• Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

Dimitriusbueno

Membros Plenos
  • Total de itens

    818
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

358

4 Seguidores

Sobre Dimitriusbueno

  • Data de Nascimento 24-12-1983

Informações gerais

  • Cidade e Estado Porto Alegre
  • Sexo Masculino
  1. É uma boa multifuncional com tanque de fábrica!
  2. Ela aceita todos os papéis mencionados no tópico com exceção do aspen, por ser metalizado não funcionará com nenhum modelo jato de tinta do mercado, em relação a tecnologia laser ou jato de tinta vai depender do tipo de convite que será feito, uma impressora jato de tinta de ótima qualidade pode reproduzir uma boa parte dos convites que vemos no mercado, entretanto determinados tipos de materiais como as folhas metalizadas só podem ser trabalhadas com um equipamento a laser. As 2 tecnologias tem fatores positivos e negativos, se for utilizado papel glossy ( fotográfico ) um equipamento baseado em tecnologia jato de tinta será capaz de entregar o melhor resultado. O modelo que eu indico para o trabalho de convites é a Epson L1800, ela utiliza a mesma tecnologia de impressão da Brother que foi recomendada pelo membro acima, ambas adotam cabeça de impressão Micro Piezo que foi originalmente desenvolvida pela Epson, a diferença é que esse modelo possui 6 cores e por isso é capaz de garantir com maior precisão a transição entre tons, algo que não é obtido com um modelo de 4 cores, além disso ela tem um tanque de tinta de fábrica dispensando adaptações de terceiros como os bulk inks. A L1800 é uma impressora fotográfica profissional, o mercado de lembrancinhas, personalizados e de convites é beneficiado por modelos que possam garantir precisão na reprodução de certas nuances, ela é substancialmente mais cara que a Brother MFC-J6520DW mas nessa última você terá um gasto maior com suprimentos ( tinta ) ou com a adaptação de um bulk ink para reduzir os custos de impressão. Epson L1800 Tanque de tinta de fábrica Apresentação e diferencial da L1800
  3. A HP está com uma nova política de bloquear cartuchos compatíveis ou recarregáveis, a máquina deve voltar a funcionar normalmente quando você pagar a fortuna que a HP cobra nos originais, é como um aluguel você sabe! De tempo em tempo o usuário que é tratado como um trouxa precisa pagar a conta já que boa parte das máquinas da HP são comercializadas com subsídios para que a fabricante lucre com a venda de insumos, essa é a fonte mais importante de receitas da HP.
  4. Olá, no momento eu possuo apenas o reset da L475 que é pago e que eu disponibilizo gratuitamente a exemplo dos demais, infelizmente o meu tempo está escasso e não estou conseguindo atualizar o tópico com outros modelos, você pode adquirir o reset em sites especializados e existem vários ou no Mercado Livre, em ambos os casos terá de pagar uma taxa ao vendedor mas o valor é pequeno.
  5. Se o valor é o mesmo opte pela L455, não é apenas a questão do visor que difere os modelos mas o visor isoladamente já minimiza a dependência do computador para uma série de intervenções que podem ser executadas por toques no painel do próprio equipamento, a L455 tem suporte para cartões de memória e a L375 não possui, a L455 possui tanque de tinta removível e isso facilita a manutenção ou a instalação de um dispenser externo, enfim ... A L455 tem algumas vantagens pontuais e é perfeitamente viável como escolha. A L375 deve sair de linha no final do ano já que tivemos o lançamento dos novos modelos: L380 e L395. A L365 foi oficialmente descontinuada. Em relação aos resets, eu tenho um tópico fixo no site Clube do Hardware onde eu disponibilizo gratuitamente uma série de resets que são originalmente pagos, eu possuo o reset da L375 e da L475 mas não tenho no momento o reset para a L455, infelizmente o meu tempo está escasso e não estou podendo atualizar o tópico com as versões mais recentes, o reset da L455 pode ser adquirido facilmente no Mercado Livre ou em sites especializados por um valor módico. Resets Epson
