HMD Global deve lançar seu primeiro smartphone, o Nokia 6, no primeiro semestre de 2017

       
 3.561 Visualizações    9 comentários

Nokia 6 traz o sistema operacional Android.

Leia mais sobre HMD Global deve lançar seu primeiro smartphone, o Nokia 6, no primeiro semestre de 2017
Flavia Dutra Editora de Notícias do Clube do Hardware

A empresa HMD Global, que comprou os direitos sobre a Nokia por 10 anos, divulgou o lançamento do Nokia 6, primeiro smartphone da marca baseado no sistema operacional Android.

O smartphone é feito em alumínio anodizado, mede 154 x 75,8 x 7,85 mm, possui tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080) e proteção Gorilla Glass 2.5 D, sistema operacional Android 7.0 (“Nougat”), processador Qualcomm Snapdragon 430 com oito núcleos, motor gráfico Adreno 505, 4 GiB de memória, 64 GiB de armazenamento (expansível em até 128 GiB), câmera traseira de 16 MP com f/2.0 e foco automático PDAF com laser, câmera frontal de 8 MP com f/2.0 e o chip X16 LTE para conectividade 4G.

O novo Nokia 6 será vendido primeiramente na China, ainda no primeiro semestre deste ano, por US$ 245. A empresa não informou se o smartphone será comercializado em outros países.

 

Mais informações

Compartilhar

  • Curtir 1


  Denunciar Notícia

Comentários de usuários


Se a Nokia tivesse se rendido ao android desde o começo, poderia ainda ser a maior fabricante de Celulares.

 

Agora vai ter que correr atrás do tempo perdido, espero que ela se recupere.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ué a Microsoft voltou com o nome Nokia e se rendeu ai Android?

adicionado 8 minutos depois
27 minutos atrás, marcelogon disse:

Se a Nokia tivesse se rendido ao android desde o começo, poderia ainda ser a maior fabricante de Celulares.

 

Agora vai ter que correr atrás do tempo perdido, espero que ela se recupere.

 

Foi em 2014 quando foi vendida a sua divisão de tecnologia móvel foi vendida para M$.. Espero que eles voltem a ser aquela empresa boa, que fabricavam celulares simples, baratos e resistentes os antigos B e B (bom e barato).

 

O meu primeiro celular foi o modelo do Azul piscina (Só que ela preto)... 

 

 

Nokia_evolucion_tamaño.jpg

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O título da notícia deveria ser HMD e não HDM. A ordem das letras está trocada, mas só no título. No corpo do texto está correto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
22 horas atrás, Joao Bilutao disse:

Provavelmente ele vai chegar muito caro no brasil...

 

 

 

 

Normal aqui o dólar está R$3,20 somando com mais R$4,00 de impostos...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A história se repete, mas com outra gigante. Assim como a Motorola, a Nokia perdeu sua "identidade". Mudanças que minha geração talvez nunca pensou que ocorreria um dia. O tempo passa...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 16/02/2017 às 02:55, Irmão Everton disse:

Passa o tempo mas fica a marca.

 

 

Você não tem ideia. A historia da marca é muito maior do que os celulares que quebravam o piso ao cair no chão.  A marca Nokia começou em 1865 fazendo polpa de papel. Pouco mais de 40 anos depois a marca passou a gerar e vender eletricidade. Depois da 1ª guerra, a Nokia ficou meio falida. Ai veio a Microsoft, quero dizer, uma empresa de produtos de borracha como galochas e outros e incorporou a então fabricante de eletricidade Nokia ao seu grupo. A  Nokia pertencia agora à Finnish Rubber Works. Mais tarde em 1922, uma outra companhia foi também adquirida pela Finnish Rubber Works. Dessa vez  uma produtora de cabos elétricos em geral, Para a época, basicamente cabos de energia, telegrafo e telefone.

Em 1967, a Nokia como conhecíamos surge oficialmente da fusão das 3 empresas. Com um capital muito bem montado em cima das vastas vendas resultantes da reconstrução da Europa depois da 2ª guerra, sobretudo das vendas para a União Soviética, o conglomerado Nokia fazia desde papel e eletricidade, passando por galochas, pneus e botinas até televisores, material elétrico e eletrônicos e até mesmo equipamento para exércitos.

Na década de 70, após quase 15 anos com a divisão de eletrônicos dando prejuízos, iniciam um viés no ramo de comunicação. A empresa desenvolve o Nokia DX 200, um comutador digital para telefonia que se torna o carro chefe dessa divisão. Daí em diante a marca foi evoluindo até se tornar a potencia que inventou o 3310. Daí em diante todos sabem do triste desfecho com a MS. Mas quem sabe ela não reerga nas mãos HMD. Seria legal até mesmo ver a Nokia mudar novamente de mercado e passar a fabricar algo totalmente diferente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário