Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Buffalo Anuncia DDR3-2400

       
 3.752 Visualizações    16 comentários

A Buffalo acaba de anunciar os módulos de memória DDR3 capazes de trabalhar a 2.

Buffalo Anuncia DDR3-2400

A Buffalo acaba de anunciar os módulos de memória DDR3 capazes de trabalhar a 2.400 MHz (PC3-19200). Esses módulos têm capacidade de 1 GB, utilizam chips de memória da Elpida e foram testados de maneira estável a 2.400 MHz com temporizações 11-11-11-34 alimentados com 2,1 V. No entanto, eles podem trabalhar com a tensão de alimentação padrão da tecnologia DDR3, 1,5 V, até 2.096 MHz com temporizações 9-10-9-24. Por enquanto os módulos são apenas protótipos, mas há grandes chances de eles cheguem ao mercado em breve.

Mais informações

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Olá,

Acabamos de postar uma nova notícia em nosso site.

Aqui está um trecho:

"A Buffalo acaba de anunciar os módulos de memória DDR3 capazes de trabalhar a 2.400 MHz (PC3-19200). Esses módulos têm capacidade de 1 GB, utilizam chips de memória da Elpida e foram testados de maneira estável a 2.400 MHz com temporizações 11-11-11-..."

Leia a notícia completa em: http://www.clubedohardware.com.br/noticias/2078

Comentários sobre esta notícia são bem-vindos.

Atenciosamente,

Equipe Clube do Hardware

http://www.clubedohardware.com.br

Maravilha, eu estava justamente procurando esta informação, SHOW de bola!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

você imagina o preço disso quando chegar no mercado... nussss senhora, amém, meu DEUS... perdoai aqueles q comprarem essa memoria!!! :eek:

abraço

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

nossa, 2400MHz é muita coisa. Mas as temporizações estão muito altas, na minha opinião o ganho de desempenho não vai ser lá muito coisa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

79a.jpg79b.jpg

Os fabricantes Elpida e Buffalo Technologies atingiram um padrão de memória nunca antes noticiado ou imaginado por muitos, dados os limites da atual tecnologia de fabricação em silício das memórias DRAM DDR3. O ilusório padrão PC3 19200 foi alcançado. A Elpida testou com estabilidade um protótipo de memória que opera a 2400 MHz DDR (1200 MHz de clock real). Os módulos utilizam chips Elpida DRAM de 2.5 Gbps.

Entretanto, este clock foi atingido sob o custo de alta tensão e latências. O módulo foi testado com estabilidade à 2400 MHz somente a 2.1 Volts e com as latências 11-11-11-34, valores muito altos para memórias DDR3. Todavia estes módulos revelaram uma grande surpresa: operando com o clock de 2096 MHz ele operou estávelmente sob a tensão de 1.5 Volts e com as latências 9-10-9-24, o que é espantosamente baixo para estas condições.

A compania deseja produzir massivamente estes módulos brevemente.

Fonte: techPowerUp!

---

Se a tecnologia for barata será uma boa, pois 1.5 volts com baixas latências e clocks super altos formam uma excelente notícia.

Poderemos ter memórias a 1.35 V com clock de 1600 MHz e latência 6 ou 7, excelente !

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Xita, como você sabe que as latências vão ser 6 ou 7? Existe alguma lógica?

Não sei, por isso disse que poderemos.

Mas geralmente quando se baixa bem os clocks as latências também podem ser dominuídas.

7 eu acho que dá pois algumas das atuais memórias operam com CAS 7 a 1333 e talvez 1600, não me lembro.

Mas isso com tensão maior, se eles conseguirem as mesmas latências e clocks de hoje com tensão menor isso será um passo muito bom. ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

eu acho que a latencia "normal" das DDR3 vai ficar nas casa dos 7-7-7-X ou no max 6-6-6-X...!

Quando as DDR dominavam o mercado, a CAS era de 2 ou 3... daí vieram as DDR2 e as latencias subiram... as mais baixas eram CAS 5 (de fabrica)

Pra conseguir latencias baixas nas DDR3, provavelmente vai ter que aumentar as voltagens!

