• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

Gabriel Torres

Administradores
  • Total de itens

    6.547
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

3.857

Sobre Gabriel Torres

  • Data de Nascimento 07-07-1974

Informações gerais

  • Cidade e Estado Austrália
  • Sexo Masculino

Outros

  • Biografia Editor executivo do Clube do Hardware
  1. @William Andrade Batista Perfeito, vou pensar em algo nesse sentido. Abraços.
  2. @orieva Estou ainda para preparar um novo tutorial em relação a isso, pois mudamos a plataforma e as opções realmente estão agora em locais diferentes do que talvez você esteja acostumado. Respondendo especificamente às suas perguntas. Para usar o fórum, no geral, basta "entrar" no setor referente à sua dúvida e clicar no botão "Novo Tópico". Outra forma de fazer isto é clicando lá no topo da página em "+ Postar" e selecionar o setor. Para ver todos os seus tópicos: passe o mouse lá no topo em "Atividades" e a opção "Conteúdo que criei" aparecerá. Espero ter ajudado, se tiver qualquer outra dúvida de como usar o fórum, é só postar aqui que a gente explica. Abraços!
  3. @Triumvirat muito obrigado por sua contribuição; só veio a somar à discussão. Abraços!
  4. Corrigido, obrigado por me avisar sobre este erro!
  5. @Helton Carvalho Amorim Infelizmente o PayPal não oferece opção de parcelamento. Abraços.
  6. @aphawk sempre que marcam o meu nome em algum post, eu vejo, pois aparece a notificação do fórum; nestes casos, eu sempre tento, dentro do possível, dar uma atenção pessoal. Abraços!
  7. @alexandre.mbm estamos discutindo internamente o seu tópico e em breve voltaremos com uma resposta. Como sempre, obrigado por sua participação. Obs: estou fechando o tópico temporariamente enquanto debatemos as ideias.
  8. Pessoal, Gostaria de agradecer a todos os comentários, que estão sendo de alto nível e enriquecendo muito o debate. Vi que vocês gostaram da ideia do "video editorial" e devo gravar então mais vídeos deste tipo. Como disse um pouco mais acima, os comentários de vocês me fizeram pensar em alguns pontos que eu deixei de fora no vídeo e com isso, penso em fazer uma "continuação" para debatê-los. Estou apenas agora coletando dados para confirmar minha opinião e não falar besteira... Então aguardem que possivelmente semana que vem tem mais! Abraços, Gabriel.
  9. @drugger @William Andrade Batista Eu movi os posts de vocês para um tópico próprio, pois vocês estão dando sugestões para o Clube do Hardware que não tem a ver com o video editorial em questão. Agradeço as sugestões e vou tentar ser o mais didático possível. O caminho do YouTube é um que não seguiremos, pois os vídeos do YouTube pagam muito pouco, além de vídeos darem muito mais trabalho e tomarem mais tempo do que artigos "tradicionais". Assim, o nosso ganho por hora trabalhada é muito maior no formato tradicional do que no YouTube. Só é possível ganhar dinheiro com o YouTube se você já tiver uma quantidade gigantesca de assinantes, e nenhum canal de tecnologia consegue atrair uma quantidade grande de assinantes (já canais de humor e gatos...) Eu fiz um vídeo onde explico toda essa questão em mais detalhes: Porém, compreendo que o formato de vídeo é bacana e a minha ideia é fazer pelo menos mais editoriais em vídeo, pois é uma oportunidade de eu expressar as minhas ideias e ponto de vista de uma maneira mais clara e mais interativa, e, se tivermos tempo e disponibilidade, a execução de alguns vídeos técnicos também. Mas espero que entendam que o dia só tem 24 horas e não temos como fazer tudo aquilo que vocês sugerem. Fazemos o que é possível dentro do nosso tempo disponível e dentro do nosso orçamento, que caiu assustadoramente nesses últimos três anos. Hoje operamos com um faturamento de apenas 25% do