HMD Global deve lançar seu primeiro smartphone, o Nokia 6, no primeiro semestre de 2017

       
 3.400 Visualizações    9 comentários

Nokia 6 traz o sistema operacional Android.

Leia mais sobre HMD Global deve lançar seu primeiro smartphone, o Nokia 6, no primeiro semestre de 2017
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A empresa HMD Global, que comprou os direitos sobre a Nokia por 10 anos, divulgou o lançamento do Nokia 6, primeiro smartphone da marca baseado no sistema operacional Android.

O smartphone é feito em alumínio anodizado, mede 154 x 75,8 x 7,85 mm, possui tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080) e proteção Gorilla Glass 2.5 D, sistema operacional Android 7.0 (“Nougat”), processador Qualcomm Snapdragon 430 com oito núcleos, motor gráfico Adreno 505, 4 GiB de memória, 64 GiB de armazenamento (expansível em até 128 GiB), câmera traseira de 16 MP com f/2.0 e foco automático PDAF com laser, câmera frontal de 8 MP com f/2.0 e o chip X16 LTE para conectividade 4G.

O novo Nokia 6 será vendido primeiramente na China, ainda no primeiro semestre deste ano, por US$ 245. A empresa não informou se o smartphone será comercializado em outros países.

 

Mais informações

Compartilhar

1 pessoa curtiu isso



Comentários de usuários


Se a Nokia tivesse se rendido ao android desde o começo, poderia ainda ser a maior fabricante de Celulares.

 

Agora vai ter que correr atrás do tempo perdido, espero que ela se recupere.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ué a Microsoft voltou com o nome Nokia e se rendeu ai Android?

adicionado 8 minutos depois
27 minutos atrás, marcelogon disse:

Se a Nokia tivesse se rendido ao android desde o começo, poderia ainda ser a maior fabricante de Celulares.

 

Agora vai ter que correr atrás do tempo perdido, espero que ela se recupere.

 

Foi em 2014 quando foi vendida a sua divisão de tecnologia móvel foi vendida para M$.. Espero que eles voltem a ser aquela empresa boa, que fabricavam celulares simples, baratos e resistentes os antigos B e B (bom e barato).

 

O meu primeiro celular foi o modelo do Azul piscina (Só que ela preto)... 

 

 

Nokia_evolucion_tamaño.jpg

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O título da notícia deveria ser HMD e não HDM. A ordem das letras está trocada, mas só no título. No corpo do texto está correto.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Verdade, @Internet, as letras foram trocadas. Obrigada pela observação. O erro já foi corrigido. 

Editado por Flavia Dutra
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Provavelmente ele vai chegar muito caro no brasil...

 

 

 

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
22 horas atrás, Joao Bilutao disse:

Provavelmente ele vai chegar muito caro no brasil...

 

 

 

 

Normal aqui o dólar está R$3,20 somando com mais R$4,00 de impostos...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A história se repete, mas com outra gigante. Assim como a Motorola, a Nokia perdeu sua "identidade". Mudanças que minha geração talvez nunca pensou que ocorreria um dia. O tempo passa...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 16/02/2017 às 02:55, Irmão Everton disse:

Passa o tempo mas fica a marca.

 

 

Você não tem ideia. A historia da marca é muito maior do que os celulares que quebravam o piso ao cair no chão.  A marca Nokia começou em 1865 fazendo polpa de papel. Pouco mais de 40 anos depois a marca passou a gerar e vender eletricidade. Depois da 1ª guerra, a Nokia ficou meio falida. Ai veio a Microsoft, quero dizer, uma empresa de produtos de borracha como galochas e outros e incorporou a então fabricante de eletricidade Nokia ao seu grupo. A  Nokia pertencia agora à Finnish Rubber Works. Mais tarde em 1922, uma outra companhia foi também adquirida pela Finnish Rubber Works. Dessa vez  uma produtora de cabos elétricos em geral, Para a época, basicamente cabos de energia, telegrafo e telefone.

Em 1967, a Nokia como conhecíamos surge oficialmente da fusão das 3 empresas. Com um capital muito bem montado em cima das vastas vendas resultantes da reconstrução da Europa depois da 2ª guerra, sobretudo das vendas para a União Soviética, o conglomerado Nokia fazia desde papel e eletricidade, passando por galochas, pneus e botinas até televisores, material elétrico e eletrônicos e até mesmo equipamento para exércitos.

Na década de 70, após quase 15 anos com a divisão de eletrônicos dando prejuízos, iniciam um viés no ramo de comunicação. A empresa desenvolve o Nokia DX 200, um comutador digital para telefonia que se torna o carro chefe dessa divisão. Daí em diante a marca foi evoluindo até se tornar a potencia que inventou o 3310. Daí em diante todos sabem do triste desfecho com a MS. Mas quem sabe ela não reerga nas mãos HMD. Seria legal até mesmo ver a Nokia mudar novamente de mercado e passar a fabricar algo totalmente diferente.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora