Como Instalar uma Placa-Mãe
21/06/2005 às 1h08\06in por Gabriel Torres em Placas-Mãe

Introdução

Instalar uma placa-mãe parece ser uma tarefa muito fácil. Acontece que existem alguns macetes envolvidos no processo de montagem que devem ser levados em consideração na hora de instalar uma placa-mãe. Se a sua placa-mãe não for corretamente instalada, você enfrentará sérios problemas de superaquecimento, travamentos e/ou resets aleatórios. Este tutorial é um guia passo-a-passo de como instalar corretamente uma placa-mãe, evitando assim os problemas citados.

"Acertando Buracos"

A placa-mãe é instalada dentro do gabinete do computador. Por isso, o primeiro passo é abrir o gabinete e localizar a chapa metálica onde a placa-mãe é aparafusada. Normalmente esta chapa pode ser removida desparafusando ela da parte traseira do gabinete e deslizando a mesma em direção à frente do gabinete. Você deve removê-la do gabinete para poder instalar a placa-mãe. Essa chapa possui vários furos, como você pode ver na Figura 1.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 1: Chapa metálica onde a placa-mãe será aparafusada.

A placa-mãe também possui vários furos, como você pode ver na Figura 2 (utilizamos setas vermelhas para indicar a localização dos furos na placa-mãe).

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 2: Furos na placa-mãe.

Você deve posicionar a placa-mãe sobre a chapa metálica e verificar quais furos da chapa metálica coincidem com os furos da placa-mãe, como mostramos na Figura 3. Como você pode ver comparando as Figuras 1 e 2, a chapa metálica possui mais furos do que são necessários. Em cada furo da chapa metálica que coincidir com um dos furos da placa-mãe você deverá instalar um parafuso de fixação (falaremos mais sobre isso adiante). Já os furos da chapa metálica que não coincidirem com nenhum dos furos da placa-mãe você deve simplesmente deixá-los como estão. Algumas vezes você encontrará furos na placa-mãe que simplesmente não coincidem com nenhum dos furos da chapa metálica. Isto é completamente normal. Você pode ver na Figura 3 que um dos furos da placa-mãe não coincide com nenhum dos furos da chapa.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 3: Posicionando a placa-mãe sobre a chapa metálica de modo a coincidir os furos da chapa com os furos da placa-mãe.

Junto com o gabinete vem todo o material necessário para a instalação da placa-mãe, como parafusos, parafusos de fixação (que de um lado são parafusos e, de outro, são porcas), arruelas, espaçadores e acabamentos metálicos. Nos furos da chapa metálica que coincidam com os furos existentes na placa-mãe você deverá aparafusar um parafuso de fixação (parafuso-porca). Eles podem ser facilmente instalados girando-os no sentido horário utilizando o seu dedo polegar e o indicador.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 4: Parafusos de fixação, parafusos e arruelas que vêm junto com o gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 5: Chapa metálica após a instalação dos parafusos de fixação.

Instalando a Placa-Mãe na Chapa Metálica

Agora você deve posicionar a placa-mãe sobre a chapa metálica novamente e colocar um parafuso em cada um dos parafusos de fixação (parafusos-porca) instalados anteriormente. Porém, existe um detalhe muito importante que muita gente não sabe. Se você prestar atenção nos furos da placa-mãe, você notará dois tipos de furos: metalizados e não-metalizados. Como o nome já sugere, os furos metalizados possuem uma camada metálica ao redor. Preste atenção na Figura 6 para ver a diferença entre esses dois tipos de furo.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 6: Diferença entre um furo metalizado e um não-metalizado.

Nos furos metalizados você pode utilizar diretamente um parafuso, mas já nos furos não-metalizados você não poderá fazer isso. No caso dos furos não-metalizados, você precisará colocar um isolamento apropriado, de modo a não danificar a placa-mãe. Esse isolamento é feito com a utilização de arruelas de cartolina que acompanham o gabinete. Você deverá colocar duas arruelas de cartolina em cada furo, sendo que uma deverá ficar embaixo do furo e outra acima dele, fazendo um "sanduíche" com o furo da placa-mãe.

Um erro bastante comum cometido durante a instalação de uma placa-mãe é utilizar em todos os furos arruelas de cartolina. Isso não deve ser feito. Os furos metalizados foram metalizados para que pudessem ser aterrados com o gabinete.Na verdade, você provavelmente não encontrará nenhum furo não-metalizado em placas-mães vendidas hoje. Caso venha a encontrar, quase sempre não haverá coincidência com nenhum dos furos da chapa metálica do gabinete. Por isso, deixe de lado as arruelas de cartolina que acompanham o gabinete e não as utilize na instalação da placa-mãe.