Mas nunca se sabe né!? ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
eu acho que a latencia "normal" das DDR3 vai ficar nas casa dos 7-7-7-X ou no max 6-6-6-X...!

Quando as DDR dominavam o mercado, a CAS era de 2 ou 3... daí vieram as DDR2 e as latencias subiram... as mais baixas eram CAS 5 (de fabrica)

Pra conseguir latencias baixas nas DDR3, provavelmente vai ter que aumentar as voltagens!

Mas nunca se sabe né!? ^_^

Bem lembrado !

Mas existiram algumas exageradas como as Geil One que tinham CAS 1.5.. e tem umas DDR2 com CAS 3, mas as 4 e 5 são bem comuns.

Quem sabe melhore isso, porque as DDR3 apresentaram um progresso rápido e bem grande desde o seu lançamento, e se os Nehalem se beneficiarem de latências baixas eu suspeito que os fabricantes serão "forçados" a espremer as latências.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A grosso modo, apenas para esclarecer as ideias...

2400/11=218 (DDR3-2400, CL-11)... e isso a 2,1 Volts!!!!

Agora um exemplo... 1600/7=229 (DDR3-1600, CL-7)... isso a 1,8 Volts.

Ou seja, qual é a vantagem de alguém usar memórias a essa frequência sendo que terá um desempenho menor em troca de um requerimento de tensão absurdo para o padrão DDR3?

Não creio que ninguém vá usar FSB numa frequencia 4800 MHz (1200 MHz) para justificar o uso de tais memórias.

Claro, tudo isso pode ser relevado caso o preço do Gbyte dessas memórias seja igual ou menor que o preço do Gbyte de uma DDR3-1600 CL-7, algo que acredito não acontecerá.

Aliás, só por curiosidade, memórias DDR2-1200 CL-5 tem desempenho geral muito melhor que, por exemplo, DDR3-1600 CL-7:

1200/5=240 vs 1600/7=229

Mas, mais uma vez alerto, muito pouco isso adianta se a bandwidth do FSB formar gargalo. O ganho maior é na latência de acesso a alguns dados contidos na memória.

Agora eu pergunto a vocês, qual é a vantagem de memória com essa frequência e latência?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora eu pergunto a vocês, qual é a vantagem de memória com essa frequência e latência?

Concordo com você, mas respondendo a sua pergunta:

1- Marketing..

A empresa que consegue fazer uma memória demente como essa se gaba de ter uma tecnologia superior

2- Overclock.

Alguns overclockers muito extremos devem ter achado interessante esta notícia.

3- "sub-uso".

Usar estes chips em clocks comuns mas com latências mais baixas e/ou tensões menores.

O padrão DDR3 de tensão, se eu me informei bem, deve diminuir de 1,5 para 1,35 volts, e esses chips podem operar dentro do novo padrão sem perder o desempenho.

A Geil One que eu falei no outro post tinha SPD assim: 400MHz DDR at CAS 1.5-2-2-5 or PC4800 (600MHz DDR) at CAS 2.5-4-4-7.

Operava, dentro do padrão determinado pela fábrica com valores.

Isso porque o padrão das DDR era até 400 MHz.

Editado por Evandro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostei da tensão. Isso deixa o sonho de usar memórias acima de 1066Mhz com os Core i7 mais perto da realidade. Agora esse 11-11-11-34?! :eek: Até achei que tinha lido errado...rsrsrs

A grande questão não é compensar a migração ou não. A questão é que "teremos" que migrar a prova disso são os Core i7 e AM3. Mas tem muito chão até eles se tornarem populares e até lá, as DDR3 com certeza estarão mais aprimoradas e também mais acessíveis. Substituindo então as DDR2. Por enquanto estamos em uma fase Beta, nessa questão de clocks absurdos, voltagens (nem tanto) e latências.

O Xita falou tudo em Marketing, Overclock e sub-uso. ^_^

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×