Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Intel Lança Chipset Z68 Express

       
 12.183 Visualizações    10 comentários

A Intel lançou hoje o chipset  Z68 Express, desenvolvido para os processadores Intel Core i3/i5/i7 (baseados na arquitetura Sandy Bridge) de segunda geração.

Intel Lança Chipset Z68 Express

A Intel lançou hoje o chipset  Z68 Express, desenvolvido para os processadores Intel Core i3/i5/i7 (baseados na arquitetura Sandy Bridge) de segunda geração. O novo chipset combina os melhores recursos dos chipsets P67 e H67.

Primeiro lugar, o chipset Z68 Express permite ao usuário fazer overclock do processador e/ou memória, recurso não suportado pelo chipset H67. Se você quiser fazer overclock em seu processador Sandy Bridge, terá de comprar uma placa-mãe baseada no chipset P67.

No entanto, o chipset P67 não suporta o vídeo integrado nos processadores Sandy Bridge. Você deve comprar uma placa de vídeo para instalar em uma placa-mãe P67, desabilitando o vídeo integrado. Para piorar as coisas, você não pode usar o recurso Quick Sync da Intel se estiver usando uma placa de vídeo avulsa; você precisa usar o vídeo integrado no processador para usufruir desta tecnologia. Mas a tecnologia Intel Quick Sync é suportada pelo chipset H67.

Portanto, até o lançamento do Z68 você tinha que decidir se queria fazer overclock ou usar a tecnologia Quick Sync, mas não ambos.

O chipset Z68 supera as limitações mencionadas acima e combina os melhores recursos dos chipsets P67 e H67, como suporte para overclock e Quick Sync.

O Z68 traz dois novos recursos: Virtu e Intel Smart Response. O primeira alterna dinamicamente entre o chip gráfico integrado nos processadores Sandy Bridge e uma placa de vídeo avulsa, dependendo do o que você estiver fazendo. Resumindo: a placa de vídeo avulsa será usada apenas para rodar jogos 3D, enquanto o chip gráfico integrado no processador será usados para o processamento de aplicações 2D. A tecnologia Intel Smart Response é um cache SSD que copia os aplicativos mais usados pelo usuário do disco rígido para a uma unidade SSD com o objetivo de melhorar o desempenho.

O chipset Z68 suporta uma pista PCI Express x16 (ou duas pistas x8), RAID (0,1,5,10), 14 portas USB 2.0, quator portas SATA-300, duas SATA-600, oito slots PCI Express, rede Gigabit Ethernet e quatro soquetes de memória DDR3-1333.

Vários fabricantes já lançaram placas-mãe baseadas no novo chipset Intel Z68, como você pode ver abaixo:

Mais informações

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Notícias similares


Comentários de usuários


Legais essas remoções de limitações, deveriam ter lançado esse chipset junto com os sandy bridge.

Seria interessante ver um teste dessa função Intel Smart Response, será que realmente melhora o desempenho?

Agora, o que ainda não entendo é essa limitação de pistas pci express, sendo que o X58 é mais antigo e suporta duas pistas x16. Por esse motivo e também pelo uso de dual channel na memória ram ao invés de triple/quad channel, ficou claro que essa geração de processadores sandy bridge não pretende desbancar os i7 9xx no ramo high-end.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora, o que ainda não entendo é essa limitação de pistas pci express, sendo que o X58 é mais antigo e suporta duas pistas x16. Por esse motivo e também pelo uso de dual channel na memória ram ao invés de triple/quad channel, ficou claro que essa geração de processadores sandy bridge não pretende desbancar os i7 9xx no ramo high-end.

Como se o fato de ter triple channel e duas pistas 16X fizesse a plataforma melhor que a outra..

O i7 2600K supera os i7 quadrinucleares de geração anterior, em alguns casos ele até encosta nos hexanucleares, sendo bem mais barato e econômico.

Sobre o porque da Intel fazer isso, leia-se socket LGA 2011, o substituto do 1366 e que ainda será lançado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
será que as MB vão lançar quando ??? qm sabe deixo de comprar minha Gigabyte UD4 ^^

E já considerou comprar uma Asus P8P67 Pro, ou ainda a AsRock P67 Extreme4? Ambas me parecem superiores à Gigabyte UD4, especialmente no preço (a AsRock custa 200 reais mais barato), e a Gigabyte acho que não tem UEFI, ainda é o antigo BIOS.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Como se o fato de ter triple channel e duas pistas 16X fizesse a plataforma melhor que a outra..

O i7 2600K supera os i7 quadrinucleares de geração anterior, em alguns casos ele até encosta nos hexanucleares, sendo bem mais barato e econômico.

Sobre o porque da Intel fazer isso, leia-se socket LGA 2011, o substituto do 1366 e que ainda será lançado.

As versões com K no fim realmente valem à pena, tem uma capacidade de overclock absurda, é uma pena que overclock só seja liberado nelas.

Agora, comparando-se clock a clock, a diferença entre o 2600K e um i7 9xx quad core é pequena, acho que o 2600K chega a ser 10-20% mais rápido.

Estou por fora do LGA 2011, vou dar uma pesquisada nele, valeu pelo esclarecimento.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu ainda não entendi esses chipsets.

Pensei que a Intel havia integrado os chipsets e placas de video onboard no processador. Mas então por que todo mundo fala como se o chipset ainda estivesse na placa-mãe? Por exemplo, vejo na internet a preocupação do pessoal em querer saber se placas-mãe P77 serão compatíveis com as atuais. Se o chipset fica na placa-mãe, qual seria a incompatibilidade?

Aliás eu estou ficando confuso com tanto chipset. P67, H67, Q67 (até hoje não entendi as diferenças entre esses 2), Z68 e os futuros X79, P77, H77 e Q77. Alguém pode me explicar o roadmap desses chipsets?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O chipset é o conjunto de chips integrado na placa mãe,não no processador. A diferença dos SB é que em vez do controlador de vídeo ficar no chipset ponte norte, ele é controlado direto no processador, ou, integrado no processador não no chipset.

As placas que utilizam chipset P67 e H67 não utilizam 100% os novos processadores SB, pois a H67 utilizava o vídeo onboard, porém, quando colocava uma VGA "perdia" sua função além de não terem tantas opções de overclock que nem as P67. Já as P67 tinham bastante opções de overclock e não tinha a opção vídeo onboard.

Agora com esse novo chipset (Z68), da para aproveitar 100% dos SB, com vídeo onboard e bastante opções de overclock. Além dos adicionais como o vídeo onboard trabalhando com a VGA e otimização em raid 0 de SSD.

Se falei algo de errado me corrigem que sou iniciante desatualizado. E sobre os outros chipset citado eu ainda não tenho informação sobre. rsrsrsrsrs

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×