Teste dos Processadores Core i7-3770K vs. AMD FX-8150 e Core i7-2600K
23/04/2012 às 13h37min por Gabriel Torres em Processadores

Introdução

Ivy Bridge é o codinome da terceira geração de processadores Core i3, Core i5 e Core i7 fabricados com tecnologia de 22 nm. Para o mercado de micros de mesa, nove processadores estão sendo anunciados hoje, cinco com TDP de 77 W (Core i7-3770K/3,5 GHz, Core i7-3770/3,5 GHz, Core i5-3570K/3,4 GHz, Core i5-3550/3,3 GHz e Core i5-3450/3,1 GHz), três com TDP de 65 W (Core i7-3770S/3,1 GHz, Core i7-3550S/3 GHz e Core i7-3450S/2,8 GHz), e um modelo com TDP de 45 W (Core i7-3770T/2,5 GHz). Vamos analisar o desempenho do Core i7-3770K e compará-lo com o seu principal concorrente, o AMD FX-8150, e também com um processador Core i7 de segunda geração (“Sandy Bridge”) na mesma faixa de preço, o Core i7-2600K..

Esta nova geração de processadores apresenta pequenas melhorias em relação à microarquitetura anterior, a Sandy Bridge. A mais importante delas é um novo controlador PCI Express, que agora suporta a especificação 3.0, que dobra a velocidade de comunicação com a placa de vídeo, desde que um modelo PCI Express 3.0 seja instalado. Claro, o processador continua compatível com placas de vídeo antigas, trabalhando na largura de banda 2.0 ou 1.0, dependendo de qual revisão PCI Express a placa de vídeo suporta.

O motor gráfico integrado também foi melhorado, e agora suporta o modelo de programação DirectX 11, com 16 (Intel HD Graphics 4000) ou seis processadores gráficos (Intel HD Graphics 2500) e clocks de até 1.350 MHz. Os processadores Sandy Bridge utilizam o motor gráfico Intel HD Graphics 3000 (12 processadores, DirectX 10.1) ou Intel HD Graphics 2000 (seis processors, DirectX 10.1), com clocks também de até 1.350 MHz.

Outro avanço importante foi o suporte oficial para memórias DDR3 até DDR3-1600, enquanto os processadores “Sandy Bridge” suportam oficialmente memórias até DDR3-1333.

Os novos processadores “Ivy Bridge” utilizam o padrão de pinagem LGA1155 (“soquete LGA1155”), ou seja, são compatíveis com placas-mãe originalmente desenvolvidas para processadores “Sandy Bridge”. Portanto, se você tem um processador “Sandy Bridge” (ou seja, um processador Core i3, Core i5 ou Core i7 de segunda geração), você pode instalar um novo modelo “Ivy Bridge” sem precisar substituir a placa-mãe (exceto placas-mãe baseadas nos chipsets Intel Q65, Q67 e B65, que não suportam os processadores “Ivy Bridge”; em outras placas-mãe, um upgrade de BIOS pode ser necessário e é recomendável).

Apesar disso, a Intel lançou seis novos chipset, o Z77, o Z75, o H77, o B75, o Q77 e o Q75, que são recomendados caso você esteja montando um micro “do zero” baseado em um processador “Ivy Bridge”. A principal adição a esses chipsets foi o suporte para quatro portas USB 3.0, e as principais diferenças entre eles estão listadas na tabela abaixo. SRT significa Intel Smart Response Technology, e nós já escrevemos um artigo sobre este assunto. AMT significa Active Management Technology e permite que administradores de rede gerenciem remotamente computadores compatíveis com esta tecnologia.

RecursoZ77Z75H77B75Q77Q75
Configuração dos slots PCI Express 3.0x16/x0/x0 ou x16/x8/x0 ou x8/x8/x4x16/x0 ou x8/x8x16x16x16x16
RAIDSimSimSimNãoSimNão
SRTSimNãoSimNãoSimNão
AMTNãoNãoNãoNãoSimNão
Portas SATA-600 222121
Slots PCI padrãoNãoNãoNãoSimSimSim

Para uma descrição completa da nova microarquitetura “Ivy Bridge”, leia o nosso tutorial “Por Dentro da Microarquitetura Ivy Bridge”. Além disso, se você quiser saber mais sobre a origem do nome “Ivy Bridge”, a Intel publicou um artigo muito interessante contando a história.

