Entre para seguir isso  
Seguidores 0

AMD divulga os processadores Athlon X4 845 e A10 7860K e o cooler Wraith

        10.388 Visualizações     25 comentários    
AMD

A AMD divulgou o lançamento dos processadores Athlon X4 845 e A10 7860K, projetados para computadores de mesa, e do cooler para processador chamado Wraith.

Leia mais sobre AMD divulga os processadores Athlon X4 845 e A10 7860K e o cooler Wraith
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A AMD divulgou o lançamento dos processadores Athlon X4 845 e A10 7860K, projetados para computadores de mesa, e do cooler para processador chamado Wraith.

O processador Athlon X4 845 é baseado na nova arquitetura Excavators, não possui placa de vídeo integrada, tem quatro núcleos de até 3,8 GHz, 2 MiB de memória cache L2, oito pistas PCI Express 3.0, consumo de energia de 65 W e 95 W de solução térmica.

O modelo A10 7860K tem quatro núcleos de até 4.0 GHz, placa de vídeo integrada Radeon R7 rodando a 757 MHz, consumo de energia de 65 W, 95 W de solução térmica, 4 MiB de memória cache L2 e 16 pistas PCI Express 3.0. 

Já o cooler para processadores Wraith foi desenvolvido para operar em envelopes térmicos de 125 watts e, segundo a AMD, possui área de contato 24% maior do que antecessor, utiliza fluxo de ar 34% maior por causa do novo design das pás e emite menos ruído, alcançando 39 decibéis.

A AMD informou que os novos processadores estarão à venda no mercado mundial em breve, sendo o Athlon X4 845 por US$ 70 e o A10 7860K por US$ 117. O cooler está disponível apenas no processador FX 8370, por US$ 200. 

AMD Athlon

Mais informações

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Nada empolgante, nada que lembre a ótima AMD dos bons tempos, infelizmente.

 

Mas eu continuo torcendo por eles e por seus produtos. A volta do domínio folgado da Intel não é nada boa... precisamos de bons concorrentes e boas alternativas.

 

Obrigado pela notícia, @Flaviads! :)

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Interessante, não sabia que os Athlons continuariam existindo.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@NASCARBR Existem ainda, mas atualmente são apenas versões de APUs sem o IGP (excluindo os modelos do socket FS1b).

 

E esse A10-7860K, deve ser melhor ainda para overclockar, pena que o cambio do país vai deixar o preço dele nada convidativo...

Editado por Japz
2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como o CdH traduziu essa notícia? "envelope térmico"? "95w de solução térmica"? Parece texto do google translator antes de revisar, dá uma olhada aí

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não acho que esse Athlon virá para o Brasil, mas ter um pouquinho de esperança não custa nada né...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Qual a diferença desse Athlon para um FX 4300, por exemplo? 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@NASCARBR, o FX-4300 utiliza a arquitetura Piledriver, já o Athlon x4 845 utiliza a arquitetura Excavator. Ambas são uma revisão/aperfeiçoamento da Bulldozer, mas esta última possui maior desempenho por clock e maior eficiência energética. O ruim é que esse Athlon é travado para overclock e não tem cache L3, então acho que a vantagem em desempenho puro deve ser do FX, se ele for overclocado.

Editado por caiokn
correção
3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, igorviguini disse:

Como o CdH traduziu essa notícia? "envelope térmico"? "95w de solução térmica"? Parece texto do google translator antes de revisar, dá uma olhada aí

 

O texto foi elaborado e revisado pela nossa equipe. Estes são os termos utilizados pela indústria. Preferimos utilizá-los do que os termos "populares", muitas vezes incorretos.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

AMD esta parecendo a Intel nos tempos do Pentium 4 só andando para os lados e mostrando poucas inovações. O que salva são as Apus e os processadores FX 4xxx e 6xxx.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@RBMA acho que o que salva são apenas os APUs mesmo, pois os FX já estão no mercado há bastante tempo porém com pouquíssimas inovações. Os APUs pelo menos evoluíram bastante desde o seu lançamento.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Na minha opinião não há uma Apu que compense o preço nem o desempenho.

Melhor investir numa vga dedicada.

Editado por Diogo Ferreira

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Diogo Ferreira, discordo de você em tudo.

 

1. Não é perda de tempo investir em APUs para PC. Perda de tempo e de dinheiro é investir em um produto X e esperar que ele faça Y. E pelo andar da carruagem,creio que a AMD consiga melhorar suas APUs de tal forma que usuário básicos que jogam ocasionalmente, como eu, sequer precisem de uma placa de vídeo dedicada para tanto.

