O Básico Sobre TVs de Alta Definição (HDTV)
28/07/2006 às 12h30min por em Vídeo

Introdução

Atualmente as pessoas interessadas em entretenimento digital são constantemente bombardeadas com o termo “HDTV”. Estudos confirmam que a maioria das pessoas não sabe o que é HDTV, muito menos os benefícios de ter uma televisão de alta definição em sua casa..

Mas, o que é exatamente HDTV? De onde ela vem? Mais importante, como eu adquiro uma? Mesmo que você saiba as respostas para essas perguntas comuns, este tutorial pode ser muito útil.

Uma Advertência

O que muitas vezes é chamado de “HD” no mercado nem sempre é o que parece ser. Por exemplo: você acaba de comprar uma incrível TV LCD com resolução de 1024x768. Será que agora você está no paraíso da alta definição? Tecnicamente a resposta é não. Na verdade, sua dispendiosa TV tem 135.168 pixels a menos do que os 1280x720 pixels (1280 pixels na horizontal e 720 pixels na vertical) exigidos pelo padrão oficial de TV de alta definição (HDTV).

Nesta série de artigos definindo a HDTV daremos uma olhada nos três principais critérios para um sistema de alta definição: resolução, som e programação. Neste tutorial falaremos sobre resolução, talvez o elemento mais importante da alta definição.

Resolução HDTV

Uma imagem é projetada em uma tela linha por linha e ponto por ponto. O modo como a imagem é criada na tela depende do tipo de tecnologia usada – CRT, LCD, plasma, etc – no entanto, o número de pontos usados para constituir a imagem é o que realmente importa quando falamos de HDTV.

O termo resolução é usado para descrever a quantidade de informação que a tela pode mostrar. No caso da tela das TVs, a resolução é normalmente dita em termos da quantidade de linhas que ela pode mostrar.

A maioria das TVs nos Estados Unidos e no Brasil é desenvolvida para mostrar 480 linhas verticais (na verdade o número de linhas é um pouco maior, mas apenas cerca de 480 linhas são mostradas na tela). Esta é a forma como as estações de TV transmitem seus sinais por mais de 50 anos. Isto é, na verdade, um padrão definido pela National Television Systems Committee, conhecida como NTSC (o sistema PAL-M adotado no Brasil funciona de forma idêntica; a diferença básica entre NTSC e PAL-M é como a cor é produzida). Isto também é normalmente chamado de Definição Padrão (Standard Definition ou SD).

Uma TV de alta definição (HDTV) tem mais linhas do que uma convencional: pelo menos 720 linhas, para sermos exatos. Portanto, uma TV de alta definição tem uma resolução maior do que as TV convencionais. A maior resolução de alta definição – pelo menos até agora – é de 1.080 linhas.

Portanto, você tem uma definição padrão e uma alta definição, mas e o meio termo? Os comitês padronizadores também trataram disto. A definição aprimorada (Enhanced Definition ou ED) habita entre a definição padrão e a alta definição, com apenas 480 linhas de resolução. O ED é extremamente popular entre compradores de TV de plasma – na verdade o EDTV atualmente representa a maioria das TV de plasma vendida nos EUA. A razão é simples: as telas ED são mais baratas.

Você pode está se perguntando: se a definição padrão e a definição aprimorada consistem de 480 linhas, em que esta segunda é melhor? A resposta está na maneira em que as linhas são desenhadas, ou varridas na tela. Existem dois métodos: entrelaçada ou progressiva. A definição padrão é feita de até 480 linhas entrelaçadas (também conhecida como 480i), enquanto que a definição aprimorada usa 480 linhas progressivas (480p).

A varredura progressiva desenha cada linha da imagem em seqüência, criando uma imagem nítida, completa e sem cintilação (flicker). A varredura entrelaçada é um método que varre primeiro as linhas pares e depois repete o processo de varredura para as linhas ímpares. Este é um método eficiente e econômico para enviar informações através de ondas de TV, mas que oferece uma qualidade de imagem inferior ao da varredura progressiva.

Tecnologias e Resoluções

A resolução pode ser expressa em linhas, mas com tecnologias digitais tais como LCD, plasma e televisões de microdisplay, é mais comum medirmos a resolução em pixels. Pixels são pequenos pontos coloridos que ordenados formam uma imagem na TV. Como os pixels são organizados em um padrão de grade, o número de linhas na horizontal é igual ao número de pixels em uma linha na vertical, e vice versa. Por exemplo: se existem 480 pixels dispostos horizontalmente na tela, a tela terá 480 linhas na vertical. Da mesma forma, se existem 640 pixels dispostos verticalmente, a tela terá o número de linhas na horizontal.

A maioria dos formatos HDTV é geralmente referenciada pelo número de linhas na vertical – e se essas linhas utilizam varredura entrelaçada ou progressiva – ou seja, 480p, 1.080i, etc. No entanto, o número de pixels na horizontal também importa. Em geral, quanto maior o número de pixels melhor é a imagem.

Em termos práticos, certos tipos de TVs tendem a ter certos níveis de resolução, como os seguintes:

  • TVs de CRT: As TVs de CRT (Tubos de Raios Catódicos) na realidade não dividem suas linhas horizontais varridas em pixels. Por esta razão, a maioria dos fabricantes de TVs CRT não divulga a real resolução nativa em sua documentação. Em geral, a tecnologia CRT é capaz de fornecer vídeo de alta definição. Alguns tubos de TVs podem até mesmo mostrar resolução completa de 1.080p. No entanto, o processo de que imagens são criadas é essencialmente analógico, e fazer uma comparação realista entre uma tela de CRT com uma tecnologia realmente digital (como plasma, LCD ou TVs de projeção microdisplay, por exemplo) é muito difícil.
  • TVs de LCD: Entre as TVs digitais, as TVs LCD de tela plana (tela de cristal líquido) vêm com uma variedade enorme de resoluções. Na verdade, no mercado norte-americano podemos encontrar 11 variedades diferentes de resoluções de TV LCD. O tipo mais comum – 56% de todas as TVs vendidas lá – é a de resolução 1366x768, oferecendo 720p de alta definição com pixels extras. Existem 27 fabricantes que atualmente oferecem TVs de LCD com resolução nativa de 1366x768 na maioria das cadeias de loja dos EUA (fonte: Current Analysis).