  6. Você tem razão @Luiz Gambali, não há nesse momento bulks disponíveis para o modelo XP-231, o que o pessoal está fazendo é substituir a placa lógica da XP-231 pela placa da XP-214 já que essa última tem uma variedade de bulks a disposição, a ausência de bulk inks para XP-231 não está restrita a uma loja ou localidade, isso ocorre em todo o Brasil e a única coisa que se pode fazer é esperar.
  7. A impressora só irá apresentar vazamento interno se o bulk ink não estiver bem instalado, isso é lógico como 1+1 é 2, se o usuário utilizar um cartucho com problema também pode enfrentar esse tipo de situação. Eu tenho 2 modelos com tanque e na minha Epson L375 com mais de 35.000 cópias não há um único ponto sujo de tinta, o sistema de tanque da Epson já existe há alguns anos tendo acumulado uma certa maturidade, se você teve 3, 4 ou 5 impressoras jato de tinta que vazaram é porque houve algum procedimento errado em todas. A HP foi a última fabricante que tem relevância no mercado brasileiro a adotar esse sistema, a primeira foi a Epson e depois vieram a Brother e a Canon, todas elas garantem uma grande autonomia de impressões, maior do que qualquer impressora a laser de entrada como as que foram debatidas no tópico, o modelo da HP é recente e ainda está sendo avaliado pelo público consumidor, hoje para o usuário doméstico ou empresarial de pequeno porte eu indicaria a Epson Ecotank ou a Canon Maxx Tinta G102 que acompanha 3 frascos de tinta preta pigmentada e 1 colorido de cada, isso corresponde a 18.000 páginas P&B e 7000 coloridas ( 5% de cobertura ).
  8. Olá Rodrigo! Qual é o tipo de papel que você utilizará nos impressos? A questão da indicação do modelo dependendo do contexto, em termos de produtividade as máquinas com tanque são mais lentas que os modelos tradicionais com ou sem bulk ink adaptado, eu não tenho dúvidas de que a L375 é capaz de promover uma economia muito significativa mas sem saber a sua demanda de impressão fica vago dizer se esse modelo é adequado ou não, não se pode esperar que uma máquina assim atenda uma demanda de 10.000 cópias mês, ela não é dimensionada para isso e é um equipamento lento embora entregue uma qualidade excelente nas impressões. A L375 é econômica, entrega um ótima resultado dependendo do tipo de impressão que você precisa mas não é uma máquina rápida, ela irá operar com uma velocidade média/baixa. Eu possuo uma, não me arrependo de ter adquirido esse modelo e o meu ciclo mensal é de aproximadamente 1000 cópias mês.
  9. Não se pode afirmar que alugar uma impressora ( outsourcing de impressão ) sempre valerá mais a pena que adquirir uma, você pegou um artigo simplório e vai aplicar para todas as situações, sem questionamentos, sem senso crítico? O outsourcing de impressão tem inúmeras vantagens, é o modelo usado por empresas de todos os portes, isso inclui multinacionais mas existem milhões de casos em que o usuário tem uma clara vantagem em ter um equipamento próprio, cada caso tem que ser estudado e não se pode jogar tudo no mesmo pacote. Um usuário que tem uma demanda modesta muito provavelmente não terá razões para migrar para o contexto da locação, ele tem alternativas viáveis como as impressoras a laser e os custos reduzidos provenientes de toners compatíveis, tem também as máquinas com tanque de tinta proporcionando uma autonomia aproximada de até 2 anos sem a necessidade de comprar insumos, ele controla o fluxo de impressões e não depende de contrato firmado com pagamento mensal, se ele fosse uma empresa com determinadas características poderia ser uma excelente alternativa, não teria de ter uma equipe ou alguém para prover manutenção nos equipamentos, isso por si só já garante que os profissionais da área de Ti estarão envolvidos apenas com o core business da organização, se uma máquina dá problema você tem direito a substituição ou reparo em um determinado intervalo de tempo conforme o contrato. Eu acredito que pelas informações que o Thalles passou foi a escolha correta, foi uma escolha dentre algumas viáveis.
