamos a alguns exemplos:

A Placa-mãe MSI que trabalhamos é produção da Placibras (CCE).

Uma das três maiores fabricantes do mundo vê na CCE uma empresa de muita qualidade.

Já ouviram falar em Asus?? A maior fabricante do Mundo!!! Pois então, também iremos produzir algumas placas desta empresa, mas, a nossa parceria continuará muito forte com a MSI.

Pente de memória: Samsung, Elpida (antiga Nec) e Smart... Também produção Placibras (CCE).

Fax modem Motorola também...

Então gostaríamos que todos entendessem que a CCE teve um problema no passado, mas, hoje tem uma empresa muito bem estruturada.

O grupo CCE é composto por sete empresas (Digibras, Placibras, PCE, Compaz, Componel e Cemaz) onde irão produzir a maioria dos seus componentes, não somente para nós como para quase todos concorrentes instalados em Manaus.

Como exemplo que produzimos componentes para quase todos esta em alguns televisores de um empresa que ninguém faz trocadilhos ou questiona que nem trocar a codificação do controle trocou, assim conseguimos ligar a mesma com nosso controle.

Hoje temos o maior parque industrial de Manaus e quatro empresas entre as dez que mais lucraram no pólo industrial.

Lembrando que em Manaus tem várias empresas instaladas e não apenas eletro-eletrônico.

Segue um link de uma manchete logo que entramos no mercado de informática onde prova cada palavra descrita acima: http://pcmag.uol.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=352&Itemid=33

Não estamos aqui dizendo que somos os melhores, nossa intenção é apenas tirar esta impressão ruim eu se criou em volta da CCE e mostrar esta empresa reestruturada que é o grupo CCE hoje.

Respeitamos cada opinião, mas, acreditamos que ninguém conhece esta empresa descrita acima.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom dia,

só tenho uma pergunta a respeito do que você falou thetinski....

1°- Se a Placibras é uma outra empresa dentro da CCE, por que não optou por colocar seu proprio nome nos seus produtos, os consumidores populares não tem como ficar pesquisando se aquilo que vai comprar é montado ou fabricado aqui.....

se a Placibras colocasse seu nome em seus produtos e levando em consideração o que você nos falou, ela em pouco tempo conseguiria estatus positivo entre os consumidores, e não é por que eu compro uma unidade ou uma carreta cheia que eu saiba mais ou menos que os outros, a grande maioria tem essa impressão negativa da marca CCE por experiencia propria.

E infelizmente te digo que essa "impressão ruim" ligada ao nome CCE não se apagará somente com materias em revistas ou qualquer outro tipo de publicidade, é só o tempo e a qualidade dos produtos que pode sim reestabelecer a credibilidade, e concordo com você ninguem conhece esta empresa descrita acima (Placibras), mas isso por que vocês não querem.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Concordo com o amigo Mastermix. O marketing negativo que a CCE construiu aos seus longos 43 anos não vai mudar só porque agora a empresa tem uma parceria com a MSI, Asus ou Motorola.

Sabemos que a CCE tem ou teve parceria por muito tempo com a PHILIPS mas nem por isso, parou de ter problemas com seus produtos.

Lembram da Aiwa? Eu tive um system (som) muito bom, importado. Quando a CCE começou montar os Aiwa nacional, eles começaram a dar problemas. Tanto que o acordo Aiwa e CCE foi desfeito. A Aiwa foi vendida se não me engano, e os novos donos não quiseram dar continuidade na parceria. Adivinhem por quê?

Essa conversa de que atualmente a CCE fabrica produtos melhores, já não é de hoje. Só pra ilustrar, comprei a 5 anos 3 equipamentos eletrônicos, 1 tv e 1 dvd PHILIPS e 1 home teather CCE (já se falava naquela época, que a CCE estava melhor). Um queijo pra quem adivinhar qual não está mais funcionando.... o HT.

Quanto aos trocadilhos...infelizmente não somos nós que as inventamos, essa é a imagem da empresa, sinônimo de produto barato, sem qualidade e que gera muita dor de cabeça aos "infelizes" proprietários de produtos da marca. Vamos lembrar de mais um: CCE = Comecei Comprando Errado.