Resoluções TV de LCD HD/ED/SD
1920x1080 HD (1080p)
1280x1024 HD (720p)
1440x900 HD (720p)
1366x768 HD (720p)
1280x768 HD (720p)
1280x720 HD (720p)
1024x1024 ED (480p)
1024x768 ED (480p)
800x600 ED (480p)
640x480 ED (480p)
480x240 SD (480i)

  • TVs de Plasma: Essas TVs são vendidas com 37 polegadas, podendo chegar até 100 polegadas em determinados modelos. Elas também tendem a ser menores e com mais opções de resoluções. Isto acontece em parte porque existem poucos fabricantes de componentes para TVs de plasmas no mundo, e por isso a tendência de uma maior padronização no tamanho da tela bem como na resolução. Enquanto que as TVs de plasma com resolução de 1080p (1920x1080 pixels) são produzidas em pequenas quantidades, nenhuma foi oferecida ainda para o mercado norte-americano. Assim como acontece com as TVs de LCD, a resolução de tela mais comum para as TVs de plasma é 1366x768.

Resoluções TV de Plasma HD/ED/SD
1366x768 HD (720p)
1365x768 HD (720p)
1280x768 HD (720p)
1024x1024 ED (480p)
1024x768 ED (480p)
1024x720 ED (480p)
640x480 ED (480p)
852x480 ED (480p)

  • TVs de projeção (RPTVs): Algumas TVs de projeção utilizam tecnologia CRT para gerar a imagem na tela, e portanto estão sujeitas às mesmas questões da resolução analógica das telas CRT descritas acima. Todos as outras TVs de projeção confiam na tecnologia de microdisplay, tais como LCD, DLP ou LcoS. Um sistema com projeção baseado em LCD contém pequenos painéis LCD. Essas minúsculas partículas de cristal líquido na tela mudam constantemente bloqueando e permitindo a passagem da luz, ligando e desligando os pixels para criar a imagem na tela. Originalmente o DLP significava Processamento Digital de Luz (Digital Light Processing), uma tecnologia criada pela Texas Instruments. Esta tecnologia utiliza um processador com milhões de minúsculos espelhos centrais que criam os pixels direcionando a luz para dentro ou para a fora da tela. A tecnologia LCoS é um sistema híbrido baseado nas tecnologias LCD e DLP, combinando as melhores qualidades dessas duas tecnologias.

Resoluções tela RPTV HD/ED/SD
1920x1080 HD (1080p)
1386x788 HD (720p)
1366x768 HD (720p)
1280x720 HD (720p)

Conclusões

Enquanto que o 1080p (mínimo de 1920x1080 pixels) é atualmente o supra-sumo da resolução HDTV, não existe na verdade muito benefício em ter uma TV chamada “verdadeiramente de alta resolução” no momento. O problema é que as redes de televisão no EUA estão oferecendo conteúdo nativo em 1080p. Algumas TVs têm recursos para expandir sinais de baixa resolução para usar todos os 2,07 milhões de pixels. Novas fontes de vídeo estão em um caminho que promete eventualmente fornecer conteúdo 1080p nativo – como a próxima geração de aparelhos de DVD de alta definição e o PlayStation 3 da Sony. No meio tempo, consumidores precisam decidir se vale a pena pagar mais para comprar uma TV 1080p “protegida contra mudanças no futuro” agora ou esperar até que eles tenham acesso a fontes de vídeo que realmente colocarão suas TVs funcionando com todo o seu potencial.

Uma análise final, alta resolução definitivamente parece muito bom no papel, mas seus olhos podem realmente perceber a diferença entre uma tela de 1280x720 ou uma de 1366x768? A resposta depende da pessoa.

Em futuros artigos falaremos mais sobre essas questões que definem a experiência de alta definição, incluindo programação de alta definição e áudio multicanais.

Originalmente em

© 1996-2015, Clube do Hardware - Todos os direitos reservados.

É expressamente proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo e dos textos disponíveis no site principal (http://www.clubedohardware.com.br), no fórum de discussões (http://forum.clubedohardware.com.br), no boletim de notícias enviado por e-mail e em nas nossas páginas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.), seja através de mídia eletrônica, impressa ou qualquer outra forma de distribuição, mesmo citando a fonte e colocando link para o artigo original. Os infratores serão indiciados e punidos com base nas leis nº 9.610 de 19/02/1998 (Brasil), Digital Millenium Copyright Act (DMCA) (EUA) e diretiva 2001/29/EC (União Européia).

Não nos responsabilizamos por danos materiais e/ou morais de qualquer espécie promovidos pelo uso das informações contidas em nosso site, em nosso fórum de discussões, em nosso boletim de notícias ou em publicações feitas em redes sociais (Facebook, Twitter, YouTube etc.).

Opiniões emitidas por usuários e moderadores não necessariamente refletem a opinião do Clube do Hardware e de sua direção.

Ao acessar o nosso site ou nossa página em redes sociais, você está ciente e concorda com os termos acima.