 

2. O conceito de núcleos de computação nas APUS, ou seja, o conjunto CPU + GPU, opera separadamente. Um só poderia influenciar no outro em alguns casos, como no aquecimento em demasia causado por configurações incorretas de overclock/overvolt/etc aliado a um cooler inadequado, o que é um erro humano e não do produto. Onde você leu que eles dividem o poder de processamento?

 

3. Acho que o melhor negócio para a AMD, primariamente, é ter um produto que possa, de fato, competir com os produtos da Intel, e aparentemente a próxima arquitetura Zen estará aí para fazer exatamente isso. Além disso, a AMD carece de boas parcerias com OEMs e desenvolvedores/publishers o que dificulta ainda mais a sua vida.

 

4. Por mim o mercado estaria cheio de boas opções de compra em todos os segmentos. APUs para quem quer, CPUs mainstream para quem deseja, CPUs de alto desempenho para quem precisa. E o consumo é relevante sim, especialmente agora que o preço do KW/h está altíssimo e a carga tributária sobre a energia elétrica também. Imagine a diferença que isso faria num escritório, por exemplo.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu acho as APUs uma boa ideia. Comprei um A10-7850K tem uns 8 meses e para jogar casualmente é uma beleza. 

Acho que o problema relacionado a usar a IGP é por causa do consumo energético e da temperatura, pois não vi ganhos da CPU quando deixei de usar a IGP e coloquei uma GPU dedicada. Claro que também não saí testando tudo, mas no uso diário não vi nenhum problema.


Mas a plataforma tem uns problemas... Como a controladora de memória não é tão boa quanto da intel, se você usa módulos de memória que não tenham AMP, vai ter boas dores de cabeça para que os seus módulos funcionem em uma frequência maior que 2133Mhz (não que 2400Mhz dê alguma diferença comparado a 2133Mhz, mas para quem tem uma memória que trabalha num valor acima...) e como a maioria dos módulos vendidos por aí tem compatibilidade com XMP...


Segundo, o overclock é trabalhoso na maioria dos modelos de placas-mãe. Poucos modelos atualmente você consegue fazer um overclock razoável, já que boa parte você nem tem controle dos valores das voltagens e tem até casos onde você ajusta os valores e a placa-mãe não faz overvolt algum!. E as vezes, o problema relacionado à memórias, overclock no IGP e overvolt no northbridge estão relacionados a qualidade da placa-mãe e do BIOS.

Editado por Japz
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Zucchini disse:

Pelo menos o cooler ficou mais bonitinho, gostei do led.

Verdade o Cooler ficou bem bacana :D, ele tem aquela aparência "bruta" da AMD que eu acho bem legal, diferente dos antigos que tem aquele dissipador de meio metro de altura kkk. :P

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Diogo Ferreira disse:
  1. É perda de tempo investir em apus para PC.
  2. Todos sabemos que as apu compromete o processamento bruto de dados para dividir com o gráfico.
  3. O melhor negócio para Amd é investir em apus com boa perfomance para portáteis, aliado ao baixo consumo.
  4. O mercado devia ficar assim: Notebooks ( APU com Gpu forte e baixo consumo) e PC com processadores de alta performance.( o consumo é irrelevante tendo em vista Compútadores de mesa só interessante quando tem o diferencial de performance).

 

nada a ver o que você falou veio de onde tirou isso?

 

Só um exemplo todos os processadores da Intel atualmente são "APUs" possuem um processador gráfico integrado e isso afeta o desempenho? No caso da AMD as Apus são mais eficientes devido ao melhor vídeo integrado e à compatibilidade com memórias DDR3 de alta velocidade. Isso cria o mesmo desempenho de uma placa de vídeo de 400 reais por exemplo. Além disso possui o suporte ao dual channel.

 

O grande problema da AMD é justamente a arquitetura bulldozer que usa módulos de núcleos e não núcleos separados. Esse A10 7860K por exemplo na verdade é um processador de 2 núcleos, e isso reduz e muito o desempenho do processador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@RBMA @caiokn  Estão corretos, me expressei mal. 

Não vejo vantagem em adquirir uma Apu no momento.

Na verdade, não vejo vantagem em comprar computadores de mesa, para usar um vídeo integrado.

Vejo necessidade de vídeo integrado de qualidade em notebooks.

Vejo necessidade de oferecerem mais performance nos processadores para desktop que a maioria dos entusiastas compram placa de vídeo para uso em aplicação avançadas.

Na minha opinião essa as apus, e core i3 são desperdício de dinheiro.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Diogo Ferreira disse:

Não vejo vantagem em adquirir uma Apu no momento.

Na verdade, não vejo vantagem em comprar computadores de mesa, para usar um vídeo integrado.