Imagino que, se ela não foi competente quando focava sua atuação na fabricação/montagem de eletrônicos, imagina agora atuando também nas linhas de eletro-domesticos (geladeira) e informática. Sei não.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom, no escritório onde trabalho compramos dois micros básicos da cce, até agora nunca tivemos problemas. Problemas acontecem todos os dias com todas as marcas, já tive produtos cce e deram problemas já de cara, um televisor da cce de um amigo só deu problema depois de dez anos, meu tio ainda tem um da mesma época - e quem odeia pcchips e comprar computador da neopc vai ter uma bela surpresa - a única coisa que não aprovei foi o hd ser da Western Digital. O problema é que a probabilidade dos produtos da CCE sair com defeito é maior que os demais - daí as piadinhas que rolam por aí. Mas ela vai penar um bocado pra se livrar dessa imagem. Até lá ela vai ter que conviver com os trocadilhos, tipo CCE= Consegui Comprar Estragado...:D

Sobre esse computador, por esse preço e sem uma placa de vídeo off fica muito difícil vender.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bom, depois de dois pcs desktop e um notebook onde trabalho, que por sinal funcionam maravilhosamente bem, meu irmão compra um notebook e surpresa: depois de duas semanas o aparelho resolve dar defeito (no sensor de temperatura) e a ventoinha passou a não funcionar direito. O aparelho está há mais de quarenta dias, tanto o atendimento da autorizada como no 0800 da cce deixam a desejar, inclusive neste último chegaram a desligar o telefone na cara dele, sem comentários...

Agora estou esperando eles entregarem o notebook (o gerente da loja ligou furioso para a autorizada) pra trocar por outro.

Mas depois dessa, não por outro da CCE...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Guest samuell.marti

· Denunciar

Eu, Samuel , venho através de esta descrever minha indignação por tão pouco caso da CCE Info em resolver meu problema.

No dia 01 de Novembro de 2007 comprei em minha cidade Tatuí-SP, um notebook modelo NCV D5H8 CCE, sendo que o mesmo deu problema no dia 06 de Março de 2008 e enviei para garantia em uma especializada CCE, a Global Tecno (Bairro Moema – São Paulo Capital), que por sinal foram muito atenciosos e honestos. No dia 27 de Março de 2008 recebi um e-mail da Global Tecno informando que meu Notebook havia sido enviado para a CCE.

No mesmo dia, entrei em contato com a CCE e fui informado que meu Note foi extraviado, eles não sabiam onde estava assim me pediram para retornar na Segunda Feira dia 31 de Março de 2008. Na segunda feira retornei a ligação, sendo que fui informado que ainda não tinha sido localizado. Consegui uma posição no dia 07 de Abril de 2008 quando uma atendente com o nome de Thamires me enviou um e-mail com um termo de conserto do notebook para eu preencher e enviar para a CCE, o que não concordei e fiz a solicitação de um Notebook novo no dia 10 de Abril de 2008 aceitando um novo termo para receber um Notebook novo no prazo de 30 dias.

No dia 15 de Maio se passado mais de 30 dias entrei em contato com a autorizada e a mesma me informou que não havia recebido nada, ai liguei para a CCE e fui informado de que meu Notebook havia sido enviado pelo correio pela manhã e que ainda não seria possível me passar o número de controle do sedex, pois o correio só passa esse número 24horas depois de enviar, informação de não procede, pois quando uma mercadoria é enviada o número de controle é obtido no mesmo instante, mas mesmo assim muito indignado voltei a ligar no dia seguinte 16 de Maio e consegui falar com um atendente depois de muito tempo esperando, pois por três vezes me atenderam e me deixaram esperando no telefone até cair a ligação, solicitei o numero de controle e fui informado que o Notebook ainda não havia saído da Empresa CCE, sendo que fui enganado, pois um dia antes me garantiram que o Notebook havia sido enviado pela manhã. Agora como fico, sendo enrolado e enganado por uma empresa que se diz séria, pois não comprei o Notebook pra passar tempo e mesmo se tivesse comprado estou no meu direito de estar com o produto em mãos funcionando no prazo especificado e garantido por lei.