Nas Figuras 1 e 2, você pode ver o Core i7-3770K lado-a-lado com o Core i7-2600K.

Core i7-3770K
Figura 1: O Core i7-2600K (“Sandy Bridge”) e o Core i7-3770K (“Ivy Bridge”)

Core i7-3770K
Figura 2: O Core i7-2600K (“Sandy Bridge”) e o Core i7-3770K (“Ivy Bridge”)

Vamos conhecer os processadores incluídos neste teste.

Os Processadores Testados

Nas tabelas abaixo nós comparamos as principais especificações dos processadores incluídos neste teste. O Core i7-3770K e o Core i7-2600K suportam a tecnologia Hyper-Threading, que simula um núcleo de processamento em cada núcleo físico disponível. Portanto, esses processadores são reconhecidos pelo sistema operacional como sendo de oito núcleos..

ProcessadorQte. NúcleosHTClock InternoClock TurboClock Máx.NúcleoTecnologiaTDPSoquetePreço nos EUA
AMD FX-81508Não3,6 GHz3,9 GHz4,2 GHzZambezi32 nm125 WAM3+US$ 250
Core i7-2600K4Sim3,4 GHz3,8 GHz3,8 GHzSandy Bridge32 nm95 W1155US$ 310
Core i7-3770K4Sim3,5 GHz3,9 GHz3,9 GHzIvy Bridge22 nm77 W1155US$ 313

Os preços foram pesquisados na Newegg.com no dia da publicação deste teste, exceto o preço do Core i7-3770K, que foi fornecido pela Intel.

TDP significa Thermal Design Power e indica a dissipação térmica do processador, isto é, o cooler tem de ser capaz de dissipar pelo menos essa quantidade de calor. É importante notar como o TDP do novo Core i7-3770K caiu para 77 W, graças ao seu novo processo de fabricação (normalmente, quanto menor o processo de fabricação, menos calor é gerado).

Abaixo você pode ver a configuração de memória para cada processador. O cache L2 do AMD FX-8150 é compartilhado por cada par de núcleos, portanto ele tem quatro caches L2 em vez de oito.

ProcessadorCache L1 (I + D)Cache L2Cache L3Suporta à MemóriaCanais de Memória
AMD FX-815064 kB por módulo + 16 kB por núcleo8 MB x 48 MB totalAté DDR3-1866Dois
Core i7-2600K32 kB + 32 kB por núcleo256 kB por núcleo8 MB totalAté DDR3-1333Dois
Core i7-3770K32 kB + 32 kB por núcleo256 kB por núcleo8 MB totalAté DDR3-1600Dois

Como Testamos

Durante nosso teste usamos a configuração listada abaixo. Entre as nossas sessões de teste o único dispositivo diferente era o processador testado e a placa-mãe, que tinha que ser substituída por causa dos diferentes soquetes de processador..

Configuração de Hardware

Configuração do Sistema Operacional

Versão dos Drivers

Programas Utilizados

Margem de Erro

Adotamos uma margem de erro de 3%. Com isso, diferenças de desempenho inferiores a 3% não podem ser consideradas significativas. Em outras palavras, produtos onde a diferença de desempenho seja inferior a 3% deverão ser considerados como tendo desempenhos similares.

PCMark 7

O PCMark 7 realiza uma série de testes e apresenta os resultados para as seguintes categorias: um escore geral, chamado PCMark; um escore Produtividade, que mede o desempenho do micro usando aplicações de escritório e de navegação na Internet; um escore Criatividade, que mede o desempenho do micro visualizando, editando, convertendo e armazenando fotos e vídeos; um escore Entretenimento, que mede o desempenho gravando, editando e convertendo programas de TV e filmes, importando, organizando e navegando músicas, e jogos; e um escore Computação, que indica o desempenho de processamento do micro. Vamos analisar os resultados..

No escore geral do PCMark 7, o Core i7-3770K e o Core i7-2600K obtiveram o mesmo nível de desempenho, com o novo processador obtendo um escore 15% superior ao do AMD FX-8150.

No teste Produtividade, o Core i7-3770K e o Core i7-2600K obtiveram escores similares, com o novo processador obtendo um escore 7% superior ao do AMD FX-8150.

No teste Criatividade, o Core i7-3770K foi 28% mais rápido do que o Core i7-2600K e 34% mais rápido do que o AMD FX-8150.

