• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

Rafael Coelho

Moderadores
  • Total de itens

    8.574
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    100%

Reputação

1.156

Sobre Rafael Coelho

  • Data de Nascimento 23-08-1972

Informações gerais

  • Cidade e Estado Pelotas/RS
  • Sexo Masculino

Outros

  • Biografia Editor-chefe do Clube do Hardware
  1. Depende da utilidade que você quer. Já leu o teste do Core i7-6950X? http://www.clubedohardware.com.br/artigos/processadores/teste-do-processador-core-i7-6950x-r36604/
  2. Tópico para a discussão do seguinte conteúdo publicado no Clube do Hardware: Placa-mãe ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 "A ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 é uma placa-mãe soquete AM4, voltada para os processadores Ryzen e baseada no chipset X370. Vamos analisar esta placa cujo foco é a relação custo/benefício." Comentários são bem-vindos. Atenciosamente, Equipe Clube do Hardware http://www.clubedohardware.com.br
  3. Placa-mãe ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4

    Vamos dar uma olhada na ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4, uma placa-mãe intermediária superior usando o novo soquete AM4, para processadores AMD Ryzen, baseada no chipset AMD X370. Confira! O AMD X370 é o chipset topo de linha para o soquete AM4, utilizado pelos novos processadores Ryzen e pelas futuras APUs (processadores com vídeo integrado) de sétima geração da AMD. O X370 difere-se do chipset intermediário para esta plataforma, o B350, pelo maior número de pistas PCI Express 2.0 (oito, contra seis do B350), de portas USB 3.0 (seis no X370 e duas no B350) e de portas SATA-600 (oito no X370 e seis no B350). Outra características do X370 é a divisão das 16 pistas PCI Express 3.0 em dois slots (configuração x8/x8). Assim, o X370 é voltado a sistemas com uma ou duas placas de vídeo. Ambos os chipsets oferecem duas portas USB 3.1 (agora rebatizadas de USB 3.1 Geração 2), suporte a overclock e RAID 0, 1 e 10. Você pode conferir a placa-mãe ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 na Figura 1. Ela usa o padrão ATX, medindo 305 x 244 mm. Figura 1: placa-mãe ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 É importante lembrar que, na plataforma AM4, apenas as linhas PCI Express controladas pelo processador (24 ao todo, 16 para placa(s) de vídeo, quatro para um slot M.2 e quatro para comunicação com o chipset) são padrão PCI Express 3.0; as linhas PCI Express controladas pelo chipset são padrão 2.0. A ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 vem com dois slot PCI Express 3.0 x16 e quatro slots PCI Express 2.0 x1. Os dois slots PCI Express 3.0 x16 dividem as pistas, de forma que, se o segundo slot estiver vago, o primeiro funcionará na velocidade x16, mas se ambos estiverem ocupados, trabalharão na velocidade x8/x8. Há ainda dois slots M.2 até 2280. O primeiro suporta SSDs SATA-600 ou PCI Express 3.0 x4, enquanto o segundo suporta conexões SATA-600 ou PCI Express 2.0 x2. Há ainda um terceiro slot M.2, padrão 2230, para instalação de placa de rede sem fio. A placa-mãe suporta a tecnologia SLI e CrossFire com até duas placas de vídeo. Os dois slots PCI Express x16 são cobertos por uma armadura metálica que ajuda a reduzir interferências eletromagnéticas, além de aumentar a resistência mecânica dos slots. Figura 2: slots Os processadores AMD têm um controlador de memória embutido, o que significa que é o processador, e não o chipset, que define que tecnologia e qual a quantidade máxima de memória que pode ser instalada. A placa-mãe, porém, pode