Um outro erro comum e perigoso é utilizar espumas antiestáticas (uma espuma normalmente rosa que vem com a placa-mãe) entre a placa-mãe e a chapa metálica do gabinete. Algumas pessoas acreditam que essa espuma serve para evitar que a placa-mãe entre em contato com a chapa metálica, evitando assim um curto-circuito. Esse pensamento é completamente equivocado. Primeiro, se você instalar corretamente todos os parafusos de fixação e instalar um parafuso em cada um dos furos da placa-mãe, a placa-mãe nunca tocará na chapa metálica do gabinete. Em segundo lugar, a instalação dessa espuma impede a correta dissipação térmica da placa-mãe, fazendo com que o micro apresente funcionamento errático devido ao superaquecimento. O espaço entre a placa-mãe e a chapa metálica é usado para dissipar o calor gerado pela placa-mãe e nada deve utilizado nele.

Para mais informações sobre erros cometidos durante a instalação de uma placa-mãe, leia esses dois artigos: Erros típicos de montagem e Gabinetes: Como evitar o superaquecimento.

Na Figura 7 você pode ver uma placa-mãe corretamente instalada na chapa metálica do gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 7: Placa-mãe corretamente instalada na chapa metálica do gabinete.

Você pode estar pensando agora que o próximo passo é instalar a chapa metálica na parte traseira do gabinete, já que a placa-mãe está devidamente instalada na nela. Mas não é. Antes disso, você precisará fazer algumas coisas.

Instalando o Acabamento do Gabinete

Primeiro, você precisará preparar o gabinete. Se você prestar atenção, o gabinete possui uma abertura retangular medindo 15,87 cm x 4,44 cm para acomodação dos plugues disponíveis na parte traseira da placa-mãe. Essa abertura é tampada com um acabamento metálico que possui pequenos furos que coincidem com os plugues disponíveis na placa-mãe. Você precisa verificar se os plugues da sua placa-mãe coincidem com os furos do acabamento metálico que vem com o gabinete. Veja nas Figuras 8 e 9.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 8: Existem vários plugues na parte de trás de uma placa-mãe.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 9: Acabamento metálico que veio junto com o nosso gabinete.

Em nosso caso, os furos do acabamento metálico do gabinete não coincidiram com os plugues disponíveis em nossa placa-mãe. Por isso, tivemos que remover esse acabamento usando um alicate e substituímos por um acabamento compatível com os plugues da nossa placa-mãe. Placas-mãe geralmente vêm com um acabamento metálico compatível com seus plugues. Já os gabinetes vêm com um acabamento padrão, que nem sempre é compatível com todas as placas-mães.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 10: Tivemos que remover o acabamento que veio junto com o gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 11: Acabamento que veio junto com a nossa placa-mãe.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 12: Gabinete com o novo acabamento metálico instalado.

Instalando o Processador e a Memória

Agora que você preparou o gabinete, você pode instalar o processador, o cooler do processador e os módulos de memória na placa-mãe. Claro que você pode fazer isso depois, mas instalar estes componentes enquanto a placa-mãe ainda está fora do gabinete é bem mais fácil.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 13: Processador, cooler e módulos de memórias instalados na placa-mãe.

Coloque a placa-mãe próxima ao local onde ela será instalada no gabinete, como mostrado na Figura 14. Não instale a placa-mãe dentro do gabinete ainda. Antes disto, você terá de instalar todos os fios e cabos do gabinete na placa-mãe. Você pode fazer isso depois, mas instalar esses fios e cabos enquanto a placa-mãe ainda está fora do gabinete é bem mais fácil.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 14: Posicionando a placa-mãe para a instalação dos cabos.

Instalando os Fios do Painel Frontal

Localize na sua placa-mãe os conectores do painel frontal (ver Figura 15). Você deverá instalar os fios correspondentes que vêm do painel frontal do gabinete nesses conectores (ver Figura 16).

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 15: Conectores do painel frontal de uma placa-mãe.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 16: Fios do painel frontal do gabinete.

Você encontrará os seguintes fios:

É só instalar esses fios nos conectores de mesmo nome na placa-mãe. Os fios que possuírem polaridade deverão ser instalados observando a marcação de positivo (+) e negativo (-) presente na placa-mãe. Os fios de cor branca ou preta deverão ser instalados no pólo negativo (-) da placa-mãe.