Na bateria Entretenimento, o Core i7-3770K e o Core i7-2600K obtiveram escores similares, com o novo processador obtendo um escore 16% superior ao do AMD FX-8150.

No teste Computação, o Core i7-3770K foi 30% mais rápido do que o Core i7-2600K e 75% mais rápido do que o AMD FX-8150.

VirtualDub

Com o VirtualDub nós convertemos um filme completo em DVD para o formato DivX e vimos quanto tempo o sistema levou para completar esta conversão. O codec DivX é capaz de reconhecer e usar não apenas mais de um processador (ou seja, mais de um núcleo), mas também o novo conjunto de instruções SSE4 (presente apenas nos processadores da Intel). .

O filme que escolhemos para converter foi Jornada Nas Estrelas – O Filme (Versão Do Diretor). Nós copiamos o filme para nosso disco rígido sem compressão, portanto o arquivo original final em nosso disco rígido tinha 6,79 GB. Após a compressão com o DivX o arquivo final era de apenas 767,40 MB, o que mostra o poder de compressão do DivX.

Os resultados abaixo são dados em segundos, portanto quanto menor o valor, melhor.

Na codificação DivX, o Core i7-2600K e o AMD FX-8150 obtiveram o mesmo nível de desempenho, com o novo Core i7-3770K sendo um pouco mais rápido (4%).

Photoshop CS5

A melhor maneira de medirmos o desempenho de um processador é usando programas reais. O problema, no entanto, é usar um software para criar uma metodologia que ofereça resultados consistentes. Para o Photoshop CS5, nós usamos um script chamado “Retouch Artist Speed Test”, que aplica uma série de filtros em uma imagem e calcula o tempo que o Photoshop leva para executar todos os filtros. Os resultados abaixo são dados em segundos. Portanto, quanto menor o tempo, melhor..

No Photoshop CS5, o Core i7-3770K foi 7% mais rápido do que o Core i7-2600K e 17% mais rápido do que o AMD FX-8150.

After Effects CS4

O After Effects é um programa muito conhecido para a pós-produção de vídeos. Ele é usado para adicionar animações e efeitos visuais nos vídeos. Para avaliar o desempenho de cada processador neste programa, nós executamos uma carga de trabalho consistindo de várias composições que aplicavam diversos filtros e efeitos em uma variedade de tipos de arquivos de entrada como PSD (Photoshop), AI (Illustrator), EPS e TIF. Após cada filtro ter sido aplicado, a composição foi renderizada em um arquivo AVI descompactado com a mesma resolução dos arquivos de entrada. Os resultados abaixo correspondem ao tempo que cada processador levou para finalizar todo o lote, dado em segundos. Portanto, quanto menor o valor, melhor..

No After Effects CS4, o Core i7-3770K foi apenas 4% mais rápido do que o Core i7-2600K, mas foi 35% mais rápido do que o AMD FX-8150.

Media Espresso 6.5

O Media Espresso é um programa de conversão de vídeo que usa o processador gráfico da placa de vídeo para acelerar o processo de conversão. Ele usa a tecnologia Intel QuickSync disponível nos processadores da Intel. Nós convertemos um arquivo MPG2 de 449 MB (1920x1080i, 18884 kbps) para um arquivo .MP4 menor (640x360, H.264) para ser visualizado em um dispositivo portátil como um iPhone ou iPod Touch..

Aqui nós forçamos o Media Espresso para usar o processador no processo de conversão, não o chip gráfico. O Core i7-3770K e o Core i7-2600K obtiveram exatamente o mesmo resultado, e foram 17% mais rápidos do que o AMD FX-8150.

WinZip

Nós utilizamos o WinZip não apenas para medir o desempenho de compressão, mas também o tempo que cada processador levou para descriptografar arquivos. Nós medimos o tempo que cada processador levou para descompactar e descriptografar 200 imagens JPEG, 125 delas com 10 megapixels e 75 delas com seis megapixels. O tamanho total de fotos foi de aproximadamente 830 MB. Os resultados estão em segundos e, portanto, quanto menor o valor, melhor..