ter uma limitação de quanta memória pode ser instalada. O controlador de memória dos processadores soquete AM4 suporta memórias DDR4 até 2.667 MHz (dependendo da configuração dos módulos de memória). De acordo com a ASRock, a Fatal1ty X370 Gaming K4 suporta memórias de até 2.933 MHz em overclock. A Fatal1ty X370 Gaming K4 tem quatro soquetes de memória. De acordo com a ASRock, esta placa-mãe suporta até 64 GiB se você utilizar quatro módulos de 16 GiB. Para habilitar o modo de dois canais, você deve instalar dois ou quatro módulos de memória. Quando instalar dois módulos de memória, você deve instalar um módulo no primeiro soquete e o outro módulo no terceiro soquete (e não no segundo). Figura 3: soquetes de memória; instale dois ou quatro módulos para máximo desempenho O chipset AMD X370 é uma solução de chip único. Ele oferece oito portas SATA-600, suportando RAID (0, 1 e 10). A Fatal1ty X370 Gaming K4 traz seis destas portas (as outras duas portas são direcionadas aos slots M.2). As portas SATA são instaladas na borda da placa-mãe e rotacionadas em 90 graus, conforme podemos ver na Figura 4, de forma que não sejam bloqueadas por placas de vídeo. Figura 4: as seis portas SATA-600 controladas pelo chipset O chipset AMD X370 suporta seis portas USB 2.0, seis portas USB 3.0 (também chamadas de USB 3.1 Geração 1) e duas portas USB 3.1 Geração 2. Há ainda quatro portas USB 3.0 controladas diretamente pelo processador. A ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 oferece quatro portas USB 2.0, disponíveis através de dois conectores localizados na placa-mãe. Ela também oferece dez portas USB 3.0, seis no painel traseiro da placa-mãe e quatro disponíveis através de dois conectores na placa-mãe. Ainda há duas portas USB 3.1 no painel traseiro, uma tipo A e uma tipo C. A ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 não suporta portas FireWire nem Thunderbolt. Esta placa-mãe traz um circuito de áudio topo de linha. Ela utiliza um codec Realtek ALC1220, que fornece áudio 7.1 com relação sinal/ruído de 120 dBA nas saídas analógicas. Infelizmente nós não encontramos mais informações sobre este codec. Toda a seção de áudio é fisicamente separada dos outros circuitos, o que reduz a interferência e ajuda o circuito de áudio a atingir suas relações sinal/ruído nominais. Todos os capacitores desse circuito são modelos específicos para áudio do fabricante japonês Nichicon. As saídas de áudio são independentes e usam conectores banhados a ouro, e a placa-mãe também vem com saídas de áudio SPDIF óptica. O circuito de áudio da Fatal1ty X370 Gaming K4 também utiliza um amplificador para fones de ouvido TI NE5532. A Figura 5 mostra a seção de áudio da placa-mãe, com a cobertura plástica removida. Figura 5: circuito de áudio da placa-mãe A placa-mãe analisada tem uma porta Gigabit Ethernet controlada por um chip Intel i211AT. Na Figura 6 podemos ver o painel traseiro da placa-mãe, com o espaço para antenas Wi-Fio, conectores PS/2 para teclado e mouse, uma porta HDMI, quatro portas USB 3.0, duas portas USB 3.1 (uma tipo A e uma tipo C), uma porta Gigabit Ethernet, mais duas portas USB 3.0, saída SPDIF e conectores de áudio analógico. Note que esta placa-mãe possui saída de vídeo, para ser utilizada com as futuras APUs (que é como a AMD chama seus processadores com vídeo integrado) soquete AM4, mas no caso de uso de processadores Ryzen, ela não tem utilidade, pois estes não trazem vídeo integrado. Figura 6: painel traseiro da placa-mãe Uma característica da Fatal1ty X370 Gaming K4 é a presença de LEDs RGB em torno do dissipador do chipset. A cor e mesmo o padrão de mudança na iluminação pode ser configurado por meio de um programa. Há saídas para conectar fitas de LEDs RGB, bem como coolers com iluminação RGB. A Fatal1ty X370 Gaming K4 tem um mostrador de dois dígitos que informa o código de erro do POST caso haja algum problema na inicialização. Figura 7: mostrador de código de erro Na Figura 8, podemos ver os acessórios que acompanham a Fatal1ty X370 Gaming K4. Figura 8: acessórios O circuito regulador de tensão do processador da ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 utiliza 12 fases para o processador, com projeto digital. O regulador de tensão é controlado por um chip IR35201. Cada fase usa um transistor SM4336NSKP (SM4336) e um transistor SM4337NSKP (SM4337). O circuito regulador de tensão é mostrado na Figura 9. Figura 9: Circuito regulador de tensão A ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 usa capacitores eletrolíticos sólidos japoneses "12K Black" da Nichicon. As bobinas desta placa-mãe são de ferrite com especificação de 45 A. Se você quer aprender mais sobre o circuito regulador de tensão, leia o nosso tutorial sobre o assunto. A placa-mãe analisada tem várias opções de overclock. Abaixo, nós listamos as mais importantes (BIOS L1.55): Tensão do processador: de 0,900 V a 2,500 V em incrementos de 0,00625 V Tensão VDDCR_SOC: de 0,900 V a 2,500 V em incrementos de 0,00625 V Tensão da memória: de 1,200 V a 1,500 V em incrementos de 0,005 V Tensão VTT_DDR: de 0,500 V a 0,750 V em incrementos de 0,010 V Tensão V_PROM 2,5V: de 2,000 V a 3,00 V em incrementos de 0,020 V Tensão +1,8V: de 1,700 V a 3,000 V em incrementos de 0,050 V Tensão VDDP: de 0,420 V a 1,560 V em incrementos de 0,010 V Tensão V_PROM 1,05 V: de 0,950 V a 1,250 V em incrementos de 0,010 V Tensão VPPM: de 2,4 V a 2,7 V em incrementos de 0,1 V Figura 10: opções de overclock Figura 11: ajustes de tensão Figura 12: opções de temporização da memória As principais especificações da ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 incluem: Soquete: AM4 Chipset: AMD X370 Super I/O: Nuvoton NCT6779D ATA Paralela: nenhuma ATA Serial: seis portas SATA-600, controladas pelo chipset (RAID 0, 1 e 10) SATA externa: nenhuma USB 2.0: quatro portas USB 2.0, disponíveis em dois conectores na placa-mãe USB 3.0 (USB 3.1 Gen 1): dez portas USB 3.0, seis no painel traseiro e quatro disponíveis em dois conectores na placa-mãe USB 3.1 (USB 3.1 Gen 2): duas portas USB 3.1 (uma tipo A e uma tipo C) no painel traseiro FireWire (IEEE 1394): nenhuma Thunderbolt: nenhuma Vídeo on-board: saída HDMI (produzido pelo processador, se disponível) Áudio on-board: produzido por um chip Realtek ALC1220 (7.1 canais, relação sinal/ruído de 120 dB para as saídas, sem mais informações disponíveis), saída SPDIF óptica on-board Rede on-board: uma porta Gigabit Ethernet controlada por um chip Intel i211AT Buzzer: não Interface infravermelha: não Fonte de alimentação: EPS12V Slots: dois slots PCI Express 3.0 x16 (trabalhando em x16/x0 ou x8/x8), quatro slots PCI Express 2.0 x1, um slot M.2 SATA-600/PCI Express 3.0 x4 e um slot M.2 SATA-600/PCI Express 2.0 x2 Memória: quatro soquetes DDR4-DIMM (até DDR4-2933, máximo de 64 GiB) Conectores para ventoinhas: dois conectores de quatro pinos para o cooler do processador e três conectores de quatro pinos para ventoinhas auxiliares Recursos extras: iluminação RGB, mostrador de dois dígitos para códigos de erro do POST Número de CDs/DVDs fornecidos: um Programas incluídos: utilitários da placa-mãe Mais informações: http://www.asrock.com Preço médio nos EUA*: US$ 155 * Pesquisado na Newegg.com no dia da publicação deste artigo. A ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 é uma placa-mãe muito completa para processadores Ryzen. Basicamente ela é uma versão mais econômica da ASRock X370 Taichi, que é uma placa-mãe topo de linha. Os únicos quesitos onde a X370 Gaming K7 difere da X370 Taichi são no número de portas SATA-600 (seis na Gaming K4, dez na Taichi) e no regulador de tensão, com 12 fases na Gaming K4 contra 16 fases na X370 Taichi. Apesar disso, ela traz todos os recursos do chipset topo de linha para a plataforma AM4 (o X370), como as dez portas USB 3.0, duas portas USB 3.1, oito portas SATA-600 (duas delas disponíveis nos slots M.2), bem como a compatibilidade com SLI e CrossFire com duas placas de vídeo. As limitações que existem na placa, como o fato de os demais slots PCI Express serem padrão 2.0 e não 3.0 são características da plataforma: você não encontrará placas-mãe AM4 com vários slots PCI Express 3.0 x16, pelo menos por enquanto. A seção de áudio da placa-mãe é topo de linha e vai satisfazer até mesmo os mais exigentes, com seu codec com alta relação sinal/ruído e saídas analógicas com conectores banhados a ouro, além do amplificador para fone de ouvido e a separação física do restante dos circuitos da placa-mãe para a diminuição do nível de ruído. Assim, a ASRock Fatal1ty X370 Gaming K4 é uma placa-mãe com excelente relação custo/benefício para quem deseja montar um computador intermediário ou topo de linha baseado em um processador Ryzen.
  4. Obrigado Yuri! Críticas construtivas são sempre bem-vindas. Como você mesmo disse, o que pega é o tempo. Na prática temos que escolher entre postar um ou dois artigos deste jeito por semana, ou postar um artigo mais completo (com testes de overclock, análise de temperatura e ruído) a cada duas ou três semanas. Daí acabamos escolhendo a primeira alternativa. Quanto ao equipamento, infelizmente não temos o equipamento completo. O Gabriel tinha o equipamento (osciloscópio e wattímetro) quando morava nos EUA. Aqui no Brasil, até temos um wattímetro, mas está adaptado apenas para medir o consumo no conector auxiliar, o que não nos dá o consumo total da placa, seria necessário um expansor de slot com outro wattímetro acoplado a ele, que nós não temos ainda.
  5. Fica claro no resultado que o Rise of the Tomb Raider tem algum problema de otimização que o faz render muito menos nos Ryzen, já que a diferença neste jogo destoou de todos os outros.
  6. Só faria sentido fazer teste acústico ou de temperatura se tivéssemos outras placas de vídeo com o mesmo chip, mas de fabricantes diferentes, com coolers diferentes. Daí poderíamos fazer um comparativo de temperaturas e ruído. Mas já é complicado conseguir UMA placa de vídeo, imagina tentar conseguir uma de cada fabricante... Nossos testes têm como foco verificar o desempenho do chip de vídeo, e não comparar as características dos diferentes modelos que usam o mesmo chip. Assim, não se trata de estar "incompleto", mas de que este não é o nosso foco neste tipo de teste.
  7. Usar fps mínimo poderia ser interessante para detectar gargalos de processador, mas infelizmente torna o teste menos preciso. Um exemplo: no teste A, tudo corre normalmente. No teste B, no meio do teste o windows resolve buscar alguma atualização, ou o antivírus começa a fazer alguma verificação, e algum bug faz uma dessas aplicações em segundo plano darem uma travada de meio segundo: pronto, já é motivo para o teste B sair-se muito pior do que o A no quesito fps mínimo, mesmo que o B seja um hardware melhor e mais rápido. Por isso não utilizamos o fps mínimo.
  8. Tópico para a discussão do seguinte conteúdo publicado no Clube do Hardware: Teste da placa de vídeo Radeon RX 580 de 8 GiB da XFX (RX-580P8DFD) "Testamos a Radeon RX 580 de 8 GiB da XFX (RX-580P8DFD), nova placa de vídeo topo de linha da AMD, com 2.304 núcleos e clock base de 1.366 MHz, que concorre contra a GeForce GTX 1060 de 6 GiB. Qual das duas é mais rápida? Confira!" Comentários são bem-vindos. Atenciosamente, Equipe Clube do Hardware http://www.clubedohardware.com.br
  9. Testamos hoje a mais nova placa de vídeo topo de linha com chip gráfico da AMD, a Radeon RX 580, representada em nossa análise pelo modelo RX-580P8DFD da XFX, com 8 GiB de memória de vídeo. A Radeon RX 580 é baseada no núcleo “Ellesmere”, o mesmo já utilizado na Radeon RX 480. Ela é fabricada sob processo de 14 nm, com transistores tridimensionais, também chamados “FinFET”, como na geração anterior. Assim como o utilizado pela RX 480, o chip utilizado pela Radeon RX 580 tem 2.304 núcleos, divididos em 36 unidades computacionais (“compute units”), e possui barramento de memória de 256 bits. Seus clocks padrão, porém, são mais altos: clock base de 1.257 MHz e clock “boost” de 1.340 MHz, e seu TDP, 185 W. Existem versões de 4 GiB e 8 GiB de memória, rodando a 8 GHz. Segundo a AMD, ela suporta as tecnologias FreeSync, Vulkan, VR Premium e é compatível com DirectX 12. Além disso, esta nova geração vem com o recurso "Radeon Chill", que utiliza algoritmos nos drivers para reduzir o consumo de energia sem diminuir o desempenho. O modelo que testamos da XFX (RX-580P8DFD) traz clocks mais altos do que os originais sugeridos pela AMD: clock base de 1.366 MHz e clock turbo de 1.386 MHz. A memória de vídeo também recebeu um pequeno overclock de fábrica, trabalhando a 8,1 GHz no modo boost. A Figura 1 mostra a visão geral da XFX Radeon RX 580. A moldura do cooler é de plástico, mas tem um acabamento imitando fibra de carbono. Figura 1: a XFX Radeon RX 580 de 8 GiB Custando nos EUA a partir de US$ 230 (nas versões mais simples), a Radeon RX 580 chega ao mercado na mesma faixa de preço de sua antecessora, a Radeon RX 480, e no mesmo preço de sua concorrente direta, a GeForce GTX 1060 de 6 GiB. Assim, fizemos nossos testes de desempenho comparando a XFX Radeon RX 580 com estas duas placas de vídeo. Na tabela abaixo, comparamos as principais especificações das placas de vídeo incluídas em nosso comparativo. Os preços foram pesquisados na Newegg.com no dia da publicação do teste. Placa de vídeo Clock dos núcleos Clock turbo Clock da memória (efetivo) Interface de memória Taxa de transferência da memória Memória Núcleos de processamento TDP DirectX Preço Radeon RX 580 (XFX RX-580P8DFD) 1.366 MHz 1.386 MHz 8,0 GHz 256 bits 256 GB/s 8 GiB GDDR5 2.304 185 W 12 US$ 280 GeForce GTX 1060 6 GiB FE 1.506 MHz 1.708 MHz 8,0 GHz 192 bits 192 GB/s 6 GiB GDDR5 1.280 120 W 12.1 US$ 230 Radeon RX 480 1.120 MHz 1.266 8,0 GHz 256 bits 256 GB/s 8 GiB GDDR5 2.304 150 W 12 US$ 230 Você pode comparar as especificações destas placas de vídeo com outras através dos nossos tutoriais “Tabela comparativa dos chips Radeon da AMD (desktop)” e “Tabela comparativa dos chips GeForce da NVIDIA (desktop)”. Agora vamos dar uma olhada mais de perto na placa de vídeo testada. A XFX Radeon RX 580 tem 278 mm de comprimento e ocupa dois slots. Seu cooler usa duas ventoinhas de 100 mm e um detalhe interessante é que, quando o chip gráfico não está sendo exigido, as ventoinhas ficam desligadas a maior parte do tempo. Na Figura 2 podemos ver os conectores de vídeo da Radeon RX 580. Ela traz um conector DVI-D, três conectores DisplayPort 1.4, um conector HDMI. Figura 2: conectores de vídeo Na Figura 3 vemos a parte de cima da placa, onde fica um conector de alimentação PCI Express de oito pinos. Figura 3: vista de cima Na Figura 4 vemos a parte traseira da placa. Figura 4: vista traseira A Figura 5 mostra o lado da solda da Radeon RX 580. Este lado é coberto por uma tampa protetora. Figura 5: tampa protetora Na Figura 6, vemos a Radeon RX 580 com a tampa traseira removida, revelando o lado da solda da placa de circuito impresso. Não há chips de memória deste lado. Figura 6: tampa protetora removida Na Figura 7 vemos o cooler da Radeon RX 580 totalmente removido. Trata-se de um cooler grande, com quatro heatpipes para o chip gráfico e que ainda resfria chips de memória e transistores do regulador de tensão. Note como há oito chips de memória. Figura 7: a Radeon RX 580 com o cooler removido Na Figura 8 podemos ver o chip Ellesmere, fabricado com tecnologia de 14 nm. Figura 8: o chip Ellesmere A Figura 9 mostra um dos chips de memória presentes na Radeon RX 580. Trata-se de um chip GDDR5 Samsung K4G80325FB-HC25, que tem velocidade máxima nominal de 8 GHz. Assim, esta memória já está trabalhando em sua velocidade máxima, e em overclock no modo boost. Figura 9: chip de memória A Figura 10 mostra o regulador de tensão da XFX Radeon RX 580. Ele usa seis fases para o chip gráfico e uma fase para os chips de memória. Figura 10: regulador de tensão As principais características da XFX Radeon RX 580 modelo RX-580P8DFD incluem: Chip gráfico: Radeon RX 580 rodando a 1.366 MHz / 1.386 MHz Memória: 8 GiB GDDR5 (interface de 256 bits), oito chips Samsung K4G80325FB rodando a 8,0 GHz ou 8,1 GHz Barramento: PCI Express 3.0 x16 Conectores de vídeo: um HDMI, três DisplayPort, um DVI-D Consumo de energia: 185 W Fonte de alimentação recomendada: 500 W Cabos e adaptadores que vêm com a placa: nenhum Número de CDs/DVDs que acompanham a placa: nenhum Jogos e programas incluídos: nenhum Mais informações: xfxforce.com Preço nos EUA*: US$ 280 * Pesquisado na Newegg.com no dia da publicação deste teste. Durante nossas sessões de teste, nós usamos a configuração listada abaixo. Entre um teste e o outro, o único componente variável era a placa de vídeo sendo testada. Nos jogos, nós rodamos os testes em resolução Full HD (1920 x 1080) e 4K (3840 x 2160). Configuração de hardware Processador: Core i7-6950X a 3,8 GHz Placa-mãe: ASRock Fatal1ty X99 Extreme 6/3.1 Cooler do processador: Thermaltake Water 3.0 Ultimate Memória: 64 GiB DDR4-3000 HyperX Predator, quatro módulos KHX3000C15/16GX de 16 GiB configurados a 2400 MHz Unidade de boot: Kingston HyperX Predator 480 GB Gabinete: Thermaltalke Core P3 Monitor de vídeo: Samsung U28D590 Fonte de alimentação: Corsair CX750 Configuração de software Windows 10 Home 64-bit Versões dos drivers Driver de vídeo NVIDIA: 376.33 Driver de vídeo AMD: Crimson 16.12.1 Software usado 3DMark Deus Ex: Mankind Divided Dirt Rally Gears of War 4 Hitman Mad Max Rise of the Tomb Raider Tom Clancy's Rainbox Six Siege Margem de erro Nós adotamos uma margem de erro de 3%. Assim, diferenças abaixo de 3% não são consideradas significativas. Em outras palavras, produtos com diferenças de desempenho abaixo de 3% são considerados tendo desempenho semelhante. O 3DMark é um programa composto por vários testes que verificam o desempenho 3D do computador. Nós rodamos os testes Time Spy, Fire Strike Extreme e Sky Diver. O teste Time Spy mede o desempenho nativo em DirectX 12, rodando testes na resolução de 2560 x 1440. Neste teste, a XFX Radeon RX 580 ficou em empate técnico com a GeForce GTX 1060 6 GiB, e foi 7% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. O teste Fire Strike Extreme mede o desempenho em DirectX 11 