Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

X-Micro Lança Roteador Wireless 801.11g

       
 26.200 Visualizações    0 comentários

A X-Micro lançou um roteador para redes sem fio usando o padrão IEEE 802.

X-Micro Lança Roteador Wireless 801.11g
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

A X-Micro lançou um roteador para redes sem fio usando o padrão IEEE 802.11g, que tem uma taxa de transferência máxima de 54 Mbps. O grande destaque deste modelo da X-Micro é permitir uma taxa de transferência máxima de 108 Mbps, usando uma tecnologia chamada Super G. Esta taxa é obtida através de técnicas de compressão de dados, isto é, o roteador compacta os dados a serem transmitidos. Para funcionar, as antenas nas estações de trabalho e nos notebooks precisam operar usando este padrão, ou caso contrário a conexão será a padrão de 54 Mbps (IEEE 802.11g). Ou seja, é necessário que você use uma placa "Super G" para obter a taxa máxima que este roteador proporciona. O roteador também aceita conexões no padrão anterior de 11 Mbps (IEEE 802.11b, Wi-Fi) e tem quatro portas de rede RJ-45, além de uma porta RJ-45 para WAN. Funciona da seguinte forma: na porta WAN você conecta a sua rede banda larga (cable modem, ADSL, etc). Nas quatro portas RJ-45 você pode conectar até quatro máquinas diretamente (ou mais, usando um hub ou switch nestas portas). O roteador funciona como servidor DHCP, então você não precisa configurar nada. Ele tem ainda a antena 802.11g, permitindo conexões sem fio para computadores (e notebooks) dotados de antena 802.11b ou 802.11g.

Compartilhar



  Denunciar Notícia
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×