Aqui o Core i7-3770K e o Core i7-2600K obtiveram o mesmo desempenho e foram 25% mais rápidos do que o AMD FX-8150.

iTunes

Nós usamos o iTunes para converter um arquivo .wav sem compressão em um arquivo MP3 de alta qualidade (160 Kbps), e verificamos quantos segundos cada processador levou para realizar esta operação. Os resultados estão em segundos e, portanto, quanto menor o valor, melhor..

Aqui o Core i7-3770K e o Core i7-2600K obtiveram o mesmo desempenho, com o novo processador sendo 5% mais rápido do que o AMD FX-8150.

Cinebench 11.5

O Cinebench 11.5 é baseado no programa 3D Cinema 4D e é muito útil para medirmos o ganho de desempenho quando há mais de um processador instalado no micro para realizarmos a renderização de imagens 3D pesadas. Renderização é uma área que se beneficia muito do multiprocessamento simétrico (isto é mais de um processador ou núcleo instalado na máquina). Isto porque geralmente programas de renderização reconhecem vários processadores. O Cinebench, por exemplo, reconhece até 16 processadores. .

Como estávamos interessando em medir o desempenho de renderização, comparamos os resultados da opção “Rendering x CPUs”, que renderiza um imagem “pesada” usando todos os processadores disponíveis (ou núcleos – virtuais ou reais, já que nos processadores com tecnologia Hyper-Threading cada núcleo é reconhecido como dois pelo o sistema operacional) para acelerar o processo.

O interessante é que no Cinebench o Core i7-2600K foi 6% mais rápido do que o Core i7-3770K. O novo processador foi 8% mais rápido do que o AMD FX-8150.

StarCraft II: Wings of Liberty

O StarCraft II: Wings of Liberty é um jogo DirectX 9 muito popular lançado em 2010. Embora ele utilize uma versão antiga do DirectX, a quantidade de texturas que pode ser apresentada na tela coloca a maioria das placas de vídeo topo de linha para trabalhar no limite (especialmente quando as configurações de vídeo são definidas como “Ultra”). O StarCraft II: Wings of Liberty usa seu próprio motor de cálculos físicos que roda no processador da máquina. .

Nós testamos este jogo na resolução de 1440x900, configurando todas as opções de qualidade de imagem em seus valores mínimos. Isto foi feito para que medíssemos o desempenho do processor, pois em resoluções mais altas e aumentando a qualidade de imagem nós na verdade medimos o desempenho da placa de vídeo, não do processador. Nós usamos o FRAPS para coletar a quantidade de quadros por segundo no mapa “Unit Testing”.

No StarCraft II, os três processadores apresentaram o mesmo nível de desempenho.

Deus Ex: Human Revolution

Deus Ex: Human Revolution é um jogo DirectX 11 e nós usamos a introdução do jogo para medirmos a quantidade de quadros por segundo gerada, usando o utilitário FRAPS. Nós rodamos a introdução na resolução de 1440x900, com todas as configurações de qualidade de imagem minimizadas. Como explicamos, isto foi feito para medir o desempenho do processador, já que em altas resoluções e com as configurações de qualidade de imagem maximizadas, nós na verdade medimos o desempenho da placa de vídeo, não do processador..

No Deus Ex, todos os três processadores apresentaram o mesmo nível de desempenho.

DiRT3

O DiRT3 é outro jogo DirectX 11, e nós medimos o desempenho rodando uma corrida e depois reproduzindo a mesma corrida novamente medindo a quantidade de quadros por segundo com o utilitário FRAPS. Nós rodamos este jogo na resolução de 1440x900 e minimizamos todas as configurações de qualidade de imagem. Como explicamos, isto foi feito para medir o desempenho do processador, já que em altas resoluções e com as configurações de qualidade de imagem maximizadas, nós na verdade medimos o desempenho da placa de vídeo, não do processador..

No DiRT3, o AMD FX-8150 foi 4% mais rápido do que o Core i7-3770K.

Battlefield 3

O Battlefield 3 é o mais novo capítulo da série Battlefield lançado em 2011, e é baseado no motor Frostbite 2, que é DirectX 11. Para medir o desempenho usando este jogo, nós jogamos a primeira metade da missão “Operation Swordbreaker”, medindo a quantidade de quadros por segundo usando o FRAPS. Nós rodamos este jogo na resolução 1440x900, e novamente minimizamos todas as configurações de qualidade de imagem, por razões já explicadas..

Aqui todos os três processadores obtiveram o mesmo nível de desempenho.