Vejo necessidade de vídeo integrado de qualidade em notebooks.

Concordo com isso.

 

4 horas atrás, Diogo Ferreira disse:

Vejo necessidade de oferecerem mais performance nos processadores para desktop que a maioria dos entusiastas compram placa de vídeo para uso em aplicação avançadas.

Concordo em parte. Acredito realmente que é importante o investimento em performance bruta para os processadores porém uma parcela bem pequena do universo de pessoas que utiliza um PC é entusiasta e está disposta a gastar uma grana com uma placa de vídeo dedicada. Então acaba que o gráfico integrado tem um papel de grande importância para a grande maioria de usuários. 

 

4 horas atrás, Diogo Ferreira disse:

Na minha opinião essa as apus, e core i3 são desperdício de dinheiro.

O uso desses itens é muito situacional e geralmente o principal fator que leva a compra deles é qual será o real uso do computador e valor disponível que o usuário possui para investir em hardware. Seria muito bom e bonito se todos pudessem ter um I7 e uma GTX 970 mas somente estes dois itens e nada mais possui o valor próximo de quatro salários mínimos.

 

Então eu concluo que um I3 e até mesmo uma APU tem sim seu valor em algumas situações.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Zucchini disse:

Concordo com isso.

 

Concordo em parte. Acredito realmente que é importante o investimento em performance bruta para os processadores porém uma parcela bem pequena do universo de pessoas que utiliza um PC é entusiasta e está disposta a gastar uma grana com uma placa de vídeo dedicada. Então acaba que o gráfico integrado tem um papel de grande importância para a grande maioria de usuários. 

 

O uso desses itens é muito situacional e geralmente o principal fator que leva a compra deles é qual será o real uso do computador e valor disponível que o usuário possui para investir em hardware. Seria muito bom e bonito se todos pudessem ter um I7 e uma GTX 970 mas somente estes dois itens e nada mais possui o valor próximo de quatro salários mínimos.

 

Então eu concluo que um I3 e até mesmo uma APU tem sim seu valor em algumas situações.

 

Muito bem colocado Zucchini.

 

Já montei muitos computadores.

Hoje estou usando um notebook.

Minha opnião: Para jogos e trabalhos com programas pesados, um core i5 pra cima ou cpu amd potente. 

                      : Para e-mail, navegação internet e alguns jogos leves as apus e o core i3 serve.

 

Ou seja;

Podemos equipar Computadores All in one com os mesmos processadores de notebooks.

Por esse motivo, acho desperdício de dinheiro comprar um core i3 ou celeron ou pentium ou apu em desktops.

Sendo que a performance oferecida por estes componentes podem ser equivalente utilizando processadores de notebooks.

Isso já vem acontecendo.

Pra quem quer jogar e trabalhar, investe numa placa vídeo dedicada.

Pra quem quer navegar, assistir videos em hd e alguns jogos em portáteis ou Computadores All in one, a Apu é suficiente.

 

O mercado dos processadores de entrada para desktop, como celeron, pentium, core i3, e as

apus (da atual geração), "já era".

Estou aconselhando, não invistam nessas apus e em nenhum processador de desktop de entrada como os citados acima.

Vamos ser a favor do nosso bolso, observando o custo x benefício.

Minha analise não é válida para futuros lançamento de processadores Amd zen.

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, Diogo Ferreira disse:

Podemos equipar Computadores All in one com os mesmos processadores de notebooks.

Por esse motivo, acho desperdício de dinheiro comprar um core i3 ou celeron ou pentium ou apu em desktops.
Sendo que a performance oferecida por estes componentes podem ser equivalente utilizando processadores de notebooks.
Isso já vem acontecendo.

Está errado. Na verdade hoje existe, de maneira grosseira, 3 tipos de processador. Os mais potentes de desktop, os de All in One e os de notebook. No meu caso eu tenho dois I5 diferentes, um I5 4210U no meu notebook e um I5 4440 no desktop, vendo as especificações deles da pra notar a grande diferença de um pro outro, só para inicio de conversa o I5 de notebook tem na verdade só 2 núcleos e 4 threads e o clock muito inferior ao do de desktop, um I5 de notebook tem, teoricamente, um desempenho inferior ao de um I3 de desktop baseado nas especificações. E um I5 de all in one embora tenha 4 núcleos e 4 threads possui o mesmo clock que o I5 de notebook, ou seja, ele também é inferior a um I5 de desktop porém mais potente que um I5 de notebook. Aqui estão as especificações de cada um para análise.

