Scanners
28/11/1997 às 9h56min por Gabriel Torres em Entrada

Introdução

Está a fim de comprar um scanner mas não sabe qual? No microteste de hoje destrinchamos o universo dos scanners, o aparelho utilizado para transferir imagens para o micro. Tem para todos os tipos e todos os gostos, o freguês é quem escolhe!

Um scanner serve para digitalizarmos imagens e transformá-las em arquivos de computador. Isto é feito através de uma varredura ótica executada pelo scanner. A partir do momento que a imagem vira arquivo de computador, você pode fazer o que bem entender com ela, desde simplesmente utilizá-la como papel de fundo do seu Windows como fazendo uma fotomontagem esperta.

Existem basicamente três tipos de scanner: scanner de mesa, scanner de página e scanner de mão. Além do seu tipo, a principal característica de um scanner é a sua resolução.

Resolução

A resolução de um scanner é medida pela quantidade de pontos por polegada que ele é capaz de reconhecer. Um scanner com resolução de 400 DPI é capaz de gerar imagens com 400 pontos por polegada.

Há dois tipos de resolução: a resolução ótica, aquela que é utilizada pelo leitor ótico do scanner ao digitalizar a imagem e a resolução máxima, que é conseguida através de software. Por exemplo, o scanner HP Scanjet 5p possui uma resolução ótica de 300 DPI (ou seja, esta é a sua verdadeira resolução) e uma resolução máxima de 1200 DPI. Esta última é uma resolução conseguida somente através do driver TWAIN do scanner, através de uma técnica de interpolação.

 Comparação da resolução dos principais scanners de mesa do mercado.

Scanners

 Em geral, quanto maior a resolução do scanner, melhor. Porém isto depende de aplicação. Em aplicações de uso caseiro, qualquer scanner é bom, por um motivo bem simples: você não conseguirá imprimir imagens com resoluções muito altas. A maioria das impressoras jato de tinta do mercado possuem resolução de 300 DPI e as melhores impressoras caseiras chegam a até 720 DPI. Ou seja, não adianta nada capturar uma super imagem de 9600 DPI para imprimir em uma impressora comum - haverá perda de qualidade.

No caso de aplicações profissionais, como editoração eletrônica, o papo é outro. Em geral os profissionais têm acesso a impressoras de melhor qualidade, geralmente em birôs de impressão. Neste caso, o céu é o limite.

Hoje todos os scanners reconhecem cores, basicamente em duas resoluções: 24 bits, onde o scanner é capaz de reconhecer pouco mais de 16 milhões de cores e 30 bits, onde o scanner reconhece pouco mais de 1 bilhão de cores. Os scanners de 30 bits possuem uma fidelidade muito maior no reconhecimento das cores da imagem que está sendo transferida para o micro.

Scanners de mesa

Os scanners de mesa são tradicionalmente caros, porque são os melhores scanners. A imagem a ser digitalizada é colocada em uma área de captura (uma "janela"), onde o mecanismo do scanner captura a imagem. Como a imagem fica totalmente parada (ao contrário dos outros tipos de scanner que veremos a seguir), a qualidade da imagem final é excelente.

A maioria dos scanners de mesa são conectados ao micro através de uma placa SCSI (pronuncia-se "scûzi"). Como a maioria dos usuários não possui esta placa no micro, todos os scanners de mesa que utilizam esta conexão vêm com uma plaquinha deste tipo para que o usuário não tenha que gastar mais nada colocando o scanner para funcionar.

Alguns scanners de mesa são conectados ao micro na porta paralela, a mesma onde a impressora é conectada. Para não "matar" a impressora, os scanners que são conectados à porta paralela possuem um adaptador que permite tanto o scanner quanto a impressora serem conectados à porta paralela simultaneamente. É claro que, nesse caso, você não poderá imprimir um documento e digitalizar uma imagem ao mesmo tempo.

Temos uma grande quantidade de scanners de mesa disponíveis hoje no mercado. Observando a tabela, você encontrará scanners tecnicamente iguais, como o Genius HR5 e o Genius HR5 Pro. Neste caso, a diferença entre eles é a quantidade de penduricalhos "extras" que acompanha o scanner, como programas e acessórios.

Apesar do scanners da HP possuírem melhor qualidade e melhor acabamento, os scanners da Genius (especialmente os modelos HR3 e HR5) atingem resoluções extremamente altas. Em alguns casos é importante observar a resolução ótica (a verdadeira resolução do scanner). Por exemplo, apesar de o scanner Genius SP2X atingir uma resolução máxima de 4800 DPI, ele possui uma resolução ótica de apenas 300 x 600 DPI. Já o scanner HP 6100C atinge uma resolução máxima de apenas 2400 DPI, mas, em contrapartida, possui uma resolução ótica de 600 x 600 DPI. Se tivermos duas imagens de 2400 DPI, a gerada através do scanner da HP será melhor (mais nítida), pois sua resolução ótica é maior.

 

Marca Modelo Conexão Cores Resolução ótica Resolução máxima
Genius ColorPage-CS SCSI 24 bits 300 x 1200 DPI 4800 DPI
Genius ColorPage-EP Porta Paralela 24 bits 300 x 600 DPI 4800 DPI
Genius ColorPage-HR3 SCSI 30 bits 600 x 1200 DPI 9600 DPI
Genius ColorPage-HR5 SCSI 30 bits 600 x 1200 DPI 9600 DPI
Genius ColorPage-HR5 Pro SCSI 30 bits 600 x 1200 DPI 9600 DPI
Genius ColorPage-SP2X SCSI 24 bits 300 x 600 DPI 4800 DPI
Genius ColorPage-SP3 Porta Paralela 24 bits 300 x 600 DPI 4800 DPI
Genius ColorPage-Vivid Porta Paralela 30 bits 300 x 600 DPI 4800 DPI
HP Scanjet 5p SCSI 24 bits 300 x 300 DPI 1200 DPI
HP Scanjet 6100C SCSI 30 bits 600 x 600 DPI 2400 DPI
.

Scanners de página

Scanners de página são cada vez mais comuns no mercado. Eles são baratos e são muito fáceis de serem instalados, além de terem uma ótima resolução.

Esses scanners são fisicamente parecidos com aparelhos de fax: o usuário coloca a imagem a ser capturada de um lado e o scanner "puxa" a imagem, digitalizando e enviando a imagem ao micro.

Se você tiver algumas imagens a serem digitalizadas, no scanner de mesa você precisa colocar as imagens a serem capturadas uma a uma na área de captura do scanner. No caso do scanner de página, você pode colocar todas as imagens diretamente em seu alimentador que o próprio scanner "puxa" cada imagem uma a uma automaticamente. A grande vantagem deste processo é na captura de textos longos (como apostilas) para o reconhecimento de textos através do scanner (OCR).

Todos os scanners de página são ligados ao micro através da porta paralela. Dos scanners de página disponíveis hoje, o melhor é o Logitech, seguido pelo HP.

Marca Modelo Cores Resolução ótica Resolução máxima
Logitech FreeScan 30 bits 600 DPI 4800 DPI
HP Scanjet 5s 24 bits 300 DPI 600 DPI
Genius ColorPage-Mobile 24 bits 300 DPI
.

Scanners de mão

Os scanners de mão são os mais baratos do mercado e são os que possuem menos precisão. Como é você quem deve passar o scanner sobre a imagem a ser capturada, quase sempre a imagem acaba saindo um pouco torta.

Muita gente acha que não podemos capturar imagens grandes através de um scanner de mão, mas isto não é verdade. Você pode capturar imagens grandes transferindo um pouquinho por vez para o micro; o programa do scanner irá montar a imagem grande no micro a partir de vários trechos pequenos que forem capturados.

Em nossos testes verificamos que o scanner de mão que possui melhor qualidade é o Logitech, seguido pelo Genius EasyScan/Color Deluxe, muito embora este tenha uma resolução máxima maior do que o Logitech.

Os scanners de mão podem ser conectados ao micro através de duas maneiras, dependendo do modelo: através de uma placa especial que vem junto com o scanner ou através da porta paralela do micro. A placa especial é específica para cada modelo de scanner de mão.

Marca Modelo Conexão Cores Resolução ótica Resolução máxima
Logitech Scanman 2000 Porta Paralela 24 bits 400 DPI 1600 DPI
Genius EasyScan/Color Deluxe Interface 24 bits 400 DPI 3200 DPI
Genius ScanMate/Color Deluxe Interface 24 bits 400 DPI 3200 DPI
Genius ScanMate/Color Portable Porta Paralela 24 bits 400 DPI 1600 DPI
Artec A-200D Porta paralela 24 bits 400 DPI 1600 DPI
.

Driver TWAIN

No micro é o driver TWAIN que será responsável pelo controle do scanner. Ele é chamado toda a vez em que desejamos digitalizar alguma imagem e é instalado durante o processo de instalação do scanner.