que tínhamos há quatro anos. Isso também limita muito o que podemos fazer. Este ano, conforme eu já havia comentado em um outro canto, eu vou investir em cursos on-line feitos pessoalmente por mim. Estou muito confiante que este sistema resolverá os problemas financeiros que estamos enfrentando e nos ajudará a ter mais conteúdo "de graça" no Clube do Hardware, ao passo que ampliará os conhecimentos dos usuários querendo pagar para terem um aprendizado de qualidade. Quanto ao sistema VIP, eu entendo perfeitamente o que você fala. Mas entenda que o sistema VIP foi feito para atender às pessoas que falavam para a gente que o nosso site ajudou muito, e eles queriam fazer uma doação financeira. Então o objetivo inicial foi criar um mecanismo para essas doações serem efetuadas. Nunca foi nosso objetivo "ganhar dinheiro" com esse sistema. Já em relação às suas sugestões editoriais (isto é, do que podemos falar e abordar), eu estou pedindo ao @Rafael Coelho para dar uma lida e responder aqui, pois há coisa boa ali. Ele está de férias no momento, portanto peço um pouco de paciência pois ele deve demorar um pouco para responder aqui. Por fim, apesar de eu não ter postado nenhum anúncio oficial, vocês devem ter percebido que eu reduzi muito o número de artigos que eu escrevo. Isso foi feito porque depois de 20 anos trabalhando no Clube do Hardware, escrevendo livros, etc, eu me acometi da "síndrome de burn-out" e com isso deleguei ao Rafael Coelho toda a parte editorial do site. Eu pego alguns artigos aqui e ali para escrever, mas eu estou hoje em uma posição mais de supervisão do site/fórum. Peço desculpas pela longa mensagem, mas achei que as explicações que eu dei acima seriam de interesse de todos os usuários mais antigos. Abraços, Gabriel.
  10. @Nihal Pois é, e o suporte da plataforma é muito chatinho, se eles não conseguem reproduzir um bug, respondem somente com "Não conseguimos reproduzir o bug"...
  11. @Nihal Você é D+, já te disse isto? Obrigado! É que com tanto pepino para eu resolver do meu lado, se puder me ajudar com isso me dando um passo a passo que dê para os desenvolvedores reproduzirem isto do lado deles, agradeço!
  12. @alexandre.mbm Não entendi muito bem a sugestão, mas se postar lá na área de sugestões eu posso avaliar melhor até para não mudar o foco do assunto original deste tópico: http://www.clubedohardware.com.br/forums/forum/26-comentários-elogios-críticas-e-sugestões-sobre-o-clube-do-hardware/
  13. @dwatashi Exatamente. Veja o caso da Telemar, atual Oi, com dividas de bilhões e pedindo socorro ao governo. Fora a história mal contada de ela ter investido milhões em uma empresa de games (que, até onde eu saiba, não produziu nada) do filho do ex-presidente. É impressionante como no Brasil um cara compra um monopólio, recebe ajuda do governo e ainda assim consegue quebrar a empresa.
  14. @Nihal Teria de desligar o Wi-Fi ou remover o cabo de rede e depois re-encaixá-lo para ver se o problema ocorre... kkk
  15. @Adilsonex @dwatashi Vocês tocaram em um ponto que eu não havia pensado em incluir no vídeo. O custo no Brasil é mais alto do que nos países de primeiro mundo justamente porque os equipamentos são importados e, logo, o custo da infraestrutura é pelo menos 2x maior do que em países desenvolvidos (fora que lá fora a taxa de juros para financiar as empresas a comprarem esses equipamentos é muito inferior) e os impostos pornográficos brasileiros. Serviços de telecomunicações têm um ICMS de 25% a 37%, dependendo do estado, o que é um absurdo. Com isso, de acordo com a consultoria Teleco, entre 30% e 42% da sua conta de telecomunicações vai para o governo: http://www.teleco.com.br/tributos.asp E o que o governo faz com esse dinheiro? Teoricamente seria para investir em infraestrutura, né?