  10. No youtube você encontra uma certa facilidade em localizar vídeos tutoriais desse tipo, pode usar esse como base para o procedimento de reset, apenas ignore as etapas iniciais que estão restritas aos processos básicos de descompactação do arquivo.
  11. A máquina entrega uma boa qualidade de impressão, é mais lenta em relação a uma impressora sem o sistema de tanque de tinta. O modelo G3102 tem a vantagem de trazer 3 garrafas de tinta preta, ela é idêntica ao modelo G3100 exceto por esse diferencial, em muitos casos vale a pena pagar um pouco a mais para levar os 2 frascos adicionais. Os modelos com o conceito de tanque são muito mais caros porque a fabricante tem um lucro baixo ou nulo com a venda de tinta, o retorno nessa condição tem que ter origem no valor do equipamento, é o oposto da prática da HP que comercializa as máquinas com um valor reduzido para arrancar do consumidor um preço impagável pela reposição de insumos originais, agora eles também lançaram um modelo com tanque de tinta, isso depois da Epson ter despejado no mercado brasileiro mais de 1 milhão de Ecotanks, no mundo já são quase 20 milhões de máquinas com bulk de fábrica só de uma fabricante. No quesito economia são equipamentos excelentes, o usuário tradicional que estava habituado ao sistema de cartucho terá o valor que foi investido retornado na medida de sua demanda por impressões, um cartucho XL custa em média R$100,00, se comprares 1 cartucho original a cada 3 meses para uma impressora tradicional terá desembolsado R$400,00 no ano, isso é praticamente um aluguel para o uso do equipamento, a valor de uma máquina com tanque de tinta se paga com o tempo, a economia é muito grande!
  12. Olá @Soccol, isso é feito apenas 1 vez a cada recarga do cartucho, a impressora retorna uma mensagem de erro porque interpreta que aquele cartucho está sem tinta/vazio, esse processo faz zerar esse parâmetro e a impressora passa a reconhecer o cartucho como novo, por isso o erro de cartucho vazio desaparece. Agora vamos para outra situação, se você recarrega o cartucho e faz o processo correto como expliquei e as impressões saem falhadas o problema está no cartucho, você fez o processo e zerou o contador da impressora, o cartucho foi reconhecido como novo mas por algum motivo ele está falhando, o que eu quero dizer com isso é que temos nesse caso 2 problemas diferentes.
  13. Eu tenho 2 multifuncionais da Epson com tanque de tinta, uma L375 e uma L800, eu conheço a WorkForce M205 mas não a tenho.
  14. A velocidade de impressão da Workforce M205 é boa, o que é lento é o alimentador automático ( ADF ) e o módulo de scanner, para imprimir ela é rápida, em relação a durabilidade esse produto tem 2 anos de garantia ou 30.000 cópias, o que vier primeiro. No site diz 1 ano mas está errado, ela é um modelo projetado para trabalhar com um volume maior de trabalho.
  15. As impressões são boas, o scanner é satisfatório para uma impressora de entrada. O custo do toner compatível é um pouco mais caro que o modelo da Brother, no geral você terá uma autonomia de impressões que não deve ultrapassar as 500 cópias com texto e isso leva em consideração os 2 modelos que usam toners com capacidade para 1000 cópias à 5% de cobertura. As 2 são equivalentes, o custo do toner original também é próximo mas é possível adquirir o toner TN1060 compatível da Brother por R$35,00 no Mercado Livre. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-689033571-toner-tn1060-tn-1060-compativel-hl1112-dcp1512--_JM A WorkForce M205 é a opção mais econômica, é um modelo rápido para uma jato de tinta mas evidentemente será bem mais lento que uma impressora a laser, as impressoras jato de tinta com cabeça fixa como essa precisam de uso regular, se você imprimir ao menos 1 ou 2 vezes por semana não deve ter problemas com entupimentos, o outro detalhe que ajuda é utilizar o refil de tinta original que custa menos de R$90,00 e tem 140ML, isso permite uma autonomia de até 6000 cópias a 5% de cobertura, na prática irá render umas 3 mil cópias, um pouco mais ou menos dependendo do que for impresso. O alimentador automático ADF desse modelo é um pouco lento.