Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Intel Lança Processadores Atom de 32 nm

       
 6.657 Visualizações    8 comentários

A Intel lançou seus primeiros processadores Atom fabricados com tecnologia de 32 nm (codinome Cedarview) que serão utilizados em micros de mesa baseados na plataforma Intel Cedar Trail.

Intel Lança Processadores Atom de 32 nm

A Intel lançou seus primeiros processadores Atom fabricados com tecnologia de 32 nm (codinome Cedarview) que serão utilizados em micros de mesa baseados na plataforma Intel Cedar Trail.

Os novos processadores Atom são os modelos D2500 (dois núcleos, 1,86 GHz) e D2700 (dois núcleos, 2,13 GHz). Ambos têm 1 MB de cache L2, controlador de memória DDR3-800/1066 integrado, motor gráfico DirectX 10.1 rodando a 640 MHz (D2700) ou 400 MHz (D2500) e TDP de 10 W. Esses processadores suportam HDMI, DisplayPort, reprodução de vídeo 1080p, e as tecnologias Intel Wireless Display, PC Synch e Fast Boot.

O Atom D2700 suporta a tecnologia Hyper-Threading e custa US$ 52, enquanto o Atom D2500 é vendido por US$ 42, ambos em lotes de mil unidades nos EUA.

As versões para netbooks dos processadores Atom de 32 nm, modelos N2600 e N2800, serão lançadas em breve.

Mais informações

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Notícias similares


Comentários de usuários


Direct x 10.1 ? parece brincadeira,Ja nasceu morto.

Porque? Você pretende rodar jogos de ultima geração com o video onboard de um Atom??? Não é a proposito dele...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Até que enfim a Intel lançou novos sucessores do Pineview que já ganhou um bom concorrente (Amd E-350), pensei que a Intel ia fabricar só esses lento Pineview que ninguém merece, lento até para tarefas básicas

O E-350 é bom mas só alguns netbooks tem ele (o mais comum é o Sony Vaio YB25 e o HP DM1), o ruim que ainda existe muitos netbooks com o Pineview que vai vender bastante ainda até quando acabar o estoque para começaar a vender o Cedarview que provavelmente ganhará um novo concorrente ou um sucessor da própria Intel tornando mais uma vez o processador inviável (veja a pouca venda dos lentos Atom dual core N550, N570, D510, D525)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um E-350 acho bem satisfatorio num netbook. Equivale a um core duo T2300 do meu antigo notebook e aos core 2 duo 1.4ghz dos antigos Macbook Air. já nunca peguei um netbook Atom que valesse a pena. Um netbook Acer 1410 que eu tinha com Celeron 723 ( mesma porcaria q um Atom!!!! ) + Intel HD4500 deixa um .mkv de 720p com framerate baixo no WMP ( player pesado!!!! ) e normal no WMClassic, mas com uma "travadinha" logo apos mexer no mouse... uma tristeza!!!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Comprei no início do mês um netbook para minha namorada da HP DM1 com E-350 sem sacanagem consegui rodar o track mania nations forever à 25FPS gráficos low 4xAA e 4xAP em 720p. Para um netbook isso é ****.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pra mim esta bem clara a proposta da Intel, muito provavelmente esses desktops estarão em escritorios, lojas, farmacias, etc para substituir os extintos Celerons, alias alguem ai já viu um escritorio de contabilidade, por exemplo, onde os contadores, quero dizer todos, usam computadores equipados com Pentiuns 4 de 3.40, Pentium D, Core 2 duos de 3.33Ghz, Core 2 Quad, Xeon, pode ate ter mas sao muito poucos. Pensando pelo lado da economico da coisa, mesmo o Core i3 sendo um processador de "entrada", ele é mais caro que um Atom, e para um dono de escritorio, seria muito mais vantajoso usar 10 maquinas clientes com atom, onde o tamanho deles sao relativamente reduzidos, sao baratos e conseguem rodar planilhas, calculadoras, programas internos deles, usar o cliente terminal server , etc, tudo isso com grande desempenho, coisa que um core i3 por exemplo faz, e custa mais.

Directx 10.1, Intel Wireless Display, PC Synch e Fast Boot, Hyper Threading, tudo isso em 32nm de área, nao é de assustar ninguem, já é de praxe, pois a Intel esta seguindo os novos padroes de tecnologia em construçoes de Processadores.

Se for para rodar jogos, converter, compilar ou comprimir filmes, ou qualquer outra tarefa que exija um pouco mais de um desktop comum, acredito que nem podemos estar pensando num Atom, pois é é pertencente a classe dos processadores que equipam computadores que sao um "Semi Thin Client".

Abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×