Em algumas placas-mães, os conectores do painel frontal são coloridos, como você pode ver na Figura 15. O problema é que nem sempre as cores dos conectores do painel frontal da placa-mãe correspondem com as cores dos fios do gabinete. Por isso, não siga o esquema de cores na hora de instalar os fios do painel frontal.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 17: Fios do painel frontal devidamente instalados na placa-mãe.

Se o seu gabinete também possui portas USB e conectores de áudio frontais, leia nossos tutoriais Instalando Portas USB Frontais e Gabinetes com Plugs do Som na Frente.

Instalando Conectores Externos, Drives e a Fonte

Junto com a placa-mãe vêm alguns conectores externos, como portas USB adicionais, portas FireWire e conectores de áudio (ver Figura 18). Agora você pode instalar estes conectores na placa-mãe, mas não efetuando a sua instalação no gabinete. Você pode fazer isso depois, é claro, mas instalar esses conectores enquanto a placa-mãe ainda está fora do gabinete é bem mais fácil.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 18: Conectores externos de uma placa-mãe.

Você deve instalar esses conectores seguindo orientações descritas no manual da sua placa-mãe. Nós não podemos explicar aqui onde exatamente esses conectores são instalados, pois a localização dependendo do modelo da placa-mãe.

O próximo passo é instalar os cabos do disco rígido, unidades ópticas e de disquete. Se você ainda não instalou esses dispositivos dentro do gabinete essa é uma boa hora.

O cabo do disco rígido deve ser instalado na porta IDE1 (primária) e o cabo das unidades ópticas deve ser instalado na porta IDE2 (secundária). O cabo da unidade de disquete deve ser instalado em um conector da placa-mãe chamado “FDD” ou “Floppy”. Para instalar esse cabo, apenas preste atenção no fio vermelho, que o fio indicador de “pino 1”, e que deverá ser instalado de modo que o fio vermelho coincida com a marcação de “pino 1” existente no conector da placa-mãe. Essa marcação é geralmente o número “1” ou “2” impresso em um dos lados do conector (o lado oposto deve ser marcado como “40” ou “39”, ou “33” ou “34” no caso do conector da unidade de disquete).

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 19: Cabos do disco rígido e das unidades ópticas e de disquete instalados corretamente.

O próximo passo é conectar a fonte de alimentação. A fonte de alimentação possui um conector de 20 pinos e sua placa-mãe pode ter um conector extra de 4 pinos chamado ATX12V, que deve também ser instalado (nem todas as placas-mães possuem este conector extra). Você pode precisar levantar sua placa-mãe em um ângulo de 45º em relação à mesa em que você está montando o micro, já que geralmente os fios da fonte de alimentação não são compridos o suficiente para alcançar a placa-mãe enquanto ela está fora do gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 20: Instalando o conector da fonte de alimentação.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 21: Instalando o conector ATX12V (apenas se a sua placa-mãe possuir esse conector).

Instalando a Placa-Mãe no Gabinete

O passo final é instalar a placa-mãe dentro do gabinete. Posicione a placa-mãe corretamente (ver Figura 22) e deslize-a na direção da parte traseira do gabinete (ver Figura 23). Feito isso, aparafuse a chapa metálica onde a placa-mãe está instalada na parte de traseira do gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 22: Instalando a placa-mãe no gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 23: Instalando a placa-mãe no gabinete.

Agora aparafuse os conectores externos em seus devidos locais no gabinete.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 24: Aparafusando os conectores externos.

Por último, organize os cabos no interior do gabinete. Veja na Figura 25 como o nosso micro ficou depois que instalamos a placa-mãe. Você pode ver que os cabos ficaram espalhados. Os fios e os cabos devem ser organizados de modo que eles não atrapalhem o fluxo de ar dentro do gabinete ou você poderá ter problemas de superaquecimento. Na Figura 26 você pode ver nosso micro após a organização dos cabos.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 25: Nosso micro após a instalação da placa-mãe.

Como Instalar uma Placa-Mãe
Figura 26: Nosso micro após a organização dos cabos.

Pronto, sua placa-mãe está agora corretamente instalada e você não terá dores de cabeça. Instale os outros dispositivos que você queira em seu computador e ele estará pronto para a instalação do sistema operacional.

Originalmente em http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Como-Instalar-uma-Placa-Mae/1033

© 1996-2013, Clube do Hardware - Todos os direitos reservados.

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.clubedohardware.com.br), no fórum de discussões (http://forum.clubedohardware.com.br), no boletim de notícias enviado por e-mail e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).

Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, em nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).

Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião do Clube do Hardware e de sua direção.

Ao acessar o nosso site ou nossa página em redes sociais, você está ciente e concorda com os termos acima.