e é voltado a computadores “gamer” de alto desempenho. Ele roda na resolução 2560 x 1440. Neste teste, a XFX Radeon RX 580 também ficou em empate técnico com a GeForce GTX 1060 6 GiB, e foi 9% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já o teste 3DMark Sky Diver é voltado a computadores intermediários com simulações DirecX 11. Ele roda em 1920 x 1080. Neste teste, a XFX Radeon RX 580 também obteve desempenho semelhante ao da GeForce GTX 1060 6 GiB, sendo 7% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Deus Ex: Mankind Divided Deus Ex: Mankind Divided é um RPG de ação e elementos de FPS, lançado em Agosto de 2016, que utiliza o motor Dawn, sendo compatível com DirectX 12. Nós testamos o desempenho utilizando o próprio teste incluído no jogo, com DirectX 12 ativado, opções gráficas em “alto” e MSAA 2x. Os resultados abaixo, em Full HD e 4K, estão em quadros por segundo. No Deus Ex: Mankind Divided em Full HD, a XFX Radeon RX 580 foi 15% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 4% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 foi 17% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 8% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Dirt Rally O Dirt Rally é um jogo de corrida off-road lançado em abril de 2015, baseado no motor Ego. Para medir o desempenho usando este jogo, nós rodamos o teste de desempenho incluído no jogo, em Full HD e 4K, com a qualidade de imagem configurada em “alta” e 2x MSAA. Os resultados estão expressos em quadros por segundo (fps). No teste no em Full HD, a XFX Radeon RX 580 foi 16% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 11% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 foi 11% mais lenta do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 7% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Gears of War 4 O Gears of War 4 é um jogo de tiro em terceira pessoa lançado em outubro de 2016, utilizando o motor Unreal Engine 4. Para medir o desempenho usando este jogo, nós rodamos o teste de desempenho do jogo, em Full HD e 4K, com a qualidade de imagem configurada como “alta”. Os resultados abaixo estão expressos em quadros por segundo. Em Full HD, a XFX Radeon RX 580 obteve um desempenho equivalente ao da GeForce GTX 1060 6 GiB, sendo 8% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 foi 6% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 9% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Hitman Hitman é um jogo estilo ação/aventura furtiva, lançado em março de 2016, e que utiliza uma versão do motor Glacier 2, compatível com DirectX 12. Para medir o desempenho usando este jogo, nós rodamos o teste de desempenho do jogo, medindo o número de quadros por segundo usando o FRAPS. Nós rodamos o jogo com DirectX 12 habilitado, com a qualidade de imagem configurada como “alto” e SMAA ligado. Os resultados abaixo estão expressos em quadros por segundo. No Hitman, em Full HD, a XFX Radeon RX 580 obteve desempenho similar ao da GeForce GTX 1060 6 GiB, e foi 6% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 ficou em empate técnico com a GeForce GTX 1060 6 GiB, sendo 6% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Mad Max O Mad Max é um jogo de ação em mundo aberto lançado em setembro de 2015, utilizando o motor Avalanche. Para medir o desempenho utilizando este jogo, nós rodamos a introdução do mesmo, medindo o número de quadros por segundo usando o FRAPS três vezes na sequência. Nós rodamos o jogo com a qualidade gráfica em “muito alta”. Os resultados abaixo estão em quadros por segundo e são uma média artimética dos três resultados coletados. No Mad Max, em Full HD, a XFX Radeon RX 580 foi 5% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e ficou empatada com a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 foi 19% mais lenta do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 36% mais lenta que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Rainbow Six Siege O "Tom Clancy's Rainbow Six Siege" é um jogo estilo FPS tático lançado em dezembro de 2015, e que utiliza o motor AnvilNext, compatível com DirectX 11. Para medir o desempenho usando este jogo, nós rodamos o teste de desempenho do jogo. Nós rodamos o jogo em Full HD e 4K, com a qualidade de imagem configurada como “alta”. Os resultados abaixo estão em quadros por segundo. Em Full HD, a XFX Radeon RX 580 foi 12% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 6% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 foi 15% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e 6% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Rise of the Tomb Raider O Rise of the Tomb Raider é um jogo de aventura e ação lançado em janeiro de 2016, baseado no motor Foundation. Para medir o desempenho utilizando este jogo, nós rodamos o teste de desempenho embutido no mesmo, com DirectX 12 habilitado, com qualidade gráfica “alta”. Os resultados abaixo estão em quadros por segundo. No Rise of the Tomb Raider, em Full HD, a XFX Radeon RX 580 ficou empatada com a GeForce GTX 1060 6 GiB, e foi 8% mais rápida que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Já na resolução 4K, a XFX Radeon RX 580 foi 6% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 6 GiB e que a Radeon RX 480 de 8 GiB. Houve uma certa decepção entre muitos usuários entusiastas com o lançamento da série RX 500, pois ela utiliza a mesma arquitetura da série RX 400, apenas com clocks ligeiramente mais altos, em vez de usar a próxima arquitetura da AMD, chamada Vega. De qualquer forma, esta nova série surge como uma pequena evolução das placas anteriores. Como é comum na indústria de semicondutores, uma mesma tecnologia amadurece e permite a produção de chips que alcançam clocks mais altos e são mais eficientes. Por isso, uma das conclusões que obtivemos não foi uma surpresa: a Radeon RX 580 mostrou-se um pouco mais rápida do que a Radeon RX 480 em praticamente todos os testes. Comparada com a sua concorrente direta, a GeForce GTX 1060 de 6 GiB, a Radeon RX 580 da XFX obteve um desempenho, em média, equivalente, sendo um pouco mais rápida em alguns jogos e um pouco mais lenta em outros. É conveniente lembrar que modelos de placas de vídeo Radeon RX 580 de fabricantes diferentes podem utilizar clocks distintos. Assim, os resultados obtidos para o modelo que testamos podem ser diferentes dos obtidos por outros modelos que não usem os mesmos clocks. Assim, podemos dizer que a Radeon RX 580 veio para substituir a Radeon RX 480 e enfrentar de igual para igual a GeForce GTX 1060 de 6 GiB, sendo também uma placa de vídeo com excelente relação custo/benefício. Porém, torna-se necessário prestar atenção aos preços no Brasil, que costumam variar muito.
  10. Infelizmente não cheguei a fazer medições com o decibelímetro, mas achei dentro da normalidade.
  11. Já detectamos que o CPU-Z tem algum bug na hora de medir o desempenho dos Ryzen.
  12. Ótima sugestão! Vamos tentar criar uma metodologia para este teste.
  13. Muito bem lembrado...
  14. Boa sugestão, anotada! É só termos tempo para repetir todos os testes com uma outra placa de vídeo...
  15. O problema de fazermos este comparativo é que para cada programa, nós teríamos uma classificação diferente. Esta classificação, nos programas que nós usamos, está disponível em cada um dos testes de processadores que estão linkados neste artigo.