O Driver TWAIN é padronizado. Graças à isto podemos utilizar o scanner dentro de qualquer aplicativo gráfico, como o Photoshop, Photostyler, Paint Shop Pro, Photo Paint, etc. Em geral, para usar o scanner dentro de algum aplicativo gráfico, basta utilizar a opção "Acquire" (Capturar) do menu "File" (Arquivo).

Apesar do que possa parecer, o acrônimo TWAIN não possui nenhum significado. É uma homenagem ao escritor Mark Twain, muito embora alguns digam que o significado de TWAIN seja "Tool Without Na Important Name" (Ferramenta sem nenhum nome importante).

OCR

Todos os scanners vêm com um programa de reconhecimento de textos, genericamente chamado OCR (Optical Character Recognition - Reconhecimento ótico de caracteres). Através deste programas podemos ler documentos impressos - como panfletos, apostilas, anotações, listas, etc - e transformá-los em documentos texto.

Por exemplo, você pode utilizar o scanner para ler uma apostila antiga e transformá-la em um documento do Word. Depois que estiver dentro do processador de textos, você poderá editar o texto livremente. O documento original, entretanto, não poderá estar manuscrito, pois em geral os programas de OCR não são capazes de reconhecer letras manuscritas.

Você poderá ligar o programa de OCR ao processador de textos, capturando os textos diretamente de dentro do processador. Isto é importante, pois há um macete muito importante: a verificação ortográfica.

O programa de OCR não é 100% eficiente. Muitas vezes alguns caracteres são trocados por outras letras ou símbolos. Aí que entra o macete da correção ortográfica: através do processador de textos você pode encontrar e corrigir todas as palavras que foram capturadas com erro.

Observe também que o OCR não funciona muito bem com scanners de mão. Além disto, você deve configurar o programa de OCR para reconhecer o português. Na configuração de página de código (codepage), utilize a página "850", que é a que permite acentuação.

Dicas

  • Todo scanner vem com duas versões do driver TWAIN: uma versão de 16 bits (disquete rotulado "Windows 3.x Twain Driver") e uma versão de 32 bits (disquete rotulado "Windows 95 Twain Driver"). Na verdade, o driver Twain não é bem um driver, mas sim um programa de captura de imagens. O driver Twain de 16 bits fica armenado no diretório "TWAIN", enquanto o driver Twain de 32 bits fica armazenado no diretório "TWAIN32". A princípio pode parecer que realmente no Windows 95 devemos instalar somente o driver Twain de 32 bits. Porém, se você fizer isto, aplicativos de 16 bits rodando no Windows 95 não irão reconhecer o scanner, pois procurarão pelo driver Twain de 16 bits! Portanto, a dica é instalar sempre tanto o driver Twain de 16 bits quanto o de 32 bits no Windows 95, de moso que todos os aplicativos gráficos reconheçam o seu scanner. Não há qualquer problema em relação à performance, já que o programa Twain é chamado somente no momento da captura de imagens.
  • Você pode utilizar qualquer aplicativo gráfico para capturar imagens do scanner, graças à padronização Twain. Isto significa que você não é obrigado a utilizar aquele programa fraquinho que vem com o scanner (como o Photofinish e Cia). Ao invés disto, utilize aplicativos gráficos decentes, como o Photoshop.
  • Se você for utilizar o scanner para o reconhecimento de textos, configure o programa de OCR a utilizar o português como língua e o código de página como "850" para permitir acentuação. Além disto, dê preferência por capturar textos dentro do próprio processador de textos, para utilizar o recurso de correção ortográfica. E é claro: não se esqueça de vincular o processador de textos ao programa de OCR. Isto é feito na configuração do programa de OCR.
  • Birô de impressão - Empresas especializadas em impressão de alta qualidade, através de impressoras especiais.
  • Página de código - Conjunto de caracteres utilizado pelo micro.
  • Twain - Padronização utilizada por scanners para que possam ser utilizados através de qualquer aplicativo gráfico.
  • Originalmente em http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Scanners/921

    © 1996-2014, Clube do Hardware - Todos os direitos reservados.

    É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.clubedohardware.com.br), no fórum de discussões (http://forum.clubedohardware.com.br), no boletim de notícias enviado por e-mail e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).

    Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, em nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).

    Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião do Clube do Hardware e de sua direção.

    Ao acessar o nosso site ou nossa página em redes sociais, você está ciente e concorda com os termos acima.

    ";