 

http://ark.intel.com/pt-br/products/75038/Intel-Core-i5-4440-Processor-6M-Cache-up-to-3_30-GHz

http://ark.intel.com/pt-br/products/78927/Intel-Core-i5-4460T-Processor-6M-Cache-up-to-2_70-GHz

http://ark.intel.com/pt-br/products/81016/Intel-Core-i5-4210U-Processor-3M-Cache-up-to-2_70-GHz

 

Então falando agora sobre o que você disse, os All in One possuem um processador bem melhor do que os processadores que vão em notebooks, seria bem ruim fazer um downgrade colocando processadores de notebook em All in One.

 

31 minutos atrás, Diogo Ferreira disse:

Pra quem quer jogar e trabalhar, investe numa placa vídeo dedicada.

Pra quem quer navegar, assistir videos em hd e alguns jogos em portáteis ou Computadores All in one, a Apu é suficiente.

Fato.

 

31 minutos atrás, Diogo Ferreira disse:

O mercado dos processadores de entrada para desktop, como celeron, pentium, core i3, e as

apus (da atual geração), "já era".

Estou aconselhando, não invistam nessas apus e em nenhum processador de desktop de entrada como os citados acima.

Vamos ser a favor do nosso bolso, observando o custo x benefício.

Minha opinião sobre isso já foi exposta.

 

 

Edit; Só tenho mencionado e dado exemplos de processadores Intel pois são os que uso e conheço, talvez a AMD trabalhe de forma diferente, eu não saberia dizer pois nunca estudei a fundo sobre ela.

Editado por Zucchini
Corrigir alguns erros de digitação.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Zucchini

29 minutos atrás, Zucchini disse:

Está errado. Na verdade hoje existe, de maneira grosseira, 3 tipos de processador. Os mais potentes de desktop, os de All in One e os de notebook. No meu caso eu tenho dois I5 diferentes, um I5 4210U no meu notebook e um I5 4440 no desktop, vendo as especificações deles da pra notar a grande diferença de um pro outro, só para inicio de conversa o I5 de notebook tem na verdade só 2 núcleos e 4 threads e o clock muito inferior ao do de desktop, um I5 de notebook tem, teoricamente, um desempenho inferior ao de um I3 de desktop baseado nas especificações. E um I5 de all in one embora tenha 4 núcleos e 4 threads possui o mesmo clock que o I5 de notebook, ou seja, ele tmabém é inferior a um I5 de desktop porém mais potente que um I5 de notebook. Aqui estão as especificações de cada um para análise.

Como você mesmo disse antes, o foco é a aplicação para a qual o cliente irá usar.

Por que gastar em um core i5 4460T, se as aplicações não fazer necessidade de tal performance.

Como eu disse antes, vamos olhar para o nosso bolso.

Parar de indicar produtos desnecessários.

33 minutos atrás, Zucchini disse:

performance oferecida por estes componentes podem ser equivalente utilizando processadores de notebooks.

Como eu disse antes.

Basta interpretar corretamente (podem).

Concluindo, mantenho minha opinião a respeito destes processadores de entrada.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Com base no que @Diogo Ferreira  e @Zucchini fiquei pensando que, com a tendência de diminuição do TDP de processadores para desktop, talvez pudesse acontecer de processadores/placas mãe com soquetes para desktop substituírem as placas mãe e processadores de notebooks, em vez de ocorrer o contrário (componentes de notebook sendo utilizados em desktops). Se não me engano, há uma montadora de notebooks de alto desempenho para games que começou a fazer isso, não me lembro se era a Avell ou a Origin.

 

Editado por caiokn
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@caiokn

1 hora atrás, caiokn disse:

Com base no que @Diogo Ferreira  e @Zucchini fiquei pensando que, com a tendência de diminuição do TDP de processadores para desktop, talvez pudesse acontecer de processadores/placas mãe com soquetes para desktop substituíssem as placas mãe e processadores de notebooks, em vez de ocorrer o contrário (componentes de notebook sendo utilizados em desktops). Se não me engano, há uma montadora de notebooks de alto desempenho para games que começou a fazer isso, não me lembro se era a Avell ou a Origin.

 

 

Bem observado.

Apouco tempo atrás, lançaram um notebook com GTX 980  inteira.

A asus, Msi, Razer ... Eu já vi modelos com gtx 980.

Realmente seu comentário tem chances de se concretizar.

Vamos torcer para isso, ter um hardware potente e portátil é luxo.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que legal, a AMD melhorou bastante o Athlon, que estava bem abaixo do que conhecíamos, e ainda vai ser compatível co o socket FM2+, mas por outro lado, seu preço vai ficar meio salgado quando chegar aqui no Brasil. 

Valeu pela info CDH.

Editado por wilsansilva

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora