Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
26/09/2005 às 1h00min por Gabriel Torres e Alexandre Souza em Impressão

Introdução

Nota: A Epson não recomenda nem endossa o procedimento descrito a seguir.

É incrível como as cabeças das impressoras Epson entopem. Por melhores que sejam, elas entopem por qualquer coisa e não desentopem sozinhas. Ou você troca a cabeça, ou consegue desentupi-la usando um líquido da própria Epson que custa uma fortuna, quando você consegue comprá-lo, o que deixa o pobre técnico sem chances de consertar uma impressora dessas.

Primeiro, vamos estudar como funciona o sistema. Existe um tubo (chamado agulha ou "needle") que fura o plástico do cartucho e, com isso, cria um selo de pressão que ajuda a tinta a não vazar, criando um certo "vácuo" no cartucho. Se não existisse esse vácuo, certamente a tinta escorreria completamente pelos orifícios da cabeça. É por isso que quando alguém tira um cartucho (original ou não) de uma impressora Epson, coloca uma fita adesiva embaixo dele: a fita veda a tinta e, quando re-introduzido na impressora, o tubo faz um buraco nela e cria o mesmo selo de pressão.

Como você pode ver na Figura 1, a tinta entra por esse tubo e segue para a área externa da cabeça (nozzle plate), passando por um filtro de tinta e sendo armazenada temporariamente na cavidade, que é um pequeno reservatório de tinta.

Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
Figura 1: Corte seccional da cabeça de impressão.

A área de expulsão trabalha com lâminas piezoelétricas (também conhecida como PZT, Piezo Eletric Element) que, quando "energizadas", movimentam-se e expulsam uma gotinha de tinta, que cai no papel. O curso da tinta não é em linha reta, como você pode ver na Figura 2. Por isso, ela trabalha como uma válvula de sentido único – você pode jogar tinta de cima para baixo, mas não de baixo para cima.

Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
Figura 2: Curso da tinta na cabeça de impressão.

O problema ocorre quando há acúmulo de tinta (original ou não) nessa "área de expulsão" (área externa da cabeça ou nozzle plate). A tinta se solidifica e tapa o buraco. Por mais que você force, a tinta não sai. E é mais uma cabeça de impressora que vai para o lixo...

Desmontando a Impressora

Desmonte a impressora. Quase todas elas são iguais para desmontar. Primeiro você deve retirar a carcaça da impressora. Para isso, você deve abrir a tampa da impressora, mover a alavanca de ajuste do tipo de papel (também conhecida como PG, Platen Gap) em direção ao sinal de (+) e então remover dois ou quatro parafusos que ficam na parte superior da impressora.

Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
Figura 3: Removendo a carcaça da impressora.

Após remover a carcaça, você deve retirar duas travas, uma de cada lado do eixo posterior que segura o carro de impressão (guia do carro ou guide shaft, em inglês). ANOTE A POSICAO DESSAS TRAVAS ANTES DE RETIRÁ-LAS. Essas travas regulam a distância entre a cabeça de impressão e o papel (“paralelismo”). Caso você as coloque de volta de modo errado sua impressora não funcionará.

Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
Figura 4: Como remover o carro de impressão.

Desmontando a Impressora (Cont.)

A alavanca de ajuste do tipo de papel (PG) é conectada na trava direita, portanto você precisará removê-la primeiro antes de remover a trava.

Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
Figura 5: Mecanismo da alavanca PG.


Como Desentupir Cabeças das Impressoras da Epson
Figura 6: Como remover o mecanismo da alavanca PG.

Se for retirar a correia dentada que traciona a cabeça, lembre de anotar a sua posição EXATA.

Vamos ver agora como desentupir a cabeça de impressão das impressoras da Epson para evitar a compra de uma nova cabeça.

Desentupindo a Cabeça de Impressão

Com a cabeça de impressão na mão, retire os cartuchos de tinta e dê um banho de álcool para retirar a tinta acumulada na superfície. Aproveite para dar uma conferida como funcionam as coisas no carro (aquele mecanismo complicado que fica embaixo das cabeças) ou reparar qualquer problema ali. Depois da limpeza, vamos para a parte complicada.

Primeiro você precisará fazer seu próprio desentupidor de cabeça de impressão Epson. Pegue uma seringa sem agulha de 10 cc ou 20 cc. Feito isso, vá até a loja de aeromodelo mais próxima e compre um pedaço de mangueira de combustível de aeromodelo. Para os que não sabem, essa mangueira é feita de silicone e é extremamente flexível. Corte um pedaço de aproximadamente 1,5 cm e coloque-a na ponta da seringa. Pronto! Você acaba de fazer seu próprio desentupidor de cabeça de impressão Epson.

Agora, vamos por a mão na massa.

Imagine as cabeças de impressão como um funil. Se você empurrar de baixo (parte menor) para cima (parte maior) é mais fácil do que se você empurrar de cima (parte maior) para baixo (parte menor). Você vai começar tentando injetar álcool isopropílico de cima para baixo (não é recomendado o álcool comum por conter água, podendo danificar o mecanismo). Você vai encher a seringa de álcool, encaixar a mangueira que você colocou na ponta da seringa no tubo que penetra o cartucho de tinta e forçar a saída de álcool pelo mesmo caminho da tinta. Se você observar embaixo, vai ver que existem vários furinhos que devem estar todos desobstruídos. Verifique isso injetando álcool por cima: deve sair álcool por todos os furos, sem faltar nenhum. Faça isso em todas cabeças do conjunto (sua impressora pode ter duas ou quatro cabeças, dependendo do modelo).

Caso algum furo esteja obstruído, não tente injetar álcool por baixo, mas procure PUXAR o álcool por baixo. Aí é a maior serventia da tal mangueira de combustível de aeromodelo. A mangueira é tão flexível (silicone) que ela forma uma excelente vedação ao seu redor. Com isso a sucção feita pela seringa é tão grande que puxa toda e qualquer obstrução que haja na cabeça. Note que NÃO ADIANTA TENTAR EMPURRAR PARA CIMA. A "boca" do funil fica virada para baixo (para o papel) e se você tentar empurrar álcool de baixo para cima vai entupir a cabeça mais ainda. O negocio é SUGAR a sujeira por baixo da cabeça. Note que se você tiver, ou fizer, uma bomba de vácuo é MUITO mais fácil, mas como somos "em desenvolvimento", vai o que está mais à mão.

Repita o procedimento até você ter certeza que TODOS os furos estão desobstruídos. Se você deixar um furo entupido e você terá de fazer seu trabalho todo de novo. E dá trabalho. Isso é um trabalho para 2 ou 3 horas, e é um procedimento que tem que ser feito com toda a calma e paciência.

Após você ter desentupido todos os furos, remonte calmamente a impressora, prestando atenção na correia dentada e nas travas do eixo do carro das cabeças. Tem que ficar no mesmo lugar que estava antes.

Depois de montada a impressora, coloque dois cartuchos NOVOS e ORIGINAIS no lugar, e faça o teste de limpeza da impressora umas 10 (sim, eu disse DEZ) vezes, para ter absoluta certeza que todos os jatos estão funcionando. Se todos os jatos estiverem funcionando, você pode carimbar a impressora com o selo de OK, e cobrar o justo valor ao seu cliente. Afinal, só uma cabeça colorida de impressora Epson Stylus Color 500, custa R$ 150 para as oficinas autorizadas!

Um outro detalhe importante: Todo técnico que conserta impressoras tem que conhecer as qualidades e limitações de cada impressora. E tem que recomendar ao cliente usar os suprimentos de melhor qualidade, sejam eles originais ou não. O suprimento alternativo pode até ser mais barato, mas eu raramente vejo uma impressora Epson entupida usando a tinta original. As matriciais já eram assim, a cabeça durava muito mais se usasse apenas as fitas originais – que eram ABSURDAMENTE de melhor qualidade. Mas esse é um outro papo...

Originalmente em http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Como-Desentupir-Cabecas-das-Impressoras-da-Epson/515

© 1996-2014, Clube do Hardware - Todos os direitos reservados.

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.clubedohardware.com.br), no fórum de discussões (http://forum.clubedohardware.com.br), no boletim de notícias enviado por e-mail e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).

Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, em nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).

Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião do Clube do Hardware e de sua direção.

Ao acessar o nosso site ou nossa página em redes sociais, você está ciente e concorda com os termos acima.