3DMark 11 Professional

O 3DMark 11 Professional mede o desempenho Shader 5.0 (DirectX 11). Como o motor gráfico dos processadores Intel incluídos em nosso teste não é DirectX 11, eles não rodaram este programa. Nós rodamos este programa na resolução 1440x900, usando o perfil “Performance”..

Este programa fornece três escores diferentes: gráfico, física e combinado.

O escore gráfico dos três processadores foi o mesmo. Isto era esperado, já que este escore mede o desempenho da placa de vídeo, não do processador.

O escore físico mede exclusivamente o desempenho físico do sistema, processo que é tipicamente feito pelo processador. Aqui o Core i7-3770K obteve um escore 4% superior ao do Core i7-2600K e 35% superior ao do AMD FX-8150.

O escore combinado mostra um equilíbrio entre o desempenho gráfico e físico obtido por cada sistema testado. Aqui todos os processadores obtiveram o mesmo nível de desempenho.

Overclock

Os processadores da Intel terminados com a letra “K” são voltados para overclock. Eles têm várias configurações internas destravadas. Assim como acontece com os processadores “Sandy Bridge”, a maneira “correta” de fazer overclock em processadores “Ivy Bridge” é através do ajuste da tecnologia Turbo Boost, já que você não pode aumentar muito o clock base do processador..

O Core i7-3770K tem um multiplicador de clock de x35 (3,5 GHz) para o seu clock padrão e x39 (3,9 GHz) para o seu clock turbo.

Em nosso caso, nós conseguimos aumentar o clock base do processador apenas para 110 MHz, mas em compensação nós aumentamos o multiplicador de clock do primeiro e do segundo núcleo do processador para x42 (fazendo com que eles rodassem a 4,62 GHz, um aumento de 32% em relação ao clock padrão de 3,5 GHz e um aumento de 18% em relação ao clock turbo padrão), aumentamos o multiplicador do terceiro núcleo para x41 (fazendo com que ele rodasse a 4,51 GHz, um aumento de 29% em relação ao clock padrão e um aumento de 16% em relação ao clock turbo padrão) e o aumentamos o multiplicador de clock do quarto núcleo para x40 (fazendo com que ele rodasse a 4,4 GHz, um aumento de 26% em relação ao clock padrão e um aumento de 13% em relação ao clock turbo padrão).

Para conseguir esses valores, nós aumentamos a tensão principal do processador (Vcc ou “Vcore”) de 1,1 V para 1,2 V, a tensão de entrada e saída do processador (VTT) de 1,05 V para 1,10 V e a tensão PLL do processador de 1,8 V para 1,9 V.

Como sempre dizemos, com mais tempo e paciência é provável que você obtenha resultados melhores do que os nossos.

Conclusões

Não pense duas vezes se você estava pensando em comprar um Core i7-2600K: o novo Core i7-3770K  custa a mesma coisa e mais rápido..

Mas é muito importante entender que este processador é voltado para usuários que realmente vão tirar proveito do poder computacional extra: nós estamos falando aqui de profissionais que usam o computador para edição de áudio e vídeo e renderização 3D. Se você quer montar uma máquina topo de linha para jogos, você pode economizar uma grana considerável comprando um processador Core i5. Como você pode ver em nossos testes, se você tem um processador topo de linha, você não notará diferença de desempenho se comprar um modelo mais caro e mais rápido. Isto acontece porque a placa de vídeo é o componente que dita o desempenho em jogos em micros topo de linha, considerando que você tem uma placa de vídeo intermediária ou topo de linha, obviamente. Portanto, é mais negócio optar por um processador mais barato e investir mais dinheiro em uma placa de vídeo mais potente.

Além disso, se você é um usuário comum em busca de desempenho extra, em nossa opinião o Core i5 lhe oferecerá uma melhor relação custo/benefício.

Originalmente em http://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-dos-Processadores-Core-i7-3770K-vs-AMD-FX-8150-e-Core-i7-2600K/2542

© 1996-2014, Clube do Hardware - Todos os direitos reservados.

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.clubedohardware.com.br), no fórum de discussões (http://forum.clubedohardware.com.br), no boletim de notícias enviado por e-mail e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).

Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, em nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).

Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião do Clube do Hardware e de sua direção.

Ao acessar o nosso site ou nossa página em redes sociais, você está ciente e concorda com os termos acima.

";