Sou webdesign e uso Notebook para meu trabalho, sendo que fui muito lesado, pois meus trabalhos estavam todos no Note e me atrasou muito, fui obrigado a abrir mão de alguns trabalhos e fazer a devolução do outros e ainda tive que comprar outro equipamento para não piorar ainda mais minha vida.

Eu como consumidor agora me vejo no direito de receber o dinheiro do equipamento de volta, pois não será mais útil e por não confiar na CCE.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Eu, Samuel , venho através de esta descrever minha indignação por tão pouco caso da CCE Info em resolver meu problema.

No dia 01 de Novembro de 2007 comprei em minha cidade Tatuí-SP, um notebook modelo NCV D5H8 CCE, sendo que o mesmo deu problema no dia 06 de Março de 2008 e enviei para garantia em uma especializada CCE, a Global Tecno (Bairro Moema – São Paulo Capital), que por sinal foram muito atenciosos e honestos. No dia 27 de Março de 2008 recebi um e-mail da Global Tecno informando que meu Notebook havia sido enviado para a CCE.

No mesmo dia, entrei em contato com a CCE e fui informado que meu Note foi extraviado, eles não sabiam onde estava assim me pediram para retornar na Segunda Feira dia 31 de Março de 2008. Na segunda feira retornei a ligação, sendo que fui informado que ainda não tinha sido localizado. Consegui uma posição no dia 07 de Abril de 2008 quando uma atendente com o nome de Thamires me enviou um e-mail com um termo de conserto do notebook para eu preencher e enviar para a CCE, o que não concordei e fiz a solicitação de um Notebook novo no dia 10 de Abril de 2008 aceitando um novo termo para receber um Notebook novo no prazo de 30 dias.

No dia 15 de Maio se passado mais de 30 dias entrei em contato com a autorizada e a mesma me informou que não havia recebido nada, ai liguei para a CCE e fui informado de que meu Notebook havia sido enviado pelo correio pela manhã e que ainda não seria possível me passar o número de controle do sedex, pois o correio só passa esse número 24horas depois de enviar, informação de não procede, pois quando uma mercadoria é enviada o número de controle é obtido no mesmo instante, mas mesmo assim muito indignado voltei a ligar no dia seguinte 16 de Maio e consegui falar com um atendente depois de muito tempo esperando, pois por três vezes me atenderam e me deixaram esperando no telefone até cair a ligação, solicitei o numero de controle e fui informado que o Notebook ainda não havia saído da Empresa CCE, sendo que fui enganado, pois um dia antes me garantiram que o Notebook havia sido enviado pela manhã. Agora como fico, sendo enrolado e enganado por uma empresa que se diz séria, pois não comprei o Notebook pra passar tempo e mesmo se tivesse comprado estou no meu direito de estar com o produto em mãos funcionando no prazo especificado e garantido por lei.

Sou webdesign e uso Notebook para meu trabalho, sendo que fui muito lesado, pois meus trabalhos estavam todos no Note e me atrasou muito, fui obrigado a abrir mão de alguns trabalhos e fazer a devolução do outros e ainda tive que comprar outro equipamento para não piorar ainda mais minha vida.

Eu como consumidor agora me vejo no direito de receber o dinheiro do equipamento de volta, pois não será mais útil e por não confiar na CCE.

Bom, você ainda conseguiu uma ligação, já eu só consegui depois de duas semanas pra perguntar pelo notebook da minha mãe, que já fazia 50 dias que tínhamos feito a reclamação na autorizada. O gerente da loja ligou mandando trazer o produto de volta; uma semana depois fui ver na autorizada e vieram com papo furado de que a CCE não mandou o produto e que não podiam fazer nada e que eu tinha que ligar pra fábrica; depois de uma segunda ligação furiosa desse mesmo gerente, deram jeito de entregar o produto, que devolvemos para a loja para comprar outro produto.

Não é a toa que muita gente diz Começou Comprando Errado e Continua Comprando Errado, por muitos motivos, entre os quais, tratar o consumidor, literalmente, como lixo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×